História A Novata - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Ragatania, Sasuhina, Sasusaku
Visualizações 498
Palavras 2.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Estou de volta com mais um capítulo, mas antes queria agradecer aos 15 favoritos, pode ser pouco mas não vou mentir que fiquei muitíssimo feliz! Obrigada ao comentário também!

Link das roupas nas notas finais.

Espero que gostem.♥

Capítulo 2 - Aliança com o bad boy


Fanfic / Fanfiction A Novata - Capítulo 2 - Aliança com o bad boy

2.

Ao perceber a demora do amigo mais que o normal – já que o conhecia muito bem para saber que ele não ficaria mais de cinco minutos na diretora –, levantou da mesa e jogou as embalagens de sua comida fora.


— Aonde vai? — Ino perguntou curiosa fazendo o moreno revirar os olhos. Para ele, tanto Sakura como a Yamanaka não passavam de duas garotas falsas e fofoqueiras, só andavam com eles por serem namoradas de seus amigos. Entretanto, a Haruno é bem mais “tranquila”, desde que ninguém entrasse no seu caminho.


— Fumar lá fora. — Mentiu e passou a caminhar para fora do refeitório chamando a atenção de todos, até mesmo de Sakura que parecia olhar cada detalhe do Uchiha que exalava confiança enquanto andava. Sasuke tem aquele “cargo” no colégio onde é o popular com fama de bad boy, ele não se sentia tudo isso, mas já havia dito antes: “Se disser que sou um tipo de pessoa eu me tornarei ela até você desejar não ter me julgado antes.”.


Caminhou pelos corredores e iria subir em direção a diretoria até ver Hinata sair correndo da quadra de esportes, ela sorria ofegante e acenou para ele sem parar de seguir para onde ia. Ele a mediu por um instante e deu um passo para trás optando em ir até onde a morena estava e encontrou o melhor amigo jogando basquete sozinho. Ligou os pontos e acabou arqueando as sobrancelhas por imaginar coisa demais a respeito de Naruto.


— Achei que estava na diretoria. — O loiro se virou e sorriu. Sorrisos na mesma intensidade, pensou Sasuke.


— E eu estava, vi a novata jogando sozinha então pensei em participar. — Tocou a bola na direção do amigo e o moreno a agarrou.


— E ela joga bem? — Perguntou enquanto se aproximava e sacou a bola fazendo uma cesta.


— Muito.


— E se Sakura fosse te procurar ao invés de mim?


— Veio me procurar por quê?


— Eu vi como olhou para a novata quando ela chegou, depois vocês dois somem e demoram um tempão. Aí quando eu penso em tirar essa ideia maluca da minha cabeça vejo Hinata saindo correndo da quadra, entro e você está aqui.


— Foi só uma partida.


— Acredito em você.


— Não é o que parece. — Sasuke guardou a bola e ambos saíram juntos da quadra.


— Só estou dizendo que sua namorada é ciumenta demais, ela faria a vida da Hinata um inferno se pegasse vocês dois aqui sem mesmo deixá-la se defender.


— A Sakura não é um monstro Sasuke, pelo o amor de Deus. Você não é aquele que odeia ser julgado? Então pare de fazer isso com a minha namorada, tsc. — O loiro saiu irritado pelos corredores sem olhar para trás, Sasuke apenas jogou a cabeça para trás e respirou fundo. Ele era o único que enxergava o óbvio ali?


Sakura não era nem um pouco compreensiva quando mexiam com as coisas/pessoas dela, Sasuke sabe muito bem disso.


Naruto chegou ao refeitório faltando menos de dez minutos para tocar o sinal, todos já se levantavam da mesa e Sakura sorriu ao vê-lo ali.


— O que deu na diretoria?


— Tem algo haver com as doações que meu pai faz. — Ela assentiu.


— Sasuke foi atrás de você. — Gaara disse e o loiro revirou os olhos.


— Eu sei, deve estar vindo aí atrás.


— Porque fez essa cara? — Sakura perguntou.


— Odeio quando ele fica falando coisas de você, eu só estava jogando algumas partidas com a Hinata na quadra. — Sakura ficou quieta por alguns segundos. Ela tinha escutado direito? Seu namorado mais a novata?


