História A Posse Interna - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Orphan Black, Pretty Little Liars
Personagens Alex Drake, Detetive Arthur "Art" Bell, Felix "Fee" Dawkins, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Wren Kingston
Tags Suspense
Visualizações 10
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


babado gente

Capítulo 29 - Passion?


Acordei e são 2PM eu escuto os meninos conversando na sala me arrumo e vou ate lá
      -Alexa finalmente acordou, estávamos falando do que descobrimos da sua irmã.(fala Andrew já me mostrando o celular dele)
     -É o seguinte, sua irmã está com o seu celular e o do Matthew, então precisamos saber de tudo. Pra quem você ligava?
     -Eu só ligava pra vocês e pro Matthew..
     -Ótimo então nesse momento nossos celulares já devem está conectados á ela então precisamos de novos.. 
     -E por que ótimo?
     -Você vai saber mais tarde.. então, sabemos a placa do carro do namorado dela, o Marcus sabe mais algumas coisas sobre ele e conseguimos uma filmagem de câmera com ajuda da Bethy, então vamos lá
     -Calma, uma coisa de cada vez..
     (Bethanny levanta e me mostra a filmagem no computador, uma mostrava eles sendo perseguidos pelo namorado da Alexia, e a outra mostrava eu, Alexia e Matthew no beco)
    -Ótimo temos a filmagem de duas de mim em um beco vamos até a polícia acabar com isso.
    -Ae? e como os policiais vão saber que você é quem apanhou?
    -Vamos fazer a sua tatuagem que deveria ter feito a muito tempo atrás.. Em quanto isso vamos continuar sobre Marcus..
    -O nome dele é Erik Ferres, ele mora em uma mansão que não é aqui em barcelona, ele só está aqui pra ajudar a namorada Alexia.. eles fazem 2 anos de namoro já, se conheceram em uma balada, parece que era aniversário de uma amiga dos dois, Anne Rexha, não sei onde ela mora, mas sei que Erik é hacker, ex militar e mais algumas coisas que eu não lembro. Ele sabe sobre você e sobre nós, eu também sei que eles vivem falando "siga o plano" ou "o plano está dando certo". Sei que Alexia vive com ele, (dessa vez Marcus se aproxima do celular e fala) que eu achei bem estranho já que ela traiu o Erik transando com o Adler fingindo ser você mas enfim.. é só isso que sei..
   -Ótimo vamos fazer sua tatuagem Alexa.. vou chamar um amigo que conheço para vir aqui, em quanto isso esperamos.
    (Eu não entendi nada daquela conversa, se os nossos celulares estavam com a Alexia então ela ouviu tudo que a gente conversou certo? então pra que dizer pra ela que eu vou fazer uma tatuagem ou que sabemos de coisas dela e do namorado dela?) 
   Andrew termina de falar com o cara e disse pra mim escolher o que e a onde eu iria fazer a tatuagem, eu não falei por causa dos celulares mas eu teria que falar pro tatuador e ela ouviria de qualquer jeito.. eu fiquei com medo de perguntar por que eles estavam falando tudo sendo que Alexia ouvia e ele me contar aquele burro. O tatuador chegou e eu resolvi fazer uma tatuagem na costela perto do peito, só não sabia o que fazer, então Andrew me convenceu a escrever ক্লোন que significava clone em Bengali, eu só fiz porque serviria apenas pra me identificar então não liguei muito, e Andrew disse que parecia apenas um desenho louco e que ninguém perguntaria caso visse. Então depois da tatuagem eu e Andrew fomos pra fora e eu quis saber por que aquela loucura de falar tudo em quanto Alexia ouvia.
