História A Novata - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruhina, Narusaku, Naruto, Ragatania, Sasuhina, Sasusaku
Visualizações 135
Palavras 2.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, turu bom?
Primeiramente queria agradecer aos 20 e tantos favoritos + os comentários, fico muito feliz. ♥

Esse capítulo... Não tenho palavras.

Link das roupas nas notas finais.

Espero que gostem. ♥

Capítulo 4 - Uma festa rodada a confusões


Fanfic / Fanfiction A Novata - Capítulo 4 - Uma festa rodada a confusões

4.

Depois que escutou o nome de Sakura sair da boca da professora de Hanabi, uma raiva que Hinata jamais pensou que sentiria tomou conta de si. Ela não deixaria isso barato, Sakura poderia fazer o que quisesse com ela, mas jamais aceitaria que envolvesse sua irmã como forma de “resolver” os problemas que há entre as duas.

Hinata nada disse e apenas deixou a escola e voltou para casa, se a irmã não chegasse até a noite daria queixa na polícia, caso o contrario não, mas mesmo assim seria a última vez que Sakura mexeria com ela. Enquanto caminhava discava o número de Sasuke, estava ofegante e irritada a ponto de esquecer à tarde maravilhosa que teve com Naruto e as cadelas.

— Sasuke...

— Hinata, o que houve?

— A Sakura levou a minha irmã, eu não sei para onde elas duas foram... — A linha ficou muda e Hinata pode ouvir o garoto mexer em alguma coisa.

— Onde você está?

— Voltando para casa. Eu vou acabar com a raça dela. — Rosnou.

— Me dê seu endereço, vou até aí antes que você faça uma loucura.

— Eu vou fazer quando encontrar aquela vagabunda!

— Hinata não faça nada e me passe agora seu endereço. — Ela suspirou e disse onde morava, o andar e o número do apartamento. — Chego em dez minutos.

Encerrou a ligação e continuou com os passos rápidos para o apartamento.

Já na casa do Uchiha, o mesmo colocava uma camisa qualquer e um tênis. Ele parecia preocupado, pois dessa vez Sakura passou dos limites e o que deixava ele mais intrigado era o fato do melhor amigo não enxergar as loucuras que a namorada faz. Pegou o celular e a carteira e deixou a casa, enquanto andava escrevia uma mensagem para o pai dizendo que talvez não chegaria a tempo para o jantar. Pelo endereço percebeu que Hinata morava algumas ruas acima da Kobe, então teve que optar pelo táxi e em alguns minutos já estava ali. Enquanto esperava ser liberado para subir, ao olhar para fora, viu Sakura descer de um carro e abrir a porta para a irmã de Hinata sair, a mesma tomava um sorvete e parecia não ter noção do que estava acontecendo; Sasuke saiu da portaria e deu de cara com a rosada que se surpreendeu por encontrá-lo ali.

— Uchiha?

— Você ficou louca? Como pôde envolver uma criança nisso?

— Só queria dar um susto na Hyuuga, jamais machucaria a irmã dela, não é querida? — Acariciou os fios escuros de Hanabi que encarava os dois sem entender muita coisa. — Eu tenho que ir, a gente se vê na festa do Gaara. — Antes que ela fechasse a porta Sasuke a impediu e segurou seu pulso.

— Mais uma vez e eu acabo com você.

— Está me ameaçando Uchiha? Eu conheço seu pai, seu irmão... — Apertou-a mais ainda. — Está me machucando.

— Você deve tomar muito cuidado, sabe por quê? Porque uma hora irá encontrar pessoas que não vão abaixar a cabeça e irão te machucar pra valer.

— Não tenho medo, deixei claro que tiro do meu caminho quem tenta tocar nas minhas coisas ou se envolver com as pessoas ao meu redor.

— Vai pela sombra Haruno. — A largou e segurou a Hyuuga mais nova pelos ombros e caminharam para dentro do prédio. — Desculpe Hanabi, por tudo que ouviu.

