1. Spirit Fanfics >
  2. A Ordem >
  3. Conversas

História A Ordem - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Hey amores espero que curtam...

Sugestão de música : Tate McRae - Dear Parents

Capítulo 8 - Conversas


"Crescer não precisava doer tanto"

Acordei era mais ou menos uma hora da tarde , me espreguicei enrolei uns quinze minutos pra levantar , e levantei da cama logo em seguida com uma ressaca daquelas , fui direto pro banheiro fiz minha higiene matinal , e tomei um banho quente pra despertar do sono , assim que sai do banho ,vesti um short preto , coloquei uma blusa marrom escrita 1975 uma das minhas bandas favoritas ,fiz um coque no cabelo e desci as escadas Taylor estava na sala jogando videogame , ela jogava The Witcher um dos seus jogos favoritos , Chris estava mexendo falando com os amigos imbecis deles , esses amigos do Chris são um bando idiotas esnobes, são detestáveis , Chris nós últimos dias tem estado um verdadeiro pé no saco , ele mudou muito desde começou andar com os filhos dos amigos idiotas do papi Michel.

-  Irmãzona , a mami disse que você esta de castigo bem nós duas estamos , e não podemos sair de casa , ela avisou todos os empregados , antes de sair. - Taylor - Jogava The witcher e não virei para falar com a Lauren..

- Se eu quiser sair , eu vou sair... Até parece que eu vou ficar presa aqui , igual um cachorro... - Lauren - 

- Porque você sempre tem que bancar a rebelde sem causa ? A vítima coitada da Lauren só porque o papi e a Mami não te dão atenção.- Chris - 

- Eu não banco a rebelde sem causa , eu sou rebelde , Chris eu to cagando andando pro que voce acha , não to nem ai pro que voce fala... Voce acha mesmo que eu quero atenção deles ? Me poupe né , não sou voce que precisa da aprovação deles pra tudo. - Lauren - Olhava para Chris que engoliu tudo que eu disse a Taylor só ria...

- Toma  ,foi mexer com quem tá quieta.. - Taylor - 

- Cala boca , sua pirralha irritante - Chris - 

- Opa , opa  acabei de desviar da sua mágua Chris - Taylor - 

Sai dá sala e fui tomar meu café manhã  , aproveitei e já almocei , depois de comer ,tomei remédio para dor de cabeça , que senhora mendonça me trouxe, fiquei um tempo moscando na sala de jantar , depois subi pro meu quarto , me joguei na cama e fiquei olhando para o teto , me levanto e pego o minha guitarra olhava para os meus posteres das minhas bandas favoritas e cantores , meus posteres das minhas séries favoritas. Tocava um solo  de rock paulero que podia ser ouvido por toda a mansão por causa das caixas de som que eu coloquei no meu quarto para irritar o Chris , fazia um solo incrivel , quando a Taylor entra no meu quarto, e se joga na minha cama , comendo salgadinho...

- Irmãzona , então como foi a festa ontem , quero saber tudo.. - Taylor - Olhava para Lauren que tinha parado de tocar..

Me tornei o que eu mais temia minha irmã caçula ser a minha melhor amiga , olha que ela só tem doze anos , guardo a guitarra e pego o meu violão , enquanto contava tudo que aconteceu na festa , Taylor ria junto comigo das idiotices que aconteceu na festa ontem , me sento no chão , e faço alguns sons a bater nas cordas do violão.

- Então foi basicamente isso que aconteceu ontem.. - Lauren - 

 - Irmãzona , voce me leva na próxima social , eu fiquei em casa pra cubrir tua saída , a Mami tá uma arara com voce igual ao papi , ela esta meio zangada comigo por mentir , e te cubrir quase a noite toda , teria dado certo se Chris não fosse tão dedo duro. - Taylor - 

- Chris , é um pendejo ele apenas quer ser o garoto de ouro do papi e da mami , o que nunca decepciona sabe , se mami e o papi ,soubessem como ele anda tratando as pessoas , ai ele ai ficar de castigo. - Lauren -

- Apoiado , Chris tem que ficar de castigo , vou mostrar para mami e o papi o que ele anda fazendo. - Taylor -

- Apoiado. - Lauren -

Começo a tocar o violão , enquanto a Taylor mexia no celular , e falava sobre suas amigas  , os crush  o que me fazia rir , ela falava animadamente sobre the witcher , o quanto ela amou a série , a Taylor pega o meu psp em cima da comoda da cama , e começa jogar , não percebemos mais a Mami estava parada na porta , vendo a nossa interação , eu começo a cantar..

