1. Spirit Fanfics >
  2. A Problematic Class >
  3. Os Atrasados!

História A Problematic Class - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


eae gente beleza, cá estou eu dessa vez trazendo um cap dessa fanfic aqui que aliás é seu segundo capítulo né, espero que gostem dele e não se esqueçam de comentarem dando a sua opinião a respeito do cap pois sua opinião é sim muito importante e me ajuda muito mesmo, e lembrem-se, críticas são sempre bem vindas se forem críticas construtivas é claro.

obs: eu sei que esse cap teve quase 4.500 palavras mas eu não garanto que os próximos serão assim.

Capítulo 2 - Os Atrasados!


Fanfic / Fanfiction A Problematic Class - Capítulo 2 - Os Atrasados!

Kamiyama School 6:00:
Era dia 2 de fevereiro as 6 horas da manhã e nesse momento os alunos da Kamiyama School estavam adentrando a escola para começarem o seu primeiro dia de aula e no meio de toda aquela multidão era possível encontrar dois garotos, eram eles Shirou e Yukimura.

Yukimura: Shirou, aonde é que está seu irmão?

Shirou: deve estar por aqui já, é muito difícil ele acordar tarde, na verdade ele é sempre o primeiro a acordar lá em casa.

Yukimura: ah que bom porque a minha mãe e a sua saíram bem cedinho para comprar seus uniformes e algumas roupas e você já deve saber como são as mulheres em lojas assim né?

Shirou: sim eu sei muito bem, eu já tive experiências desse tipo tendo que sair com a minha mãe pra comprar roupa mas acho que elas exageraram porque saíram bem cedo de casa.

Yukimura: exageraram nada, as lojas de roupas de Inazuma são as que mais enchem, elas devem estar nesse momento é na frente de uma das lojas esperando ela abrir mas agora eu pensei em uma coisa que me deixou preocupado - disse Yukimura deixando Shirou curioso.

Shirou: e o que seria?

Yukimura: as nossas mães saíram bem cedo e arrastaram seu pai junto ou seja nós tivemos que acordar por conta própria certo? mas e se o Atsuya estiver dormindo ainda? quer dizer, não vai ter ninguém lá pra acordar ele né.

Shirou: relaxa, isso é impossível de acontecer, aquele ali detesta dormir e... - Shirou ia continuar falando porém Yukimura o interrompe.

Yukimura: mas Shirou, nós fomos dormir bem tarde ontem, quase meia noite e também se o Atsuya faltar justamente o primeiro dia de aula, do jeito que essa escola é, é bem capaz de ele receber um telefonema - disse Yukimura preocupado.

Shirou: relaxa Yukimura, como eu disse ele deve estar por ai fica tranquilo - disse Shirou tentando acalmar o garoto de cabelos azul.

Yukimura: se você diz.

Shirou: sim, eu digo o que sei agora me leve pra nossa sala porque eu não faço ideia de onde ela fica.

Yukimura: sim vamos pra lá então - disse Yukimura andando na direção da entrada para os corredores e Shirou apenas o seguia.


Uma casa qualquer na cidade de Inazuma:
Agora fomos guiado até uma das casas em Inazuma, nesse momento estamos no quarto de um garoto que se fosse botar do lado de Atsuya podia-se dizer que tinha a mesma estatura dele, ele tem pele clara ,cabelos espetados brancos com costeletas e olhos violeta-escuros e ele parecia estar dormindo em um sono profundo e roncando bem alto até que seu despertador toca acordando o mesmo.

???: aahh que noite de sono boa - disse o garoto meio sonolento, ele ao acordar olha para o calendário que estava em uma mesinha e vê que hoje era dia 2 de fevereiro e olha para o relógio marcando 6 horas.

???: ata, hoje é dia 2 e são 6 horas e hoje é justamente o dia que começa as aulas - disse o garoto meio sonolento porém ao se dar conta do que havia falado o mesmo arregala os olhos e dá um pulo da cama.

