1. Spirit Fanfics >
  2. A pérola dos Uchihas >
  3. Cartas na mesa

História A pérola dos Uchihas - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Oi pessoal, desculpa não postar mais cedo tive alguns problemas mais aqui está.

Capítulo 11 - Cartas na mesa


Sasuke acariciava os cabelos da menina que dormia serena depois de uma crise de choro. Suspirou ajeitando ela no peito e voltou a fazer carinho.

Sakura entrou olhando a prancheta e tomou um susto vendo o Uchiha com um olha apaixonado para a pequena.

Penss- então esse era o plano do Kakashi?

A rosada riu baixinho do próprio pensamento e chegou mais perto cutucando o ombro do Uchiha para ganhar a atenção do moreno.

Sussu- pode levar ela pra casa.

Sasuke concordou e sem nem se mexer usou o Rinnegan para ir para o quarto dele. Na floresta seu desespero foi tanto que esqueceu que podia usar o olho para ir no hospital mais rápido.

Deixou a garota deitada em sua cama e desceu para fazer um chocolate quente já que era a bebida preferida dela.

Ok, era rabugento, chato, indiferente e orgulhoso, mas reparava em sua pequena, nas manias dela, -não só ele como todos os cinco- e adorava cada uma delas, quando colocava o cabelo atrás da orelha para comer, quando se escondia atrás da franja de vergonha, até mesmo as canções que ela cantava quando cozinhava.

- Sasuke?

O moreno olhou para trás vendo a garota parada na porta da cozinha olhando ele, nem se quer percebia que sorria. Hinata corou e correu até ele abraçando o maior.

Hina- desculpa.

- Hina, não se desculpe ok. Não tem porquê.

- é que… eu estou tão confusa.

- com o que?

- com tudo. Você, eles, o Kiba…

- Kiba? O que tem o Kiba?

- ele se confessou para mim.

O moreno se afastou olhando ela sério, seu coração errou batidas, o pulguento a conhecia melhor do que ele, e querendo ou não, tinha mais chances.

- e o que você sente?

- eu não sei.

- gosta dele?

- gosto de todos.

Sasuke suspirou abraçando a garota de volta.

Sasu- não gosto de dividir nada, mas se você quiser… MAS… agora senhorita Hyuuga. Você. É. Só. Minha.

Disse pausadamente dando beijinhos no rosto da garota, pegou a xícara e deu para a garota pegando ela no colo.

- SASUKE! Vou derrubar.

- não vai.

Ele sentou no sofá colocando ela em seu colo com uma perna de cada lado, colocou as mãos na cintura dela e obcervou ela se escondendo atrás da franja e bebendo o chocolate.

- por que disse aquilo?

- aquilo o que?

- que não gosta de dividir as coisas mas se eu quiser sim.

- porque se você quiser, vou ter que te dividir com os quatro idiotas.

Hinata riu colocando a xícara na mesinha atrás dela e depois segurou os ombros do moreno.

Hina- eu quero tentar uma coisa.

- o que?

- só fica parado e… fe-fecha os olhos.

Sasuke sorriu de ladinho e fechou os olhos, Hinata se arrastou mais pra cima consequentemente se esfregando em uma área sensível do Uchiha.

Sasu- arg.

- t-tudo bem?

- não… não faz isso de novo. Pelo bem da minha sanidade.

- m-mais o que eu fiz?

- isso.

Sasuke puxou a garota fazendo o mesmo movimento fazendo Hinata notar as "consequências" de seu pequeno movimento.

Sasu- porra.

- Sa-Sasuke…

- desculpa…

Ele abriu os olhos vendo o rosto vermelho da menina, se condenou mentalmente, ela era pura demais para aquilo, não devia ter feito.

Mas se surpreendeu quando a menina escondeu o rosto entre as mãos fazendo denovo.

Sasu- H-Hina… não faz isso…

- é ruim?

- não…

- então… d-deixa eu fazer.

- mais…

Antes que ele protestace ela fez de novo, e de novo, a sanidade do garoto foi para o espaço, ela estava gostando, por isso não queria parar. Se ela não queria parar ele muito menos.

Virou colocando ela deitada no sofá deitando por cima, Hinata escondeu o rosto entre as mãos mas ele tirou.

Sasu- nada de se esconder. Por que fez aquilo?

- n-não sei.

- ok.

Sasuke saiu de cima dela começando a andar para os quartos, Hinata ficou estática, ele simplesmente deixou ela ali?

Juntando novamente a coragem que ela não sabe de onde veio, correu atrás do moreno. Ele estava deitado na cama com os braços atrás da cabeça e os olhos fechados, evitou olhar para a calça dele, respirou fundo e andou até ele sentando novamente.

Sasuke suspirou sorrindo safado, era essa sua intenção mais não esperava que ela fosse vir. Sem abrir os olhos ou tirar o sorriso do rosto ele agarrou a cintura fina da garota e a puxou para cima e depois empurrou fazendo seus sexos se esfregarem.

Hinata suspirou corando em milhares de tons de vermelho, a imagem do moreno ficando com a respiração descompassada era estranhamente esxitante.

