1. Spirit Fanfics >
  2. A princesa chinesa e o samurai japonês >
  3. O general de confiança do rei Tom

História A princesa chinesa e o samurai japonês - Capítulo 5


Escrita por: rose_golden

Notas do Autor


Olá , meus amores . Hoje, decidi reviver a história .
Pensei melhor em trazer novamente para cá . E espero que gostem do retorno dela .
E o feedback de vocês é muito bem - vindo aqui.
Tenham uma boa leitura.

Capítulo 5 - O general de confiança do rei Tom


Bem, sei que a situação da guerra não está boa para ninguém - O rei Tom falou com todos os ministros que estavam presentes na reunião - e olhou para um deles - Sei que perdemos vários homens de bem na guerra , Famílias perderam entes queridos - continuou a discursar - E sei que vamos dar um jeito de ver o reino inimigo .

 

 

São belas palavras , Majestade - Um dos ministros aplaudiu o discurso do rei - E agora , o que devemos fazer com a sua família ? - Perguntou o rei que Ficou muito pensativo por algum tempo - e o ministro resolveu aguardar a resposta do rei .

 

 

Estou pensando em levar a minha esposa e Filha para um local seguro - Tom respondeu - Vou falar com a minha esposa , hoje a noite , para falar com ela a respeito da mudança .

 

 

Bem, e quem vai fazer a escolta da família Real ? - O ministro volta a perguntar para o rei - e Ficando interessado em saber mais coisas a respeito do Plano do rei .

 

 

Ah, é sigilo - O rei Tom respondeu - O único que vai saber é o meu general de confiança - olhou um pouco desconfiado e receoso - E por isso, declaro que a reunião ministerial está encerrada .

 

 

E preciso falar com você a respeito do meu plano de segurança para a minha família - O rei Tom falou direto para o general que ainda estava presente - e assim como o rei , estava desconfiado do ministro que estava perguntando demais .

 

 

Ah, sim, senhor - O general entendeu o pedido - E ainda tenho uma coisa a dizer a respeito do que descobrir recentemente - falou discreto - E depois que todos os ministros forem embora daqui .

 

 

Está bem - O rei Tom falou de acordo com o general - E vou colocar dois guardas , e pedir para que eles não permitir a entrada de ninguém , durante a nossa conversa .

 

 

Sim, senhor . - O general acatou o pedido do rei – Deixe que eu escolha os guardas para fazerem a segurança da sala de reuniões - E já sei um bom lugar para esconder a sua família - adiou uma parte da conversa para o rei .

 

 

Não fale nada agora – O rei pediu para o general não fale nada a respeito da reunião .

 

 

Durante a conversa do rei com o general de confiança - O ministro que estava perguntando para o rei a respeito da saída da família real - e depois um dos guardas veio por atrás da cadeira , onde o ministro estava sentando - e tocou levemente no ombro dele .

 

 

 

Senhor , vou te conduzir para o seu escritório - O guarda falou calmamente para o ministro - E a reunião ministerial já acabou , e o rei Tom já dispensou a todos .

 

 

Ah, está bem – O ministro cedeu ao guarda - começando a levantar do seu lugar – retirou a mão do guarda real - Tenho umas coisas para fazer - deu uma desculpa ao guarda .

 

 

Muito bem, vou te acompanhar onde precisa ir - O guarda real se dispõe a sua companhia para fazer a segurança do ministro - E então, onde vai ? - perguntou onde o ministro estava pretendendo ir .

 

 

É um local secreto , e a pessoa me pediu para ir sozinho lá - O ministro respondeu sincero – Ah, agradeço as suas ofertas , mas, sei me virar sozinho - começando a se levantar do seu lugar .

 

 

O guarda real não disse nada contrário - e o ministro saiu do seu lugar - e saiu da sala de reuniões , acompanhado pelo guarda – real que fazia a sua escolta - deixando o rei e o general finalment e sozinhos .

 

 

Bem, posso contar a respeito da minha descoberta ? - O general aproveitou o movimento que eles estavam sozinhos – e olhou com expectativa para o rei .

 

 

 

Ah, sim, é claro - O rei permitiu que o general conte sobre a sua descoberta - De fato, estou muito curioso para saber sobre a sua importante descoberta .