???: Saryuu seu idiota, como você pode se esquecer disso? - disse o garoto se referindo a si mesmo em terceira pessoa enquanto pegava um óculos de armação preta e colocava em si mesmo (do jeito que está na capa) e saindo em disparada pro banheiro.

Saryuu: merda, se eu me atrasar os porteiros desgraçados não vão me deixar entrar e minha mãe vai receber um telefonema - disse Saryuu entrando no banheiro e pegando sua escova de dentes.

Saryuu: se minha mãe ou meu pai receberem um telefonema da escola eu estou lascado - disse Saryuu fazendo as coisas a pressa.

Saryuu: é hoje que eu morro - disse o garoto porém o mesmo para e vê uma espécie de cubo branco na sua mesa.

Saryuu: vou guardar isso aqui na minha mochila pois caso aqueles porteiros idiotas não me deixem entrar eu vou ter que usar isso aqui - disse Saryuu colocando o cubo em sua bolsa e voltando a se arrumar.

Não demorou muito para o mesmo se arrumar pois como dito antes ele havia feito tudo as pressas e logo saiu disparado de casa com uma cara de desespero em seu rosto com medo de não conseguir chegar a tempo e ficar do lado de fora da escola pois se isso acontecesse aparentemente ele teria sérios problemas com seus pais.


Alguns minutos antes de Saryuu acordar(casa da família Fubuki):
Dessa vez fomos guiados até o quarto de Atsuya Fubuki que estava assim como Saryuu em uma espécie de sono pesado porém o mesmo não estava fazendo uma cara boa enquanto dormia, parecia até que estava tendo um pesadelo.

Atsuya: aaaaaaahhhhhhh não mãe - grita Atsuya acordando assustado até que o ruivo olha em volta e fica bem mais calmo.

Atsuya: ufa, foi só um pesadelo, eu tava sonhando que eu tava em casa e minha mãe recebia um telefonema da escola avisando que eu não havia ido dai eu apanhava feio mas ainda bem que era só um sonho - disse Atsuya mais aliviado porém a partir do momento em que o mesmo olha para o despertador em seu quarto ele arregala os olhos.

Atsuya: puta merda são 6 horas já - grita Atsuya pulando da sua cama.

Atsuya: mas eu havia botado esse maldito despertador pra tocar as 5 da manhã - disse Atsuya irritado e justamente agora que eram já 6 horas da manhã e agora que ele havia acabado de acordar o despertador começa a tocar enquanto uma veia aparece na testa do garoto.

Atsuya: seu maldito, eu te botei pra tocar as 5 da manhã e não as 6 - grita Atsuya extremamente irritado com seu despertador que começou a tocar mais alto ainda, parecia até que o objeto estava fazendo aquilo de propósito para irritar o ruivo.

Atsuya: eu já entendi que são 6 horas - grita Atsuya pegando o despertador e tacando ele na parede fazendo o mesmo parar de tocar.

Atsuya: ótimo, assim está bem melhor agora eu já posso ir me arrumar - disse Atsuya começando a andar na direção da porta de seu quarto porém ao abrir a porta seu despertador começou a tocar sozinho do nada porém bem mais alto do que antes e aquilo havia deixado Atsuya muito bravo.

Atsuya: já chega ,eu vou te quebrar de vez seu lixo barulhento - disse Atsuya estourando de vez, o que o fez pegar o seu despertador e tacar pela janela e quando o despertador caiu lá em baixo ele parou de tocar.

Atsuya: ótimo, agora sim eu já posso me arrumar - disse Atsuya que assim como Saryuu havia se arrumado de forma desesperada e assim que ele botou seu pé pro lado de fora da sua casa já arrumado (porém com uma roupa comum pois o mesmo ainda não tinha o seu uniforme) seu despertador começou a tocar e uma veia apareceu na testa dele.

