História A Prima Da Bella - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, Supernatural, The Vampire Diaries
Personagens Abaddon, Alec, Alice, Alice Cullen, Amara, Aro Volturi, Bella Swan, Billy Black, Bobby Singer, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Caroline Forbes, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Charlie Swan, Crowley, Damon Salvatore, Dean Winchester, Edward Cullen, Elena Gilbert, Emmett Cullen, Esme Cullen, Gadreel, Giuseppe Salvatore, Jacob Black, Jasper Hale, Jeremy Gilbert, Lúcifer, Personagens Originais, Rosalie Hale, Sam Winchester, Stefan Salvatore, Zachary "Zach" Salvatore
Tags Edward Cullen Fiction
Visualizações 218
Palavras 1.857
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 9 - Jantar nos Cullen's


Fanfic / Fanfiction A Prima Da Bella - Capítulo 9 - Jantar nos Cullen's

Mary Salvatore:

Depois de todo esse chororo eu peguei meu carro e fui pra casa. Cheguei lá devia ser umas 3:30 pois o sol batia fraco de lado. Senti o cheiro de tia Dominik de longe, mais por que ela estava em casa? Deve ter saído cedo pra fazer alguma coisa importante.

Entrei em casa e joguei minha mochila no chão perto da porta.

- cheguei tia - falei.

- é tô vendo - falou tomando uma bolsa de sangue que parecia irresistível.

- eu estou com sede - falei indo até a geladeira e tirando uma bolsa de sangue.

Comecei a beber e minha sede parecia ter se saciado no mesmo instante.

- se arrume as 18;00 pois vamos visitar uns amigos - falou tia Dominik.

- quem são? - perguntei interessada.

- os Cullen's - falou e eu sorri.

- isso vai ser interessante - falei jogando a bolsa no lixo e me limpando com a água da torneira.

- por quê? - perguntou ela.

- intuição - falei e peguei minha mochila e subi as escadas.

(...)


Eu estava no quarto lendo um livro sobre tortura com magia negra, eu me sentia observada mais não tinha ninguém em casa a não ser tia Dominik então significava apenas uma coisa: demônio. Respirei bem fundo e capturei o cheiro de Crowley o rei do inferno.

- aparece logo Crowley - falei deixando meu livro de lado.

- Olá docinho - falou aparecendo ao lado da porta do closet e se escorando lá.

- o que quer? - falei.

- te dar um aviso - falou sorrindo pra mim.

Digamos que eu e Crowley temos uma amizade estranha mais fiel.

- ok. Sente-se minha tia pode chegar a qualquer minuto - falei olhando para a janela.

- lembra-se do esquilo e o alce? - perguntou e eu confirmei.

- como me esquecer dos Winchester's - falei preocupada.

- eles ainda tem raiva de você principalmente o esquilo - falou e eu ri do apelido "carinhoso" - eles estão na sua rota devem aparecer nesse fim de mundo em dois dias.

- eles ainda usam aquele colar de proteção? - perguntei e ele acentiu.

- posso dar um jeito de sumir com aqueles colares docinho - falou e eu sorri.

- seria bom... Mais você ficaria sujo com eles então eu me viro dessa vez - falei e o mesmo riu.

- com piedade de um demônio docinho? É por isso que gosto de você - falou e sumiu no exato momento em que minha tia abriu a porta.

- senti cheiro de enxofre... Você estava conversando de novo com Crowley Mary? - perguntou minha tia me olhando incrédula.

- calma tia ele veio me avisar que os Winchester's estão chegando aqui em dois dias - falei e ela se assustou.

- merda - falou e pareceu pensar - se arrume para o encontro com meus amigos já são quase 18:00. - me apressou.

- ok ok sem stresse - falei pegando minha toalha e indo para o banheiro do lado de fora.

Entrei no banheiro e tirei a roupa da escola que ainda não tinha tirado e entrei na duxa E lavei meus cabelos com shampoo de limão e me lavei com sabão de agridoce e cocô. Sai do box e vesti um roupão que apareceu de Nárnia. Enrolei meus cabelos numa toalha e sai do banheiro em direção ao meu quarto.

