1. Spirit Fanfics >
  2. À primeira vista- (jjk-pjm) >
  3. Your eyes are beautiful.

História À primeira vista- (jjk-pjm) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei.

Ainda estou decidindo se os capítulos serão narrados pelo JK ou por ambos.

Tenho grandes planos para o enredo dessa história, espero ter o apoio de vcs.

SINDROME DE BERIBÉRI: é uma doença nutricional causada pela falta de vitamina B1 (tiamina) no organismo, resultando em fraqueza muscular, problemas gastrointestinais e dificuldades respiratórias.

Se quiserem saber mais sobre a doença, pesquisem no amado Google.

Boa leitura j_achis!📚🥰

Capítulo 2 - Your eyes are beautiful.


Fanfic / Fanfiction À primeira vista- (jjk-pjm) - Capítulo 2 - Your eyes are beautiful.


Jungkook


Me levantei ouvindo resmungos baixinhos, assim que me ponhei de pé senti minhas costas doerem. O bom resultado de se dormir em uma cadeira.

-Bom dia mãe- a mais velha olhou pra mim com os olhos levemente arregalados, a aparência jovial cada dia se esvaia mais de si.

-Hoseok? É você filho?- respirei fundo, ela tem nos confudido muito ultimamente.

-Não mamãe, é o Jungkook- me sentei na beirada de sua cama e segurei firme em sua mão.

Minha mãe, Jeon Hyusoo sofria de uma doença chamada Síndrome de Beribéri, a doença tem se agravado e os sintomas também. As vezes ela não se lembrava de mim e nem de Hoseok, outras vezes nos confundia e em outros era como se tudo estivesse normal.

Mas não estava nada normal.

-Ah Jungkook, como..vai o...estudo?- sua pronúncia era fraca, suas palavras as vezes se embolavam e havia dias em que nem ouvia sua voz.

-Eu já terminei mãe- disse calmo, sempre tinha que lembrar a ela que já tinha me formado- Tenho uma novidade- me animei.

-Oh, sim?- assenti.

-Consegui um emprego, vou trabalhar na Coffe Love- estava eufórico, procurei um emprego por meses, as medicações eram caras e o tratamento também- O senhor Kim disse que já posso começar hoje.

Minha mãe sorriu, seu sorriso me trazia forças, me fortalecia a lutar por ela e eu faria qualquer coisa pra lhe dar uma condição melhor. Vi seu sorriso se desmanchar e uma expressão confusa se apossar de sua face, isso já era normal pra mim.

-Onde Rowon está?- seus olhos o procuravam pela sala, senti meu peito se apertar.

-Papai ainda não voltou mãe- ele jamais voltaria.

-Oras, quando ele aparecer aqui ele vai me ouvir- soltou um bufar.

-De quem está falando mãe?- Hoseok entrou, deixando um beijinho em sua mão.

-Seu pai- fez um bico- Aquele idiota já deveria ter voltado.

Olhei pra Hoseok e vi seu sorriso vacilar por um instante, apenas balancei a cabeça em negação para si.

-Não se preocupe senhorita Jeon- tentou a distrair- Ele logo volta- sua voz saiu sussurrada.

Novamente o silêncio pairou pelo quarto, Hoseok apontou com a cabeça em direção a porta e eu apenas fui para o lado de fora.

-É a terceira vez esse mês que ela fala do papai- comentei quase inaudível.

-A memória dela está fraca, seu corpo, sua mente- meu irmão respirou fundo antes de prosseguir- O processo é doloroso Jun, mas estamos aqui pra amenizar o quanto for possível- seu tom era de conforto.

-Meu peito dói toda vez que a vejo assim, como se nada estivesse melhorando- passei a mão pelo rosto.

-O meu também, mas somos tudo que ela tem e ela é o que nos mantém firmes- segurou em meu ombro- Continuaremos assim.

-Consegui um emprego- desviei o assunto.

-Isso é ótimo- me abraçou- Onde?

-Coffe Love- disse mais animado.

-A cafeteria dos Kim?- perguntou curioso.

-É, vou começar hoje- olhei o relógio- Inclusive, tenho que ir agora.

-Pode ir, ficarei com ela até o Yoongi chegar- vi seu sorriso aumentar ao pronunciar o nome de um certo baixinho de cabelos verdes.

-Devia chamá-lo pra sair- já ia andando pelo corredor quando ouvi a voz de meu irmão.

-Quem?- seus olhos estavam arregalados, ri do quanto ele deixava óbvio seus sentimentos pelo Min.

-Tchau irmão, até mais tarde- acenei de costas pra si- Dê um beijo na mamãe por mim.

Caminhava em direção a cafeteria, que ficava a algumas quadras da clínica, nada muito distante.

Em alguns minutos de caminhada avistei a entrada do local, o nome Coffe Love estava bem evidente. Era uma cafeteria mediana em questão de tamanho, um lugar que eu achava fofo por sua decoração. Entrei, ouvi o sininho indicando minha chegada e logo um garoto alto de cabelos pretos e aparência muito bela eu diria, se aproximou.

-Você deve ser Jeon Jungkook, certo?- me questionou e eu assenti- Prazer, sou Kim Seokjin- me estendeu sua mão que prontamente apertei.

-O prazer é meu- estava meio nervoso.

-O senhor Kim não está, então vou te passar o que deve fazer, tudo bem?- me deu sorriso gentil que foi retribuido- Você apenas anotará os pedidos e entregará alguns, aqui está seu uniforme- me deu a roupa- Seu horário será das oito da manhã até as quatro da tarde, você poderá sair pro almoço se quiser ou se preferir pode almoçar aqui mesmo- apenas assentia pra confirmar que estava entendendo- Alguma dúvida?

-Não, consegui entender tudo- sorri amigável.