 

 

Bem, descobrir que tem um traidor entre nós - O general começa a contar que tinha um traidor no meio deles - E desconfio que seja aquele ministro , que fez perguntas demais a respeito do nosso plano para proteger a sua família .

 

 

 

Confesso que aquele ministro me incomodou muito com aquelas perguntas - O rei comprovou que o general poderia estar certo a respeito do ministro que tinha feito perguntas demais - Por sorte, na segunda pergunta , havia dito que era uma informação bastante sigilosa , que agora , estou trando com você .

 

 

E quero a minha família em segurança – O rei Tom presa a segurança da família dele - Por isso, quero que você faça a segurança da minha família , porque você é o meu general de segurança - pediu para que o general faça a segurança da sua família .

 

 

Claro que sim , Majestade . Vou me sentir honrado em fazer a segurança de sua esposa e filha - O general aceita fazer a segurança da família com honra - E quando vai ser a mudança da sua família real ? - perguntou ao rei .

 

 

Daqui a dois dias - O rei respondeu ao general - E vai ser bem de madrugada , e depois que levarem a minha família para um local seguro , e você também vai fazer a segurança da minha família , durante a proteção .

 

 

Sim, irei fazer isso - O general continua a aceitar os pedidos com horna - E bem, temos que escolher os seguranças , as empregadas , para que acompanhem a família real , com muito cuidado .

 

 

Tem razão , precisamos de pessoas reais e de confiança para assegurem a segurança da minha família --- O rei Tom aprovou a ideia do general de confiança .

 

 

Sim, senhor . E ainda vou mandar um espião para seguir aquele ministro que falou com o guarda real - O general disse que ia mandar um espião para seguir o ministro .

 

 

Não acho uma má ideia – O rei Tom continua a se impressionar com a inteligência do general - e ficando orgulhoso em ter aquele general como o seu de confiança extrema - parando de falar para respirar bem fundo .

 

 

Precisa falar algo a mias , Majestade ? – O general pergunta educadamente para o rei - aguardando a resposta final do rei .

 

 

 

Por hora , não - O rei Tom respondeu - Primeiro , preciso falar com a minha esposa a respeito da mudança temporária - E ainda preciso preparar a minha filha para a mudança , porque ela muito nova para entender .

 

 

Muito bem , vou falar com o espião - O general decide começar com o seu plano de espionagem - E vou pedir para que os guardas continuem a fazer a sua segurança .

 

 

Muito obrigado por tudo - O rei agradeceu a eficiência – Devo dizer que estou orgulhoso em ter você como o meu general de confiança - revelou o orgulho sobre o bom trabalho do general – Ah, merece uma medalha de honra pelos bons serviços - querendo recompensar o general pelo bom trabalho .

 

 

Ah, faço tudo , porque sou leal a você - O general se curvou com respeito perante o rei .

 

 

Ah, obrigada mesmo – O rei Tom agradeceu a lealdade – Bem, vamos terminar com a nossa reunião . E depois , você vai escolher o espião que vai seguir o ministro - falou ao se lembrar de algo importante - Tinha me esquecido de perguntar o nome dele .

 

 

Não se preocupe com isso , sei o nome dele - O general falou que sabia o nome do ministro - E irei falar com o meu espião de confiança , para dar a minha missão de espionagem a ele .

 

 

Ah, acho que vou descansar um pouco - O rei Tom decidiu que ia tirar um descanso - E depois do jantar , irei falar com a minha esposa .

 

 

Quer te acompanhe ? – O general oferecendo a sua companhia ao rei - olhou com respeito e lealdade para o rei .

 

 

 

Por hora, não – O rei Tom rejeitou a companhia do general d e confiança - Precisa falar com o espião , e não tinha nada a ninguém a respeito da nossa reunião secreta - fez um novo pedido ao general .

 

 

 

Muito bem - O general aceita a recusa do rei - Bem, vou te levar até os seus aposentos , e depois irei falar com o nosso espião .

 

 

Faça o que é melhor , general - O rei Tom dando o seu voto de confiança para o general leal - Conto com você para garantir a segurança da minha família .

 

 

 

Obrigado pelo voto de confiança – O general ficou lisonjeado com o voto de confiança .


Notas Finais


E boa leitura .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...