1. Spirit Fanfics >
  2. Harry Potter and a little Malfoy >
  3. Travessa do Tranco

História Harry Potter and a little Malfoy - Capítulo 1


Escrita por: Gryffindorpop

Capítulo 1 - Travessa do Tranco


Fanfic / Fanfiction Harry Potter and a little Malfoy - Capítulo 1 - Travessa do Tranco

        Acordo com Draco batendo na porta de meu quarto repetidamente ignoro ele e me viro para o outro lado fechando os olhos .

-Day..Day..day-ele entrou no quarto estava vestido com as roupas que mamãe comprou para ele

-Porque está tão arrumadinho-perguntei olhando para o enorme espelho no meu quarto estava com os cabelos desarrumado e com um pijama com um gatinho ,Dobby entrava no quarto com uma bandeja de cereal

-Dobby só veio deixar isso aqui minha senhora e sua mãe mandou Dobby entragar seu novo vestido para usar hoje

-Novo vestido porque?-perguntei pegando o cereal e sorrindo a Dobby

-Sua desnaturada vamos ao beco diangonal comprar nossos matériais hoje-disse Draco roubando um pouco do meu suco o encaro mortalmente.

-Vamos primeiro a Madame Malkin comprar suas vestes e talvez achamos algo escrito orgulho Sonserina

-E se eu não for da sonserina? -perguntei era algo que vinha passando muito na minha cabeça

-Vai sim,é a pessoa mais sonserina que eu conheço

Não era verdade eu não sou nem um pouco parecida com ele nem meus pais ,a não ser os cabelos loiros e olhos azuis claros quase cinzas ,o rosto parecido com da minha mãe sem a expressão fria que ela tem ,não acredito na pureza de sangue acho tudo issso uma grande baboseira .

Logo depois de Draco sair do meu quarto xingando Dobby e levando uma sapatada na cabeça que confessor ter sido eu ...olhei para o vestido era preto com alguns detalhes brancos de alta costura.

Arrumei o cabelo e peguei uma bolsa ,acabava de calçar os sapatos e descia as escadas quando vi papai no fim dela com sua varinha em mãos ou melhor a bengala . A capa preta de alta costura para dizer superioridade ,Draco desceu as escadas corredo com uma capa parecida e assim que olhei a minha era do mesmo tecido .

-Agora vamos mas lembrem-se não me envergonhem e Daisy nada de ficar tentando socializar com gente...deplorável

-Papai está falando de nascidos trouxas?-perguntei,ele assentiu

-Nessa casa os chamamos de sangues ruins-disse Draco




Quando chegamos ao beco diangonal papai  foi direto para uma passagem nos lançando um olhar feio e o seguimos

-Essa é?...

-...a travessa do tranco-respondeu Draco

-Agora se comportem e depois eu compro um presente para cada um

-Um presente só ?-perguntamos indignados 

-Shii quietos-ele entrou em uma loja macabra eu entrei logo depois passando a mão sob a porta empoeirada

-Onde estamos?-perguntei andando do lado de Draco

-Não sei...lugarzinho maneiro -ele disse -Acho que quero meu presente daqui

-Você é louco-disse olhando para o balcão onde papai aguardava nos olhou e logo corremos atrás dele

-Eu não sou louco você que não sabe arrumar o cabelo

-A é e você dorme com um ursinho

-Você é que dorme...

-Calados!-disse -Não toque em nada Daisy e nem você Draco

-Pensei que ia nos comprar um presente

-Disse a Daisy na semana passada que compraria para ela um decoração entelhada para sua varinha e para você uma vassoura de corrida

-De que me serve uma vassoura se não faço partendo time da casa?-Draco amarrou a cara -Harry Potter ganhou uma nimbus 2000 no ano passado. Permissão especial de Dumbleodore para ele poder jogar na Grifinoria.

-Vai ver ele entrou porque tem talento-disse rindo torto

-Ele nem é tão bom assim, só que é famoso ...famoso por ter a testa rachada-ri de seu comentário e ele se abaixou para examinar uma prateleira cheia de crânios -...todo mundo acha que ele e tão sabido ,o maravilhoso e santo Potter com sua cicatriz e sua vassoura

-Você já disse isso no mínimo dez vezes Dray -disse ,papai nos olhou com um olhar de censura e

-E gostaria de lembrar a vocês que não é prudente demonstrar que não gosta de Harry Potter não quando a maioria do nosso povo acha que ele é uma herói que fez o LodasTrevas desaparecer...ah,Sr.Borgin