     -Ela acha que sabe tudo, mas não sabe, não se a gente fingir que sabe menos que ela. Olha, assim que soubemos que você e Matthew tinham perdido os celulares, eu fui até a casa de um amigo e agora só você e eu sabemos, o resto acha que Bethanny e Adler estão trabalhando em anônimo, que se conseguirem vitória pra nós, e se não conseguirem temos uma carta na manga então continuamos na vitória..
    -Então nos fazemos de burros e ela acha que ta tudo bem?
    -Precisamos agir normalmente, a parte de fingir deixa pra mim que sei o que to fazendo, agora eu to indo arranjar nossos celulares novos porque ela desconfiaria se a gente continuasse com os celulares que ela ouve e monitora. 
    -Tá e o que eu faço?
    -Só tenta esquecer que eu te falei sobre a carta na manga antes que você acabe falando pra alguém.. 
    -Tem noticias do Matthew? 
    -Amanhã cedo ele sai do hospital bem saudável pra vocês se verem 
    (eu rio porque entendi a referência que ele usou)
   -Então tá.. (eu falo voltando pra casa e sento no sofá, então Adler senta do meu lado)
   -Dias difíceis né?
   -Muito.. 
   -Então, como tá o riquinho? 
   -Matthew tá bem, recebe alta amanhã cedo.
   -Hmm
   -E você e a Bethanny?
   -Não sei bem, a gente já ficou algumas vezes mas não passou disso.. 
   -Vocês estão brigados?
   -Desde o dia que eu confundi você com sua irmã ela anda se afastando de mim.. Ela acha que eu gosto de você..
   -Então prova pra ela que não gosta mais ué.
   (ele ficou calado e pensativo)
   -Olha, desculpa por ter falado que ela te iludia e por ter acabado me afastando de você por causa dela, eu shippo vocês dois, tenta mostrar pra ela que você gosta dela.. 
   -E se eu não gostar?
   -Como é?
   -Sei lá Alexa, eu sinto que não é tudo isso sabe? tipo, eu tenho vontade de transar com ela mas é só isso.. 
   -Por que?
   -Eu não sei.. só não quero nada demais agora..
   -E o que você quer? Usar ela pra enfiar seu pinto quando quiser? Compra uma boneca inflável então Adler.. (eu me levanto do sofá) ela tem ate razão de ter se afastado de você e eu também tinha quando me afastei. (sai da sala e ele continuou sentado no sofá)
   Eu entrei no quarto e percebi que to com fome, mas tava com raiva demais pra sair e olhar na cara de Adler na sala, então eu vejo Marcus na porta
   -Posso entrar? 
   -Entra
   -Então, quer comer alguma coisa? Esses dias a única coisa que eu comi foi sopa e pão.
   -Claro... quer pedir uma pizza?
   -Por que não vamos até a pizza?
   -Só se for eu e você..
   -Então ta senhorita raivosa, se arruma.. agora vai rápido porque to com muita fome só de pensar,,
   -To indo me espera lá fora..
   (eu troquei de roupa pois já tinha tomado banho antes e fui com Marcus andando por Barcelona até a pizzaria, a gente conversou bastante, ele me contou sobre o que aconteceu lá e eu contei o que aconteceu em quanto ele tava fora, contei entre mim e Matthew e ele achou fofo, também contei sobre as babaquices de Adler e ele disse que ia dar uma surra nele kkk.
Marcus era uma ótima pessoa pra desabafar quando precisa, ele dá ótimos conselhos... pedimos uma pizza de pepperoni  e calabresa, comemos e levamos o resto pra Adler.. e quando não desabafava com Marcus, eu pensava em Matthew e como seria nosso dia amanhã quando ele chegasse em casa.. Marcus disse até que eu estava me apaixonando, e depois ele ainda diz que não é louco.. Mas pra ser sincera nem eu sei o que eu sinto por Matthew.. eu gosto da nossa química.. mas não podia me apaixonar, não agora, ele seria o primeiro alvo de Alexia, eu não posso, então resolvi que não vou ver Matthew amanhã, talvez depois, mas não posso me apegar, não agora.. 


Notas Finais


vocês shippam Matthew e Alexa?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...