— Uhum. — Apenas assentiu e puderam subir ao apartamento, Sasuke bateu na porta e Hinata abriu, a feição de fúria sumiu assim que avistou a irmã.

— Hana! — Abraçou a pequena e o Uchiha fechou a porta. — Onde você estava?

— Fui tomar sorvete com sua amiga, ela disse que depois me levaria para casa e aqui estou eu. — Hinata encarou Sasuke rapidamente.

— Nunca mais deixe qualquer pessoa te tirar da escola a não ser que seja eu ou o papai, entendeu? Ela não é minha amiga Hana.

— Mas... Ela me trouxe. — Abaixou a cabeça.

— Tudo bem, mas não faça mais isso, promete?

— Prometo. — Estendeu o mindinho e Hinata se derreteu com a atitude da irmã e a correspondeu.

— Vai tomar um banho e trocar de roupa, hm? — Ela assentiu e saiu em direção ao quarto. A Hyuuga se levantou e suspirou alto.

— Eu vi Sakura deixá-la aqui, estava lá embaixo na hora.

— Ainda estou com a ideia de acabar com ela. Eu aceitaria até que ela me humilhasse na frente de toda a Kobe, mas mexer com a minha irmã jamais caralho! — Sasuke arqueou as sobrancelhas surpreso. — Tudo por causa do Naruto? Só por isso?

— Se ela continuar assim vai ter um fim trágico.

— Ninguém percebe isso? Naruto deve estar cego, mas Ino, Gaara ou o Neji? — Se encararam e Hinata apenas se aproximou dele e o envolveu num abraço, apenas recebeu a mão de Sasuke em seu cabelo afagando-o lentamente.

— Bom você vai à festa do Gaara? Porque Sakura estará lá e aposto que com Naruto também.

— Irei falar com meu pai hoje.

— Ok, então eu irei para casa.

— Sasuke, e sobre a tal aliança?

— Deixo você me dar a resposta amanhã. — Sorriu ladino e ela repetiu o gesto, o acompanhou até a porta e se despediram apenas com um aceno.

Sasuke esperou o elevador e quando entrou seu celular tocou, na tela estava o nome de Naruto então atendeu.

— Socorro.

— O que houve dessa vez? — Se encostou na parede.

— Acho que estou afim da novata e eu não sei o que faço. — Sasuke riu fraco.

— Oras, fica com ela então.

— Esqueceu que eu tenho uma namorada amigo?

— Sabe que eu não sou bom em relacionamentos e vem pedir conselho amoroso para mim, pedisse para o Gaara.

— Você é meu melhor amigo.

— Antes Hinata do que a Sakura.

— Sasuke...

— Desculpe. — Revirou os olhos. É mais forte que eu, pensou. — Espera um tempo para ver se é isso mesmo, não fica pensando demais. Deixa rolar.

— ‘Tá certo. Onde está? — A porta do elevador se abriu e Sasuke se curvou rapidamente para o porteiro e deixou o condomínio da Hyuuga.

— Na rua, a propósito vi você com a Hinata hoje.

— Viu?! — Sasuke riu com o tom surpreso do amigo.

— Sim, fui almoçar com Itachi hoje e vi vocês enquanto passava de carro. Outra coisa, você irá para a festa do Gaara?

— Claro, e você.

— Também, então te vejo lá. Tenho que ir. — O Uzumaki se despediu e eles encerraram a ligação. — Eu sempre tenho razão, sabia que estava apaixonado por ela. — Falou sozinho.

ƔƔƔ

No outro dia, perto do final da tarde, Hinata escolhia uma roupa. Ela havia conversado com Hanabi sobre o corrido de ontem e pediu que não contasse ao pai, uma semana dando brigadeiro depois do jantar e estava tudo bem; também tinha convencido o pai a deixá-la ir à festa de Gaara, ele aceitou se Neji viesse buscá-la e trazê-la, então estava tudo certo. Ela havia alisado o cabelo antes de se vestir, escolheu uma calça jeans com rasgo nos joelhos, top marrom alaranjado com cordões mais um Vans branco, colocou um par de brincos (1) e se perfumou. Pegou o celular caso o pai ligasse e dinheiro extra para o táxi, caso Neji bebesse demais e a deixasse na mão.

