1. Spirit Fanfics >
  2. A parte mais doce do destino >
  3. My time

História A parte mais doce do destino - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - My time


Fanfic / Fanfiction A parte mais doce do destino - Capítulo 10 - My time

 [HOSEOK OK]

Saí com Lunna daquele restaurante e corremos até o táxi. As ruas estavam enchendo com muita rapidez e não tínhamos tempo a perder. Lunna me chamou para ficar na sua casa. Não pensei duas vezes... meia hora depois estávamos lá, sentados no sofá e zapeando a tv.

CLICK! Fez o celular de Lunna.

Que isso Lunna, o que está fazendo?

Ué, começando a tirar as fotos da exposição, acabei de encontrar uma pessoa apaixonada, você!

Ahhhh eu não podia negar, ela tinha razão. O dia tão foi cheio de emoções e eu mal tinha parado para pensar na nossa situação. Lunna, nós ainda não falamos tudo o que precisamos...

Não Hoseok, hoje nós iremos apenas curtir. Amanhã eu prometo que poderemos conversar mais, ok?

Ok! Eu assenti e abracei-a no sofá! Nos aninhamos para ver um filme. Isso me fazia sentir um gelo na barriga. Embora nós já tivessemos experimentando tantas sensações diferentes, nunca ficamos assim, numa boa, sem pressa, sem correria. Isso me instigava... mas eu queria ir com calma dessa vez.

Vrruuuu vrruuuu. Lunna, perai, meu celular tá vibrando, eu disse enquanto ia buscar o telefone que estava em cima da mesa.

Hobi, me ajuda. Estamos ilhados. Não tenho dinheiro, não temos como ficar na rua, nem como ir pra casa. O que eu faço?

Yoongi! Vou te dar um endereço e você vai para lá sem medo.

Tá mas é o que?

Hum... então, meu pai tem alguns imóveis. É... você não sabe né? Tá isso não importa agora. Vai para lá, vou avisar na recepção que vocês estão indo para lá! Tem algum documento ai com você?

Tenho!

Então ok! Dá para ir a pé, precisarão uns 10 minutos, mas é o melhor que posso oferecer agora, tá?

[YOONGI ON]

Vamos Ellie! Consegui um lugar para ficarmos, espero que te dê algum conforto, não me sentiria bem de te colocar numa furada... já basta estar com essa roupa encharcada numa noite tão fria.

Caminhamos até o endereço que Hoseok me mandou e UUUAAAHHH não é possível que seja aqui! Tentei conferir mais uma vez se estava no lugar certo mas não tinha mais bateria no meu celular, então, a solução foi entrar e pedir informação.

Talkiô! Eu disse ao recepcionista, é aqui que é a casa de Jung Hoseok?

Ah sim, vocês devem ser Guinho e Ellie, estou certo?

Ye! Eu respondi.

Por favor, me acompanhem. E juntos caminhamos atrás daquele rapaz um pouco incomodados. O lugar mais parecia hotel 5 estrelas. Como era possível isso?!

É aqui! Em meia hora trarei um coquetel de boas vindas

Kansanmida. Foi o máximo que eu consegui dizer.

Quando abrimos a porta nós morremos de rir. Estávamos numa suite chiquérrima. O chão reluzia, os lustres tinham cristais pendurados, a cama era tão grande que cabia umas seis pessoas. O banheiro era SENSACIONAL! Na varanda de vidro uma jacuzzi para curtirmos a noite todinha.

É... Ellie, deixe-me colocar o celular na carga. Não é possível estarmos no lugar correto... preciso ligar para o Hobi!

[NARRADOR ON]

Yoongi estava chocado. Ele dizia que era demais pro bico dele. Deixou Ellie no quarto, foi até o corredor e ligou para Hoseok.

Hobi tu tá doido cara? Eu não tenho como pagar por isso!

E amigos precisam disso? Você não tinha onde ficar e eu te emprestei a minha casa. Vocês podem ficar pelo tempo que quiserem. Tudo é grátis, comida, roupa de cama e banho, tudo. Ahh aqui, no armário do banheiro tem um roupão pra você e um pra Ellie, acredito que estejam com as roupas molhadas. Podem usar tudo, ok?

Eu nem sei o que falar...

Não fala nada, apenas curta essa noite e relaxe. Aproveite para desfazer qualquer mal entendido entre vocês dois. Usem a jacuzzi, além da vista ser linda em noites de inverno ainda tem uns sais de banho bem legais pra você usar! Qualquer coisa me liga! Annyon.