Atsuya: quer saber de uma coisa seu despertador do (family friendly) depois que eu voltar da escola eu vou tacar fogo em você - disse Atsuya saindo de casa disparado.

Atsuya: eu espero que me deixem entrar mesmo eu chegando atrasado.


Na escola:
Yukimura: cara isso não é nada bom, eu não vi o Atsuya em nenhum lugar enquanto estávamos indo na direção da nossa sala.

Shirou: relaxa cara, como eu disse antes o Atsuya deve estar por ai já, além do mais ele obviamente não viria pra cá a essa hora já que nós entramos cedo demais na escola, apesar dos portões de entrada fecharem as 6 e 10 as aulas só começam as 7 e também só tem nós dois aqui dentro.

Yukimura: é verdade, talvez eu esteja exagerando.

Shirou: mas Yukimura, você me disse que todas as pessoas que vão estar nessa sala esse ano são as mesmas que estiveram com você ano passado no sexto ano né?

Yukimura: sim, porque?

Shirou: você não tem nenhuma foto com eles ai não, é que eu estou bem curioso pra saber como eles são.

Yukimura: tenho sim, ano passado nós tiramos uma foto todos juntos no zoológico - disse Yukimura pegando seu celular e mostrando a foto para Shirou.

Shirou: ah então esses são eles, mas cara você me disse que só tinha amizade com uma pessoa só que todos eles parecem ser pessoas legais então porque isso?

Yukimura: não é que eu só tenha amizade com uma pessoa, essa pessoa é a Beta e ela meio que é a que mais conversa comigo sabe, eu conheço todo mundo e talz mas de vez enquanto eu me sinto meio sozinho dai ela quem conversa comigo.

Shirou: entendi, então você é o excluído da sala - disse Shirou e o garoto abaixa a cabeça.

Yukimura: Shirou você não está ajudando em nada sabia - disse Yukimura com uma cara de desolação e Shirou solta uma risada baixinha devido a reação de seu primo.

Shirou: relaxa, esse ano comigo e com meu mano aqui isso vai mudar pra você eu garanto - disse Shirou dando uns tapinhas nas costas de Yukimura e o mesmo levanta a cabeça.

Yukimura: sério mesmo?

Shirou: sim sim, agora me diz ai, quem é a tal da Beta? ela está nessa sua foto?

Yukimura: está sim, é essa aqui olha - disse Yukimura dando zoom na garota, e em comparação com as outras ela parecia ser um pouco baixinha (bem mais ou menos no quesito baixinha, não era tão baixinha assim mas não chegava a ter estatura média que nem Atsuya) ela possuía cabelos azul-esverdeados na altura dos ombros, acompanhados por dois pães na parte superior da cabeça, seus olhos eram violeta meio rosados.

Shirou: é essa ai? nossa ela é tão fofinha - disse Shirou olhando para a foto e Yukimura começa a rir.

Shirou: ué, do que você tá rindo?

Yukimura: você não é a primeira pessoa que diz isso e definitivamente não será a última - disse Yukimura rindo.

Shirou: como assim?

Yukimura: eu não digo isso dos garotos dessa sala mas ela aparentemente é bem popular pois ela chama a atenção dos garotos das outras sala mesmo que ela não perceba, na verdade apesar disso tudo ela é bem inocente e enfim não é só a aparência dela que é fofinha não, a personalidade também é.

Shirou: entendi, eu adoraria conhecer ela.

Yukimura: eu acho que hoje não vai dar.

Shirou: e porque não?

Yukimura: apesar dela ainda permanecer matriculada aqui, eu soube pelo irmão dela o Fey que a família deles finalmente havia conseguido comprar uma casa e eles iam se mudar hoje pra ela pra parar de pagar aluguel.

Shirou: entendi, mas Yukimura eu espero que o Atsuya não cause problemas, eu ainda acho que ele já está por aqui em algum canto mas ele adora aprontar e isso de certa forma me preocupa.