— Estou indo.

— Está linda, tome cuidado. — Assentiu e selou o rosto do pai e beijou a cabeça da irmã.

— Mando mensagem assim que chegar lá.

— Ok. — Deixou o apartamento e o primo a esperava, se cumprimentaram e a feição tranquila de Hinata escondia toda a raiva que ainda sentia da Haruno.

A casa de Gaara estava muito cheia, o motivo de ele ser popular explicava todas essas pessoas. Hinata deixou o carro com Neji e seguiu o mesmo até a entrada da casa, cumprimentou o ruivo com um abraço e o mesmo a elogiou, ao lado dele também estava Ino muito bem arrumada; essa selou o rosto de Hinata.

A morena avistou Sasuke conversando com outros caras e resolveu se aproximar. Eles se entreolharam e Hinata também cumprimentou os desconhecidos ao redor do Uchiha que faltavam comê-la com os olhos.

— Sakura já chegou?

— Olá para você também. — Ela o encarou e o mesmo fez sinal de redenção. — Está ali com Naruto. — Apontou com a cabeça e Hinata olhou na direção, a própria a encarava de volta com um sorriso de satisfação e um olhar de superioridade, aquilo fez o sangue da Hyuuga ferver. — Aonde você vai? — Sasuke a segurou pelo braço, mas a mesma se desvencilhou e caminhou a passos firmes, o Uchiha largou a bebida e foi atrás.

— Ei Haruno! — Hinata a chamou fazendo, tanto Sakura olhá-la, como Naruto, Gaara e Ino também. Ela ignorou todos eles ali e apenas fechou a mão em um punho e desferiu no rosto da garota que foi de encontro ao chão.

— Hinata! — Sasuke a segurou.

— Nunca mais encoste na minha irmã, sua vadia! — Vociferou e conseguiu chutá-la na barriga mesmo com o Uchiha a segurando. Naruto olhava assustado para ela sem entender nada, Hinata olhou para ele e suspirou.

— Amiga você está bem? — Ino tentou ajudá-la a levantar.

— Ela merece mais!

— Chega, vamos sair daqui. — Sasuke a puxou para os fundos da casa com a mesma tentando se soltar. Chegaram à área da piscina e ficaram um de perfil para o outro. — O que eu disse pra você droga?!

— Eu disse que daria uma lição nela, assim fiz!

— Que droga garota. — Sasuke rosnou passando a mão no cabelo.

— Ela não disse fez algo com você e que iria me devolver o dobro?! Mexer com a Hanabi é o limite para mim, então o que ela fez contigo que você não moveu um dedo para resolver a situação?! — Perguntou em bom tom fazendo-o encará-la com fúria. — Fala, vamos. — Insistiu e ele olhou na direção da piscina.

— Ela destruiu o túmulo da minha mãe. — Pela primeira vez Hinata escutou Sasuke falar baixo e sem olhá-la diretamente nos olhos. — Mas, eu, meu pai e Itachi fizemos outro... — Riu soprado. — Era só um túmulo. — Ele não conseguiu esconder a voz falhada dela que não resistiu e o abraçou pela segunda vez desde que o conheceu só que agora foi correspondida tendo a cabeça do mesmo em seu ombro, ficaram em silêncio por um tempo até Hinata dizer:

— Pense que o soco que dei nela foi por você também. — Sentiu os lábios do mesmo formar um sorriso sob seu ombro.

— Foi um soco bem dado. — Ele sussurrou e levantou um pouco da cabeça encontrando os olhos dela ali, se encararam por alguns segundos até ela colocar uma mão em na nuca dele e outra deixar sob o peito. Esqueceram-se de Naruto, Sakura, Kobe, vingança e apenas se beijaram ali.

