História A Potter Secreta - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Visualizações 13
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Embarcando




🌸


🦋


🌸


┏━━━━━━━┛🦋🌸🦋┗━━━━━━━┓

Embarcando

┗━━━━━━━┓🦋🌸🦋┏━━━━━━━┛


🦋


🌸


🦋




O fim das férias passaram voando, Lyra e Alex já estavam preparados para embarcarem em sua viagem e Harry e os outros no expresso de Hogwarts.


Harry e Lyra não estavam 100% de bem ainda, mas tiveram bons momentos embora o pedido de desculpa de ambos não tivesse chegado.


Fred e Jorge estavam encarregados de tomarem conta de Harry, Rony, Hermione e Gina que estaria em seu primeiro ano. E Percy seria sozinho monitor na ausência de Lyra, e Olívio capitão. Porém eles iriam voltar antes das partidas começar.


Na manhã do dia 1 de setembro, Lyra duplicou a vassoura de Harry com o feitiço que ela e Snape haviam criado, que por ele ser forte duplicava as coisas perfeitamente igual, até mesmo uma varinha.


Ela e Alex se despediram de todos, e cada um partiu para um lado. Lyra e Alex para Askaban, e Harry e os outros para a plataforma 9¾.


- Lyra, nós não podemos voar na vassoura em plena luz do dia, como vamos para o Norte?─ Perguntou Alex.


- Nos vamos aparatar em Londres, e de lá vamos pegar trens, ônibus e outros meios de transportes de trouxas e quando chegar em um certo ponto iremos a pé de dia e a noite nas vassouras ─ Disse Lyra.


- Tudo bem, então vamos ─ Disse Alex, segurando a mão de Lyra e em seguida os dois aparataram.


Quando chegaram em Londres, havia muitos trouxas e eles tinham que parecer o mais normal possível.


Como Lyra havia encolhido as vassouras e as colocado na mochila ( Com feitiço leve como pena, feitiço de expansão e encolhida), e por Rubi ter ido para Hogwarts com Harry dava para eles se camuflarem um pouco.


- E agora? Pra que lado a gente vai? ─Disse Alex.


- Vamos primeiro pegar o trem, depois um ônibus ─ Disse Lyra.


- Porque a gente não vai no Ministério pedir permissão para ir em Askaban? ─ Perguntou Alex.


- Isso é uma ótima ideia. Mas como convenceria o Ministro a me dar a permissão?─  Perguntou Lyra.


- Maldição Império? ─ Sugeriu Alex.


- Ai eu nem precisaria de permissão pra entrar em Askaban seu idiota, já seria mandada para lá de uma vez só ─ Disse Lyra.


- Já sei Lyra, você pode usar a Legilimencia e modificar a mente dele, assim ele assinaria a permissão ─ Disse Alex.


- Alex, você é um gênio. Vamos então, porquê de qualquer forma o caminho vai ser longo, mas pelo menos já sabemos como vamos entrar na prisão. Não sei se meu feitiço do patrono iria deter todos eles, não ando muito alegre pela minha briga com Harry, e como você está chateado por causa dos seus pais... Bem vamos então, se a gente conseguir que tudo ocorra bem, entraremos em Askaban com facilidade  ─ Disse Lyra.


- Não é bem com os Dementadores que eu estou preocupado  ─ Argumentou Alex.


- É com o que então?  ─ Perguntou Lyra.


- É com os obstáculos das florestas Lyra, a gente pode morrer na metade do caminho ─ Disse Alex preocupado.


- Fica tranquilo Alex, vai dar tudo certo. Agora vamos, temos que chegar a praia do Norte antes de escurecer, lá tem uma passagem que dá para a primeira floresta ─ Disse Lyra.


Então os dois se dirigiram para o Ministério.


Quando chegaram lá, muitas bruxos ficavam olharam para eles, e falavam baixinho " Olhem é a garota Potter", " Olha a Potter", " Como parece com a mãe ", " Você já viu a Potter? ". E aquilo os acompanhou até chegarem na sala do Ministro.


Lyra passou direto pela secretária e entrou na sala do Ministro sem bater na porta.


- Olá Ministro, tenho um assunto para tratar com o senhor ─ Disse Lyra, com seriedade em sua voz.


- Senhorita Potter, devo dizer que não posso ─ Ia começando dizer o Ministro.


Porém Lyra entrou na mente dele e o fez mudar a frase.


- Ah sim claro, sente-se ─ Disse o Ministro.


- Obrigada Ministro ─ Disse Lyra se sentando, ao lado de Alex.


- Então Senhorita Potter em que posso ajuda-lá? ─  Perguntou o Ministro, ainda sobre o controle de Lyra.


- Eu quero permissão para visitar Sirius Black ─ Disse Lyra.


- Sirius Black? Ótimo, mas é claro que sim minha querida, tudo o que você desejar ─ Disse o Ministro, pegando um pergaminho e escrevendo.


- Aqui está minha querida, faça uma boa visita a Sirius Black ─ Disse o Ministro, entregando para Lyra o papel.


- Ótimo, agora quero que esqueça tudo o que aconteceu aqui ─ Disse Lyra.


- Esquecer tudo, ótimo ─ Disse o Ministro.


- Obrigada Ministro ─ Disse Lyra saindo do gabinete, junto com Alex.


- Isso foi brilhante, nem Voldemort conseguiria fazer isso ─ Disse Alex, no corredor.


- Obrigada, mas foram anos de prática, sem contar que é cansativo. Vamos, vamos sair daqui ─ Disse Lyra.


De volta as ruas de Londres, eles começaram a pegar vários tipos de transportes, até chegarem na praia do norte.


Agora teriam que prosseguir a pé e de vassoura, pois para chegaram ao mar onde ficava Askaban, teriam que passar por montanhas e florestas encantadas.


Como a noite caiu sobre eles, decidiram montar um acampamento com as coisas que Lupin havia comprado, e de manhã eles seguiriam adiante.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...