Yoongi sentia como se tivesse chegado na Disney com tudo pago e sem data pra voltar. Entrou no quarto com nova expressão no olhar. Foi até o banheiro, tirou as roupas molhadas e vestiu um roupão de seda, brilhoso e longo. Indicou que Ellie fizesse a mesma coisa e ligou para a recepção pedindo que retirassem as roupas molhadas.

O apart hotel se responsabilizava por tudo! Eles iriam lavar, secar e passar suas roupas... e por enquanto eles... eles nem iriam dar falta delas, pois Yoongi estava com outras intenções.

[HOSEOK ON]

Depois de falar com Yoongi fiquei pensando. Eles agora iriam se conhecer, passar por um processo romântico ... Senti um aperto no coração ao perceber que eu tinha pulado esta etapa.

Voltei para o sofá em silêncio.

Hoseok, tá tudo bem?

Ahhm? Ah... Sim, era Yoongi pedindo ajuda. Estão ilhados. Mas já resolvi, meu pai tem um apartamento por ali que está vazio...

Ah que bom. Mas pera, você avisou que ... Que ...

Pode falar Lunna. Eu disse percebendo a aflição em seu tom de voz.

....que é rico? Ela perguntou.

Não, não falei... Eu não gosto de falar disso, posso parecer metido, sei lá...

Olha Lunna, eu disse já imendando o assunto, eu vou embora. Lunna me fitou os olhos sem interromper o que eu tinha a dizer. Nossa relação começou mal... Não, não é isso, mas eu quero pensar um pouco antes de qualquer coisa.

Você está... Está me pedindo um tempo?

Não. É... sim. Eu não sei, mas não tô seguro do que quero e acho que você também não. Ou melhor, eu to seguro de meus sentimentos não dos seus...

Mas por que está dizendo isso? Ela parecia não compreender.

Bem, são alguns pensamentos que me vieram. Eu vou para casa agora. Nos falamos amanhã na escola.

Hoseok?

Ahh, e me parece que você tem algo a resolver com o seu amigo. Eu não quero ficar no meio disso.

Peguei meus tênis e me despedi com um aceno. Nunca foi tão longo e frio o caminho entre o prédio de Lunna e o meu. Mas era necessário.

Sinto que me tornei adulto mais rápido que todo mundo

Minha vida tem sido como um filme, o tempo todo

Eu corri pra onde o Sol nasceu, todas as noites

É como se eu também tivesse visitado o amanhã de alguém


[NARRADOR ON]

Hoseok foi caminhando para casa, pegou o caminho mais longo já que não se sentia a vontade naquele apartamento tão impessoal em que ele morava. Ele não queria encarar a realidade, se pudesse protelar esta situação, o faria. Ao mesmo que se sentia triste por se afastar de Lunna, decidia mudar até mesmo de emprego se fosse possível. Era sofrido demais se ver apaixonado por uma pessoa que não assumia sentir o mesmo, ou então nem mesmo sentia isso.

Lunna ficou em casa, permaneceu sentada no sofá grande parte da noite tentando entender o que estava acontecendo. Ela sabia que Hoseok estava magoado mas lembrava-se muito bem que ele aceitou a sugestão de manterem um relacionamento ... moderno, talvez.

No auge da madrugada sua ficha começou a cair de que amanhã Hoseok não iria encontrá-la em casa e juntos caminhariam até a escola, ela percebeu também que os dois não iam fletar durante o expediente. Lunna estava ansiosa. Levantou e tomou um remédio para dormir. Horas depois, com dores no corpo ela se levantou, ainda não havia pregado os olhos. Pegou o seu celular e redigiu uma mensagem para ele.

Hoseok, me diga que estava brincando. Por favor, não se afaste.

Ela não obteve resposta. Não sabia se ele estava dormindo ou se nao queria responder. A tristeza começava a bater.

CUCO! CUCO!

O relógio dizia que era a hora de encarar a realidade. Lunna deve ter cochilado por uns 40 minutos. Tomou um bom banho e um café amargo, tentando melhorar a sua aparência, colocou uma maquiagem um pouco mais carregada que o normal. Deixou seus cabelos soltos afim de esconder um pouco do amassado pela noite mal vivida. Óculos escuros para não demonstrar tamanha aflição.