Yukimura: olha Shirou, eu não sei porque mas tenho a sensação de que ele não vai entrar nessa sala da mesma maneira que nós entramos.

Shirou: o que quer dizer com isso?

Yukimura: eu não sei mas estou com essa sensação.


Com Atsuya:
Atsuya nesse momento estava correndo de forma desesperada pelas ruas porém o mesmo teve que parar pois um dos sinais havia ficado verde liberando a passagem para os carros e pelo visto a cidade parecia estar bem movimentada hoje, o mesmo estava com muita pressa e ao se virar ele nota um garoto com um uniforme escolar e o mesmo parecia estar com tanta pressa quanto Atsuya.

Atsuya: ei, esse uniforme é o da Kamiyama? - perguntou Atsuya chamando a atenção do garoto.

???: é sim porque?

Atsuya: nada, é que eu estou indo pra lá também, eu vou estudar no 7 ano A.

???: ata, mas se está indo pra lá cadê seu uniforme?

Atsuya: é que eu não tenho ele ainda, eu acabei de me mudar pra Inazuma ontem.

???: entendi e fico feliz em saber que estaremos na mesma sala, mas qual é o seu nome?

Atsuya: meu nome é Atsuya Fubuki, e o seu?

???: eu me chamo Saryuu Evan - disse o garoto estendendo a mão para Atsuya que logo o cumprimentou.

Saryuu: bem Atsuya, nós estamos atrasados e precisamos correr - disse Saryuu saindo correndo assim que o sinal fechou e Atsuya tratou de acompanha-lo.

Atsuya: sim eu sei mas porque essa cara de preocupação?

Saryuu: sabe o que é, é que os porteiros daquela escola são vacilões, a última vez que eu me atrasei eles não me deixaram entrar de jeito nenhum e olha que eu até tentei entrar pelos fundos da escola mas aqueles malditos ainda me pegaram e eu me lasquei.

Atsuya: entendi, então nós ainda vamos ter que lhe dar com eles se não chegarmos a tempo né.

Saryuu: sim.

E assim foi com os dois correndo na direção da escola e ao avistarem os portões da escola, os porteiros sorriram para os dois com seus sorrisos de deboche enquanto trancavam os portões.

Atsuya: ei, abram esses portões? - grita Atsuya e os porteiros começam a rir.

???: ei Harry o que temos aqui, dois coitados - disse o porteiro debochando de Atsuya.

Harry: pois é Edgar hahaha - disse o outro porteiro rindo de Atsuya.

Atsuya: poderia por favor abrir esse portão.

Edgar: nem vem garoto, vocês chegaram atrasados.

Atsuya: mas são 6 e 9 e os portões fecham as 6 e 10.

Harry: espere um pouco então - disse o porteiro olhando para o seu relógio e logo o horário passou para 6 e 10.

Harry: ah que pena garoto, já são 6 e 10, tente de novo amanhã - disse Harry e ele e Edgar começam a rir dos dois.

Atsuya: ei seus malditos, abram essa droga logo - disse Atsuya começando a chutar o portão.

Edgar: se continuar nós vamos chamar a polícia.

Saryuu: deixa eles Atsuya - disse Saryuu chamando a atenção do ruivo.

Harry: é isso mesmo desista garoto - disse Harry com um sorriso de deboche em seu rosto.

Atsuya: mas Saryuu se nós não entrarmos você já sabe que nós vamos se ferrar - disse Atsuya porém Saryuu vai até o garoto e sussurra umas palavras no ouvido do mesmo fazendo ele abrir um sorriso em seu rosto.

Atsuya: entendi, muito bem então, vamos sair daqui - disse Atsuya saindo do local com Saryuu enquanto os porteiros riam dos dois.


Dentro da sala:
Shirou: ai cara, agora eu já estou começando a ficar preocupado com meu irmão, já estão todos aqui esperando o professor e ele não então ainda - disse Shirou com uma cara de preocupação.

