1. Spirit Fanfics >
  2. A prima do KyungSoo >
  3. Escamas de sereia

História A prima do KyungSoo - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Gente perdão pela demora é que semana passada estava internada e essa semana estava corrida, nesse recesso vou tentar escrever, não é uma garantia ok.

Por favor fiquem bem, cuidado com o Corona

Capítulo 4 - Escamas de sereia


Fanfic / Fanfiction A prima do KyungSoo - Capítulo 4 - Escamas de sereia

Eu e a Nabi estávamos no quarto, aquele uniforme estava me sufocando.

Maya: Nabi, não se importa se eu trocar de roupa né?' Ela nega e troco coloquei um shorts e uma camiseta social' ah bem melhor.

Nabi: Maya oque é isso na sua perna? São tatuagens?

Maya: Sim nas pernas são tatuagens florescente são escamas. Você fica desconfortável? Eu posso colocar uma mais comprida.

Nabi: Não, você fica tão linda com essa roupa.' Sorri e a beijei' você tem lábios tão gostosos.

Maya: Você acha?' Encostei nossas testas' vamos estudar depois nos podemos ir lá embaixo

Estudamos e descemos para beber água, quando saímos da cozinha o Chen e o Suho estavam na porta.

Chen: Você quer provocar a gente né Maya?' Mordi meus lábios, Nabi segurou meu braço' olha Suho sua irmãzinha já está grudada com a novata.

Suho: Pois é, Maya você me machucou hoje. Não quer me pedir desculpa?' Eu fui até ele e peguei a mão e torci '

Maya: Uma D.O nunca se desculpa por se defender.' Sai da cozinha e me joguei no sofá, a Nabi se sentou ao meu lado'

Suho: Que tal uma partida' dei de ombro e sentei no chão e começamos a jogar' afs você é boa' Ele joga o controle no chão' você é boa.

Maya: Só um pouco, oque mais vocês fazem nos finais de semana?' Perguntei e eles se  olhara' sabe vocês não saem? Ou tomam uma ?

Kai: Tomar uma? Você diz álcool? Mas Maya somos de menor.

Maya: Eu sempre tomo alguma sexta, isso que me faz mais falta.' Suspirei ' sinto falta de pegar geral nas baladas.

Kai: Você pegava muito homem?' Dei risada ' oque é tão engraçado?

Maya: Não pegava só homem! Lá como vocês devem saber é terra de mulher gostosa.

Chen: Você pegava mulher?' Concordei ' então você é lésbica?

Maya: Não sou Bisexual, pego homem e também mulher. Uma vez eu peguei um chinês que meu Deus.

Baek: Você gosta de ménage?' Olhei pra ele é mordi os lábios ' então?' Ele salivava e os outros estavam curiosos até a Nabi estava '

Maya: Não, gosto de pegar um de cada vez. Teve uma vez que na mesma noite transei umas 5 vezes, no dia seguinte não me levantei da cama. Mas seria uma experiência legal um a três.

Suho: Você é uma pervertida, Nabi você não vai dormir aqui. Vou ligar para o pai.

Maya: Relaxa Suhozinho não viu fazer nada com ela, só se ela quiser.' Olhei para a Nabi ela estava de cabeça baixa'

Suho: Não mesmo, não confio em você.

Nabi: Para de tentar oque você não é Suho, não somos irmãos de sangue.' Ela fala seria e sabe'

Lay e Chen: Climão!

Soo: Bom vocês sabem onde fica os sacos de dormir eu vou lá em cima colocar o colchão para a Nabi dormir' subi junto com o Soo ' 


Maya: É verdade? 'ele confirma ' nossa , então ela é como eu e você' ele concorda novamente ' deve ser por isso nos demos tão bem. Mas Soo não se preocupe não vou pegar ela, não depois do que aconteceu.

O Soo arrumou a cama para a Nabi e foi para a sala, eu e a Nabi não tínhamos oque conversar comecei a fica sem graça quando ela subiu na minha cama e me abraçou.

Nabi: Maya, posso dormir com você? Eu não quero ficar sozinha no colchão.' Sorri e nos deitados' você não sabia né. Eu e o Suho temos a mesma idade, mas o pai dele não é meu pai, minha mãe não é a mãe do Suho.

Maya: Tudo bem, minha mãe não queria que eu nascesse eu na verdade nasci aqui na Coreia, só que meu pai fez uma inseminação na minha tia é complicado minha família.

Nabi: Nossa não sabia que você passava por tanta coisa. Bom mas temos uma a outra, já que somos amigas.' Ela sorriu'

Dormimos e no meio da noite acordei estava com sede, isso é meio que comum tanto que durmo com uma garrafinha do lado mas nesta noite não tinha pegado. Desci e vi a luz de fora acesa peguei uma garrafinha com meu nome e fui ver oque era. Era o Suho me sentei ao lado dele e olhei para o céu.

