1. Spirit Fanfics >
  2. A Pedra da Fertilidade e as três Diana Cavendish >
  3. A cruel Julia McLaren parte 1

História A Pedra da Fertilidade e as três Diana Cavendish - Capítulo 64


Escrita por:


Capítulo 64 - A cruel Julia McLaren parte 1


A ultima das quatro fortalezas finalmente chega, era a de Julia McLaren, a qual era conhecida pela extrema crueldade e sem nem um pouco de piedade, a ruiva tinha a fortaleza de mais dificuldade em se invadir, a qual tinham bruxas seguranças do mais alto nível, de grande maioria armadas com mosquetes, além de serem muito bem treinadas para todo tipo de situação, o que dificultaria ainda mais a Gwendolin e Diana.

As duas estavam voando pelo caminho, aos poucos se aproximando da localização, tanto Gwendolin quanto Diana conversavam entre elas, a respeito de como invadiriam o esconderijo da bruxa caçadora, elas estavam até que bem descontraídas, por mais que Saoirse as avisava que elas deveriam ser cuidadosas afinal se tratava da mais cruel do grupo.

- Só para lembrar aqui... Sou eu quem vou pela porta da frente distraindo as seguranças e a Julia McLaren. É isso mesmo?

Diz Diana.

- Sim, eu vou pela prisão, tentando achar Wendolin e libertar as bruxas que foram capturadas por essa maldita.

Diz Gwendolin.

- Então vai lá Gwen, boa sorte.

Diz Diana dando um tapinha no bumbum da Benson.

- Vai tomar no seu cu Diana! Eu não sou a Maria para você ficar batendo nos meus fundilhos.

Diz Gwendolin.

- Ah é esqueci eu não sou a Lorraine, se fosse ela você iria adorar heheh.

Diz Diana até que Gwendolin mostra o dedo do meio para ela.

Então Gwendolin se separa de Diana indo por um caminho diferente que era mais discreto, enquanto a Cavendish ia por um caminho que entregava mais a posição dela. Pouco a pouco o tempo se passava, já era mais visível a fortaleza de Julia. A McLaren também conseguia observar a presença da bruxa chegando cada vez mais perto, o que logo foi também fazendo com que algumas das seguranças viessem até a sala da ruiva.

- Mestra Julia, devemos atacar? Saoirse foi detectada nos nossos arredores!

Diz uma das seguranças.

- O que está esperando, chamem o que conseguirem de bruxas, derrubem essa maldita do ar.

Diz Julia.

Julia logo trata de chamar todas as caçadoras usando a bola de cristal, para avisar da invasão da Saoirse, sem saber que eram mais de uma mascarada que estavam em ação. A segurança concorda com a cabeça e logo vai correndo até a sala onde tinham outras, as chamando para o trabalho, as seguranças pegam mosquetes e vassouras, vão correndo em direção ao lado de fora com a intenção de interceptar no ar a Diana. Além de também algumas delas irem em salas onde tinham canhões para que assim ficasse ainda mais complicada a possível invasão da Cavendish.

Não demora muito logo começam a ser disparadas as bolas de canhão, Diana se esquivava com facilidade, assim como também apareciam as bruxas armadas com mosquetes, estavam indo mais e mais perto da Cavendish, a qual começava a contra atacar antes que chegassem perto o suficiente para que o alcance das armas de fogo pudesse causar algum estrago. A garota de cabelos verdes sabia perfeitamente disso, tanto que conseguia derrubar cada uma das bruxas, mesmo sendo as seguranças de elite, ainda sim não conseguiam acompanhar a rapidez com que a garota de olhos azuis lançava magia.

 - (Essas bruxas não desistem por nada mesmo... Espero que a maldita da Julia não seja assim, pior que estão armadas com mosquetes... Eu corro um grande perigo com isso)

Enquanto isso no meio da floresta que tinha naquela ilha, Gwendolin estava voando de uma forma bem discreta, conseguindo até mesmo mascarar a presença mágica para não ser detectada, por causa disso até, ela tinha que voar a uma velocidade menor. Mas pouco a pouco ela chegava mais perto do castelo da bruxa caçadora. Voltando a Diana, as seguranças eram varridas pela Cavendish com uma extrema facilidade, a cada vez que ela se aproximava, até mesmo algumas seguranças tentavam atirar quando estavam mais perto, mas a barreira mágica defendia a garota de cabelos esverdeados.