Yukimura: eu temo que sua mãe possa receber um telefonema hoje e seu irmão vá se ferrar.

???: todos de pé - disse um garoto do tamanho de Shirou se levantando da sua cadeira, ele possuía cabelos rosa amarrados em duas tranças e olhos azul-celeste e sua pele era bem clara.

Shirou: porque ele nos mandou levantar? - disse Shirou que assim como todo mundo já estava de pé.

Yukimura: o nome dele é Kirino Ranmaru e ele fez isso porque a professora já vai entrar na sala - disse Yukimura e nesse momento entra na sala uma mulher de pele clara, seus cabelos eram ruivos e eram bem curtinhos e seus olhos eram castanhos.

???: bom dia Min'na - disse a professora de forma bem animada.

???: ora não precisam ficar calados dessa forma, eu gosto de interagir com meus alunos, eu me chamo Aiko e serei sua professora de Japonês, hoje eu não pretendo passar nada eu apenas quero conhecer vocês mas antes disso, eu gostaria que você abrisse a janela porque está muito calor - disse a mulher dirigindo sua palavra a Kirino que foi até a janela e a abriu e logo foi pro seu lugar.


Com Atsuya e Saryuu:
Atsuya e Saryuu já haviam saído de perto da entrada porém ainda estavam pelos arredores da escola.

Atsuya: Saryuu aonde estamos indo? e qual é o seu plano?

Saryuu: nós vamos parar aqui mesmo - disse Saryuu parando em um lugar aonde tinha um enorme muro da escola porém dava pra ver o segundo andar dela e tinha uma janela aberta.

Saryuu: isso, a janela está aberta - disse Saryuu comemorando.

Atsuya: sinceramente Saryuu eu não estou te entendendo, não dá pra entrar na escola por aqui então qual é seu plano afinal de contas?

Saryuu: tem uma entrada sim, aquela janela aberta e lá é justamente a nossa sala - disse Saryuu abrindo um largo sorriso em seu rosto.

Atsuya: ok mas como vamos fazer pra chegar naquela janela?

Saryuu: com isso aqui ó - disse Saryuu abrindo sua mochila e retirando aquele cubo branco que ele havia pego hoje de manhã.

Atsuya: é sério isso Saryuu? como um cubo branco vai nos ajudar a entrar lá? - disse Atsuya decepcionado com Saryuu.

Saryuu: não faça essa cara, apenas veja - disse Saryuu jogando o cubo no chão e nesse momento o mesmo começa a crescer mudando de forma.

Atsuya: o que? mas o que é isso? - perguntou Atsuya assustado com o que estava vendo até que o cubo para de mudar pois já havia chegado na sua forma final.

Saryuu: esse carinha aqui pode ganhar a forma do que eu quiser, ele é um dos meus inventos e nesse momento ele será uma catapulta e nós vamos nos lançar até aquela janela - disse Saryuu e Atsuya arregala os olhos.

Atsuya: você ficou doido ou o que?

Saryuu: a deixa disso e vamos logo - disse Saryuu subindo ajustando a catapulta e subindo nela.

Atsuya: espera, mas você vai deixar essa coisa aqui fora?

Saryuu: relaxa, depois eu pego ela.

Atsuya: tudo bem então - disse Atsuya se sentando ao lado de Saryuu.

Saryuu: eu espero não errar o alvo - disse Saryuu abrindo um pequeno sorriso em seu rosto.

Atsuya: espera, como ééééé... - foi a ultima coisa que Atsuya conseguiu gritar antes de ser arremessado com Saryuu nesse momento os dois passaram voando por cima do muro (imagine agora o momento em Slow Motion) os mesmo porteiros que barraram os dois estavam indo checar os fundos da escola e ao olharem para cima os olhares deles se encontram com os de Atsuya e Saryuu que mostram seus dedos do meio para os dois porteiros que haviam ficado putos porém não podiam fazer mais nada e nesse momento eles entram pela janela da sala, Saryuu indo de cara no chão da sala e Atsuya batendo com a cara na porta e ao bater com a cara na porta logo caiu no chão, já todos os alunos que estavam ali dentro ficaram congelados com a cena.

