1. Spirit Fanfics >
  2. A path to truth >
  3. Capítulo 8

História A path to truth - Capítulo 8


Escrita por: Amante_do_Urrea

Notas do Autor


Oi pessoas!
Espero que esteja todos bem!
Bom este é o capítulo de hoje e só pra constatar a imagem acima é uma imagem da Fazenda A BONITA.
Boa leitura!
😘

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction A path to truth - Capítulo 8 - Capítulo 8

Pov's Sina

Eu fui até um restaurante, almocei e logo voltei pra a empresa para poder atender o tal Senhor Alex.

Eu estava resolvendo algumas coisas  quando o telefone do escritório tocou eu logo atendi, era a secretaria me avisando que o Senhor Alex havia chegado e que ele estava vindo até minha sala, logo eu ouvi batidas na porta e um homem jovem entrou eu até estranhei porque pensei que o tal do Alex seria um velho, ele logo entrou e se apresentou, ele era muito bonito, simpático e atraente, mas eu não pude deixar de perceber que ele estava prestando mais atenção em mim do que no que eu estava falando com ele, ele me olhava ao mesmo tempo que mordia os lábios aquilo estava me deixando um pouco incomodada, mas eu já estava acostumada digamos que aquilo era uma coisa rotineira, era muito normal isso acontecer a verdade é que todos os homens ficam me olhando sempre da mesma maneira, mas a verdade é que eu não me importo muito tanto que eu nunca tive muitos namorados, até porque eu sou esperta o suficiente para saber que o que eles sentem não é amor nem paixão e sim atração e desejo, eu acho que nunca conheci alguém que realmente gostava de mim, que me achasse simpática e tals. Quando terminamos de fechar e assinar contratos já eram 16:30 então Alex me chamou para ir a uma lanchonete próxima para tomar um café, e eu aceitei.

Pov's Alex

Quando eu entrei na sala e vi a Sina eu fiquei doido, aqueles cabelos loiros, os olhos claros, a pele branca como neve, as bochechas rosadas e bom eu não pude deixar de perceber suas unhas grandes e perfeitamente alinhadas, eu logo imaginei aquelas unhas cravadas nas minhas costas e outras coisas que prefiro não comentar, eu já tava ficando maluco quando ela se levantou para se despedir de mim e foi aí que eu percebi o quanto seu corpo era lindo, e o quanto seu conjunto vermelho marcava suas curvas e eu logo me perguntei o porque da abertura tão grande no seu blazer que estava mais que um decote na verdade, eu tava ficando doido, maluco até que resolvi a chamar pra tomar um café já que não daria certo a convidar para o meu apartamento logo de primeira, ela aceitou e na minha cabeça aquilo era um sinal de que ela também havia visto algo em mim e eu comemorei lentamente por isso, logo nós chegamos na lanchonete e pedimos o que queríamos a garçonete que não querendo me gabar, mas já veio pra cima de mim com a blusa um pouco mais aberta do que deveria eu não me importei e Sina logo riu da ação da garçonete que ao voltar com os pedidos estava com a blusa um pouco mais aberta, eu não ligava eu estava focado na loira que estava em minha frente. Nós pegamos os pedidos e começamos a conversar sobre coisas vagas.

Pov's Noah

Eu estava na fazenda tentando calcular tantas informações sobre a morte do meu irmão então eu decidi começar a procurar coisas que me ajudassem a saber algo sobre a BONITA, eu fui para o seu quarto e comecei a procurar algo que me ajudasse e eu logo achei uma carta da BONITA e nesta carta ela falava o quanto ela a amava e queria muito vê-lo porque estava morrendo de saudades, falsa!. Eu não conseguiria ficar muito tempo naquela fazenda, pelo bem da minha saúde mental eu iria embora assim que conseguisse algumas pistas sobre a BONITA. Eu terminei de ler a carta e quando a virei eu fiquei pasmo, estava assinado por S. Beauchamp, e Beauchamp era o sobrenome da família de Josh, e S... Bom eu já tinha um pista agora só me restava uma... Savanaah ou Sina? Bom a Savanaah pelo pouco que percebi era bem estranha e poderia dizer até mesmo sinistra faria bastante sentido se ela fosse a BONITA, e Sina, bom... aah claro Josh deve ter falado algo sobre mim, um Urrea e por isso ela mentiu pra mim ela provavelmente disse o nome da amiga pra que eu não desconfiasse de algo e depois na frente da amiga e do Josh ela se fez de desentendida!, vagabunda! Eu já a odiava, a atração que tive por ela a um tempo atrás continuava ali dentro de mim, mas o ódio era maior, a raiva! Ela foi o motivo da morte do meu irmão ela!

Pov's Sina

Já eram 18:30 quando eu cheguei em casa e estacionei o carro, sim eu e Alex começamos a conversar e acabamos ficando na lanchonete por das horas, com certeza minha mãe viria com aquelas conversas chatas, mas eu tomei coragem e entrei e por um milagre nem ela nem Savanaah estavam no caminho, pelo menos não no andar de baixo agora tenho medo de encontrar elas quando subir essas escadas imensas. Eu cheguei no quarto, tomei um banho demorado, e logo Josh bateu na porta para me pedir desculpas sobre estar sem camisa ontem e eu pro meu azar estava com meu conjunto mais curto e vermelho, o porque eu não sei, mas era daquilo que eu gostava e eu simplesmente vestia, sem olhar bem, depois de conversarmos por um tempo, e ele logo foi pro seu quarto então eu logo decidi ligar para Nicolas, mas ele não atendia minhas ligações e estava ficando preocupada, mas eu logo coloquei em minha cabeça que notícias ruins chegam rápido, muito rápido!

Pov's Savanaah 

Eu estava morrendo de raiva do Nicolas, mas como eu já disse eu iria esquece-lo e não ficaria nada dele na minha vida!

"A raiva é o sentimento mais perigoso de todos, ele mata a pessoa que sente e as pessoas próximas "



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...