1. Spirit Fanfics >
  2. A prima de Midoriya >
  3. O filme de terror.

História A prima de Midoriya - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 💕

Capítulo 17 - O filme de terror.


Fanfic / Fanfiction A prima de Midoriya - Capítulo 17 - O filme de terror.

Letícia on*

Finalmente chegou sexta feira, tirando segunda que foi quando brincamos na chuva e depois de Verdade ou desafio, o resto da semana foi muito chato.

Já era de noite, estava na sala junto com Kirishima e Jiro, estávamos jogando um jogo de karaokê na TV, já fazia muito tempo que estávamos lá. Quando finalmente o jogo deu "game over".

- Ah ,cansei - disse sentando no sofá- vamos fazer outra coisa.

- Ah ,Eu não vou mais não- disse Jiro sentando no meu lado - vou pro meu quarto tomar um banho.

- Ok 


Ela se levantou e depois saio da sala.


- Vamos fazer o que agora, Kiri ?


- Que tal a gente assistir um filme?


- É, pode ser.... Mas antes, vou tomar um banho, passamos a tarde inteira aqui


- É. Também vou. - disse o ruivo- vamos assistir lá no seu quarto, já que você tem notebook.


- Tá bom.


- Eu levo a pipoca.









Tomei meu banho e coloquei uma roupa simples e leve. Foi quando alguém bateu na porta.


- Pode entra- disse e logo depois a porta se abriu e vendo que era o Kirishima com um balde de pipoca.- você foi rápido hein.


- Haha- ele riu- você ja escolheu o filme ?


- Não- disse pegando o notebook que estava em cima da minha escrivaninha- qual vai ser o gênero?


- Terror.


- Q-que? Por que ?


- Porque eu quero terror.


- Não pode ser um de comédia não?


- Você tem medo ?- disse o outro com um sorriso.


- B-bom .....


- Não precisa ter medo, eu vou está aqui.


- Mas depois do filme você vai embora, e eu vou ficar aqui sozinha.- disse fazendo biquinho.


- Haha - riu o ruivo- Eu vou fica aqui então, até você dormi.- disse com um sorriso em seu rosto e eu fiquei toda corada, Ah.


- T-ta bem, então- disse indo até ele e ligando o notebook. Escolhemos o filme da Annabelle, e ficamos na cama com o coberto por cima da gente, e eu peguei o meu coelho ( imagem da capa).


Já no começo do filme já estava praticamente afundando o meu rosto no meu coelho de pelúcia de tanto medo, mas Kirishima assistia DE BOA, tipo, nem parecia que era um filme de terror pela expressão dele.


Já estávamos na parte onde uma criança entra em um quarto e o DEMÔNIO aparece.


- AAHHHH- me levantei gritando de medo- TIRA ISSO KIRISHIMA, PELO AMOR DE DEUS !!


- Calma, calma - disse pegando em meu pulso- Haha, você é muito medrosa - disse me colocando em seu peito e seus braços em voltar de mim.


Fiquei bom tempo nos braços do ruivo, conseguia senti seu coração e sua respiração, seu corpo era mais quente que o meu. Isso me deixou bem calma.


- Se você quiser a gente pode parar de assistir.- disse ele quebrando o silêncio.


- hm... N-não..... vamos terminar..... mas .... só se você ficar perto de mim, ok ?- disse um pouco vermelha.


- Tá bem.




Já estávamos quase terminando o filme, quando percebi que ele pegou no sono.


- Kirishima- disse mexendo nele. 


- hm ? 


- Vamos ali na cozinha comigo.


- Fazer ?


- Quero beber água- Naquele momento só queria tomar meu remédio e ir dormi sem ser assombrada por nenhuma assombração daquele MALDITO FILME.


Mesmo pedindo muito o ruivo não queria se levanta, então, tive que ir sozinha.



Na cozinha *




Peguei o copo d'água e ia tomar quando ouvi um barulho. CRASH. Tinha certeza que era vidro se quebrando.


- Oi?- disse olhando pro lugar de onde vinha o barulho, só que lá estava escuro então não tinha como ver se tinha gente ou não lá.