Quando entrei no quarto fui direto ao closet e procurei um vestido apropriado para o encontro de amigos da titia. Encontrei um vestido preto com renda também preta e vesti com cuidado.

Não vou de salto, mais não vou mesmo! 

Procurei um sapato que fizesse combinação com o vestido e achei um coturno de salto marrom. Decidi fazer uma maquiagem simples: um delineador, um lápis de olho e um batom rosinha matte. Penteei meus cabelos e os deixei soltos.

Procurei meu celular e depois de o achar o coloquei numa bolsa que já tinha escolhido. Ouvi tia Dominik sair do quarto e descer dizendo para eu sair logo do quarto ou ela quebrava meu pescoço. Ri e sai do quarto e desci em direção a sala a vendo com um vestido azul escuro.

Ela bebia um pouco de conhaque e depois pegou a chave do carro e me puxou porta a fora.

Entramos no carro e eu coloquei meu fone de ouvido e me rencostei no banco ouvindo Give me love do Edzinho Sheeran, tia Dominik deu ré no carro e dirigiu em direção a saída da cidade.

(...)

Estávamos de frente para uma casa bem bonita e ampla. Eu sorri ao ouvir Alice falar que "as Salvatore's" chegaram. Titia saiu do carro e eu também já guardando meu celular na bolsinha preta que usava, fomos até a porta e quando chegamos perto ela foi aberta pelo moreno bombado que eu chamaria de armário facilmente:

- Mary? - ele perguntou atônito.

- Olá Cullen  - falei sorrindo.

- Ah entrem o Carlisle está a espera de vocês - falou confuso.

- obrigada...? - falou como se perguntasse.

- Emmett - ele falou seu nome e sorriu e  para tia Dominik.

- obrigada Emmett - falou e saiu me puxando. - não me disse que conhecia os Cullen's

- a senhora não perguntou - falei simplesmente e me abaixei de um tapa na nuca.

- idiota - falou e eu ri junto com Emmett que vinha atrás.

Andamos e chegamos numa sala de estar e vi os Cullen's que conhecia sentados num sofá e o senhor e senhora Cullen em pé nos esperando.

- bem vinda Dominik e essa deve ser sua sobrinha Mary.... Ela é humana? - perguntou confuso o Carlisle Cullen doutor da cidade.

- digamos que ela seja como nós mais diferente - falou tia Dominik e eu revirei os olhos.

- mais ela tem sangue no corpo, escuto perfeitamente seu coração bater! - falou a loira da escola.

- bem er...qual seu nome querida? - perguntou tia Dominik.

- Roselie - falou a loira denominada Roselie.

- bom Roselie meu irmão se envolveu com uma Lobisomem e tiveram Mary - falou e todos na sala me olharam.

- ela é metade lobo e metade vampiro? Incrível - falou a senhora Cullen se aproximando. - muito prazer querida sou Esme.

- prazer senhora Cullen - falei sorrindo.

- você come certo? - perguntou ela.

- sim comida ou sangue me alimentam - falei e ela sorriu.

- vou cozinhar pra você oque gostaria de comer? - perguntou e eu corei de vergonha.

- não precisa se incomodar...

- por favor eu sempre quis cozinhar pra uma pessoa comer e como não comemos você poderia comer - falou rapidamente e eu ri sem graça.

Eu sem graça? Essa é nova 

- ok eu aceito - falei e ela saiu correndo na sua velocidade para a cozinha.

Eu ri e corri até ela. A vendo olhando a geladeira. Vi que os Cullen's vimham atrás junto com tia Dominik que tomava vinho com Carlisle.

- o Que gostaria de comer? - perguntou e eu pensei.

- hambúrguer - falei e desviei de um tapa na nuca. - oooh por quê disso?

- come algo mais saudável! - falou tia Dominik e eu ri.

- falou a alcoólatra - falei irônica e ela riu.

- se quiser eu faço pra ela Esme não precisa se incomodar - falou tia Dominik.

- não é incomodo nenhum - falou já fritando a carne de hambúrguer e procurando o resto das coisas para o mesmo.

- então Mary qual seu nome todo? - perguntou a morena e eu sorri pra ela.

