História A princesa e o Shinobi (Um conto NaruHina) - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Byakugan, Hinata, Naruhina, Naruto, Romance
Visualizações 446
Palavras 1.764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fluffy, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, minna *-*
Desculpem a demora da baby-Lua >,<
Boa leitura!

Capítulo 14 - O ataque


Fanfic / Fanfiction A princesa e o Shinobi (Um conto NaruHina) - Capítulo 14 - O ataque

Sasuke passara no hospital para ver o quadro de Naruto, ele tinha melhorado com o estado de Hinata, mas logo o tempo a mais que conseguiram se acabaria, resolveu ir até Tsunade Senju para saber a quantas andava.

 Encontrou Sakura ao virar um beco, ela chorava muito.

 - Sakura? – chamou – Achei que tivesse ido pra casa. O que aconteceu?

 - Estou tão preocupada com o estado do Naruto e da Hinata. – ela fungou levantando os olhos para mim – Eu devia ser uma amiga e uma médica melhor, Sasuke, eu devia salvá-los.

 Sasuke Uchiha não sabia como consolar as pessoas, ele não era sentimental a esse ponto, mas conseguia ver Sakura daquele jeito.

 - Oe, não pode fazer muita coisa. – foi tudo o que disse.

 - Eu sei, mas... – ela juntou as mãos – Sasuke-kun, você pode... Me dar um abraço?

Sasuke hesitou por um tempo, mas cedeu pelo estado da rosada. Abriu o braço e a acolheu dentro de sua capa, Sakura envolveu o pescoço do moreno com os braços, mas algo estava diferente, ela não cheirava a cereja, seu chakra não era quente e acolhedor.

 Sasuke sentiu uma picada em seu pescoço e a empurrou. Sakura sorria diabolicamente com uma seringa já vazia nas mãos, uma nuvem de fumaça envolveu seu corpo. Um jutsu de transformação! Futoshi Hajime explodiu em uma gargalhada diante do moreno Uchiha.

 Irritado, Sasuke o pegou pelo pescoço e o apertou com todas as forças, mas logo sentiu sua mão fraquejar, sua visão começou a embaçar e seus joelhos falharam, o Uchiha caiu de joelhos lutando contra o liquido em seu corpo.

 - Menos um. – disse Futoshi.

 Sasuke perdeu a consciência.

...

 Sakura voltou para o hospital depois de tomar um banho longo e de comer alguma coisa, Hinata estava acordada com muito custo, estava fraca demais depois de quase dois dias naquele estado.

 - Isso é incrível, o quadro do Naruto melhorou muito, já até o tiramos do tubo. – disse Sakura surpresa – Esse jutsu é perfeito.

 - Mas nós vamos quebrá-lo. – sussurrou Hinata tão baixo que Sakura quase não a ouviu – Podíamos aumentar a dose dos meus calmantes.

 - Hinata, seu coração está fraco demais. – disse Sakura – Por favor, só tente descansar, sim?

 - Hai, Sakura-chan. – disse ela fechando os olhos.

 - Volto mais tarde, Kakashi-sensei quer me ver. – disse Sakura saindo do quarto.

 A rosada caminhou lentamente pelas ruas de Konoha e demorou um pouco para chegar a torre do Hokage, queria ver se via Sasuke em algum lugar, mas não deu sorte.

 - Queria me ver, Kakashi-sensei? – perguntou colocando só a cabeça para dentro da sala.

 - Sim. – disse ele.

 Haruno adentrou a sala por completo.

 - Viu Sasuke hoje? – perguntou olhando o computador.

 - Não. – disse a garota – Não o vejo desde ontem a noite, fui em casa para tomar um banho e ele ficou no hospital, quando voltei ele não estava mais.

 - Há uma movimentação estranha na floresta, enviei três jounins para verificar e eles não voltaram. – o grisalho parecia preocupado.

 - Jounins? – Sakura se espantou.

 - Nesses casos eu mandaria Naruto ou Sasuke, mas um está em profundo coma e não consigo contatar o outro. – o Hokage parecia irritado.

 - Eu posso ir, sensei. – disse Sakura – Sou bem forte também.

 - Agora preciso que fique com Naruto. – disse Kakashi.

 De repente ouvira uma explosão alto o suficiente para irritar seus ouvidos, Hatake se colocou de pé quando Shikamaru passou correndo pela porta.

