História A origem do amor- Tatsumi & Wakasa/ Reescrita - Capítulo 2


Escrita por: e Maya_Hime

Postado
Categorias Free!, Orenchi no Furo Jijou
Personagens Haruka Nanase, Makoto Tachibana, Personagens Originais, Tatsumi, Wakasa
Tags Crossover, Duas Temporadas, Free, Harumihatae, Makoharu, Maya-hime, Mpreg, Orenchi No Furo Jijou
Visualizações 109
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltamos. Sem nem ao menos avisar a autora, é, eu como co-autora sou horrível.
Bem, espero que tenham uma boa leitura. Estava vendo "A pequena Sereia" rsrsrsrs

Capítulo 2 - Chapter Two/ Wakasa


Fanfic / Fanfiction A origem do amor- Tatsumi & Wakasa/ Reescrita - Capítulo 2 - Chapter Two/ Wakasa

"A tortura é uma invenção maravilhosa e absolutamente segura para causar a perda de um inocente"

_ Jean de la Bruyere



Wakasa

- Mamãe, por favor... Não vá! - Wakasa segurou a mão de sua mãe,  seus pequenos olhinhos se enchendo de água. 

- Wakasa..Vá embora- A única imagem que Wakasa tinha de sua mãe era a mesma virada de costas para si, como uma grande sombra, sua calda avermelhada balançando e seus lindos cabelos flutuando sobre a água.

E depois seus olhos o forçavam a ver somente a escuridão. 

Marie não saberia mais o que fazer com seu irmão, se esse não saísse de seu quarto. 

- Wakasa, temos um grande coral hoje. Precisamos de si para a música principal. - Marie gritou, batendo suas mãos enluvadas sobre a porta. Não recebendo resposta, suspirou e saiu corredor afora.

O quarto de Wakasa ficava iluminado somente pela luz da janela, que refletia o sol brilhante na superfície.   O pequeno peixe de cor amarelada arregalou os olhos e passou nadando rápidamente até o início de uma caverna colorida.

- Mestre Yoon, o príncipe Wakasa não se encontra em seu quarto!!- Afirmou o peixe, desesperadamente. 

- O que??!!! E como ele poderia sair?  Ah, Poseidon não gostara nada dessa notícia.  Devemos nos apressar para encontra-lo antes do Rei dos Mares. Rápido, Min- O caranguejo gritou alarmado, e agarrou a nadadeira do peixe. 

- Sim, mestre! - Gritou em resposta. 

Wakasa nadava girando sobre a água, sorrindo. O mesmo segurou uma linda flor rosa, e a cheirou. Circulou sua própria cintura com as mãos,  e deu uma longa volta por um navio de grande porte. 

- Vamos, Gaa- Chamou com a mão o pequeno polvo, com um sorriso ladino.

- Espere um instante, Príncipe Wakasa. - Gaa respondeu,  e nadou rapidamente até Wakasa.- Aonde vamos?- O polvo perguntou com um pequeno sorriso.

- Talvez ela.. Talvez ela esteja lá em cima- Wakasa apontou para cima, pensativo. - Vamos, Gaa.- Subiram para a superfície, encarando os arredores. 

- C-Certo.- Gaa acompanhou o tritão receoso.

[...]

- Onde está Wakasa? O grande número logo vai começar- Poseidon perguntou a um de seus soldados, sentado sobre seu trono, com seu grande e poderoso objeto, do qual o permitia comandar os mares, ao seu lado.

- S-Senhor dos Mares, Wakasa esta... Está sumido- Um dos mesmos respondeu, apertando seus olhos. 

- Sumido? Você quer dizer.. Que Wakasa fugiu novamente?  E para onde, desta vez?- Poseidon suspirou profundamente e arrumou sua postura. 

- Ele.. Foi até a superfície- Respondeu engolindo em seco.

- Wakasa desobedeceu minhas ordens? - Poseidon apertou seus punhos e rosnou, enquanto Marie adentrava o cómodo. 

- Papai.. Ele fugiu ... pela janela aberta. - Marie murmurou, decepcionada. 

- Entendi. Sumam.  Todos sumam daqui. - O rei dos Mares ordenou. - Eu  mesmo cuidarei disso.


Wakasa e Gaa chegaram até uma área mais perto da cidade, encontrando-se com o pássaro negro.

- Wakasa! E então?  Encontrou-a?- O pássaro perguntou, os olhos grandes e cheios de curiosidade. 

- Não, Sebastian. Ainda não- Wakasa suspirou tristemente, sorrindo em seguida.

- Ah, entendo. Bem, uma hora vai ve-la. - Sebastian sorriu e tremeu após desviar seus olhos escuros do tritão. 

- Espero.. Sebastian? - Wakasa ergueu uma de suas sobrancelhas, virando o corpo para trás. 

- WAKASA! A QUANTO CHEGA SUA INSOLENCIA?!- Poseidon gritou irritado, seus cabelos louros voando.

 - P-Papai.. E-Eu..  V-Vim ver a mamãe- Wakasa abaixou a cabeça, falando baixinho.

- Mamãe?  MAMÃE?  QUE MAMÃE?  VOCÊ NÃO TEM MÃE, WAKASA! AGORA PARE DE SER IRRESPONSAVEL E VOLTE PARA O REINO! - O rei dos Mares segurou o pulso de Wakasa, mergulhando até as profundezas. - QUER SABER? FICARÁ DE CASTIGO EM SEU QUARTO, SEM COMER E COM A JANELA FECHADA!  É UMA ORDEM!- Poseidon gritou ainda com seus olhos azulados faiscantes. 

- P-Papai.. - Wakasa sentiu seus olhos falharem e lágrimas começarem a cair. 

- SUA MÃE NÃO EXISTE!  ELA FOI UMA QUALQUER QUE TROUXE VOCÊ E SEUS IRMÃOS PARA CUIDAR! TUDO NÃO PASSOU DE UM GRANDE PROBLEMA!!- Jogou o corpo do filho, com uma força descomunal, até a parede de seu quarto. 

- E-Eu.. E-Eu sou um problema?...- Wakasa murmurou, agarrando seus joelhos, com lágrimas caindo, juntando-se a água em excesso. 

Nunca se sentiu tão idiota para acreditar que o pai o amava. Ele era um qualquer.  Filho de uma qualquer. 



Um nada











Notas Finais


Hey, hey! Não exijo, mas... COMENTEM, POR FAVOR! SE PUDEREM!!! ><


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...