História A princesa e a Plebéia!! (Camren) - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você, A Bela e a Fera, A Dama e o Vagabundo, Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Visualizações 1.140
Palavras 3.423
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Opaaa.. Desculpa o horário.. Não deu pra vir antes..

Amei saber de como a fic agrada diferentes idades :)) desde os 12 aos 35 ':) muito feliz mesmo com todo apoio!!

Faço 26 aninhos em breve pra quem tem curiosidade de saber kkkk

Desculpa os erros, tô com sono e saudades do meu amor :'(

Vai ter um Hot fraco no cap se não gosta pula pro final do pov da Camz!

Compartilha o link com a crush.. Amo vcs.. Bjoo..

Boa leitura <3

Capítulo 55 - Recomeço.


Fanfic / Fanfiction A princesa e a Plebéia!! (Camren) - Capítulo 55 - Recomeço.


Camila.

Poder respirar aliviada é algo que não conseguia fazer a um bom tempo. A paz que sinto em ver esse lindo sorriso no rosto de Lolo é inexplicável.

Depois de conversar com Sofi por ligação, fiquei mais tranquila em dormir aqui. Ela entendeu que minha Patrícinha mimada iria voltar a morar na mansão Jauregui, não se chaetou, apenas nos fez prometer que poderá nadar na piscina de Lolo algumas vezes no mês.

Também entrei em acordo com minha rainha de evitar passar tantas noites fora da casa de tia Sarah, já que o juizado ainda está de olho em mim.

Hoje será minha exceção, já que Lolo pediu e temos um ótimo motivo para comemorar. Ela finalmente está em sua casa, aproveitando cada detalhe que é dela por direito.

- Ainda não acredito que estou com meus bebês! (Disse ela abraçando seus sapatos dentro do closet).

Dei uma risada nasal e neguei com a cabeça, analisei cada canto do local, seus vestidos, joias, maquiagem, tudo devidamente organizado de forma perfeita. Me aproximei das roupas de frio e peguei um casaco de pele vermelho do meio de seu estoque de casacos. Coloquei e fitei o espelho fazendo uma pose elegante.

- Tô parecendo a Cruela Devil! (Comentei dando risada).

Lolo me olhou e gargalhou concordando com a cabeça.

- Se Ice fosse um dálmata, eu mandava fazer um casaco especial pra você! (Brincou ainda rindo).

- Que horror Lo! Não fala isso da nossa bebe! (Resmunguei fazendo cara triste).

Lauren sorriu e guardou os sapatos, logo depois seguiu em minha direção, me puxando pela cintura.

- Falando em nossa bebe, pedi pra Josh ir buscar ela amanhã cedo, porque só falta nossa bolinha de pelos pra completar minha felicidade! (Comentou deixando beijos em meu pescoço).

Sorri e entrelacei os braços em seu pescoço, iniciando um beijo calmo. Aproveitei o sabor de seus lábios que pareciam ainda mais convidativo com esse sorriso que ela tem no rosto agora.

Finalizei o beijo e encostei nossas testas, de olhos fechados, respirei fundo, com o coração transbordando paz e amor.

- Eu amo você Lolo! (Sussurrei acariciando sua nuca).

- Eu também te amo Camz e essa noite, você é toda minha! (Completou sorrindo, me empurrando delicadamente pra trás, pra fora do closet).

Senti meu coração disparar dentro do peito, um arrepio passou por todo meu corpo só ao ouvir sua voz rouca me dizendo isso.

Iniciei mais um beijo, enquanto caminhava para trás em busca da cama. Suas mãos me seguravam firmemente me guiando sem preocupação.

Assim que esbarrei na cama, Lolo rompeu o beijo e me ajudou a se acomodar, depois sorriu e deixou uma mordida de leve em meu queixo se levantando, para caminhar em direção ao seu som.

Logo o inicio de "Dance for you - Beyoncé" soou pelo quarto, senti minha respiração falhar ao ver Lolo me encarando de longe com seus olhos verdes carregados de desejo e paixão.

Engoli em seco observando ela caminhar lentamente em minha direção com seu olhar intimidante me encarando. Em nenhum momento seus olhos desviaram dos meus, ela parecia poder ver minha alma com tamanha intensidade nas esferas brilhantes.

Assim que chegou na cama, ela se aproximou lentamente e mordiscou meu lábio inferior.

- Está na hora de mostrar que até a rainha de gelo pode ser quente! (Sussurrou em meu ouvido me fazendo arrepiar dos pés a cabeça).