Sasuke segurou a cintura dela e com outra mão levou ao cabelo da mesma e o puxou levemente para não machucá-la, deixaram o ósculo se intensificar e Hinata passava a pontinha da língua sob os lábios dele que devolvia com pequenas mordidas. Terminaram com um selinho e a boca de ambos estava um pouco avermelhada.

— Sobre a aliança... — Perto dali, observando tudo, estava Naruto que ainda não havia entendido o porquê de Hinata ter batido em Sakura, e agora viu o melhor amigo que tanto disse para ele ficar com a novata beijar a mesma intensamente. Ele andava calmamente, mas sua cabeça estava uma bagunça total; ao escutar a palavra ‘aliança’ não pôde imaginar outra coisa e se sentiu no limite.

— Seu traidor! — Empurrou o Uchiha na piscina e Hinata gritou assustada. Naruto pulou na água e tentou afogar o melhor amigo, algo que seria cômico se não fosse trágico.

— SOCORRO! — A Hyuuga gritou outra vez e os meninos apareceram, Sakura veio junto e pelo visto havia chorado, ao ver o namorado na piscina se atracando com Sasuke apenas desmaiou nos braços de Ino.

— PAREM COM ISSO AGORA! — Gaara gritou e ele e Neji tiveram que pular e separar os dois. — Para agora Uchiha!

— Naruto chega caralho!

— Qual o seu problema?!

— Depois de tudo que eu te disse ontem você fura meu olho assim?! — Hinata, por mais irritada que estivesse com Sakura, tentou ajudá-la já que Ino não estava conseguindo; ao escutar Naruto dizer aquilo as duas se encararam confusas.

— Do que você está falando? Sasuke nunca ficou com a Sakura! — Gaara gritou e o Uzumaki olhou diretamente para Hinata.

— Fala sério Naruto, droga. — Neji sussurrou no ouvido do amigo ao se tocar e o puxou para fora da piscina.

— Furar seu olho porque se você já está cego?! — Sasuke se pronunciou. — Sua namorada é uma louca que falta matar as pessoas por ser tão egoísta e possessiva, ela tirou a irmã da Hinata ontem da escola para dar um susto na mesma porque estava com ciúmes de vocês juntos! Ela destruiu o túmulo da minha mãe no ano passado quando eu comentei com você sobre o que ela fez com aquela garota que você tinha tido um caso! — Naruto olhou para Hinata e ela apenas confirmou com a cabeça, Ino a tocou no ombro.

— Me desculpe, eu disse que ela precisava de ajuda, mas Sakura me ignorou. — Sussurrou para que apenas a Hyuuga escutasse.

— Vou pedir roupas secas para vocês três, enquanto isso Ino coloca Sakura na cama no quarto de hóspedes. E chega de confusão!

— Desculpe Gaara. — Hinata disse.

— Sei que fez a escolha certa e que também tem ciência das suas ações. — Disse o ruivo enquanto passava e ajudava a namorada com Sakura.

— Ela fez isso mesmo com a Hanabi? — Neji perguntou.

— Sim.

— Vou conversar com o pai dela. — Naruto surgiu. — Meu celular pifou, merda. — Tacou o aparelho longe.

— Naruto...

— Sai Sasuke caralho, não quero te ver pintado na minha frente.

Hinata suspirou exausta, só havia chegado há dois dias e passou por toda essa confusão, não queria nem imaginar daqui pra frente. 

— Naruto, Sakura quer te ver. — Ino o chamou depois de voltar até ali correndo.

— Ótimo, porque ela tem muito o que me explicar.


Notas Finais


Boatos dizem que o Naruto teve tempo de tirar o tênis para depois atacar o Uchiha.
E aí, teve beijo SasuHina. Será que o Naruto e a Ino vão conseguir, talvez, internar a Sakura?

(1) https://www.polyvore.com/vi_an/set?id=230872664


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...