- Mary Higginbothan Salvatore - falei e o resto se sentou nas cadeiras do balcão.

- você tem dons igual todos os Salvatore's? - perguntou Roselie.

- sim, vários na verdade. - falei e eles se entre-olharam.

- tipo quais? - perguntou o loiro que tinha expressão de dor.

- telecnetica, visão do futuro,ler mentes, controlar os elementos naturais e o tempo, controlar a velhice ou juventude do meu corpo entre outros que ainda não descobri por não ter treinado. - falei e eles pareciam maravilhados.

- aqui seu hambúrguer, espero que goste - falou a senhora Esme.

- obrigada senhora Cullen - falei e ela sorriu.

- nos chame de Carlisle e Esme. - falou o Carlisle que estava conversando com tia Dominik.

- ok Carlisle e Esme - falei pegando o hambúrguer e mordendo.

Meu deus essa mulher tem a mão dos deuses esse hamburger tá maravilhoso.

- gostou? - perguntou insegura.

- se eu gostei? Isso tá maravilhoso - falei e os Cullen's e tia Dominik riram.

- assim fico mais feliz em saber que você gostou - falou ela e eu ri.

- então você lê mentes? - perguntou Edward interessado.

- igual a você. Mais eu prefiro da privacidade as pessoas e não ler - falei dando outra mordida no hamburger.

- então não usa seus poderes? - perguntou Roselie.

- só quando necessário - falei comendo o último pedaço de hambúrguer.

- muito legal, você da privacidade as pessoas - falou o loiro.

- na verdade eu prefiro não ouvir os verdadeiros pensamentos pois as vezes as pessoas falam uma coisa e pensam outra - falei me lembrando de Bella.

- tipo a humana perseguidora - falou Emmett.

- Bella? - perguntei e eles acentiram - exatamente como minha priminha.

- ela é sua prima? - perguntou Edward.

- sim infelizmente - falei suspirando.

- vocês parecem não se dar bem- falou a morena.

- ela e a mãe dela maltratavam Mary aos 8 anos - falou tia Dominik.

- nossa sinto muito - falou a morena.

- tudo bem....er... Alice - falei me lembrando o nome dela.

Que é muita gente pra lembrar o nome!

- levem Mary para conhecer a casa crianças - falou Esme

- ok - falou Alice me puxando para a sala de estar aonde notei um piano.

- belo piano - falei e eles sorriram.

- é do Edward ele é o único que toca - falou Roselie.

- legal eu também toco - falei.

- que coincidência - falou Alice feliz.

- bom vamos começar com apresentações. Eu não sei o nome de alguns de vocês e vocês já sabem meu nome todo - falei e eles riram.

- sou Emmett como falei a sua tia - falou o armário ambulante.

- sou Alice - falou a morena.

- sou Roselie - falou a loira.

- Jasper - falou o loiro.

- Edward - falou o outro loiro que eu já conhecia.

- bom que tal uma música Edward? - perguntei.

- seria bom se você tocasse Mary. Sabe mostrar seu talento - falou tia Dominik chegando com Carlisle e Esme.

- é seria legal - falou Alice animada.

- ok - falei indo em direção ao piano.

Pensei numa música e comecei a tocar uma que meu coração quebrava quando ouvia: demons do imagine dragons. Durante a música eu ouvia coisas como "ela toca melhor que o Edward" "que lindo" "essa garota é realmente perfeita" o último foi Edward que susurrou. Quando terminei de tocar ouvi aplausos de todos na sala.

- obrigada obrigada - falei corada de vergonha já que nunca toquei na grande de ninguém a não ser meus parentes e Andrômeda.

- bom olha a hora! São 22:00 AM é melhor irmos ou você não acorda amanhã - falou tia Dominik e eu ri.

- bom foi legal conhecer vocês...de novo - falei e eles riram - até amanhã na aula.

- até qualquer dia Esme e Carlisle - falou tia Dominik abraçando ambos.

Ela veio até mim e saímos indo pro carro. Entramos e tia Dominik deu ré e começou a dirigir em direção a casa.

É foi legal conhecer os Cullen's.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...