Sem mais demora levei minha mão a sua nuca e arranhei de leve a fazendo estremecer, sorri e a puxei para finalmente colar nossos lábios em um beijo perfeito.

O toque macio de sua boca me fez perder o rumo, sua língua não demorou a pedir passagem e logo explorava cada canto de minha boca. Senti ela sugar lentamente minha língua. Deixei escapar o primeiro gemido enquanto suas mãos passeavam pelo meu corpo.

Tentei regularizar minha respiração assim que Lolo finalizou o beijo e desceu sua boca por toda extensão de meu pescoço, senti seus beijos molhados percorrer desde minha boca até meu ombro, intercalando entre chupadas que liberavam choques de prazer em minhas veias.

Levei minhas mãos por debaixo de sua blusa e arranhei suas costas a fazendo suspirar, antes de iniciar outro beijo. Estremeci assim que ela mordiscou minha orelha e cantou em meu ouvido com sua voz ainda mais rouca, um pedaço da música.

- Loving you is really all that's on my mind

And I can't help but to think about it day and night! (Amar você é o que realmente está sempre na minha cabeça

E eu não consigo evitar de pensar nisso dia e noite).

Ouvi ela rir ao ver o quanto tremi com sua voz sussurada de pertinho, puxei novamente sua nuca colando nossas bocas em um beijo mais desesperado, já sentia meu corpo pegar fogo a cada toque que recebia de suas mãos ágeis.

Aproveitei que minhas mãos estavam por dentro de sua blusa do pijama, agarrei a barra e rapidamente puxei pra cima, fazendo seu tronco ficar complente nu pra mim.

Mordi seu lábio inferior e observei enquanto ela se afastava para tirar a minha blusinha. Levantei o corpo para facilitar e ajudei ela a se livrar da primeira peça de roupa.

Puxei novamente seu corpo para mais perto, deslizando minha boca por seu pescoço, deixei um chupao perto do ombro e joguei a cabeça pra trás ao sentir ela rebolando em cima de mim.

- Laur! (Resmunguei em um fio de voz).

Cravei as unhas em sua costas e a ouvi gemer baixinho, antes de sua boca descer para meu seio. Fechei os olhos e senti minha respiração cada vez mais ofegante, enquanto ela se concentrava em deslizar sua língua sem pressa me torturando cada vez mais. Sua outra mão massageava com precisão meu outro peito, me levando a loucura.

Já estava completamente molhada e necessitava de mais contato, desci minha mão para suas pernas e a puxei pra mais perto sentindo nossos sexos roçarem. Lauren gemeu e mordeu seu lábio inferior, logo depois procurou minha boca para outro beijo, sua mão deslizou até minha barriga, logo ela desceu lentamente meu shorts e calcinha, me deixando totalmente exposta pra ela.

Fitei seus olhos me encarando, enquanto ela descia trilhando um caminho pela minha barriga com sua boca. Engoli em seco já imaginando o que viria a seguir, segurei no lençol da cama com força.

- Laur você não preci..(Fui interrompida antes de terminar).

- Cala boca plebeia, hoje eu decido o que precisa ou não! (Disse de cara fechada, mas logo depois abriu um sorriso safado e mordeu a lateral de minha coxa).

Fechei os olhos e encostei a cabeça na cama, sentindo sua respiração bater próxima de meu sexo, senti seus beijos molhados próximo e resmunguei com a tortura, já não aguentava mais, pulsava de desejo.

Até que um gemido mais alto escapou quando senti sua língua deslizar de baixo pra cima, joguei o corpo pra trás e revirei os olhos de prazer, segurei sua cabeça tentando obter mais contado.

Senti meu corpo estremecer quando ela chupou devagar meu clitóris. Apertei ainda mais o lençol da cama, gemendo seu nome, sua língua deslizava perfeitamente entre meus lábios em movimentos circulares. Sentia um choque de prazer inesplicavel, não conseguia raciocinar direito, só permiti que os gemidos escandaloso se fizesse presente, como um incentivo a mais pra ela continuar. Intercalando os movimentos, Lolo segurou minha perna, que já estava trêmula e sem aviso prévio me introduziu dois dedos me levando a loucura.

Levei minha mão até a boca e mordi tentando conter os gemidos sem sussesso, assim que seus dedos começaram a me estocar queimei de prazer.

Com sua boca me chupando e seus dedos me penetrando não conseguiria aguentar por muito tempo.

- Amor.. (Falei com dificuldade).

Quase surtei ao sentir o ritmo de seus movimentos diminuindo, rebolei em busca de mais, enquanto resmungava de insatisfação.

- Por favor! (Implorei em um fio de voz).