- Merda! Ela está conseguindo, mas meio que foda se eu já imaginava que Saoirse não seria tão fácil assim de se entregar... Mas também estranho o cabelo dela... Então Victoria teve a idéia de chamar outras bruxas? Menos mal, assim posso ter menos remorso e torturar até a morte essa malditinha! Hahahah!

Diz Julia cerrando o punho.

Julia aperta um botão e avisa para que todas as bruxas seguranças ficassem no lado de dentro, para uma defesa mais elaborada contra Diana, as que ficaram no lado de fora não ouviram e continuavam a atacar a Cavendish, pela qual conseguia facilmente as derrubar, já que ela tinha um ótimo controle e também uma mira bem precisa, era preciso apenas um único feitiço.

Não demora muito e Diana consegue passar por todas as seguranças se aproximando de onde ficava a entrada principal do castelo, ela até pousa para ficar olhando um pouco o local e estudar uma forma de entrar, os canhões e bestas também ficavam aos poucos mirando para o lado da Cavendish.

- (Cheguei na entrada... Eu não sou nada boba, sei que no lado de dentro está cheio de bruxas me esperando, mas eu duvido muito que elas esperem isso...)

Diana logo usa um feitiço para desaparecer e fica no meio de uma floresta, o que faz com que as bruxas que estavam no lado de dentro com canhões se confundam um pouco na hora de atirar na Cavendish, logo algumas arvores começam a cair e Diana reaparece em pé em cima de um dos troncos de arvore que estavam voando com tudo em direção a entrada, assim que chega mais perto a garota de cabelos esverdeados pula e os troncos batem com tudo na porta, alguns até chegam a entrar e lá revelam algumas bruxas armadas que foram surpreendidas pelos troncos as acertando.

- Nada burra, tenho que dizer que essa copia barata da Saoirse é bem inteligente, mas duvido muito que seja o suficiente contra mim!

Diz Julia.

Diana logo entra e começa a abrir caminho, imobilizando cada uma das bruxas, as outras seguranças rapidamente começaram a correr em direção a entrada da fortaleza, até que Julia chama elas para mudarem a estratégia.

- Nem pensem! Fiquem vigiando a parte da prisão! As que já estão no andar de baixo pelo caminho até a minha sala, apenas fiquem tentando parar que essa Saoirse de araque chegue a mim!

Diz Julia.

As seguranças de todos os corredores logo concordam e ficam nas posições delas, algumas até mesmo corriam em direção a Diana, a qual apenas se esquivava com extrema facilidade, a habilidade da Cavendish era bem notável, por mais que fossem bruxas de elite, elas mal conseguiam atingir os tiros de mosquete, eram até muito dependentes da arma de fogo para causar algum estrago, mas bastava apenas um feitiço que mudava a arma para qualquer outra coisa que a vantagem delas acabava.

Enquanto isso no lado de fora Gwendolin continuava a ir sorrateiramente pela floresta, até que ela acha uma brecha para entrar na fortaleza, era a Benson que estava carregando os explosivos, ela logo chega até uma entrada a qual passava por um pequeno rio, era uma das entradas de esgoto do castelo.

- (Isso vai ser bem simples... Eu só preciso me transformar em um furão e diminuir o tamanho da sacola, Metamorphie Faciassse!).

Gwendolin diminuiu o tamanho da sacola com os explosivos, assim como também se transforma em um furão, passando pela entrada de esgoto da fortaleza, como ela também tinha um mapa bem detalhado, a Benson também conseguia achar a melhor rota até a prisão daquele lugar, mas isso passando pelo fétido esgoto do castelo.

- (Que nojo! Esse lugar fede! Está cheio de ratos e baratas! Como que a bruxa que controla esse lugar deixa ficar tão poluído assim? As condições por aqui estão insalubres! Se o esgoto normal é assim imagina então como deve estar as condições na prisão)

De volta ao lado de dentro do esconderijo, Diana estava fazendo o caminho dela pelos corredores, varrendo cada uma das bruxas, as prendendo com um feitiço de argolas mágicas. Até então a Cavendish já tinha acabado com um terço de todas as seguranças que trabalhavam para Julia, deixando 13 bruxas imobilizadas, ela estava a cada metro, mais e mais perto da entrada principal, até que ao chegar no ultimo corredor se depara com uma bruxa que estava atrás de outras seguranças, era a única que não estava armada delas, outras 7 bruxas logo começaram a apontar os mosquetes em direção a garota de cabelos esverdeados.