— Não se importe com isso e não briguem por minha causa. — Sorriu fraco e selou o namorado. Voltaram para a sala de aula e encontraram Hinata e Sasuke ali copiando os exercícios que o professor adiantou, sentaram em seus devidos lugares e passaram a copiar também.

ƔƔƔ


As aulas daquele dia acabaram e Hinata foi até seu armário guardar seus livros, agradeceu tanto senão teria que carregá-los para casa já que eram muitos. Assim que terminou e fechou a porta deu de cara com Sakura parada ali fazendo-a dar um pulo, não havia escutado ela chegar.


— Sakura, que susto.


— Não foi minha intenção. — Deu um sorriso tão falso que Hinata sacou na hora o motivo da rosada estar ali. — Você passou o intervalo todo jogando basquete com o meu namorado, não foi?


— Sakura só jogamos.


— Acho que você ainda não entendeu. — Se aproximou mais. — Eu não deixo nenhuma garota perto dele, exceções apenas para Ino. Eu não conheço você, logo não confio que fique perto do Naruto.


— Fala como se eu fosse roubá-lo de você. É tão insegura assim?


— Você sabe com quem está falando? — Hinata suspirou. Aquilo era puro drama para ela, pois se Sakura confiasse em si e no namorado não precisava ficar fazendo essa cena toda.


— Eu me afasto dele se quiser, mas peça o mesmo para ele também.


— Está insinuando que ele que foi te procurar garota?!


— Sakura, chega. — Sasuke apareceu.


— Você também, fica dizendo coisas horríveis de mim para Naruto. — Apontou o dedo na cara dele e Hinata arregalou os olhos com a tamanha ousadia daquela garota. Sasuke não ficou por baixo e deu um tapa de leve na mão dela.


— ‘Tá se achando superior por quê? Para com essa insegurança do caralho garota, você é assim até comigo quando estou com ele, com Neji e Gaara também. Ele não é só seu. Ainda não sei como ele não te deu um chute. — Falou e Sakura o encarou com toda a raiva que sentia. — O que foi? Vai fazer com a Hinata o mesmo que fez comigo?


— Hein? — Hina perguntou confusa.


— Não Uchiha. — Sorriu perversa. — Vou fazer o dobro só por você ter vindo aqui defendê-la. — Deu as costas e Sasuke encarou Hinata que ainda não tinha entendido nada.


— Fazer o que comigo? Ela é louca!


— Eu não sei, dela eu espero tudo.


— Eu falei para o Naruto que não queria problemas com a namorada dele, ele é surdo ou o que? — Hinata encostou-se nos armários e suspirou, tirou o celular da cintura e ligou para o pai. — Alô? Eu só queria avisar que Neji quer me levar para almoçar com os amigos dele, mas posso buscar Hana na escola depois. Ok. — Encerrou a ligação e encarou o Uchiha. — Hm, você vai? — Assentiu. — Te vejo lá então. — Selou o rosto dele.


Sasuke ficou por ali mais algum tempo e também guardou seus materiais, de lá foi para casa. Não encontrou ninguém, pelo visto seu pai estava no trabalho e o irmão na faculdade. O Uchiha era caçula e órfão de mãe, todos os homens da família já superaram essa perda então é um assunto sempre aberto a conversas. Enquanto caminhava para seu quarto ia se livrando das peças de roupas e depois jogou todas na cama, guardaria-as depois; não resolveu tomar banho já que iria almoçar em alguns minutos então só escolheu uma camiseta branca simples e continuou com o vans preto, pegou carteira e celular (1) e deixou a casa. Resolveu ir a pé mesmo já que não era tão longe de sua casa e durante o caminho foi pensando no que Sakura poderia tramar contra Hinata, o que ele mais estranhou foi o fato de estar se importando demais com a rosada. Mas ele queria entender o porquê da garota ter tanto medo de perder Naruto, era só implicância e insegurança ou tinha algo a mais?


— Uchiha! — Olhou para trás e viu Gaara, parou para esperá-lo e logo voltaram a caminhar juntos. — Achei que ia dar só eu com a roupa da Kobe.


— Eu só tirei aquela camisa. Cadê a Ino?


— Foi pra casa da Sakura. Eu achei que quisesse carona hoje depois do horário.


— Aconteceu um imprevisto, vi aquele projeto rosa brigando com a novata por causa do Naruto.


