1. Spirit Fanfics >
  2. A Paramédica e o Policial. >
  3. Capítulo 1

História A Paramédica e o Policial. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Uma nova fic pra vcs espero q gostem.

Gina Weasley é uma ótima Paramédica e Harry Potter e investigador de Polícia

Vamos ver o q vai acontecer nessa história alternativa

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction A Paramédica e o Policial. - Capítulo 1 - Capítulo 1

Gina

Bom eu venho de uma cidade afastada de Londres Newcastle, a cidade é ótima as pessoas tbm, mas eu quero mais.

Minha família é ótima e eu os amo, apesar deles serem super protetores e ciumentos comigo que as vezes chegam a me sufocarem.

Bem minha mãe é incrível, ela professora do primário, acho q não tem ninguém na cidade que não conhece a Sra. Molly Weasley, ela é adorável e muito amável e me apoia.( isso é importante de se dizer kkkk).

Já meu pai ele comanda um dos quartéis de bombeiros da cidade. Ele é o comandante Artur Weasley . E no mesmo quartel q ele comanda trabalha meu irmão Carlinhos Weasley que é tenente do esquadrão de resgate.( Carlinhos é o segundo irmão)

O primeiro é Gui Weasley esse já puxou a mamãe ele é professor, mas do ensino fundamental e médio muito inteligente e apegado a mim.

Depois vem Percy esse tbm puxou mamãe, ele acabou de ser contratado para dar aulas na Universidade de Newcastle, vai dar aulas de literatura inglesa, é o mais novo professor da Universidade. Estamos todos orgulhosos dele.

Agora vem os gêmeos, Fred e George, esses são terríveis, quase não terminam a escola, mas tem uma visão de negócios incríveis,  eles abriram uma loja de brinquedos e peças colecionáveis que é incrível e estão indo muito bem. E eu sou suspeita pra falar deles pq eu os amo e eles não pegam no meu pé.

Agora é o mais ciumento Ronald ou para os íntimos Rony, apesar ciumento sou mais próxima dele acho q é por causa de pequena diferença de idade entre nós 1 ano apenas. Meu pai queria q ele seguisse carreira nos bombeiros, ele até tentou mas não gostou, nem terminou a academia e se tornou Policial e está estudando pra se tornar investigador ele não quer ficar parado no mesmo lugar nesse ponto somos parecidos.

Bom agora q já conhecem minha família vou me apresentar.

Eu me formei no ensino médio, meus pais queriam q eu fosse pra Universidade cursar medicina ou Direito.

Mas eu gosto mesmo é de agito, adorava ir no quartel com meu pai quando era pequena e adolescente, adora os caminhões, mas a minha paixão eram as ambulâncias, já na adolescência eu era bombeira Mirim, meu pai adorava ficava encantado, então achei q quando fosse escolher minha carreira ele me apoiaria e ficaria feliz por mim.

Mas não foi isso q aconteceu. 

Terminei a escola e fui fazer o curso para me tornar Paramédica e tbm cheguei a ingressar na Universidade, mas pra trazer o curso de enfermagem. Mas estava difícil conciliar o curso de Paramédica coma Universidade, então optei pelo meu sonho de me tornar Paramédica.

A família ficou dividida, minha mãe, meus irmãos gêmeos e Rony foram os únicos que me apoiaram.

O curso teve a duração de 1 ano e meio, então sai do curso com quase 20 anos e junto com esse curso fiz um curso rápido de 6 meses na academia do corpo de bombeiros, assim q me formei fui chamada pra pra trabalhar nos bombeiros fiquei 1 mês e foi aí que minha vida virou de cabeça pra baixo

Meu pai e meu irmão Carlinhos fizeram de tudo pra me tirar da ambulância e mesmo eu não sendo do mesmo quartel q eles, eu não fui mais aceita em quartel nenhum.

E no dia em q eu completava 30 dias de serviço q eu estava amando, meu comandante me chamou no final do meu turno de 24 horas e em disse q eu estava dispensada, sem nem ao menos me dar um bom motivo pra isso, sendo q ele passou os meus últimos plantões me elogiando.

Fiquei arrasada, sai de lá e fui direto pra academia dos bombeiros tentar um outro quartel, mas ninguém quis me atender, só a secretária que me disse q quando começa assim e melhor desistir pq eu não ia conseguir batalhão nenhum sendo filha de quem eu era. Aquilo acabou comigo, como ele podia fazer isso comigo, sua própria filha.

Cheguei em casa enfurecida e tonta de sono, afinal um turno de 24 horas não é fácil, cheguei em casa não tinha ninguém estava todo mundo trabalhando, tomei um banho comi um lanche leve e fui pro meu quarto dormir, acordei por voltas as 14:00 com minha mãe me chamando pra almoçar, levantei fui até o banheiro fiz minha higiene pessoal me troquei e desci, chegando na cozinha encontro minha mãe  e meu irmão Rony comprimento os dois com um beijo em cada rosto e conto a eles q fui demitida por causa do meu pai, eles ficam sem acreditar, mas digo q fui até a academia ver se conseguiria outro quartel mas a moça me disse q sendo filha de quem sou não vou conseguir nada.

------- Minha filha não fica assim, vai ver é melhor mesmo e seu pai seu pai só quer o sem bem vc sabe disso, pq vc não volta pra Universidade e termina seu curso de enfermagem já q vc gosta da área. -- Pergunta minha mãe.

-------  A senhora acha q ele só quer meu bem, digo exasperada.

------Ele nunca me apoiou, aliás apoio é o q eu menos tenho nessa casa, eu vou fazer 21 anos e não posso viver a vida do jeito q quero, não tenho namorado pq vcs não deixam e pegam no meu pé como seu eu tivesse 12 anos de idade. Eu estou cansada vcs tem q ver q eu cresci.  -- Digo irritada e subo pro meu quarto sem almoçar.