-Ótimo, vem vou te apresentar aos outros- o segui até onde os outros funcionários estavam, entre eles haviam mais três garotos e três garotas- Esse é Jeon Jungkook- me curvei timidamente- Jungkook essas são, Hyejin, Sora e Jisso- as três sorriram porém a tal Sora me olhou da cabeça aos pés me deixando incomodado.

-É um enorme prazer, Jungkook- a garota de cabelos vermelhos mordeu os lábios me olhando.

-Vai por mim, Sora é muito oferecida- Seokjin disse contra minha orelha me fazendo rir.

-É, estou vendo- disse apenas pra ele ouvir, que também riu antes de continuar as apresentações.

-E esses três são Soobin, Baekhyun e Kyungsoo- os cumprimentei- Agora que estão apresentados se arrumem, a cafeteria abre em quinze minutos.

Fui até o banheiro e me troquei com pressa, quando sai do banheiro dei de cara com a tal garota ruiva que me olhava.

-Oi Jungkook- ela quase me fez rir, porque seu tom de voz deixava claro o que queria.

-Oi- respondi fazendo pouco caso.

-Você é um garoto muito bonito- se aproximou- O que acha de mim, hm?

-Acho que você devia se valorizar mais- respondi com frieza- A gente se conheceu à alguns minutos e vou deixar bem claro que não tenho interesse em você, estou aqui apenas pra trabalhar.

-Que difícil você, olha que eu gosto- se aproximou ainda mais e eu com delicadeza a afastei.

-Se me der licença- sai a deixando pra trás, garota atirada.

-Parece que Sora já foi atrás de você- Seokjin disse risonho- Parece que você a impressionou, geralmente ela não é tão rapida- riu e eu também ri.

-Desculpe Seokjin, mas meu único interesse aqui é trabalho- sorri minimamente.

-Oh me chame apenas de Jin, me sinto mais confortável- era realmente uma pessoa cativante, simpática- Já está na hora, vamos?

-Vamos.

Era realmente uma cafeteria movimentada, já havia pegado o jeito. As pessoas que frequentavam eram muito simpáticas e educadas, era um lugar com uma energia boa. 

Reparei que havia uma mesa no canto do estabelecimento que ninguém se sentava, o que achei estranho mais ignorei.

Quando retornei ao balcão pra entregar um pedido para Kyungsoo, Jin me disse que precisaria ter uma conversa com o senhor Kim e perguntou se estava me saindo bem, apenas confirmei e continuei no balcão.

Após entregar mais alguns pedidos, percebi que a mesa estava vazia desde que cheguei, agora havia duas pessoas.

Um homem e um aparentemente garoto, devido a seu tamanho. O homem saiu, esperei um pouco e logo fui a tal mesa, o garoto já deveria estar impaciente.

-Bom dia, o que deseja?- o tal garoto tinha a cabeça virada, não me olhava.

Ouvi uns dois minutos de silêncio,no qual esperei calmamente.

-Desculpe a indelicadeza. Mas quem é você?- a voz era tão delicada, doce- Não reconheço sua voz.

Reconhecer minha voz?

Porque ele teria que reconhecer minha voz?

Será que ele decorava a voz dos funcionários?

-Ah, desculpe sou novo aqui- disse calmamente- Sou Jungkook, Jeon Jungkook- ele se virou sem pressa e me olhou, por um instante o ar parecia ter ficado escasso, era como se tudo a sua volta estivesse paralisado.

Os cabelos eram loiros platinados, estavam levemente bagunçados. O rosto era pálido e tão belo, seus lábios eram atraentes e vermelhinhos, mas o que me deixou fora de órbita foram seus olhos.

Eram brancos, totalmente brancos, não sei ao certo mas não conseguia desviar o olhar, eram tão..

-Seus olhos são lindos- as palavras simplesmente saíram sem minha permissão e só então percebi o que havia falado- Me desculpe, eu..

-Obrigada- sua voz fez um sorriso automaticamente surgir em meu rosto- Você é a primeira pessoa, depois do meu pai a me dizer isso- franzi o cenho e encarei a bengala que estava em sua mão, ah- Muito obrigada- seus lábios esboçaram um sorriso tão lindo enquanto seus olhos praticamente se fechavam, por um momento eu pensei estar sonhando.

Ele se parecia tanto com um anjo.

-E-Então- pigarriei- Vai pedir algo?

-Um cappuccino e uma tortinha de morango, por favor- tão lindo e ainda educado.

Foco Jungkook, foco.

-Estará pronto em alguns minutos- os olhos intensos continuavam sobre mim.

-Sim, eu sou cego- me assustei com sua fala, mas o sorriso doce não abandonava sua boca- Foi um prazer, Jungkook- o modo como sua voz pronunciou meu nome me fez sorrir sem perceber.

Apenas me retirei e entreguei o papelzinho à Soobin, olhei para trás do balcão e vi que Jin já havia voltado e me olhava com um sorriso minimo.

-Jin?- o chamei.

-Sim?- se aproximou de onde eu estava.

-Aquele garoto falou de você- apontei com a cabeça a mesa do garoto loiro- Você o conhece?- estava curioso, na verdade eu queria saber seu nome.

-Ah, todos conhecemos- sorriu mais largo, havia carinho em seu modo de falar- Park Jimin é um garoto muito doce.

-Park Jimin- sussurei pra mim mesmo, era um nome muito, muito bonito.



Notas Finais


Sora será um problema?

Teremos nosso querido Sope?

Esses dois primeiros caps foram praticamente uma apresentação da vida de ambos e seus problemas pessoais, que por sinal não são poucos.

Acompanhem a história desse casal, de duas pessoas totalmente opostas.

Se gostaram não esqueçam de adicionar aos favoritos.

Até o próximo capítulo!💛💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...