História A origem da perséfone ( O seu Rapto ) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Visualizações 30
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai
Avisos: Estupro, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Obrigada a todos que estão lendo essa história Agradeço a todos

Capítulo 13 - A chegada da deusa Despina


Fanfic / Fanfiction A origem da perséfone ( O seu Rapto ) - Capítulo 13 - A chegada da deusa Despina

Chegando na terra perséfones ver o estrago que aconteceu na terra tudo estava  seco, árvores sem flores. 


   Caminhado com Apolo ver uma entrada que dava pro vale Éna onde ela morreu com sua mãe até o dia do seu rapto.


   Eles entram no vale e vê que tudo está seco, o lago que tinha água transparente e límpidas, já não existe mas o bosque que avia vários lírios e violetas não floresce mas.


  Ao ver tudo isso perséfones se derramou em pratos não acredito no que viu, seu lar estava todo destruído suas lágrimas caía no solo seco e de repente tudo começou a flora.


   A grama cobria o solo seco árvores começou a crescer, o lago começou a encher, tudo ficou lindo de novo, ficou do mesmo jeito que ela tinha visto pela última vez.


   Ela sai caminhando com Apolo lhe mostardo o vale  e onde costuma andar,  brincar, colher flores e ambos caminhava ao som dos pássaros, perséfones estava feliz ao ver sua casa bonita novamente.


   Nem Apolo e nem Perséfones perceberam que estavam sendo seguido, caminharam por hora já cansados, eles vão se refúgiar em uma enome árvores.


   Os cabelos de perséfones exalava um perfume tao agradável,  que fazia Apolo se perde em seus pensamentos impuros, já não estava se aguentando de desejo em ter perséfones em seus braços.


   Apolo chamar perséfones quando a mesma se virar Apolo se jogar em cima dela e a beijar a força, perséfones tentar se livrar dele, mas Apolo tinha mas força do que ela.


  Quando Apolo estava beijando seu pescoço ele passa sua mão nas coxas de perséfones, suas pernas se batia no chão tentando achar uma forma de se livrar dele, até que de alguma forma ela consegue tirar ele de cima e se arrasta pra correr quando ele agarra seu pés e puxa ela NOVAMENTE pra perto dele quando ela solta um de seu pé e  chuta a cara dele, quando de repente se escuta uma voz.


  Perséfones olha por lago e ver que ficou congelado e viu uma linda mulher de pele branca como a neve de olhos azuis com mar. 


    Olha perséfones me chamou Despina a deusa do inverno.


    Como está a Deméter a sua querida mamãe,  ah tempos que não sinto a presença dela.


    Perséfones 

Como saber meu nome 

E porque quer saber da minha mãe.


   Despina 

Já ouvi falar de Árion ou pluto filhos de Deméter.


   Perséfones 

Só ouvir falar de pluto,  esse  Árion nunca ouvi falar.


   Despina 

Sua  maldita, Árion é meu irmão  ao seja sou sua meia - irmã por tanto Sou filha daquela desgraçada da Demeter. 


  Persefones 

Ficou passada ao descobri que tem mas dois irmãos que não fazia idéia da existência deles.


   Despina

pela sua cara de passagens deve acreditar que ambos não sabe da nossa existência.


   Apolo 

Porque nunca vi você lá no olimpio.


  Despina 

Minha presença não é bem vinda lá no olimpio. 


   Apolo 

Deixa eu adivinha por  Hera né 


   Despina

Não  por minha querida mamãe  Deméter.


Quer tem  vergonha de me e do meu irmão, fomos, abandonandos por sua querida  mamãe perséfones, Árion foi levado por aquele que diz se meu pai poseidon enquanto eu fiquei jogada sozinha na margem do rio Ládon onde ela se banhou pra esquecer o passado e dando a luz lá da gente.

 

  Não entendo como uma mãe pode larga seus filhos recém nascido como se nada nada, sem si importa se vai morrer ou não ser não fosse o Anitos um titã quer me encontrou me deu um nome um lar e uma família, já que a minha me rejeitou, por sua culpa só é somente sua, nesse momento Hera entra na mente de Despina e mandar pergunta porque ele estão nesse bosque juntos.


  Despina dispara o que vocês dois estão fazendo juntos aqui nesse bosque.


   Perséfones 

Nada estava mostrando o lugar onde morava aqui com minha mãe.


   Despina 

Então foi aqui que você viveu com ela, vou adorar destruir esse lugar  risos kkkk kkkk. 


  Perséfones 

Porque você vai fazer isso com esse lugar.


  Despina 

Porque eu te odeio 

Odeio tudo que lembra Deméter aquela maldita infeliz.


Outra coisa eu acredito que o tio Hades não sabe que você estava agarradinha com esse aí se eu fosse você,  eu sairia logo daqui estou sentindo que tio Hades está indo pro olimpio lembre - se do meu rosto e do meu nome perséfones porque eu lhe prometo que vou fazer sua vida um inferno pior do que o tio Hades governa.


  Após que Despina disse perséfones só escutou a parte que Hades estava indo pro olimpio isso a deixou muito assusta, com medo com que os outros deuses ou servos dos deuses, dissesse que ela tinha saído com Apolo depois da briga de hoje de manhã.


  Ambos estava quase correndo pra chegar no carro de Apolo, poder ir pro olimpio antes quer o Hades chegue lá, mal sabe perséfones que é um plano de  Hera junto com Despina, que declarou seu ódio por ela e  sua mãe.


Notas Finais


Não basta a Hera pra atormenta persefones ainda aparece essa irmã dela.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...