Saryuu: c-cheguei galera - disse Saryuu caido no chão.

Shirou: r-realmente Yukimura, meu irmão não entrou nessa sala da mesma forma que agente.

Yukimura: sim.

Aiko: v-vocês são atrasados?

Sim - responderam os dois em uníssono enquanto ainda estavam no chão e nesse momento de lá do fundo um garoto do tamanho de Shirou começa a rir bem alto enquanto ia até Atsuya e Saryuu, seus cabelos castanhos curtos, espetados nas laterais, e tem um único estrondo pendurado na testa seus olhos castanhos são grandes e redondos e ele tem um queixo redondo e pele levemente bronzeada.

???: caras aquilo foi demais hahaha - disse o garoto estendendo uma mão para cada um dos garotos.

Atsuya: hehe foi mesmo, mas quem é você?

???: meu nome é Endou Mamoru mas podem me chamar só de Endou, seja meu amigo assim como o Saryuu já é - disse o garoto sorrindo para os dois enquanto os ajudava a se levantar.

Atsuya: sim claro, meu nome é... - Atsuya ia falar porém Aiko a interrompe.

Aiko: por favor vão para seus lugares e guardem as apresentações para quando chegarem a vez de vocês - disse a professora olhando para os três ali.

Saryuu: espere professora, você não vai lá na diretoria contar o que nós dois fizemos não é? - disse Saryuu com medo do que poderia acontecer e a professora respira fundo.

Aiko: muito bem dessa vez eu vou deixar passar mas se fizerem isso de novo eu vou contar, agora vão para os seus lugares - disse a professora e enquanto Atsuya ia para seu lugar ele recebia vários olhares dos alunos que estavam ali na sala.

E assim as aulas foram passando, na verdade tirando esse acontecimento entre Atsuya e Saryuu o dia foi bastante tranquilo até e assim que o sinal bateu dando término ao turno da manhã os alunos foram liberados e Atsuya, Saryuu, Shirou e Yukimura foram andando, e ao passarem pela entrada que também era utilizada como saída os porteiros viram os dois e os olharam com uma cara feia e os dois bondosos como são mostraram novamente seus dedos do meio com um sorriso cínico estampado em seus rostos, Shirou e Yukimura não entenderam nada mas resolveram ficar calados, Atsuya havia dito aos três que não estava com vontade de ir pra casa agora e resolveu ir dar uma volta sozinho enquanto cada um ia para a sua casa e obviamente Atsuya havia pedido ao seu irmão para levar sua mochila para casa, nesse momento Atsuya estava andando na maior tranquilidade por uma pracinha da cidade que não parecia estar tão movimentada assim, até que ele avista uma garota que parecia estar bem triste sentada no banco e o mesmo vai até ela e se senta do seu lado.

Atsuya: ei, você parece bem triste, aconteceu alguma coisa? você precisa de algo? - perguntou Atsuya oferecendo ajuda e a garota ao se virar para Atsuya faz o ruivo entrar em transe.

Atsuya: nossa, ela é bem linda, e é tão fofinha parece até um anjo - disse Atsuya em seus pensamentos enquanto encarava a menina com sua boca um pouco aberta.

???: e-ei porque está me olhando assim - disse a garota.

Atsuya: nossa, até a voz dela é fofinha - disse Atsuya em seus pensamentos.

???: ei, eu estou falando com você - disse a garota passando a mão entre os olhos de Atsuya fazendo o ruivo sair de seu transe.