- Dezesseis anos, muita coisa na cabeça dela  , Tem alguns amigos , deixou resto para trás , Mas ,acho que isso que acontece , as pessoas mudam , Estressada , mas sempre está tudo ''bem'' , Eles ficam perguntando , mas ela não consegue descrever , Talvez , eles estejam certos , tudo ficará bem com tempo , Odeio que você esteja dizendo que eu sou dramática , Imatura , apenas porque não eu não quero falar , Você já pensou que pode estar exagerando ? , Prometo que estou pensando , pensando demais, Eles dizem que somos loucos ,E Inúteis , Fazendo desculpas estúpidas , Para tomar decisões ruins quando estamos machucados , E nós não somos loucos românticos , Mas nós ainda sabemos o que é um coração , E sabemos quando está quebrado , realmente queima , Nós sabemos mais do que te dizemos , Mas não conseguimos colocar sempre em palavras , E nós não choramos porque queremos , Mas você supõe   que é porque ela é mais uma garota de dezesseis anos... - Lauren -

Dou uma pausa , fico apenas tocando a música por uns minutos , depois volto a cantar...

- O Ensino Médio tem sido aterrorizante , Ela acha que nunca encontrará alguém , Para construí-la de volta quando ela estiver em pedaços e pedaços novamente , Não vamos esquecer de todos aqueles , Quem saem por aí falando besteira apenas para ficarem relevantes e não perderem ,Odeio que você esteja dizendo que eu sou dramática , Imatura , apenas porque não eu não quero falar , Você já pensou que pode estar exagerando ? , Prometo que estou pensando ,pensando demais, Eles dizem que somos loucos ,E Inúteis , Fazendo desculpas estúpidas , Para tomar decisões ruins quando estamos machucados , E nós não somos loucos românticos , Mas nós ainda sabemos o que é um coração , E sabemos quando está quebrado , realmente queima , Nós sabemos mais do que te dizemos , Mas não conseguimos colocar sempre em palavras , E nós não choramos porque queremos , Mas você supõe que é porque ela é mais uma garota de dezesseis anos... - Lauren - 

 Assim que paro de cantar , ainda fico tocando a melodia da música.

- Você realmente gosta dessa música.. - Taylor -

- Uma das minhas música favoritas , porque as coisas realmente são assim ,   dear parents nome da música a tradução é queridos pais... - Lauren -

Paro de tocar o violão , encosto minha cabeça na cama , coloco violão do meu lado solto um suspiro pesado...

- Sabe Taylor , ensino médio está sendo aterrorizante.... - Lauren - Olhava para teto , batia meu dedos no chão , Taylor olhava para mim...

- Por causa do tio Lex ? - Taylor -

- Não apenas por isso , mais por conta da ansiedade , pressão que botam em cima da gente a escola , nossos pais , os adultos.... Os adultos acham que não sofrememos , somos um bando de inúteis , imaturos.... Cheguei a conclusão que nós adolescentes somos  acúmulo de ansiedade , depressão e corações partidos.... - Lauren - Ainda olhava para teto batia meus dedos...

- Tenso.... Irmãzona... - Taylor -

- Só queria conversar com a Mami e o Papi como converso com você... Eles não me entendem , apenas me olham , mais eles não me enchergam e nem me ouvem... Eles só ouvem eles mesmo.... - Lauren -

Nossa mãe ouvia tudo que a gente dizia atrás da porta , a Taylor me fazia rir das suas bobagens , eu me viro olhando para Taylor.

- Eu queria poder dizer pelo menos pra Mami , que estou apaixonada por uma garota incrível , que me faz rir muito , e toda bobona , uma criançona , que sabe lidar com o caos e a confusão que eu sou , me ajuda com as minhas crises de ansiedade.... Eu só queria falar com Mami sobre isso sem virar uma guerra.... - Lauren -Olhava para Taylor triste , falava triste...

- Mami , vai entender irmãzinha , ela só precisa de tempo ela velha .... E lendo mais somos cubanos nunca falamos sobre isso... - Taylor -

- É eu sei , que não falamos sobre isso... Mais só queria que ela me aceitasse , igual você me aceita... - Lauren -

- Você minha irmãzona , sempre vou apoiar tudo que você fazer... - Taylor - Dou um sorriso..

- É por isso que você minha irmãzinha favorita , não é Mamita... - Lauren -

- Sou sua única irmãzinha Blanquita..- Taylor -

- Crescer não devia doer tanto. - Lauren - 

Nossa mami entra no meu quarto , eu cruzo os braços....

- Nós da licença Taylor  , quero falar com a Lauren... - Clara -

- Iiiii Blanquita.... - Taylor - 

- Anda Taylor... - Clara - 

Esperamos a Taylor sair do quarto , assim que ela sai do quarto , eu encosto a porta , a Lauren me olhava...