------ Filha vem almoçar, vc não pode ficar sem Gina. -- Minha mãe chama.

------ Deixa mamãe, ela está nervosa e não deixa de ter razão, todos nós precisamos começar a tratá -la como adulta q ela é, nem pude contar a minha novidade pra ela. -- Diz Rony.

Já no meu quarto, minha vontade é de quebrar tudo, mas me controlo, pego meu celular e mando uma mensagem pra minha melhor amiga Luna Lovegood, ela é professora como minha mãe.

--- Oi Luna....

Td bem??

Está afim de tomar um suco e comer um lanche preciso conversar......

Espero ...........

Luna responde.....

------ Oi amiga, claro que quero estou com saudades de vc.

Onde vc quer ir ?

------ Oi amiga tbm estou com saudades, pode ser naquele café perto da sua escola?

------ Claro Gina, até pq ainda estou na escola, tive uma reunião com uns pais de alunos, mas já estou saindo.....

---- Te encontro lá então até daqui a pouco. Bjs. 

----- Até amiga.bjá.

Só coloco uma sapatilha e me olho no espelho e vejo q pelo meu estado de espírito está bom uma calça jeans clara e uma camisa de flores, pego meu celular e minha bolsa e saio do quarto.

------ Mãe vou tomar um suco com a Luna tá volto pro jantar. -- Aviso minha mãe que está no escritório corrigindo provas.

------ Td bem filha, cuidado em. 

Saio pela porta da sala e tranco a porta e vou caminhando até pq não é tão longe assim e eu não tenho carro.

Chego no café Luna já está lá, dou um abraço apertado nela e começamos a conversar, conto td o q me aconteceu, ela fica boquiaberta(ela é meio avuada e sonhadora mas muito racional) e então ela me diz q eu deveria tentar em outra cidade.

----- Pq vc não tenta em outra cidade, não existe só Newcastle sabia, vc se formou com honra e apesar de não ter muita experiência eu acredito em vc e acredito tbm q se aquela secretária estiver dizendo a verdade vc não vai conseguir muita coisa aqui não, onde está aquela garota forte e determinada q lutou pra fazer o curso de Paramédica e ainda fez um curso super arriscado na academia do corpo de bombeiros.?? -- Ela me questiona. 

Aí amiga eu não, não tenho muito dinheiro guardado e não quero pedir nada pro meu pai, sem falar que se eu falar q vou sair de casa e de Newcastle é capaz dele me deserdar kkkk. Solto uma risada meio forçada. 

E ficamos mais um tempinho conversando onde ela me fala do novo professor de Biologia q começou essa semana na escola.

------ Ele se chama Neville Longbotton e ele é lindo e não é daqui, ele veio de Cambridge e fez doutorado em Coimbra em Portugal. E eu já falei q ele é lindo.......

Aí Luna só vc mesmo, acho q está apaixonada quem diria em.

----- Que nada amiga e q ele é bonito só isso.

Damos uma risada gostosa, pagamos a conta e ela me dá uma carona até em casa.

Antes de descer do carro ela segura o meu braço e diz. --- Pensa naquilo q te disse não tem só Newcastle e vc pode ter o mundo e merece ser feliz e infelizmente acho q vc não vai conseguir muita coisa ficando aqui.

Ela me dá um beijo no rosto e eu desço do carro, pensando no que ela tinha me dito.

Quando entro em casa, todos já estavam lá, comprimento a todos sem muito ânimo e vou ajudar minha mãe a fazer o jantar, quando está td quase pronto subo tomo um banho e minha mãe já está chamando todos pra jantar, na mesa de jantar todos estão conversando menos eu, fico remoendo td, quando meu irmão Rony diz q tem uma novidade para contar a todos, minha mãe já sabia.

------ Bom como todos sabem estou terminando meu curso de investigador e surgiu uma vaga em um departamento importante, é o departamento de inteligência da Polícia de ......

------- Fala logo Rony. -- todos dissemos.

Londres. E eu fui indicado pelo meu chefe q fez até carta de recomendação, eu vou assim q terminar o curso, q será no mês q vem.

Todos nós ficarmos felizes e claro ninguém foi contra.

Foi nessa hora q me coloquei de pé, é disse....

------ É irmão fico feliz por vc, parabéns mesmo vc merece, já eu tenho q sair pra procurar emprego pq aqui nessa casa ninguém me apoia e ainda tiram o meu emprego e enterram o meu sonho, é começo a deixar a mesa, mas sou impedida pelo meu pai.

------- Pode ir parando aí mocinha, está querendo dizer o q com isso ? -- Meu pai fala. 

-------- Estou querendo não estou dizendo que o senhor não precisa mais se preocupar pq eu não sou mais a Paramédica do quartel 56, e não vou ser de qualquer outro quartel, pq pelo q dizem na academia eu sendo filha de quem sou não vou ser nada nessa cidade. -- falo exasperada.

Todos ficam de boca aberta,pq nunca fui de responder e nem de reclamar. 

Então deixo todos a mesa e subo pro meu quarto e não conseguindo mais segurar líbero minhas lágrimas de raiva e mágoa.

"Pensei q família era pra apoiar e ajudar e não tirar nossos sonhos e realizações. " -- penso tristemente. 



















..










Notas Finais


Bom pessoas por hj é só, o q vc acham q a Gina vai fazer.

Tadinha poderia ter mais apoio, afinal ser Paramédica e uma profissão muito honrada e bonita.

Mas enfim vamos ver o q vai ser da Nossa querida Gina.

Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...