- Sa-Sasuke…

Quando ouviu a garota chamando seu nome manhosa sentiu cada pelo se arrepiar, sem perder tempo Sasuke inverteu as posições já apalpando um dos seios da garota que mordeu a mão para evitar qualquer sim.

- diz pra mim Hinata. O que você quer?

- vo-você.

- aqui?

Sasuke apalpou a intimidade fazendo a garota tremer, sorriu de ladinho com essa reação e tirou a própria blusa começando a chupar o pescoço da morena. Devagar ia desabotoando o shorts da mesma porém ela segurou a mão dele.

Hina- e-eu…

Sasuke afastou uma mecha de cabelo do rosto dela e deu um beijinho sussurrando no ouvido dela.

- vou te fazer sentir bem. Você é minha pérola.

Hinata relaxou instantemente, se sentia a menina mais especial do mundo naquele momento, Sasuke voltou a "cuidar" do pescoço branquinho da menor enquanto seus dedos buscavam o objeto de desejo.

Hinata se assustou com o toque gelado, Sasuke ficou com os dedos parados até ela assimilar o que estava acontecendo. Aos poucos o toque do Uchiha passou de gelado para quente, a Hyuuga sentia seu corpo em chamas, ele apenas passava dois dedos por fora como se quisesse dizer o que aconteceria. Com o dedão precionou o clitóris da garota que curvou as costas abrindo a boca em um O perfeito.

Hina- Deus…

Sasuke riu soprado colocando um dedo e sentindo a garota prender a respiração.

- te machuquei?

- não ouse para Uchiha.

Ele arregalou os olhos ouvindo aquela frase com a expressão de prazer mais deliciosa do mundo. Colocou outro vendo a garota agarrar os lençóis. Foi fazendo uma trilha de beijos até o seio esquerdo chupando ele por cima da camiseta.

A garota parecia pisar nas nuvens, sentia os dedos de Sasuke mechendo, tocando, entrando e saindo, nem sabia quantos palavrões já havia soltado.

Ele tirou os dedos ouvindo os resmungos de insatisfação dela, não podia estar mais feliz, tinha sua pequena só para si.

- Sasuke…

Chamou manhosa querendo continuar a tortura maravilhosa.

- calma meu amor, quero te provar de todos os jeitos.

Dito isso Sasuke abaixou ficando na frente da intimidade da garota, por instinto ela tentou fechar as pernas mas o Uchiha não permitiu. Riu soprado vendo a garota se arrepiar.

- o-o que vai fazer?

- provar meu doce favorito.

A língua macia do moreno fez as costas da garota arquearem, se antes ela queimava agora derretia, sentia como se lava corresse em suas veias, ele enfiava a língua o máximo que podia. Hinata já havia chamado por todos os deuses existentes, e Sasuke só se deliciava com as reações da pequena, sentiu as paredes se apertando e sugou mais forte fazendo a morena gemer alto com o orgasmo.

Depois de "limpar" a bagunça que havia feito o moreno engatinhou para o lado dela puxando para se aninhar no seu peito, Hinata olhou para ele sem entender nada.

- mas…

- eu te fiz bem? 

- fez.

- machuquei você?

- não.

- que bom.

Ele sorriu leve fechando os olhos e fazendo carinho nas costas da menina.

- mas Sasuke…

- eu não vou continuar. Não quero fazer agora e te assustar, tenho medo de te machucar e fazer você perder a confiança em mim. Me sinto satisfeito vendo que você gostou.

- mas por quê?

- você sabe muito bem. Sua última experiência não foi boa, não quero que a minha também seja. Olha…

Ele parou um minuto olhando para o teto como se tentasse lembrar uma palavra ou frase.

- …você não está pronta, eu sinto isso.

- mas eu não quero deixar você assim.

- vai ter muito tempo para me recompensar.

Ele beijou a testa dela e no fim os dois dormiram de conchinha.


×floresta×

~longe de Konoha~


Os garotos pararam atrás de um homem que jogava pedrinhas no riacho desisteressado nos quatro atrás de si.

- como ela está?

Mada- bem longe de você.

- sejam rápidos e jamais contém a ela sobre isso.

Ita- eu adoraria cantar vitória.

- ela te odiaria e você sabe disso. Não exitem. 

Obito deu um passo mas foi segurado por Madara. O moreno fitou o mais velho que nem se quer mostrou reação.

- vou contar uma história a vocês.


×vila da Areia×

~sala só Kazekage~

Gaara estava desmaiado na mesa em cima de vários papéis, vários ninjas estavam pelo chão mortos, entre eles uma pessoa passava calmamente tomando uma xícara de chá.

- quem sabe assim, Kakashi mande sua elite, e aí, nossa princesa estará livre.

Orochimaro sorriu despejando o resto do líquido quente no Sabaku queimando a pele branca do rosto.

- não é nada pessoal.


Notas Finais


Q hot tosco, mais tô com dor de cabeça então esse foi o melhor que consegui meu povo, não me odeiem.

Madara ainda vai matar essa cascavel do Paraguai (ノಠ益ಠ)ノ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...