- Atirem.

Diz a bruxa baixando a mão.

As bruxas disparam ao mesmo tempo com os mosquetes com a intenção de acertar Diana, mas todos os tiros acabam com os disparos parando no meio do ar enquanto a Cavendish ficava com a palma da mão estendida, com isso cada uma das bruxas começa a correr em direção a garota de cabelos esverdeados que apenas respira fundo, sorri e também vai em direção as seguranças.

Diana com apenas um feitiço lançado faz com que todas voassem para todos os lados, se chocando nas paredes, algumas até desmaiaram com o impacto dos golpes, já que a Cavendish era bem poderosa, o que até deixou a bruxa um tanto quanto surpresa em ver que a garota de cabelos esverdeados deixou 7 bruxas de elite imobilizadas como se não fosse nada.

- Ora, ora, pelo visto a ladra famosinha é bem poderosa, mas hoje não é o seu dia de sorte, já que você está de frente para uma general do conselho das bruxas, eu Yanka Krupp, a general mais renomada da elite das bruxas do conselho vou acabar com você.

Diz Yanka apontando o dedo para Diana que apenas levanta o dedo do meio.

- Bleh! Foda se!

Diz Diana mostrando o dedo do meio e mostrando a língua.

Yanka logo gira o cajado dela e começa a ir em direção a Diana que estava tranquila de braços cruzados até que ao se aproximar da Cavendish, ela acerta um soco no ar já que a garota de cabelos esverdeados reapareceu com os pés sobre a cabeça da Krupp que logo ao perceber tenta agarrar a garota de olhos azuis que novamente desaparece.

- Sua!

Diz Yanka.

Yanka logo se vira para tentar um ataque, mas assim que se vira acaba levando um chute na nuca que a arremessa com tudo para frente, a fazendo cair com tudo. A Krupp era uma bruxa de 1,91m e extremamente musculosa, mas mesmo assim não intimidava nem um pouco Diana, ao ponto de um chute na nuca deixar a general caída no chão.

- Você não é tão boa assim, é uma fracassada.

Diz Diana.

- O que? O que foi que você disse?

Diz Yanka se levantando.

Logo que Yanka se levanta, ela é acertada com tudo por um soco no estomago dado por Diana, esse soco foi tão forte que a Cavendish faz com que a Krupp atravesse a porta e caia bem dentro da sala do trono, o que acaba fazendo com que Julia se espante um pouco ao ver as duas por lá.

- Mas que porra é essa?

Diz Julia.

- Sua... Sua... Maldita bruxa!

Diz Yanka se levantando.

- O que foi? Ta boladinha porque eu estou destruindo seu castelinho é? Foda se, você vai fazer o que comigo?

Diz Diana enquanto Julia ficava um pouco raivosa.

Yanka se levanta e vai correndo com tudo em direção a Diana enquanto estava concentrando um feitiço, mas assim que chega na Cavendish e lança o mesmo feitiço não tem efeito, o que faz com que a Krupp entre em choque ao ver a garota intacta. Ela lentamente anda até a general e dessa vez acerta uma sequência de socos e chutes que faz com que a mulher alta pare próxima a cadeira do trono de Julia, ela já estava bastante ferida e impossibilitada de lutar com pouquíssimos golpes dados pela garota de cabelos esverdeados. Tanto até que Yanka estava com dificuldades em se levantar, mas logo a McLaren se levanta e dá a mão para a Krupp segurar.

- Obrigada mestra Julia...

Diz Yanka até que Julia pega na mão dela.

Julia ao agarrar a mão, a segura até parar do outro lado e com isso quebrar o pescoço no chão, o que deixa Diana horrorizada, logo em seguida a McLaren ainda segurando a mão da Krupp, começa a usar um feitiço que faz a magia toda da general ir para ela, e logo em seguida arremessa ela para o lado de fora, seguido de um feitiço de explosão lançado na bruxa que explode no ar e até faz com que um pouco de sangue e alguns órgãos voassem para o lado de dentro. A Cavendish estava extremamente horrorizada com aquela cena.