- Eu ouvi as coisas que voce disse para Taylor , sobre querer conversar comigo , como conversa com ela , e sobre esta tal chica usted esta enamorada... - Clara - Olhava para Lauren que ruboriza e olha pro lado.

- Deu agora pra ficar ouvindo a conversa dos outros atras da porta... - Lauren - 

Minha mãe se abaixa , e senta ao meu lado , se vira me olhando..

- Olha , Lauren eu sei que esta magoada comigo , por tudo que aconteceu ,esta com muita raiva , mais esta com bastante raiva dos seus papis , mais a pessoa que você sente mais raiva , eu sei que sou eu , porque eu deveria apoiar você , e não apoie , você queria que apenas dessa vez eu apoiasse você eu não fiz , deve estar me odiando , por isso , não deve querer nem conversar comigo, eu sei porque faz muito tempo que não conversamos , que você não conta as suas coisas pra mim...E a culpa é minha por isso , você sempre tentou me incluir na sua vida , mais eu sempre disse que não tinha tempo...- Clara - Olhava para Lauren , que se vira me olhando..

- Abuelita sempre diz , que não podemos odiar nossos pais ,abuelita sempre diz que é pecado ter raiva dos pais... - Lauren - Olhava para frente...

Ficamos em silencio , minha mãe olha pros machucados nos braços , sabia que ela queria me abraçar e segurar na minha mão , mais ela achava que eu iria me esquivar como de todas as outras vezes que ela tentou me abraçar , ela apenas segurou nas suas mãos...

- Eu sei que esta com raiva de mim ,mais os pais Lauren nem sempre estão certo ,e as vezes eles erram ,raramente eles não conseguem proteger os filhos , quando eles erram e dificil pedir desculpas , quando eles percebem que foram motivo dos seus filhos de se machucarem, eles podiam ter evitado isso se tivessem sido mais pacientes,  e tentado mais se colocar no lugar do seu filho....Eu sinto muito de verdade Lauren , eu nunca vou me perdoar por isso blanquita , me desculpe , única coisa que posso fazer em relação ao que aconteceu na escola católica que foi minha culpa ter te colocado lá , me desculpe.. - Clara - Olhava para Lauren que se vira para mim ,ela segura na minha mão...

- Esta tudo bem , mami , eu sei que não fez por mal.... a culpa não foi sua.. - Lauren - 

- Não a culpa foi minha , eu deveria ter analisado a melhor situação , e ter me colocado no seu lugar , pois não fácil , voce chegar e contar pros seus pais que você gosta de garotas, eu deveria ter me esforçado mais para te entender.... - Clara - 

- Mami , já foi esta tudo bem , já aconteceu , voce e o papi já tomaram as devidas providencias com aquele lugar , pronto acabou não tem mais  o que falar sobre isso. - Lauren - 

Minha mãe me abraço , demoro alguns segundos para retribuir o abraço...

- Me desculpe , lauren de verdade eu sinto muito...- Clara -

- Esta tudo bem , mami... - Lauren - 

- Mesmo assim , me desculpe Blanquita. - Clara..

                           ***

Trabalhava no meu projeto para fazer as pessoas pararem de machucar umas as outras , Lex havia me dado , as novas ondas de frequências das ondas Q , havia trabalhado sem parar nisso a dias , sai do meu laboratório que ficava atras das estantes de livros , me sentia esgotada , cansada fisicamente , mentalmente esgotada , psicologicamente destruída assim como sentimentalmente , solto os meus cabelos , e massageio as minhas têmporas , vou ate cozinho pego uma chaleira com água e coloco no fogo para fazer um chá , assim que coloco no fogo , vou até meus potes onde guardo os sachês de chá , pego sachê de camomila só ouço som do vento forte e vejo a Supergirl vulgo Kara , solto um suspiro pesado e saio detrás do balcão e vou andando até ela...

- Deixa eu adivinha , tá aqui do novo pra dizer que eu devia te perdoar ou que eu não devo trabalhar com o meu irmão.... - Lena - Vou andando até a Kara que estava séria...

- Não dessa vez , reconheço que cometi um erro quando escondi minha identidade de você por tanto , mais isso já e passado eu não tenho como mudar,me perdoando ou não é você que decide , assim como trabalhar com Lex foi escolha sua , eu tô cansada de me culpar pelas suas péssimas decisões. - Kara - Olhava nos olhos da Lena , ela parecia surpresa eu podia ver a dor e a tristeza em seus olhos , me sentia mal por isso ,mais ela deveria decidir se iria me perdoar ou não...