Maya: Lá no Brasil quase não conseguir ver a lua como vejo aqui. Bom deve ser o porque agora estou em casa de verdade' Dei uma risada'

Suho: Você é uma coreana?' Concordei ' então porque se apresenta como brasileira?' Suspirei'

Maya: Eu nasci aqui mas minha mãe é brasileira, ela doou o óvulo para meu pai fazer a inseminação ela não poderia parar a pesquisa dela para engravidar. Então ele viajou para cá e minha " tia" fez isso por ele, na mesma época ela engravidou do Soo por isso somos tão parecidos.

Suho: É o Soo uma vez comentou antes de você vir que vocês não eram primos de sangue. Mas no que sua mãe trabalha?

Maya: Pesquisadora chefe da marinha, por isso que eu amo água. Eu vivi sempre em cidades litorâneas, surfando , nadando e praticando esportes aquáticos. Tanto que meu apelido na seleção era " a sereia da piscina  " já participei da equipe de inverno do Brasil mas as estruturas eram péssimas.

Suho: Meu pai é treinador da equipe de natação  e patinação artística a Nabi é nossa capitã talvez você consiga entrar.

Maya: Não estou me concentrando para a equipe de natação, mas eu preciso treinar muito meu pai disse que eu ia entrar' as luzes se apagaram e nos levantamos minhas tatuagens começaram a brilhar' isso é normal acontecer?

Suho: Não, suas pernas estou brilhando. Isso são escamas?

Maya: Ah que embaraçosos' entramos e todos estavam acordados e formam lá para fora, as escamas florescentes nos bravas começaram a brilhar' então? Acordaram.

Baek: Nossa é como olhar para um peixe. Doeu para fazer elas?

Maya: Não muito, mas claro eu estava anestesiada foram praticamente 36 horas fazendo. Aproveitei que meus pais estavam em Amsterdã e fiz, quase fui expulsa da equipe de natação só me deram uma advertência.

Yeol: São quantas escamas? Nossa São lindas todas são azuis?

Maya: São 123 escamas espalhadas nas mãos, costas e coxas. Só queria dar jus ao meu título na piscinas.

Kai: Sereia, da para saber só pelo seu corpo. Mas as escamas deixam bem claro, Maya segunda temos educação física e vai ser na piscina será que vamos ver você com um dos seus maiôs olímpicos.

Maya: Hahaha' Dei risada ' esses maiôs eu não uso mais, são muitos apertados e cavados meu pai sem dúvidas não iria aprovar eu usar na escola. Mas tenho outros, acho que acabar arrumando briga por causa deles' a luz voltou e entrei' vou entrando quando meu pai chegar quero estar acordada para irmos correr. Quero montar minha rota de corrida antes de entrar para a equipe.

Voltei a dormir junto da Nabi que nem tinha se mexido, quando os raios de sol bateram no meu rosto e senti um cheiro de panquecas sabia que meu pai já tinha chegado. A Nabi acordou junto comigo descemos e todos já estavam comendo fui até meu pai e o abracei.

Maya: Ainda tem panquecas para mim?' Ele me entrega um prato com 6 panquecas os meninos me olham com um pouco de espanto' oque foi? Esse nem é o meu café da manhã.

Pai: Verdade, hoje vamos correr para você conhecer tudo. Acho que nem vou comprar outra casa, você vai ficar com sua tia eu consegui meu antigo trabalho na marinha como oficial de armas. Ela disse que tem um quarto sobrando e já que você e o Soo se deram bem não queríamos separar vocês.

Tia: Soo depois que ela voltar você mostra o quarto do lado do seu?

Soo: Mas aquele quarto era do pai, tem as coisas dele.

Tia: Ele não vai voltar Soo, querido eu sei que sente a falta dele mas ele nos deixou. E aquelas coisas estão juntando poeira assim como aquela moto quebrada na garagem.

Maya: Moto? Eu posso consertar se quiserem, eu arrumo um emprego de meio período e conserto.

Pai: Ela gosta de motos. Ou já que o Soo não quer se desfazer do quarto ele pode mudar para lá e a Maya fica no quarto dele.

Soo: Posso? O pai disse que aquele quarto era para ser meu mesmo.' A mãe dele concorda e ele pela primeira vez sorri des que cheguei'

Maya: Que fofo primo, você tem um sorriso de coração' Dei um leve sorriso mostrando minha cozinha'

Yeol: Ah' Ele suspirar' como você pode ser tão linda.' Ele fala para o Baek que estava ao seu lado mas acabei escutando'

Baek: Também não sei, Maya você quer sair comigo tomar um café?' Os dois me olham mas nego com a cabeça' então?

Maya: Desculpa meninos mas a gente mal se conhece e não sei se é uma boa sermos vistos juntos. Isso pode acabar me arrumando encrenca.

Suho: Verdade, ouvi as meninas lá da frente falando que vão bater em você se chegar perto deles.

Nabi: Elas são encrenqueiras, não liga. Senhor D.O eu e a Maya nos tornamos muito amigas se o senhor preferir eu posso mostrar a cidade para ela.

