História A ordem eclipse - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Elizabeth Liones, Gabriel, Gelda, Meliodas, Michael, Raphael, Zeldris
Tags Anjo, Annie, Demônio, Descendentes, Elizabeth, Fantasia, Kevin, Meliodas, Romance
Visualizações 24
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


BOA LEITURA 💖

Capítulo 11 - Brincadeira e apelidos


Fanfic / Fanfiction A ordem eclipse - Capítulo 11 - Brincadeira e apelidos

Kevin on:

“ Fiquei surpreso pelo o que a Annie me contou, mas feliz ao mesmo tempo pois ela sabia exatamente como eu estava me sentindo, além de confiar algo tão importante como isso para mim, não consegui evitar em me encantar cada vez mais com ela,a cada sorriso,a cada olhar, cada toque seu em mim deixava meus corações loucos, não saia de meus pensamentos e me mudava aos poucos”

Annie on:

“ Kevin é um garoto muito especial, só ele consegue despertar sensações, emoções e sentimentos que nunca havia sentido com ninguém, seu jeito, seu sorriso, seu olhar,seu toque são motivos para querer acordar todas as manhãs, ele virou meu mundo de ponta cabeça.”

Narradora on:

Para descontrair um pouco, Annie decidi fazer uma brincadeira de perguntas apenas para se conhecerem melhor.

— Me conta algo que você nunca contou para ninguém.

—Ahn meu segundo nome é William, agora sua vez.

— Meu nome de verdade é Katleya.

— Porque trocou de guerreira da luz para esperança de vida?

 — Porque foi um novo começo para mim, decidi deixar o meu passado e seguir em frente. E aliás eu gostei do seu nome, combina com você, já que, Kevin significa nascido para lutar e William, coragem para proteger! Sem falar que são nomes bem bonitos!

— Obrigado, também acho seu nome bonito! Mas será que seria muito ruim perguntar porque você nunca tira esse colar e o bracelete?

— O colar era da Mellory, minha irmã, quando ela morreu eu peguei como uma lembrança para nunca mais me perdoar com o que eu fiz e o bracelete, Gabriel me deu dizendo que era da minha mãe, então eu não tiro porque tem um valor emocional para mim.

— Desculpa, não sabia disso!

— Não foi culpa sua e sim minha.

— Não diga isso, não foi culpa sua!

Annie vira o rosto pois não queria que Kevin a visse desse jeito, chorando pois não conseguia esquecer o passado, Kevin a abraça, acariciando seus cabelos, enquanto ela apertava carinhosamente o abraço deixando sua cabeça encostada no peito do garoto.

— Não quero perder mais ninguém, incluindo você!

Diz ela em meio ao choro, enquanto ele ergue o rosto dela e lhe da um beijo cheio de carinho.

— Você nunca irá me perder.

E para deixá-la feliz, Kevin faz cosquinha nela até ambos caírem no chão em risos,os dois bocejam e se aproximam ,se abraçando, Annie fica olhando para o rosto do garoto pensando, ela logo tem a vontade de acaricia-lo, mas recua, ele por sua vez pega na mão dela.

— Pode me tocar, não vou te machucar,

Ela sorri com suas palavras e começa a acariciar o rosto dele.

— Seu toque é suave e me da sono!

— Pode dormir estarei aqui quando acordar.

— Eu sei que vai.

Ele fecha os olhos enquanto ela os cobre com suas asas e talvez ele tenha notado seu olhar pensativo.

— No que tanto você pensa?

— Você é um risco que quero perto de mim!

— Boa escolha!

— Talvez seja!

Kevin pega sua mão lhe dando um beijo e a levando até o seu peito, com um sorriso puro e carente, no qual ela parece conhecer de algum lugar.

— Eu protejo você!

Fazendo a garota deitar a cabeça em seu peito, ele sente a sua respiração perto do seus corações que batem descontroladamente em seu peito, fazendo a mesma se arrepiar quando ele a segura pela cintura a abraçando.

— E sempre irei!

(...)

O tempo passa e os dois acordam um pouco envergonhados, então como eles ainda tem um tempo começam a conversar sobre coisas aleatórias, ele fala de seus irmãos de consideração, Gustavo,o adotivo e Marcus,o seu primo, como eles são chegados, o quanto eles discutem e como ele imagina como seria a reação deles se lhes contasse sobre seus encontros com a garota arcanjo, Annie diz a mesma coisa a respeito de suas irmãs de coração, Hemily e Kaylane, sua melhor amiga,os dois começam a dar apelidos um pro outro de repente.

— Bom eu posso te chamar de várias coisas.

— Como o que? Garoto-demônio!

— Toda vez que você me chamar de garoto-demônio,eu te chamo de garota-arcanjo.

— E se eu te chamar... vamos ver...de... Malandrinho?

— Te chamo de encrenqueira, mas porque Malandrinho?

— Porque você sempre aproveita a chance de se agarrar em mim!

— Não tenho culpa se você nasceu tão linda!

— Ahn?! Obrigada! Você também é muito bonito!

Ela tapa a boca com a mão totalmente envergonhada, ele se aproxima e da um beijo em sua bochecha, fazendo-a abaixar a cabeça e sorrir.

— Você gosta da noite?

— Sim porque?

— porque já sei de um apelido pra você!...Luna!

— Por causa da corrente não é?

— Também, mas você não é a única que usa algo com valor emocional.

Ele mostra então uma corrente prata com um crucifixo prata também, que foi um presente de seus pais.

— É bem bonito, então eu posso te chamar de Willie?

— Por causa de William né?

Ela faz com a cabeça que sim, começa a escurecer,os dois se abraçam e se despedem.

— Obrigada e até amanhã Kevin Yager!

— Me agradece pelo que?

— Por me mostrar quem eu sou de verdade.

— Digo o mesmo para você!

— Tchau Kevin

— Até amanhã, Annie Rice!

Diz beijando novamente sua mão, fazendo-a rir com sua encenação,os dois vão embora felizes como nunca, mas que irá durar pouco,pois logo logo alguém irá se aproveitar desse suposto sentimento que uniu uma garota-arcanjo tão rara e importante com o garoto-demônio mais forte e destemido de todos e o herdeiro do trono.


Notas Finais


Beleeeeza, um pouco de mistério nunca fazem mal,
Sobre as correntes,a da Annie será igual a de Sou Luna e a do Kevin será igual a do Dom de Velozes e Furiosos
É isso então...
Bjos 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...