História A origem de uma guerreira - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 457
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 31 - 30. Imperdoável


Miguel

- Vocês vieram mais cedo do que eu imaginava; olho para os dois com indiferença aparente - Ah Lucy você está cada dia mais feio.

- Quanta inveja Mike; me olha com desdém - Até porque nós dois sabemos que sou o mais lindo dos anjos... Alem do mais carismático é claro.

- Não é querendo atrapalhar a dr dos dois; diz Dracula contrariado - Mas precisamos resgatar Ana.

- Querida sua habilidades na cama devem ser excepcionais... Dois amantes duelando por tal privilégio; acaricio o rosto da garota apenas para irritar meu irmão - Talvez se tivéssemos nos conhecido em outras circunstância; ela cospe em meu rosto - Humanos... Nephilins e afins... Tão fracos e patéticos...

- É melhor me soltar se não te mato; diz a garota com uma falsa calma - Eu juro que irá se arrepender disso...

- Agora entendo o fascínio de meu irmão...

  Eu a beijo nos lábios de modo lento e sensual apenas para irritar meu irmão, e nesse exato momento Lucy parte para cima de mim com uma fúria incontida... Eu o deixei me atacar sempre me defendendo, mas quando chegou minha vez ele não teve a mesma sorte então peguei o punha de Azazel prestes a destruí - lo por completo, mas quando fui o atingir alguem se meteu no meio... E era alguem que amava alem da medida.

- Você...

- Pai...

  Eu o levei para longe de todos sem me importar com nada e ninguém... Eu o levei ao paraíso, sua respiração estava fraca, eu sabia que logo a morte o levaria consigo.

- Por que fez essa estupidez Jack? Por que meu filho deu a sua vida pela de um miserável indigno de qualquer tipo de piedade? - Ele não me respondeu; filho eu te apaguei da história...

- Mamãe... Está... Viva...

- Por favor não me deixe...

  Era tarde demais a morte veio o buscar, uma moça de cabelos cor de terra, olhos vazios, sem nenhuma expressão e um vestido  preto com espartilho vermelho e uma foice.

- Por favor não o leve... Eu te imploro.

- Não adianta implorar anjo quando você sabe perfeitamente que esse é o meu trabalho; diz em minha mente - Mas não se preocupe em breve virei te buscar também.

  Ela se aproxima e recolhe a alma de Jack e desaparece... Ele era apenas uma criança, como pôde ser tão tolo? E que história era essa de que Angeline estava viva? Não sei as respostas para essas perguntas, mas uma coisa era certa Lúcifer, Ana, Dracula, Rafael, Gabriel, e até mesmo meu pai pagariam pela morte de meu filho... E se Angeline também estivesse viva lamentaria muito pela dor que me causou... E desejaria de fato estar morta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...