História A Outra - Capítulo 75


Escrita por:

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana
Tags Drama, Hot, Luansantana, Romance
Visualizações 25
Palavras 790
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 75 - Epílogo.


Fanfic / Fanfiction A Outra - Capítulo 75 - Epílogo.

Observo o nosso caçula dando os primeiros passos se segurando nos móveis.


Cada passo que ele dá o meu coração da uma acelerada, Gabriel me olha e da aquele sorriso com dois pequenos dentes embaixo. Ele me olha mais uma vez e da mais uns passos e cai de bunda no chão.


"Vem cá meu amor." O pego do colo quando ele ameaça a chorar.


"O que aconteceu Luan?" Helena pergunta enquanto passa pela a sala seguindo o caminho para o quintal.


"Ele tava tentando caminhar." A dou um pequeno beijo em seus lábios.


"Continua reparando ele, vou ajudar as meninas a terminar o almoço." Ela diz enquanto segue a encontro das meninas que estão organizando a mesa do almoço.


Sigo o meu caminho até os caras com o Gabriel em meus braços.


"Como tá se saindo aí Caio?" Pergunto rindo.


"Melhor do que no começo." Ele dá risada "Bem que a minha mãe disse que não era fácil ter filhos gêmeos." Ele diz enquanto tenta fazer o Pedro a parar de morder o seu irmão Mateus.


Caio acabou se casando com a minha cunhada Valentina, e hoje eles tem uns gêmeos lindos de um ano e meio.


"Tive sorte de ter só uma." Breno diz debochando da cara do irmão "E já está com doze anos."


Bruna e Breno, tiveram por enquanto somente Sófia, que já está com os seus doze anos de idade. Minha irmã e meu cunhado, juram que pretendem ficar somente com Sófia.


"Vem cá Maria Eduarda." Lucas grita enquanto pega a sua filha e vem até nós "Maria tá impossível." Ele diz enquanto tenta arrumar o cabelo de sua filha.


Lucas acabou casando com Marília, um ano depois do casamento de Bruna. Eles tem uma filha de cinco anos de idade, ela se chama Maria Eduarda, é a linda que dá muito trabalho para os pais.


"Oi, pai." Nicole diz enquanto me dá um beijo na bochecha. Nicole está com treze anos de idade, apesar de ser meia rebelde, continua dedica nos estudos.


"Oi meu amor." A dou um abraço por estar com Gabriel em meus braços "Fica com o seu irmão um pouquinho?" A pergunto.


"Sim." Ela diz pegando o seu irmão e seguindo até a sua mãe e suas amigas.


"E aí." Breno diz enquanto me abraça e comprimenta os seus padrinhos.


"E aí filho." O abraço.


"Como tá sendo os shows afilhado?" Lucas pergunta orgulhoso para o seu afilhado.


"Bem, graças a Deus." Breno olha para mim sorrindo.


Breno seguiu exatamente os meus passos, hoje com os seus dezessete anos ele arrasta multidões de fãs, assim como eu.


"O almoço está pronto meninos." Ouço a Bruna chamar.


Seguimos o caminho até a mesa, observo a minha esposa arrumar o nosso filho ao nosso lado para poder almoçar.


"Oi tio Luan." Sófia me dá um beijo enquanto senta do meu lado na mesa.


"Oi minha sobrinha linda." A dou um sorriso, Sófia é bonita assim como a Bruna.


"Tá tudo bem meu amor?" Helena me pergunta com um olhar de preocupada.


"Está sim meu amor, porquê?" Pergunto enquanto faço carinho em seus rosto.


"Parece estar pensativo." Ela da de ombros.


"Só estava vendo como a nossa vida mudou para melhor." A dou um beijo rápido nos lábios "Eu te amo muito Helena, obrigado por fazer o homem mais feliz do mundo. Por me permitir em ser o pai dessas três crianças lindas, e por me permitir em ter uma mulher maravilhosa como você."


"Eu te amo muito meu amor." Ela dá um sorriso de lado "Você não tem que me agradecer por nada disso, nosso destino estava traçado. Nasci para ser sua mulher, nasci para ser a mãe dos teus filhos, nasci para ter amar e te fazer feliz por todos os dias de nossas vidas. A meu amor, obrigada por ser esse pai maravilhoso, esse homem que me apaixono mais todos os dias e que apesar de todos os nossos erros o nosso amor venceu, e sei que sempre vencerá. Te amo." Fico emocionado com suas palavras, aperta a sua mão por cima da mesa.


"Antes de tudo quero dizer umas coisas." Digo fazendo todos da mesa me olhararem. "A alguns anos atrás no casamento da Bruna disse que no futuro estaríamos todos nós reunidos e com nossos filhos correndo por aí, e olha só onde estamos hoje." Digo rindo e fazendo todos rirem "Quero agradecer a Deus por nos dar essa oportunidade maravilhosa, de cada um de nós ter construído nossas próprias famílias, e por principalmente nos manter unidos.

Então eu gostaria de fazer um brinde, um brinde por essa nossa amizade, um brinde por nossas famílias e um brinde ao nosso amor." Digo fazendo todos levantarem os copos e brindamos.


Fim!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...