Tia: Você é um amor como sempre Nabi, irmão ela é uma das melhores alunas da sala do Soo ela é bem confiável.

Pai: Está bem, vejo que minha Maya já achou uma boa amiga. Bom filha vai se trocar que vamos correr.' Terminei de comer, tomei meu suco e subi'

Em quanto a Maya se trocava os meninos estavam se arrumando para ir para casa.

Yeol: Tia D.O obrigada por deixar a gente dormir aqui de novo.

Mãe: Claro Chanyeol, vocês são sempre bem vindos aqui em casa. Suho seu pai ainda é o treinador da equipe de natação da escola?

Suho: Sim, senhora.' Minha mãe olhou para o pai da Maya que sorriu' quer que eu a apresente a ele?

Tio: Se você puder, ela não é muito boa em lidar com treinadores. Ela prefere treinar sozinha ou com alguém que ela confia muito.

Nabi: Até na sala de aula ela é assim, mas acho que ficamos muito próximas senhor D.O.

Tio: Não precisa ser formal, se quiser pode me chamar de tio D.O. Maya vamos' Ela desce e o meninos ficaram de boca aberta '

Chen: Meu deus, você vai correr assim?' Ela tomba a cabeça sem enterder e sorriu' meu Deus ela vai dar trabalho, senhor D.O o senhor não se importa se sua filha saia com uma roupa dessa?

Tio: Não, a Maya é uma mulher segura de si e também sabe que não quero qualquer um de genro.

Mãe: Ainda mais se souberem que você iria torturar qualquer um que toca-se nela correria risco de morte.

Lay: Então, Maya você vai na casa do Kai tomar banho de piscina?' Ela olhou para o pai que negou com uma expressão seria'

Nabi: Senhor D.O eu e a Maya podemos sair então de tarde?' Ele coloca a mão na cabeça da Nabi e concorda' só que meu irmão vai ter que ir junto tudo bem?

Suho: Nosso pai não gosta que a Nabi saia sozinha, prometo que cuidarei bem da Maya.

Tio: Está bem, mas espero que você seja bastante esperto. Conhecendo minha filha ela vai tentar fugir de você.

Maya: Nem tanto pai, acho que o máximo é sair do campo de visão dele por algumas horas, sabe eu gosto de explorar sozinha.

Ela e o pai saíram e os rapazes em seguida, ajudei minha mãe com a cozinha.

Mãe: Filho, cadê a autorização para você para Busan semana que vem?' Peguei na minha mochila e entreguei a ela' consegue conversar com o professor responsável pelo passei para sua prima ir. A Maya entende bastante da vida marinha e como vocês vão em um centro de vida marinha ela pode ser bem útil no seu grupo.

Soo: Tá mãe, em ela nos contou que a mãe dela era pesquisadora da marinha. Foi assim que o tio conheceu ela?

Mãe: Foi, um exercício de cooperação entre Coreia e Brasil. Foi amor a primeira vista eu estava servindo naquele ano e seu pai também. Foi tão legal, eu era da divisão de e seu tio da armada da marinha. Foi uma confusao ele largou tudo para ir com a mãe da Maya, depois ele voltou me pedindo para eu gerar a filha dele.

Soo: Sim você já me contou a parte que o tio pediu para você ter a Maya. A tia não quis por causa que iria atrapalhar a pesquisa dela.

Mãe: Sim, querido não fale para ninguém ela não gosta que as pessoas saibam da história dela e nem da mãe.' Concordei ' bom vamos arrumar seu quarto.

Subimos e arrumamos, minha mãe quando não falava mais do meu pai. Ele nos deixou e foi atrás de outra. Quando estávamos terminando a Maya e o tio voltaram.

Maya: Ah não acredito que encontramos um porco espinho no meio do caminho' descemos ao ouvir a voz dela a mesma estava apoiando o pai que estava com a canela cheia de espinhos'

Mãe: Querida leve ele para o quarto.' Ela o leva e minha mãe vai socorrer ele, a Maya estava suada e os músculos estavam rígidos'

Maya: Oque está olhando?' Ela me olha feio'

Soo: Desculpa, é que você está suada e a sua blusa um pouco transparente.' Ela me ignora e sobe para o quarto, continuei arrumando as coisas até a hora do almoço' mãe acabei.

Mãe: Tá bom, Maya agora aquele quarto é todo seu.' Ela não estava ouvindo já que estava de fones' ah ela se parece tanto com o pai, quando não quer falar com ninguém ignora completamente.

Maya: Soo você tem o número da Nabi?' Concordei' me passa?

Soo: Só um minuto viu pegar meu celular' subi e peguei quando desci vi a Maya no quintal chorando e percebi que as coisa do tio estavam já na porta' oque aconteceu?

Mãe: O seu tio foi chamado mais cedo. Ele esta indo agora.' Ele estava com ela lá fora tentando falar com a filha que o ignorava'

Continua no próximo capítulo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...