História A ordem eclipse - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Elizabeth Liones, Gabriel, Gelda, Meliodas, Michael, Raphael, Zeldris
Tags Anjo, Annie, Demônio, Descendentes, Elizabeth, Fantasia, Kevin, Meliodas, Romance
Visualizações 26
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uma ótima leitura para vocês!

Capítulo 13 - O filhote


Fanfic / Fanfiction A ordem eclipse - Capítulo 13 - O filhote

Annie on:

“ Estava esperando Kevin em nosso local de costume,de repente ele aparece com um cãozinho, peludinho, sujo e ensanguentado, ele me entrega pedindo para que o cure, faço o que ele pede e o filhote começa a me lamber em forma de agradecimento,pego Kevin e o levo para o lado.

— Porque me trouxe aqui?

— Precisamos limpa-lo, não pode ficar assim.

Então sentamos a beira do lago, enquanto eu o limpava, ele me explicou que o encontrou em uma vila que tinha sido destruída pelos demônios, então ele viu que só o filhote tinha sobrevivido,eu tirei o mesmo da água que se sacode para se secar, jogando água para todos os lados, mas Kevin nos cobre com sua escuridão nos impedindo de se molhar,o filhote começa começa a subir em meu colo,se deitando pedindo carinho, Kevin apenas fica me olhando, ele está muito quieto hoje,então pergunto porque ele está assim.

— Só estava pensando.

Ele me dá um sorriso fraco e olha para baixo e pergunto no que estava pensando.

— Eu vi na vila uma menina no colo da mãe,o pai estava na frente então ele tentou as proteger, mas não adiantou, então de repente me peguei pensando como eram meus pais, como eles morreram e porque? Eu não sei nada sobre eles, meu avô nunca quis me contar e meus irmãos não são de sangue,então não sabem sobre eles.

— Eu também não sei como eram meus pais,eu lembro mais ou menos da minha mãe, mas nenhum dos arcanjos me contou sobre eles.

O filhote acorda e começa a me escalar, me derrubando no chão, deitando no meu peito, rastejando até meu rosto e me lambendo, Kevin sorri meio distante, logo o filhote vai em direção do mesmo, tentando morder de brincadeira o braço dele, ele ergueu seu braço, mas o cachorro não desisti e continua a tentar morde-lo,sem conseguir me controlar, começo a rir.”

Kevin on:

“ O cachorro sismou comigo, só pode! Até que ele desistiu de agarrar meu braço e escalou minhas costas para minha cabeça, pisando em cima do meu cabelo e deitando nele, totalmente estirado, Annie que observa a cena não para de rir um segundo.

— Qual é o problema do cachorro?

— Hihihi! Nenhum! Ele gostou de você!

— Não vejo graça nenhuma! Ele não tem medo de mim?

— Animais gostam de pessoas calmas e queridas! E você é assim,por isso quer estar com você!

— Então ele gosta de você também!

Sinto ela pegar o filhote e colocar no meu colo, começando acaricia-lo, observo sua ação e a repeti, porém eu coro quando encostamos nossas mãos, ela acaba corando também, viramos os rostos para lados opostos, engraçado que só essa garota me causa essa sensação,do nada o filhote acorda e começa a me lamber me tirando daquele sentimento, Annie novamente começa a rir, me vingando dela,começo a jogar água na mesma.

— Ah! Vai ser assim né?

— Ah não seja chata! Está se divertindo não?

Então nós entramos na água,nessa brincadeira infantil, mas divertida, logo estávamos completamente encharcados, nós corremos para a beira do lago, rindo descontroladamente, acabei caindo em cima dela,olho para ela com um desejo malicioso muito bem visível em meu sorriso e meu olhar.”

Annie on:

“ Kevin me olhava malicioso, sinto sua mão descer para minha cintura, deslizando pela lateral do meu corpo,a outra está ao lado da minha cabeça,por um impulso de desejo coloco minhas mãos em seu peito e deslizando para seu pescoço,o que o faz descer lentamente em minha direção, outra vez por um desejo instintivo,agarro os seus cabelos de uma forma carinhosa, enquanto sinto um arrepio agradável quando ele coloca sua mão por debaixo da minha camiseta, estava vendo que se continuassemos não iríamos parar, mas por alguma razão eu queria que acontecesse e queria que fosse com ele. Mas por uma criatura fofa, nós recuperamos a consciência e paramos de imediato,o que me deixou aliviada e ao mesmo tempo carente, ele me ajuda a levantar e decidimos ir para uma aldeia,trocar nossas roupas.

Coloquei um vestido azul escuro de regata curto com um decote em v na frente. Logo vejo o Kevin com uma calça preta, uma camisa e uma capa branca, como esse garoto do jeito mais simples é tão bonito,o mais estranho é que ele faz uma expressão meio diferente do de costume.

— Alguma coisa errada Kevin?

— Não, não, não,não é que você está muito linda!

— Obrigada! Você também!

— Valeu!

Como estávamos com aparência mais humana, aproveitamos para passear pelo vilarejo.”

CONTINUA....



Notas Finais


Trolei outra vez os maliciosos que esperavam hentai.
Mas não se preocupem ele está mais perto do que imaginam!
Até galerinha gente boa!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...