 - Hokage-sama! – gritou ele – Precisa vir comigo, agora!

 Kakashi e Sakura seguiram Shikamaru contra o fluxo de pessoas fugindo de toda a confusão, todos os ninjas nível chuunin e jounin estavam na entrada da vila. Sakura Haruno quase caiu para traz ao ver o exército de ninjas diante dela, eram centenas de homens com bandanas de todas as outras aldeias shinobi, a frente deles estava Fusashi, Futoshi na verdade, ele sorriu.

 - Matem quem se opor. – disse aos homens.

 A batalha de iniciou, ninja contra ninja e civis correndo. Sakura não teve escolha senão ingressar na batalha, destruía muitos com o seu soco poderoso, queria matá-los até chegar no maldito príncipe.

 Konoha estava em desvantagem, muitos dos seus ninjas estavam em missões fora da vila, o que possibilitou a passagem de muitos para a ala perto do hospital.

 - Sasuke, seria uma ótima hora para aparecer. – disse Sakura desesperada.

...

 Hinata acordou com o barulho de uma explosão, Ino adentrou o quarto correndo e fechou a porta.

 - O q-que está acontecendo? – perguntou a morena com voz fraca.

 - Futoshi, ele está nos invadindo com um exército. – disse Ino fechando os olhos e concentrando a mente – Shikamaru está dizendo que uma parte da frota está vindo pra cá.

 - Ele está vindo atrás de mim. – sussurrou Hinata olhando para Naruto – Precisamos impedi-lo. Quanto tempo temos?

 - Quinze minutos, vinte no máximo. – disse Ino ainda de olhos fechados.

 - Ino-chan, pode me conectar com o Neji? – perguntou a morena suspirando fundo.

 - Hai. – disse Ino se aproximando e colocando a mão na testa de Hinata.

 A morena fechou os olhos e pensou em seu primo.

“Neji nii-san?” – chamou a morena.

 “Hinata-sama?” – Neji parecia confuso da origem da voz de Hinata.

 “Preste muita atenção, reúna todos os ninjas de nosso clã e os separe em dois grupos, mande um para a entrada de Konoha, protejam o Hokage e a Sakura-chan, mande o outro grupo para o hospital.” – ordenou.

 “Hai, mas para o hospital?” – não entendeu.

 “Futoshi veio trás de mim, as tropas estão tentando chegar ao hospital, por favor nii-san, seja rápido” – ela saiu do alcance de Ino.

 Talvez Futoshi quisesse terminar o trabalho, quisesse matar o Naruto-kun e leva-la com ele, ele precisaria de alguém para defendê-lo. Hinata suspirou, estava fraca demais para ajudar.

 Logo a explosão chegou ao hospital, nada do Neji, Hinata sentia medo. Apertou a mão do amado com força e desejou mais do que nunca que ele respondesse.

 Pelo menos vinte ninjas invadiram o quarto e outros ficaram do lado de fora. Abriram caminho para que Futoshi passasse, o prateado juntou as mãos encarando Ino e depois olhou Hinata.

 - Você está horrível, amor. – disse ele fingindo preocupação – Sente-se bem?

 - Vai pro inferno. – sussurrei.

 Futoshi se virou para seus homens, e sorriu.

 - Peguem-no. – disse ele.

 - Não!

 Ino avançou com uma kunai nas mãos, mas foi desmaiada com apenas um golpe. Um brutamontes puxou as agulhas dos braços de Naruto e o jogou sobre o ombro deixando a sala com ele nos braços.

 Hinata se obrigou a levantar, sentiu os joelhos fraquejarem e caiu sentada. A dor em seu peito a impulsionava para frente, ela agarrou as barras de ferro da cama e começou a levantar.

 - De-Devolva-o. – sussurrou querendo gritar – Devolva-o para mim.

 Futoshi andou lentamente até ela e ajudou a ficar de pé, segurou-a pelos ombros e sorriu.

 - Hoje não. – Futoshi se inclinou beijando os lábios da morena rapidamente – Preciso de você aqui.

 Ele a sentou na cama e começou a sair. Hinata se colocou de pé e tomou a posição de ataque do clã Hyuuga, mal conseguia se manter em pé.

