História A Outra - Capítulo 68


Escrita por:

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana
Tags Drama, Hot, Luansantana, Romance
Visualizações 74
Palavras 625
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 68 - 68.


Fanfic / Fanfiction A Outra - Capítulo 68 - 68.

Helena Magalhães


Acordo com Luan beijando as minhas costas, e não tem como conter o sorriso.


"Bom dia minha linda." Beija minha cabeça.


"Bom dia coisa linda." Respondo me espreguiçando.


"Dormiu bem?" Ele pergunta e me abraça.


"Melhor impossível." Beijo o seu rosto.


"E aí, como ficamos?" Ele pergunta rindo.


"Aí, juntos." Digo envergonhada, coloco as mãos sobre o rosto.


"Tá falando sério?" Ele pergunta surpreso, me apertando contra o seu corpo.


"Sim ué." Me sento sobre a cama "Mas não sei como falar com Israel, isso que fiz com ele foi horrível." Suspiro nervosa "E tem a Lorena também."


"Calma, mas precisamos falar com eles logo." Beija meus lábios "Não vejo a hora de ter você aqui todos os dias."


"Calma Luan." Coloco o dedo indicador sobre os seus lábios "E acho que já passou da hora de termos a nossa cama, o nosso canto. Amo morar aqui com os seus pais, mas precisamos do nosso espaço."


"Tudo bem meu amor, tudo bem." Luan levanta "Vou ligar para Lorena e marcar de irmos tomar um café."


"Vou para casa, tentar falar com Israel." Me levanto "Mas vou tomar um banho antes."


"Já tomei o meu, vai lá." Ele diz e sigo para o banho.


Estou saindo do banho e vejo Luan falando no celular, e pelo o seu jeito nervoso deve estar falando com Lorena; me sento sobre a cama e seco os cabelos.


"Bom vou lá, tá bem?" Ele pergunta me beijando "Logo, logo vamos estar juntos, juntos mesmo."


"Tudo bem." O abraço "Quando você chegar já não vou estar aqui, vou estar lá em casa, quando falar com ele aviso você."


"Tá bom, se cuida." Ele me beija mais uma vez e saí.


Luan Santana


Marco um café com Lorena em uma cafeteria aqui perto do condomínio que costumo ir.


Me sento em umas das mesas mais distantes e reservadas, e fico à sua espera. Até que a vejo atravessar aquela porta e vir ao meu encontro.


"Oi meu bem." Ela diz e tenta me dar um beijo, mas desvio "O que aconteceu?" Ela pergunta confusa.


"Precisamos conversar." Digo colocando as mãos sobre a mesa.


"Pela a sua cara deve ser algo sério." Ela diz puxando a cadeira e sentando no outro lado da mesa.


O garçom chega com os dois cafés que pedi antes mesmo dela chegar.


"Você sabe que nunca fui de enrolar." A digo dando um gole no café "Então não vai ser agora que vou fazer isso." 


"Então fala logo." Ela diz impaciente passando os dedos sobre a borda da xícara.


"Você sabe o quanto gosto de você, e o quanto sou grato por ter você comigo esse tempo todo." Suspiro pesado "Mas acho que não dá mais para continuar assim, você merece alguém que te dê amor de verdade."


"Onde você quer chegar com isso?" Ela pergunta com os olhos marejados.


"Eu quero terminar Lorena." Aproximo minhas mãos das suas, mas ela afasta "Você sempre soube que eu amo a Helena, e eu nunca desisti dela, e acho que você sabe disso."


"Eu sempre soube que esse momento iria chegar." Ela passa a mão sobre o rosto tentando limpar as lágrimas "Principalmente depois daquele acidente, eu tive mais certeza, então tudo bem Luan." Ela diz se levantando.


"Me desculpa, desculpa mesmo." Me levanto "Só quero que você seja feliz." 


"Tudo bem." Ela se afasta "Só quero a sua felicidade também."


Ela virá as costas e sai, sem dizer mais nenhuma palavra. Fico parado ao meio da cafetaria, vendo ela ir embora.


Depois disso me sinto mais leve, e por mais estranho que pareça ou talvez não tão estranho, me sinto mais feliz.


Sigo o caminho para casa, para poder contar para a família a minha nova decisão.


Notas Finais


O que acharam da volta do casal? O meu shipper tá vivo! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...