Tomei o remédio e me virei pra volta pro quarto, quando ouço mais alguma coisa. Dessa fez parecia ser algum móvel grande sendo arrastado. Meu coração tava muito acelerado, tinha certeza que se eu me virasse aquela maldita boneca ia tá sentada em cima da mesa.


Decide voltar correndo pro quarto e chama o Kirishima. Mas quando estava voltando pro meu quarto vi uma sombra de uma pessoa, ela estava parada no corredor.


Fiquei parada prestando atenção no que ela iria fazer, mas ela ficou lá, parada. Então ela simplesmente SUMIU , e senti alguém pegar no meu ombro olhei pra trás só que não tinha NINGUÉM. Eu já estava quase tendo um ataque cardíaco ali mesmo.


Resolvi ativar meu poder e olhei para todos os lados, já não tinha como tudo isso ser coisa da minha cabeça.


- O-Olha.... e-eu - disse tentando falar mas o medo tava tomando conta de mim. Então eu senti alguém pegar no meu pulso, nessa hora eu não aguentava mais, então eu gritei.


- AAAHHHHHH - meu grito foi tão forte que os vidros que estavam lá se quebraram, e senti que a pessoa que estava segurando meu pulso caio no chão de joelho.


Me virei pra ver a tal pessoa, e era o Kirishima.


- K-Kirishima, aí meu Deus, você esta bem ? - disse chegando perto dele- Porque chegou de mansinho assim?


- Aí, meus ouvidos - disse ele fazendo um tipo de massagem nos ouvidos, foi quando Denki chegou junto com Jiro e Toru.


- Acho que fomos longe demais com isso- disse Denki segurando os ombros de Jiro que também tava com as mãos nos ouvidos. 


- Do que vocês tão falando ?- perguntei.


- Na verdade, isso tudo deveria ser só uma brincadeira- disse Toru- Queríamos dar apenas um susto em você mas .....


- Pera aí, então..... os sons que ouvi na cozinha foram ....feitos pela Jiro ?....e quem pegou no meu ombro foi a Toru? 


- S-sim- disse a menina invisível.- Só que não sabíamos que você poderia fazer isso então...


- Mas de quem era aquela sombra que estava aqui?


- ham ? Mas.... você estava sozinha aqui quando cheguei, Letícia.


- O que que aconteceu aqui ?- perguntou Aizawa chegando perto da gente um pouco cansado e vendo os vidros quebrados e Kirishima e Jiro reclamando dar dor de ouvido que ainda estavam sentindo. - Entrou alguém aqui ?!


- N-não, sensei, foi apenas...foi apenas uma brincadeira que saio do controle.- disse Denki. Olhei para kirishima que ainda estava de joelhos e vi que seu ouvido estava sangrando.


- AI MEU DEUS, KIRISHIMA- disse gritando- Seu ouvido está sangrando.


- Levem ele pra enfermaria agora !!!- disse Aizawa. Me levantei pra ir com ele na enfermaria junto com os outros.- você não, Letícia.- disse sério.- Eu quero falar com você.





Fiquei parada enquanto via os outros ir para a enfermaria. E comecei a ficar tonta e com muito sono, foi quando o professor Aizawa comecou a falar.


- Foi você que quebrou os vidros, não foi?- perguntou ele.


- F-Foi, mas não foi por querer - disse tentando manter meus olhos abertos - Eu estava assustada e ..... E eu nem sabia que podia fazer isso.


- Você está com sono não é ?


- Estou - disse abaixando a minha cabeça.


- Irei falar para o diretor Nezu sobre sua "nova" habilidade- disse chegando perto de mim e colocando as mãos em meu ombro - Mas.... você não precisa ficar preocupada, Letícia, você esta segura aqui. Vá dormi.


Obedeci ele e fui para o meu quarto, mas.... Fiquei pensando.... " De quem era aquela sombra ?" Até pegar no sono.





Notas Finais


O que que posso fazer no próximo cap?😑
Acho que vou colocar logo o festival esportivo.🤔





Batemos a marca de 100 pessoas que estão lendo minha fanfic 🥳
Tô muito feliz cara 😢😆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...