— Fala sério... — O ruivo disse arrastado e jogou a cabeça para trás. — Bem que falam que o amor cega a gente. — Riu.


— Quero ver até onde ela chega.


— Eu achei que o que ela tivesse feito com você fosse o “ápice” dela. — Sasuke riu soprado. — Sabe o que você deveria fazer? Dar o troco, mas dar em dobro. Se alie com a novata. — O Uchiha arregalou os olhos, pois aquilo parecia ser uma ótima ideia. Entretanto, teria que pensar em Naruto também, pois reparou bem a forma dele olhar para a novata, então teria que esperar um tempo para saber o que se passa na cabeça do melhor amigo.


— Não é que você pensa com a cabeça de cima também. — Caçoou e o ruivo o empurrou levemente.


Ao chegarem ao restaurante todos já estavam lá, inclusive Hinata que trajava um short preto mais um top laranja com vans branco e um relógio e colares da Forever21 (2), estava com os fios soltos meio desajeitado, mas que dava um estilo natural.


— Achei que ia dar um bolo em mim Uchiha. — Neji disse.


— Daria se tivesse deitado na cama. — Respondeu e se sentou ao lado da Hyuuga. Sasuke derrubou dois talheres propositalmente e estalou a lingua. — Hinata me ajude a pegar? Caiu bem perto do seu pé — Ela assentiu e ambos se abaixaram. — Vamos conversar depois? Queria te fazer uma proposta.


— Você é esperto. — Riu divertida. — Tudo bem. — Se levantaram. — Acham melhor trocar por outro? — Perguntou sobre os talheres e todos assentiram, a Hyuuga se levantou para fazer o favor a Sasuke. O último citado encarou o melhor amigo que olhava discretamente para Hinata. Está difícil pensar o contrario Naruto, pensou Sasuke.


— Vamos pedir, eu pago.


— Justo, pois foi você que chamou. — Gaara falou como se fosse óbvio.


— Dividimos a conta ao meio então. — O Hyuuga brincou.


— Vou me retirar. — Sasuke fingiu se levantar fazendo todos na mesa rir e conseguindo até arrancar um sorriso ladino de uma certa pessoa.

ƔƔƔ


— Eu preciso ir, tenho que buscar a Hanabi na escola.


— Quem é essa?


— Minha irmã mais nova. — Sakura passou a prestar atenção na conversa.


— Quer esperar meu motorista? — Neji perguntou.


— Não, fica bem no final da rua. — Sorriu e beijou o rosto do primo. — Obrigada pelo o almoço. Tchau gente. — Acenou e teve o gesto devolvido por alguns. Ela deixou o restaurante e apressou o passo para dar tempo do Uchiha segui-la, ela virou a esquina e em alguns segundos ele apareceu.


— Aquilo foi uma desculpa?


— Pior que não, eu realmente tenho que buscá-la. — Voltaram a caminhar. — Qual a tal proposta?


— Eu e você contra a Haruno. Ela não estava brincando quando disse que vai fazer você sofrer.


— Eu tinha esquecido isso, ela parecia uma santa no almoço. — Atravessaram a rua juntos e o sinal abriu no mesmo instante fazendo Sasuke puxá-la pela mão e correrem, acabou que nenhum dos dois se lembrou de parar aquele contato.


Em um carro estacionado em frente a uma loja perto dali estava Naruto, que pelos milésimos de segundos que olhou para rua avistou os dois juntos de mãos dadas. Aquilo de certa forma o incomodou, mas parou de encará-los assim que a porta se abriu e sua namorada adentrou o veículo, ela havia parado para comprar alguns papéis para o trabalho de artes, sorriram um para o outro e o Uzumaki apenas pediu que o motorista desse partida.


— Então, posso pensar um pouco a respeito? — Hinata perguntou meio ofegante por ter acabado de correr.


— Pensa com carinho novata.


Notas Finais


E aí? O que será que Sakura fez com Sasuke e o que ela fará com a Hinata? Naruto vai desistir da novata e deixá-la para o amigo?
A propósito guardem bem a frase/lema do nosso Uchiha, ela será importante.

Até! ♥

(1) https://www.polyvore.com/iv_an/set?id=230778739
(2) https://www.polyvore.com/an/set?id=230740946


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...