- Se você não quiser ter o mesmo destino é bom que seja tão forte quanto a Saoirse original.

Diz Julia rindo.

- Que horror! Ela era uma das suas capangas, não tinha necessidade de matar ela!

Diz Diana quase chorando.

- Oh que gracinha a Saoirse de araque com cabelo de repolho está chorando, ela tem sentimentos, mas que fracote.

Diz Julia rindo.

- Você... Você é cruel... Como uma bruxa como voce pode ser considerada alguém boa só porque caça bruxas lésbicas.

Diz Diana quase se tremendo.

- Porque está tremendo? Está com medo?

Diz Julia.

Enquanto isso em outro lugar, Gwendolin saiu por uma das tubulações e com isso parou bem do lado de dentro de uma das celas, lá ela ficou extremamente chocada, o cheiro era muito forte, era de um fedor extremo, não era só o cheiro de excrementos, ratos ou baratas, também tinha outro cheiro muito forte que era o de decomposição, naquela mesma cela tinha uma bruxa que estava morta, ela estava sentada no chão com algumas moscas voando em volta dela e do outro lado tinham outras duas garotas que estavam fracas, ao verem a Benson transformada em furão, rapidamente elas foram para cima da morena que rapidamente também se transforma de volta.

- Droga! Você é humana!

Diz uma das garotas.

- Sim, eu vim aqui para libertar vocês... O que aconteceu com aquela ali... Ela... Ela...

Diz Gwendolin chorando.

- Ela morreu...

Diz outra bruxa enquanto comia um rato.

- O que? Que horror? E porque você está comendo um rato? Essas coisas são cheias de doenças, vocês podem morrer...

Diz Gwendolin.

- Pelo visto você ainda é carne nova por aqui, mas deixe me explicar.

Diz uma das bruxas.

Nas celas da prisão da fortaleza de Julia McLaren, as condições eram desumanas e insalubres, as bruxas que estavam por lá, quase que nunca comiam, somente as mais privilegiadas, as quais eram chamadas de “as bonitas”, podiam ter a oportunidade de comer algo que não causasse doenças, já que na maioria das vezes as outras se viravam com ratos e baratas que apareciam na cela, já que era bem raro aparecer comida, era apenas uma vez por semana uma ração feita da mistura com os restos da comida que sobrava de Julia McLaren e as outras seguranças. Estavam todas muito magras e fracas, a água em si até que regularmente aparecia, mas era um tanto quanto barrenta. Quando ouviu tudo isso Gwendolin ficou horrorizada com as condições que eram impostas naquele lugar.

- Eu vou libertar vocês é agora.

Diz Gwendolin chutando a porta da cela, mas nada acontecia.

- Essas grades barram qualquer magia de ser usada, não vai adiantar nada.

Diz uma das bruxas.

- Magia, mas não ciência.

Diz Gwendolin tirando um explosivo do bolso.

Gwendolin planta um explosivo na porta das grades da cela, ela logo usa um pouco de magia para proteger as bruxas, aquela explosão logo faz com que a porta saia voando, o estrondo foi possível de ser escutado por todos os lados do esconderijo, fazendo até com que Julia ficasse espantada, Diana até começa a sorrir.

- Eu não sou a única por aqui.

Diz Diana rindo.

- Então você trouxe outra Saoirse de araque contigo?

Diz Julia.

- Ela vai libertar todas as vitimas da sua crueldade, enquanto você e suas capangas se distraiam comigo, eu sou apenas uma isca.

Diz Diana.

- Maldita! Meu dinheiro! Sua vadia!

Diz Julia começando a correr em direção a Diana.

Diana começa a entrar em posição de luta, mas assim que se move, ela sente um soco dado no estomago, foi forte o suficiente para arremessar a Cavendish com tudo para trás, ao ponto dela bater as costas com tudo em uma parede, Julia vai com tudo se movendo em alta velocidade, esmurrando a garota de cabelos esverdeados com toda violência.

- Agora vamos ver se consegue me entreter o suficiente!

Diz Julia.

