1. Spirit Fanfics >
  2. A ordem do capuz >
  3. VI- Seis.

História A ordem do capuz - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Gente preciso saber: Continuo ou não com a história?

Capítulo 6 - VI- Seis.


Depois de duas horas Dimitri voltou como se nada tivesse acontecido, mas posso sentir uma tensão emanando dele, como uma leão enjaulado, andado de um lado pro outro apenas esperando uma ínfima chance de se libertar.

O modo como vem me tratado também está diferente, está mais frio, sem sorrisinhos ou frases de segundas intenções, nem tenta mais me encher o saco, muito menos me chama de parceira, está indiferente a mim e não sei porque me sinto tão incomodada com isso, afinal não era isso que eu queria desde o começo?

Suspiro antes de dar uma corridinha para alcança-lo.

Estamos indo para A Corte Vampírica.

Tento a todo custo ignorar a hesitação na boca do estômago mas é praticamente impossível.

Estamos indo no Covil do inimigo. Em menos de cinco minutos quando chegarmos, eu posso estar morta.

Que beleza.

Não que eu tinha medo da morte mas também não quero morrer com a sensação de meu sangue sendo drenado.

Não mesmo.

— Ária, quando chegarmos quero que fique perto de mim, ok? Sei que não confia em mim mas posso apostar que entre eles e eu você vai querer ficar perto de mim.

— Ok.

Minha voz sai esganiçada.

Ele se vira pra mim fazendo me quase esbarrar nele

Ergo minha cabeça para olhá-lo melhor já que o mesmo é estupidamente alto.

— Sei que não vai acreditar mas saiba que eu não vou deixar nenhum deles chegarem perto de você, ok? Não acredito que nenhum deles tente nada contra você mas é como você diz nós somos naturalmente traiçoeiros.

Ele diz a última parte com um claro tom de rancor.

— Ah mas 'cê tá brabo?

Ele me olha sério fazendo com que meu sorrisinho suma.

— Sinto muito por ter dito isso mas... É os fatos. Ah que se foda só... desculpa, ok?

— Doeu?

— Você nem faz ideia. Pedir desculpas não é o meu forte, nem de longe.

Ele balança a cabeça negativamente.

— Vamos nessa, parceira.

E simples assim sei que estamos bem de novo.

— Você vai ficar bem Ária, eu prometo.

Dimitri diz sem me olhar e mesmo sabendo que ele não vai ver eu aceno afirmativamente com a cabeça.

— E lá vamos nós.

Paramos em frente a um grande portão, de um grande muro para um grande castelo.

Sem que Dimitri tenha falado nada o portão se abre a nossa frente nos dando uma bela de uma visão.

Existe um grande lago entre nós é o castelo.

O reflexo da luz do sol juntamente com o reflexo do castelo no lago são uma visão de tirar o fôlego.

— É lindo isso eu não posso negar.

— Espera só ver por dentro.

Ele diz com um sorriso alegre.

Andamos por alguns minutos até pararmos em frente a porta do castelo onde dois vampiros estão em guarda.

— Dimitri Ivanov.

A porta se abre e eu só consigo pensar em como elas se abrem sem ninguém?

Dimitri tinha razão, o palácio é de tirar o fôlego tanto por fora quanto por dentro.

É incrível.

— Eu disse que você ia gostar.

Uma vampiro de terno preto e aparência antiga entra no recinto curvando se levemente para Dimitri.

— A rainha os aguarda, Milorde.

Dimitri perde aquela postura relaxada que tinha substituindo-a por uma postura totalmente diferente quase como uma postura de... Poder?

— Perfeito.

Assim como a postura sua voz também muda, se tornando mais fria e aveludada ao mesmo tempo.

Acompanhamos o vampiro até pararmos em um salão lindamente decorado nas cores branca e dourado.

No meio do salão uma Vampiro de vestido preto despeja ordens a todo momento.


Continua?


Notas Finais


Cap pequeno pq tô sem tempo mas compenso no próximo, ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...