- Então porque está aqui ? - Lena -

- Pra ti dizer que a partir de agora você e responsável pelas suas próprias decisões , se você me decidir me perdoar eu vou estar de braços abertos, mais se continuar trabalhando com Lex , se você continuar com o que estão planejando eu vou fazer tudo que eu puder pra te impedir como eu faria com qualquer vilão. - Kara - Continuo andando até a Lena paro uns dez passos da Lena , e a olhava séria....

Assim que a Kara diz isso ela sai voando , eu não podia acreditar no que ela esteva dizendo a última parte , eu fico completamente sem reação pois ela acha que eu sou uma vilã , igual a minha família.....

- Eu não sou uma vilã Kara , eu apenas quero consertar as pessoas... - Lena - Falo sozinha...

Ouço o som da chaleira , volto para cozinha e apago fogo , coloco numa xícara água quente e depois coloco o sachê de chá , e vou para sala , me sento um solto um suspiro pesado , sopro chá e bebo.

- Kara acha que eu sou uma vilã.... - Lena -

Enquanto bebia meu chá ,mil pensamentos rodeavam a minha cabeça , meus sentimentos conflituosos em relação a Kara se eu devia perdoa-la ou não , mais estou cansada ser traída , cansada de ser sempre machucada , ouço som de mensagens chegar no meu celular , mais nem pego , meu celular começa a tocar varias vezes sem parar , quando começa me irritar vejo quem na barra de notificação " Miami" dou um sorriso , e penso " sempre nos meus momentos mais tristes e mais alegres e conflituosos você sempre me vê". Eu retorno a ligação no primeiro toque ela me atende...

- Nossa que demora pra atender Irlanda... - Lauren -

- Estava ocupada ,Miami... - Lena -

- Vai Chamada de vídeo agora , liga seu pc... Fui... - Lauren - Desligo...

Ela desliga na minha cara sem dar chance eu de eu dizer algo , pego o notebook em cima da mesa , ligo ele e coloco a minha senha , atendo a chamada de vídeo da Lauren no Skype....

- Que cara essa derrota Irlanda... Aconteceu alguma coisa ? - Lauren -

- Apenas uma briga com uma amiga nada demais , Miami a gente vai se resolver eu acho ou não , a nossa amizade pode acabar... Não sei Lauren... Mais você tá péssima que cara essa... - Lena - Dou um suspiro pesado ao falar sobre a Kara ,o que não passa despercebido pela Lauren.

- Ainda tá brigada com a Kara é ? O que aconteceu ? Eu tava numa social com uns amigos , mami tá Full pistola comigo ,ela sempre tá pistola comigo ,mais eu acho que a gente se resolveu , mais ainda estou castigo, enfim ,me fale dessa briga.. - Lauren - Olhava para tia Lena que parecia bem triste...

- Deve ter sido um dia e tanto , Miami... Não e nada demais essa minha briga com a Kara , essa foi a nossa primeira briga.. - Lena - Tento não mostrar a minha tristeza ao falar da Kara...

- Olha Irlanda , não foi apenas uma briga , dá pra ver que você está bem triste... Sabe que pode me contar as coisas... - Lauren -

- Eu sei ,mais eu não quero falar sobre isso... Mais como anda as coisas por aí.. - Lena -

- Tia Lena , alguém pode me explicar porque diabos ? O meu pai está sendo considerado um herói quando na verdade ele um psicopata , um terrorista , cometeu vários genocídio. Eu fui dormir hoje de madrugada , e acordei com todo mundo falando que ele era um herói ?? - Lauren - Olhava para Tia Lena , que estava sem reação..

- Como que é ? Suas memórias não for apagadas... Bom Lex reescreveu a história... Isso apagou a mente de todos menos a minha , da Kara de uma heróis... - Lena -

- Como que é ? Ele fez o que ?  - Lauren - Falo surpresa...

Tia Lena me explica tudo o que aconteceu , só penso deve ter sido aquela bebida que a Camila me deu pra beber junto com as meninas que tinha um sabor horrível...

- Estou curiosa ,para saber Lex apagou a mente de todos , exceto a minha , as dos outros heróis que estavam no ponto ignição fora do tempo , foram os únicos não afetados... - Lena -

- Digamos , que eu tenho um certo grupo de amigos que não foram afetados por isso.. - Lauren -

- Amigos ? E quem são esses ? - Lena -

- Você mesmo disse tia Lena que podíamos apenas ter três segredos ,entre nós que nunca poderíamos contar... Então eu uso carta número dos segredos... - Lena - Dou um sorriso..

- Já que assim , também uso a carta número dos segredos sobre a Kara... - Lena - Dou um sorriso...

Continuamos conversando...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...