 - Devolva-o a mim. – disse com raiva – Eu não vou desistir, vou lutar por Naruto-kun até a minha morte.

 - Hoje não, amor. – repediu.

 O príncipe começou a andar e parou na porta.

 - Ah, nesse momento meu exercito está acabando com os seus Hyuugas. – disse Futoshi sorrindo – Eu sinto muito pelas mortes.

 Hinata tentou se levantar, mas acabou desmaiando.

...

 Sakura ainda não entendia o motivo de tudo aquilo, o exército bateu em retirada do nada, saiu deixando feridos e até mesmo alguns mortos pelo chão. Sakura corria curando os ninjas e civis machucados quando encontrou Kakashi Hatake encostado em uma pilastra.

 - Kakashi-sensei! – ela se ajoelhou ao lado dele.

 O cinzento tinha um profundo corte nas costelas, sangrava muito.

 - Sakura... – murmurava entre a dor.

 - Fique quieto, sensei. – disse a rosada usando seu ninjutsu médico para fechar o corte – Onde está o Sasuke?

 - Eu.. Eu não sei. – disse o Hokage.

 Ino chegou correndo, estava com um olho roxo e parecia ter apanhado.

 - Sakura! Hokage-sama! – ela gritou – Eles invadiram o hospital!

 - Hinata? – Sakura se levantou com as mãos repletas de sangue.

 - Ela está bem, desmaiou apenas, mas o Naruto... Foi levado. – disse a loira – Os homens de Futoshi entraram e o pegaram.

 Kakashi gemeu alto.

 - Vamos leva-lo daqui, Ino. – disse Sakura tentado se ocupar.

 Ela tentou respirar fundo e se concentrar, mas sua mente ia de encontro ao marrento de cabelos negros, de encontro a Sasuke e seu paradeiro.

...

 Kakashi estava bem melhor, mas Hinata estava destruída por dentro, não conseguia imaginar que levaram Naruto diante dos olhos dela e ele não fez nada.

 Shikamaru adentrou trazendo um papel nas mãos, seu rosto estava pálido e ele parecia assustado.

 - Uma carta pra você, Kakashi-sama. – disse ele entregando o papel – É do Futoshi em nome do senhor Daichi.

 Todos prenderam a respiração enquanto o Hokage lia com atenção e também se fazia pálido como Shikamaru. Ele abaixou o papel e respirou fundo inúmeras vezes.

 - Ele está com o Sasuke. – disse Kakashi – E com o Naruto.

 - Nani? – Sakura se levantou – Ele não poderia sequestrar o Sasuke!

 - Ele deu um jeito! – disse Kakashi – Ele disse que vai matá-los se não atendermos aos seus pedidos.

 - E que pedidos são esses? – perguntou Tenten.

 - O primeiro é minha exoneração como Hokage. – disse Kakashi.

 - Não pode! – disse Lee.

 - E qual é o plano? – perguntou Neji – Deixá-los morrer?

 - Um shinobi escolhe viver e morrer por sua vila. – disse Lee.

 - Eles nos salvaram dezenas de vezes! – Sakura gritou – Temos que salvá-los.

 - E deixar Futoshi ser eleito Hokage? – quis saber Kiba cruzando os braços.

 - Ele não quer o posto de Hokage, ele quer passar o posto para outra pessoa. – disse Kakashi suspirando.

 - Quem? – Neji quis saber.

 - Hinata. – respondeu o cinzento.

Todos ficaram boquiabertos com as palavras de Kakashi. Hinata se fez ainda mais pálida sentindo o coração congelar no peito.

 - Eu? – perguntou a Hyuuga.

 - Sim, ele quer que você seja eleita a sétima Hokage de Konoha. – disse Kakashi.

 - Por quê? – perguntou Hinata.

 - Porque a senhora é mais suscetível as vontades dele. – disse Neji – Fará o que ele quiser.

 - Até mesmo dissolver Konoha. – disse Hinata se sentindo forte mais uma vez.

 - O que vamos fazer? – perguntou Shikamaru sem reação.

 - Nada. – disse Hinata firmando a voz – Shikamaru, Neji, Sakura! Nós vamos sair em missão de busca. Vamos salvar Sasuke e Naruto. Vamos salvar Konoha.


Notas Finais


Desfecho do primeiro arco bem proximo, babys!
COMENTEM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...