Julia esmurrava com tanta força que não demorou em fazer com que Diana começasse a ficar com alguns hematomas, os constantes socos no rosto estavam fazendo com que a Cavendish ficasse com o nariz sangrando, além de também as vezes sair um pouco de sangue pela boca devido aos socos e joelhadas muito fortes no estomago, até que depois de apanhar tanto a garota de cabelos esverdeados segura a mão da McLaren e lança um feitiço que foi o suficiente para empurrar ela para trás.

- (Droga... Essa eu não esperava... Eu achei que no mínimo as bruxas caçadoras fossem fraquinhas, tanto treinamento e mesmo assim eu apanho feio... Eu preciso aguentar... Pelo menos o suficiente para que Gwen liberte as bruxas capturadas... Depois eu dou um jeito de fugir... Ela não vai querer me matar sabendo que eu posso saber onde Saoirse está... Mas o poder mágico dela... Julia é extremamente poderosa).

- O que foi? Onde estava toda a sua confiança? Pensei que fosse uma bruxa extremamente poderosa? Onde que foi toda aquela marra ao ter derrotado minha melhor bruxa? Pensei que era capaz de chegar ao meu nível.

Diz Julia até que Diana se transporta.

Diana reaparece, mas acaba levando um soco de Julia, ao tentar atacar por trás, então a Cavendish tenta novamente outro ataque, se transportando para frente, onde também leva um soco no estomago, a garota de cabelos esverdeados tentava o possível para acertar golpes surpresa na McLaren mas apenas terminava sendo acertada.

Até que Julia segura a testa de Diana e começa a sair correndo, fazendo com que ela bata com tudo em uma parede, a força do impacto foi tanta, que até chegou a criar um pequeno buraco, onde a Cavendish estava agonizando de dor, chegando até a vomitar um pouco de sangue, a McLaren apenas olhava para tudo isso e ficava rindo.

- Hahahaha! Você é tão patética, eu pensei que as Saoirse de araque fossem mais fortes do que isso... Eu estou legitimamente decepcionada! Mas fazer o que? Ao menos a verdadeira ainda pode apanhar muito para mim, adorei essa oportunidade que me deu para treinar meus novos poderes mágicos...

Diz Julia estendendo a mão para lançar um feitiço.

- (Eu estou perto de morrer... Ela vai me matar... Maria Du Nord... Eu te amo meu amor... Ao menos eu tenho certeza que morri por uma causa justa... Ao menos eu sei que posso deixar minha descendência, já que usei a pedra da fertilidade... Mas não posso desistir, não agora).

Julia começava a concentrar um feitiço na palma da mão dela aos pouco a bola de energia iria crescendo e ganhando forma, Diana estava horrorizada, o corpo dela estava quebrado, ela mal conseguia se mover, em poucos golpes a McLaren mostrou que era extremamente poderosa e que era uma bruxa de extremo risco. Enquanto isso no lado das celas, Gwendolin estava soltando bruxa por bruxa depois que conseguiu as chaves com uma segurança que imobilizou, as condenadas, não tinham magia, mas elas estavam tão motivadas em acertar as contas com a ruiva que as capturou que pegavam qualquer coisa para poder bater nela.

See you, violent witch...

Nome completo: Julia McLaren

Data de nascimento: 05/12/1737

Local de nascimento: Dublin, Irlanda (Irlandesa)

Altura: 1,52m

Peso: 51kg

Medidas (busto/cintura/quadril): 87/60/89

Cor dos cabelos e aparência: Ruivo claro alaranjado, longo, liso, franjas na testa e laterais do rosto

Cor dos olhos e aparência: Ciano, ocidentais

Aparência física: pele extremamente pálida caucasiana, seios médios, sardas na região íntima e dos seios, nariz arredondado

Julia McLaren a irmã da campeã do World Magic Battle Tournament, ela é uma das cabeças por trás desse plano todo em caçar bruxas lésbicas e criar essa organização. Uma das bruxas mais poderosas do mundo, ela foi treinada intensamente pela irmã mais velha, já que no começo eram apenas ela e Esther que caçavam bruxas, já que Victoria aparentemente nunca participou diretamente dessas caçadas, depois que Martha Jordan apareceu, servindo como escrava de Julia, todo o serviço dela de segurança da fortaleza ficou mais facilitado. Julia é uma bruxa que não tem piedade, sempre muito cruel com os ataques, ela faz questão de fazer as oponentes dela sofrer antes de lançar um ataque final, além de ser muito impaciente e um pouco infantil.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...