Sem mais torturas ela voltou a acelerar cada vez mais, com estocadas mais profundas, senti minhas paredes se fechando e tentei resistir, mas não demorou para eu transbordar de prazer e explodir em um orgasmo maravilhoso, estremeci e me derramei em seus dedos soltando um último gemido de prazer.

Senti uns espasmos ainda me atingir, enquanto Lolo retirava seu dedo devagar me fitando, seu rosto suado e olhar intimidante a deixava ainda mais sexy. Tentei regularizar minha respiração enquanto ela se aproximava sorrindo.

- Acho que tenho um novo sabor preferido! (Sussurrou em meu ouvido me fazendo estremecer mais uma vez em seus braços).

Puxei sua nuca para um beijo mais calmo, apenas aproveitei o toque de seus lábios sem me preocupar com mais nada, suguei sua lingua devagar e mordi seu lábio inferior antes de finalizar o beijo.

- Isso foi incrível! (Comentei ainda com a respiração falha).

- Tive uma boa professora! (Brincou deixando beijos em meu pescoço).

Respirei tomando forças para retribuir o prazer, inverti nossas posições ficando por cima e sorri de lado.

- Agora é minha vez! (Sussurrei mordendo sua orelha).

Pela manhã teremos aula, mas por que não finalizar as férias com uma madrugada em claro com a rainha de gelo?! Já que não posso parar o tempo, vou aproveitar o máximo dele e dormir não está em meus planos!

...

Após uma noite perfeita com minha patricinha mimada, tivemos muito pouco tempo para descansar, mas com toda certeza valeu a pena e não me importaria em passar mais noite em claro dessa forma.

Depois de um longo banho, desci com Lo para um café da manhã caprichado. Chegando na mesa D. Mel veio nos encontrar com um sorriso iluminado.

- Bom dia minhas meninas! (Disse com um brilho do olhar).

- Bom dia D. Meeeel!! (Falei animada abraçando a senhora simpática).

Lolo sorriu e desejou bom dia, deixando um beijo estalado nela, antes de se ajeitar em sua cadeira. Rapidamente a senhora nos serviu e fitou Lolo com os olhos emocionados.

- É tão bom ter você de volta minha menina, senti muito sua fala! (Comentou com a voz embargada).

- Também estou feliz de estar de volta D. Mel e não pretendo ir embora tão cedo! (Comepletou Lolo com um largo sorriso).

- Fico feliz de saber disso menina, é difícil se acostumar com a ausência de quem você viu crescer! (Disse deixando um beijo no topo da cabeça de Lolo).

Franzi o cenho e pensei um pouco, talvez não seja o melhor momento para tocar no assunto, mas porque não perguntar um pouco mais a fundo sobre a infância de Lolo?! Porque acho que não sou a única curiosa sobre a acusação da mãe de Lucy.

- Desde quando trabalha aqui D. Mel?! (Perguntei pegando uma fatia de bolo).

- Aaah faz muito tempo menina Camila, diria que uns 12 anos pra mais! (Comentou me servindo com mais suco).

- Ela me criou praticamente a vida toda! (Disse Lolo sorrindo).

- Coitada da senhora D. Mel! (Zombei dando uma gargalhada com o olhar ameaçador que recebi).

- É melhor usar sua boca pra comer plebeia, já que pra falar o que preste não serve! (Resmungou Lolo de cara fechada).

- Éhh.. mais tem muitas outras coisas que ela faz além de comer! (Provoquei antes de bebericar meu suco).

Lolo arregalou os olhos e se afogou com o suco que tinha na boca, tendo uma crise de tosse, enquanto D. Mel batia de leve em suas costas.

Dei uma gargalhada e neguei com a cabeça vendo o desespero no rosto de minha patricinha. Depois de me recuperar do riso peguei uma colher para mecher o açúcar do fundo do copo e pensei um pouco. Infelizmente D. Mel não estava na casa antes do nascimento de Lolo então não deve saber se Clara casou grávida.

Acabei não fazendo mais perguntas, apenas aproveitei o café da manhã com Lolo e matei a saudades de Josh e Ice que agora está de volta em sua casa verdadeira.

...

Como saímos um pouco mais cedo, Lolo me acompanhou até minha escola e pediu para Josh parar próxima do portão para me deixar. Alguns ficaram curiosos observando a enorme limosine parada em frente. Vero esperava parada na entrada com a mochila pendurada no ombro e um óculos de sol espelhado.

Se na sua pequena bolsa que usou no evento serviu tanta coisa, tenho medo de pensar o que ela ainda vai tirar de dentro dessa mochila!