Bolsa no ombro, bota nos pés, guarda-chuva na mão. Respirou fundo e desceu as escadas. Abriu a portaria e ele não estava lá, sorrindo como sempre. O vazio da sua ausência fazia doer. Uma lágrima tentou se formar mas ela piscou inúmeras vezes para desfazê-la. Obteve sucesso.

A chuva fininha caia com vontade e ela não queria se molhar. Sentou-se no ponto do ônibus aguardando a condução. Viu Hoseok passar de carro mas se escondeu, não queria piorar as coisas. Ele estava lindo. Usava um óculos rayban no estilo aviador de lente amarelada. Ela nunca tinha o visto daquele ângulo, ou não tinha valorizado esta visão.

[HOSEOK ON]

Durante a noite tive vontade de voltar atrás e ir correndo para a casa da Lunna, mas eu não podia. Todas as vezes que desejei mandar uma mensagem pra ela, mandei para o Yoongi, coitado, ele deve estar cansado de mim! A última mensagem que mandei dizia:

Yoongi, tire o dia de amanhã para você e Ellie, não apareça na escola, te dou cobertura!

Quando finalmente decidi dormir ouvi o celular vibrar, era Lunna me pedindo para voltar. Fingi não ler, virei para o lado e tentei apagar. Não consegui muito mas dei algumas cochiladas. De manhã, para evitar encontrá-la na calçada, fui de carro.

Cheguei na escola e fui direto para a sala. Pensava numa forma de entrar em outra equipe mas não queria prejudicar nenhum de nós então não consegui chegar a uma conclusão realmente inteligente.

Na hora do almoço vi Lunna com Si-Won, senti raiva e ciumes mas não podia fazer nada, era eu quem a tinha jogado nos braços dele então, peguei meu prato e fui comer em uma mesa afastada, de costas para todos. Neste momento percebi que não havia feito amizades desde que as aulas começaram. Eu só andei atrás dela e o meu único amigo não iria hoje, por ouvir um conselho meu.

Era hora de encarar os fatos. Fui trabalhar! Sentei-me em minha cadeira e comecei a digitar no computador as respostas de alguns emails. Lunna fazia o mesmo sem trocar palavra alguma, o dia estava carregado. No findar da tarde eu recebi um email dela:

Hoseok, obrigada por não ter trocado de equipe! Espero superar esta fase, com você! Te darei o tempo que precisar, contando que volte pra mim, com amor, Lunna.

Li o email e senti vontade de abraçá-la. Me segurei para não sorrir. No lugar disso, me levantei e fui até o banheiro. Eu precisava lavar o rosto. No corredor, encontrei Si-Won. Esse cara tá em todo lugar! Eu pensei...

Jung Hoseok, posso falar com você? Ele questionou.

Hoje não! Eu respondi sem querer olhar para ele, hoje não, eu pensava enquanto voltava para a minha sala.

Quando cheguei na sala, Lunna estava se aprontando para sair. Rapidamente eu desliguei o meu computador e desci as escadas. Observei que haviam uns caras suspeitos e fiquei preocupado com ela... senti o coração apertar e esperei que ela saisse do prédio. Acompanhei-a sem que ela percebesse e só fui para casa depois que ela pegou o ônibus.

[YOONGI ON]

Ellie, já que nosso amigo nos ofereceu esse lugar lindo, por que não aproveitamos? Eu perguntei enquanto olhava a vista da jacuzzi.

A chuva que caia lá fora deixava o clima ainda mais romântico e agradável. A torre que víamos de diversos pontos da cidade daqui parecia maior e mais imponente.

Ellie se levantou da poltrona e veio para perto de mim. Eu concordo, ela disse abrindo a torneira e temperando a água.

Ellie me parecia mais sensual que de costume. Ela cuidadosamente colocou alguns sais de banho e com a mão direita agitou a água, trazendo a espuma até a superfície. Tirou o roupão e ficou apenas de calcinha e sutiã. Com bastante cautela, Ellie apoiou a sua mão em meu ombro e entrou na banheira. Sentou-se de frente para vista e deu um nó nos seus cabelos, no alto de sua cabeça, deixando os seus ombros a mostra.

Virei-me de costas e cocei a cabeça, eu não sabia como agir. Nunca tinha vivido uma situação como esta. Ver o seu corpo me deixara excitado.

Caminhei até a minha mochila e comecei a mexer procurando alguma coisa. Na verdade eu não precisava de nada, só queria me distrair.

Yoongi, por que não entra aqui comigo?

Ela chamou de longe, sem olhar para trás. Eu queria ir lá. Mas não sabia como fazer a coisa acontecer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...