Um homem curvado aparecerá atrás do balcão alisando os cabelos untados de óleo para afastalo do rosto

-Sr.Malfoy, que prazer revê-lo -Disse o Sr.Borgin untuoso como seus cabelos-Encanrado e os jovens Malfoy também também encantado .Em que posso servi-los ?Preciso mostrar ,chegou hoje, e a um preço muito módico


- Não vou comprar nada hoje, Sc. Borgin, vou vender - disse papai

- Vender? - O sorriso se embaçou levemente no rosto do Sr. Borgin

- O senhor ouviu falar, é claro, que o Ministerio está fazendo mais blit-
ze - papai disse puxou um rolo de pergaminho do bolso interno
do casaco e desenrolando-o para o Sr. Borgin ler. – Tenho em casa uns, ah,
objetos que poderiam me causar embaraços, se o Ministério aparecesse...

O Sr. Borgin encaixou um pincene na ponte do nariz e percorreu a lista
-O Ministerio certamente não ousaria incomodá-lo, não é, meu senhor ?

Papai crispou os lábios.

- Até agora não me visitaram. O nome Malfoy ainda impõe de
de respeito ,mas o ministério está ficando cada vez mais intrometido.Há boatos de uma nova lei de proteção aos trouxas: com certeza aquele bonalhão pulguento,apreciador de trouxas, Arthur Weasley, está por trás disso.

franzi a sobrancelha para mim os Weasley eram muito amáveis

-E como vê, alguns desses venenos poderiam fazer parecer ...

-- Compreendo, meu senhor, naturalmente - disse o Sr. Borgin -deixe-me ver

- Pode me dar aquilo? - interrompeu Draco, apontando para a mão murcha sobre a almofada.
- Ah, a Mão da Glória! - disse o Sr. Borgin, abandonando a lista e correndo atrás para perto de Draco -Ponha-lhe uma vela e ela dá a luz apenas a quem a segura! A melhor amiga dos ladrões e saqueadores. Seu filho tem ótimo gosto, meu senhor.

-Espero que o meu filho venha a ser mais do que um ladrão saqueador, Borgin –disse o Sr. Malfoy com frieza, ao que o St. Borgin repondeu depressa:

-Sem ofensa, meu senhor, não tive intenção de ofender...

- Mas, se as notas dele não melhorarem –disse o papai com frieza ainda - pode ser que ele realmente só tenha talento para isto. Por sorte nossa Daisy é focada ...pelo menos isso.

- Não é minha culpa – retrucou Draco. - Todos os professores têm os preferidos, aquela Hermione Granger...

– Pensei que você sentiria vergonha se uma menina que nem pertence à família de bruxos passasse a sua frente em todos os exames –com rispidez o Sr. Malfoy.
- Ha! - ouvi alguém falar baixinho achei que estivesse ficando louca
- É a mesma coisa em toda parte - disse o Sr. Borgin, com sua voz untuosa- Ter sangue de bruxo conta cada vez menos em toda parte...

-- Não para mim - respondeu o Sr. Malfoy, com as narinas tremenda

- Não, meu senhor, nem para mim - disse o Sr. Borgin, fazendo uma grande reverência.

- Neste caso, talvez possamos voltar à minha lista - disse papai. - Estou com um pouco de pressa, Borgin, tenho negócios
importantes a tratar hoje em outro lugar.

Os dois começaram a barganhar.

fui andando vendo um armário velho e me aproximando cada vez mais ,examinando era uma antiguidade de nogueira lindo e achei olhei através de um fresto para conseguir olhar dentro sem Borgin ver e começar a barganhar,logo percebi que havia alguém ali ,olhos verdes ,muito verdes ,nossos olhos se encontraram e quando Draco vinha para meu lafo fiquei a frente da fresta .

-E ai maninha o que está olhando?

-aquela corda-apontei oara uma corda de enforcar e para ler, rindo, o cartão colocado em um magnífico colar
opalas, Culdado: Não toque. Amaldiçoado - Tirou a vida de dezenove donos trouxas até hoje

- Fechado - disse o Sr. Malfoy ao balcão. - Vamos, Dray ,Day!

-Bom dia para o senhor, Sr. Borgin.Aguardo-o amanhã em casa para apanhar a mercadoria.

Saímos daquele lugar havia pessoas de dar medo ali ,uma velhinha passou com uma cesta cheia de unhas humanas vindo para nosso lado ,papai puxou eu e Draco para mais perto de si e saímos dali.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...