- Que demora hein, a noite não foi suficiente pra matar a saudades?! (Perguntou Veronica inclinada olhando pela janela, dentro do carro).

- Mas, não aguenta um minuto sozinha mesmo né?! Tudo isso é carência Iglesias? Se esta se sentindo sozinha pare de bancar a difícil e chame Lucy pra sair! (Provocou Lolo sorrindo de lado).

- Nem me fala daquela insuportável, se ela não me quer, tem quem queira! Não vou correr atrás de ninguém! (Falou revirando os olhos).

- Você sabe que sua mãe não conta neh?! (Rebateu Lauren dando uma risada nasal)

Acabei rindo também ao ver Vero mostrando o dedo do meio para minha rainha de gelo.

- Só pra constar, vou ver ela agora de manhã e passo o recado que não está mais interessada! (Comentou Laur sorrindo).

- NÃOOOO!! (gritou Vero desesperada) Quero dizer.. (Passou a mão na nuca) Tanto faz! (Resmungou chutando uma pedrinha).

Dei uma gargalhada com Lolo ao ver Iglesias se entregando dessa forma, mas nunca que ela dará o braço a torcer, já que tomou um fora da primeira vez.

- E por que está com esse sorriso no rosto exatamente Jauregui?? Esqueceu que, o que não falta nessa escola é gente querendo sua latina? (Comentou olhando por cima do ombro na direção de Shawn e Nick).

Arregalei os olhos e fitei Lolo que perdeu o sorriso na hora e trincou o maxilar, queimando Nick com os olhos.

Olhei Vero que gargalhava fora do carro, cerrei os olhos e sussurrei que ela me paga por esse comentário. Fitei Lauren que tinha cara de poucos amigos.

- Não tem com o que se preocupar meu amor! (Falei puxando seu queixo para um beijo rapido).

Lolo apenas me encarou de olhos cerrados e cruzou os braços no peito totalmente séria.

Passei a mão na nuca e fitei Vero que limpava a lágrima do canto dos olhos ainda se recuperando do riso.

- Arruma isso Veronica! (Falei com uma sobrancelha arqueada).

Vero se abaixou e olhou Lauren de cara fechada fitando a janela do carro.

- Relaxa Laur, eu trouxe meu taco de beisebol, se alguém se aproximar eu meto a porrada! (Disse sorrindo, enquanto Laur virava para a encarar) A única que vai agarrar ela sou eu! (Provocou levantando as sobrancelhas sugestiva para Lolo).

- Encosta na minha latina que eu te mostro, outras utilidades para o seu taco de beisebol! (Ameaçou com uma sobrancelha arqueada).

Veronica segurou a risada e assentiu com a cabeça, abrindo a porta pra mim. Deixei mais um beijo em Lolo e me despedi de Josh, pronta para encarar o início de mais um ano nessa escola.



Lauren.

Depois de uma noite perfeita com minha latina, tivemos que encarar a realidade. Resolvemos não procurar notícias sobre o acontecimento na festa em casa, por isso evitamos Internet, TV ou revistas.

Só quero focar em outras coisas e esquecer que tive que encarar minha própria mãe.

Voltar as aulas pode parecer legal e interessante, mas depois de estrear os materiais novos e ver que as pessoas continuam as mesmas, você já começa a implorar pelas férias outra vez.

Vai ser chato não ter nosso Squad completo todas as manhãs, mas esse ano já está começando com o pé direito, porque pelo menos agora tenho amigas de verdade para tornar as coisas menos tediosas.

Depois de deixar Camz em seu colégio, discutir um pouco com Iglesias e sentir meu coração queimar de ciúmes ao ver aquele idiota cantorzinho de meia tigela, fui em direção a minha escola.

- Adorei seus sapatos senhorita Jauregui! (Comentou Josh abrindo a porta da limosine).

- Obrigado Josh! Mas não vou te dar um aumento! (brinquei sorrindo de lado).

- Poxa, na próxima tento elogiar a roupa! (Falou dando uma risada nasal).

Sorri e peguei o material, caminhando em direção a entrada, alguns me cumprimentaram e outros baixaram a cabeça como de costume. De longe avistei as meninas em nossa mesa de sempre, conversando e dando risada sem nenhum tipo de preocupação.

Me aproximei e cumprimentei todas sentando ao lado de Sel.

- E aí rainha de gelo, como foi a noite no castelo sem o dragão?! (Perguntou Mani dando uma risada nasal).

- Que pergunta idiota morena, o chupao no pescoço dela já responde tudo! (Provocou Dinah, arrancando gargalhadas de todas).

