1. Spirit Fanfics >
  2. A Princesa Prometida (SaMo) >
  3. O baile real

História A Princesa Prometida (SaMo) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


oieee gente, perdão a demora mas tive que me dedicar esses dias para o estudo.
Finalmente chegou o capitulo dois, estou ficando apaixonada nessa historia espero que também estejam.

Boa leitura !!

Capítulo 2 - O baile real


O  dia seguinte logo amanhece e o castelo começava os grandes preparativos para o baile real de aniversário da princesa. Ajudantes do rei corriam pelo salão levando flores, enfeites e pratos, deveriam arrumar tudo ainda antes de anoitecer pois os convidados eram pontuais. 

 

Sana já havia acordado e se encontrava no jardim colhendo algumas flores para enfeitar seu quarto, tentava não pensar muito sobre o noivado daquela noite, e nem em sua festa. Seus aniversários se tornavam tristes e sem mais um motivo vívido para comemoração, pois a garota sempre se lembrava do falecimento de sua mãe, como se a culpa fosse dela por ter nascido e tirado a vida de sua querida mãe. 

 

Enquanto isso no reino de Ponasileia Yuta estava em uma cavalgada matinal com seu pai conversando sobres os dotes de sua noiva e algumas lições de como se tornar um bom marido, pelo menos achavam que eram boas lições. Momo olhava pela varanda as flores roxas do jardim, o que a lembrava de sua infância, memórias sobre Sana surgiam em sua mente. Ela se lembrava que as duas costumavam a brincar no jardim dos castelos atrás de coelhos e fadas. A princesa sentia falta daquela amiga que não via a 10 anos, não sabia mais se Sana continuava doce e gentil como antes e boa o suficiente para se casar com seu irmão.

 

A lua brilhante logo chega iluminando a linda noite, os violinos já tocavam rapidamente, as comidas cheiravam incrivelmente bem e os convidados chegavam em suas carruagens elegante vindo de locais tão distintos. O rei cumprimentava todos enquanto o salão se enchia lentamente para comemorar o aniversário da herdeira de Merlasia. 

 

- Alteza não vais trocar-se? seu noivo logo chegará e terão que fazer a primeira dança - disse sua criada com um olhar preocupado para a garota de cabelos ruivos sentada em sua frente penteando seus cabelos 

 

- Rose… acha que serei uma boa esposa? 

 

- Não tenho duvidas disso alteza, agora se arrume imediatamente antes que sua governanta venha nos punir 

 

- certo.. 

 

Sana estava com um semblante triste e completamente sem esperança, ela acreditava que um dia se casaria por amor, conheceria um jovem rapaz que a entenderia e que a respeitasse, mas era fato que isso jamais aconteceria. Sem vontade alguma a princesa coloca um lindo vestido rosado cheio de flores desenhadas (foto de capa), deixa seus cabelos soltos, prendeu algumas pequenas flores que pegara do jardim esta manha ficando incrivelmente magnifica. 

 

As horas foram se passando e os convidados já haviam chegado, faltava apenas a princesa que estava um tanto atrasada, talvez para fazer uma entrada triunfal e chamar atenção de seu noivo. 

 

A governanta da jovem avisa os músicos que logo começam a tocar uma musica especial enquanto Sana descia as escadas do grande salão, segurando delicadamente a barra de seu vestido. Todos no baile ficam petrificados com tanta beleza. Yuta se ajeitava com um sorriso enquanto se aproximava dos últimos degraus da escada esperando sua linda noiva, enquanto isso Momo se surpreendia completamente. 

 

Não era nada que ela estava esperando, a ruiva em sua frente era mesmo sua amiga de infância? aquela que contava tudo? como poderia estar tão bela e sedutora daquela forma, nem mesmo a própria Momo entendia o que estava sentindo direito. 

 

Yuta segura as mãos delicadas da mais nova enquanto a conduz para o centro do salão, a cumprimentando e começando uma dança lenta, ele a olhava nos olhos admirando tamanha beleza enquanto Sana não ousava nem se quer olhar direito para o rapaz, ela deixava bem claro que não queria estar ali. Em alguns passos de dança a jovem desvia seu olhar e percebe que todos a apreciavam dançar a valsa, até que seus olhos param em um ponto de interesse. 

 

Sana olhava para uma garota de cabelos curtos e baixinha que estava de vestido azulado e quieta escondida na multidão, era familiar aquele belo rosto só não sabia da onde. 

 

- Esta encantadora alteza - disse yuta perto do ouvido da garota percebendo a distração da mesma para algum lugar 

 

Sem nem responder Sana permanecia com seus olhos fixos sua atenção concentrada na jovem, as duas não paravam de se olhar com o olhar de paixão, que arrepiava até o ultimo fio de cabelo. As bochechas de Momo rosaram ao perceber que estavam mesmo trocando olhares na frente de todos os ministros, os reis, e todos da corte real. 

 

Borboletas fluíam no estômago das duas, como se apenas estivessem ali sozinhas.

- alteza? -repete o príncipe Yuta a olhando com uma das sobrancelhas arqueadas percebendo os olhares para sua irmã mais nova 

 

- ah? ah sim, muito obrigada pelo elogio, o senhor também está magnifico 

 

Antes que os dois pudessem ter uma conversa constrangedora a valsa acaba separando o casal com aplausos de todos em sua volta, o rei então anuncia o noivado dos dois herdeiros na frente de todos proporcionando um brinde coletivo. Essa atitude fez Momo se sentir um pouco mal saindo daquela multidão e se encontrando em um local mais reservado e tranquilo perto das comidas. A garota estava ainda tentando entender o que foi que sentira naquela dança, jamais tinha ficado tão envergonhada e tímida como aquele momento. 

 

Sana percebe a movimentação de Momo e discretamente a jovem vai atras de sua admiradora, aos se encontrarem soltam um sorrisinho baixo

 

- Momo… está tão diferente… mais bonita… 

 

Antes que conseguisse terminar a frase seu pai a interrompe apresentando Yuta como seu noivo dizendo que a união sagrada dos dois seria uma benção para os reinos. Aquela conversa deixou as duas um tanto desconfortáveis mas não podiam fazer muita coisa. 

 

A noite se estendeu por longas horas, a cada minuto a princesa tinha que dançar com algum cavalheiro ou agradecer os parabéns, sempre que tentava conversar com Momo era interrompida ou levada para longe, parecia que o universo não queria que as duas se encontrassem. Depois de tantas coisas a se fazer a festa finalmente se encerra com os convidados partindo, deixando a ruiva muito pensativa sobre sua amiga de infância… a jovem que a encantou dentre todos no baile. 


Notas Finais


eai o que está achando?? deixe seu comentário para saber se devo continuar.
Não se esqueça de me seguir e compartilhar essa historia para amantes de yuri hehe.

até o próximo capítulo genteee byeee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...