Arregalei os olhos e peguei rapidamente o espelho de minha bolsa conferindo meu pescoço.

- Latina maldita! (Resmunguei ao ver o Roxo visível estampado em minha pele).

- Coitada da Camila deve ser impossível tocar em uma folha sulfite sem a colorir! (Brincou Selena ainda gargalhando).

Cerrei os olhos encarando ela, enquanto pegava um pó, para tampar o estrago.

- Vocês sabem que Roxo não aparece só com chupão neh?! (Ameacei de cara fechada).

- A Megan que o diga! (Comentou Tay dando risada).

- Por favor Tay, está cedo demais pra invocar o demônio! (Resmungou Keana revirando os olhos).

- Falando nela, antes de sair, pediu pra eu te entregar uma coisa! (Falou Tay vasculhando sua bolsa).

Todas olhamos curiosa na espera do que era, até que Tay pegou uma pequena caixa de presente e estenteu para Keana que tinha uma interrogação na testa. A pequena fitou a caixa ainda confusa e abriu, logo fechou a cara e colocou a caixa em cima da mesa sussurrando um "Idiota", mas pra ela ouvir do que pra nós. Não resisti de curiosidade e peguei a caixinha em minha frente, fitei ela totalmente vazia mas dentro no fundo escrito "Iludida".

Não aguentei e cai na gargalhada ao notar o belo humor negro da Swift Dark. Todas acabaram fazendo o mesmo quando viram a provocação de Megan.

Mas a verdade é que, se Dark se deu o trabalho de algo assim, é porque se importa, então já aceito sugestão de nomes para esse novo Shipp! Sei que são criativos pra isso! 

Depois de provocar um pouco mais Keana, sorri de lado e fitei o corredor onde algumas pessoas cochichavam olhando em direção ao portão. Minutos depois um grupo de garotas apareceu em poses arrogantes, empurrando quem passava em sua frente e no centro como líder Alexa!

- Eu mereço mesmo! (Disse Lucy negando com a cabeça).

- Quanto mais rezo, mais assombração aparece! (Disse Ally fitando o novo grupo do mal).

Nesse momento Tristan passou me encarando, logo depois agarrou Alexa e a beijou na frente de todos.

- Isso é novidade! (Comentou Selena com uma sobrancelha arqueada). É como assistir "a noiva de Chuck" ao vivo! (Completou com uma cara indignada).

Franzi a testa e encarei Sel antes de cair na gargalhada com as meninas.

- Você está andando demais com a Vero! (Zombei negando com a cabeça).

Sem mais demora o sinal tocou, todas pegamos as coisas e nos dirigimos para a sala, pronta para os novos desafios que nos esperam. Mas sinceramente, depois de derrubar mama em grande estilo, nada mais me assusta!

Sentei no lugar de costume na espera do professor, logo Alexa se aproximou com seu ar arrogante e encarou Lucy que sentava a minha direita, um pouco mais a frente.

- Você está no meu lugar garota sonsa! Sai! (Exigiu de dentes cerrados).

Vives a fitou por um instante, logo ajeitou seu material para se levantar.

- Nem pense nisso Lucy! (Falei apontando pra ela).

Fechei a cara e me levantei, caminhando em direção a Alexa.

- O seu nome está escrito nessa cadeira?! (Perguntei a encarando).

- Eu não tenho medo de você Lauren! (Disse ela de queixo erguido).

- Não foi o que eu perguntei! E é Jauregui pra você! (Falei dando um passo a frente).

Alexa me encarou de igual para igual, cerrou os olhos e arrumou a bolsa do ombro.

- Estou aqui para acabar com esse seu reinado Jauregui! (Resmungou de punhos fechados).

- Vou esperar sentada querida, mas até lá, eu mando aqui! Então vaza! (Completei com uma sobrancelha arqueada).

Vi a garota bufar e se retirar para outra mesa assim que o professor entrou. Voltei ao meu lugar com minha melhor pose e joguei o cabelo pra trás.

- Abençoada seja a rainha de gelo! (Disse Ally dando uma risada nasal atrás de mim).

Fitei Lucy que me agradeceu, respirei fundo, sorri e neguei com a cabeça, não importa o tempo que passe, o dom da intimidação nunca falha!!

Apenas aprendi a usar com quem merece, mas uma coisa é certa, nunca vou deixar morrer a rainha de gelo que ainda existe dentro de mim, porque querendo ou não, ela é muito útil! 


Notas Finais


Tah.. Sem grandes revelações.. Kkk

Bjoo..

Fui <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...