Atsuya: hã, ah sim, desculpe é que você parecia bem triste e eu vim aqui pra ver se posso te ajudar - disse Atsuya com um sorrindo porém um pouco envergonhado por causa da situação.

???: é eu estou sim mas foi porque eu cai enquanto corria e me machuquei olha - disse a garota apontando para sua perna e ela parecia bem vermelha.

Atsuya: ata, fica tranquila se tratar disso ai amanhã sua perna já deve estar normal então porque não vai pra casa? eu acho que não deve doer tanto assim se andar mesmo estando machucada não é?

???: é eu até iria só que eu acabei de me mudar hoje e minha casa é um pouco longe, e minha perna dói um pouco, eu não quero forçar demais se não vai estar doendo muito - disse menina fazendo um biquinho e Atsuya abre um pequeno sorriso em seu rosto por achar engraçado a ação da garota.

Atsuya: entendi, deixa que eu te ajudo então - disse Atsuya se levantando do banco e ficando de frente pra ela.

???: mas como você vai me ajudar? - disse a garoto e Atsuya vira de costas pra ela e se abaixa.

Atsuya: sobe ai que eu te levo até a sua casa.

???: você vai me carregar até lá? - disse a menina ficando levemente ruborizada e Atsuya ao ouvir essas palavras havia ficado do mesmo jeito porém ela não chegou a ver isso pois ele estava de costas.

Atsuya: s-sim, agora sobe ai - disse Atsuya e a menina logo subiu em cima de Atsuya que trato de se levantar e a mesma logo passou seus braços sobre o pescoço do ruivo para se segurar nele.

Atsuya: está segurando firme ai?

???: sim.

Atsuya: antes de irmos poderia me dizer o seu nome?

???: sim, eu me chamo Beta Rune - disse a menina e não se notava mais tristeza em seu tom de voz.

Atsuya: certo Beta, eu me chamo Atsuya Fubuki, agora eu vou começar a andar e como não sei aonde fica a sua casa eu gostaria que me guiasse até ela.

Beta: pode deixar.

Os dois haviam começado a andar com Beta guiando Atsuya até sua casa e de fato o que ela havia dito era verdade, a casa dela era bem longe pois Atsuya já estava andando com ela em suas costas há um bom tempo e obviamente os dois estavam recebendo olhares das pessoas que estavam nas ruas porém decidiram ignorar e seguirem seu caminho até Atsuya chegar em uma rua familiar.

Atsuya: ué, essa rua aqui não me é estranha - disse Atsuya em seus pensamentos.

Beta: ali, é ali que eu moro - disse Beta apontando para uma casa.

Atsuya: beleza, vamos lá então que eu vou te deixar na porta da sua casa.

Beta: Atsuya, a essa hora minha mãe já deve estar na casa dos vizinhos do lado porque como ela acaba de se mudar ela disse que iria querer conhecer os vizinhos, você poderia me deixar na casa deles?

Atsuya: os vizinhos da esquerda ou da direita?

Beta: os da direita.

Atsuya: certo vamos lá - disse Atsuya indo até a casa da direita.

Atsuya: espera, eu conheço essa casa, e número 18, essa é a casa onde eu moro - disse Atsuya em seus pensamentos que foram interrompido por Beta que tocou a campainha e logo a porta foi aberta pela mãe de Atsuya porém Beta ainda estava sendo carregada pelo ruivo que logo nota que ainda não havia soltado ela e arregala os olhos e a reação da sua mãe não foi tão diferente da dele.

Atsuya: merda, eu to lascado - disse Atsuya em seus pensamentos.

Beta: cheguei mãe - disse Beta com um sorrisinho estampado em seu rosto.

Yukimura: bem vinda Beta e fico feliz em saber que você vai ser a nossa vizinha nova.

Beta: ah oi Yukimura.

Shirou: porque o mano tá carregando ela? - disse Shirou soltando essa frase enquanto sua mãe e a mãe de Beta a Akemi e um outro garoto que também estava ali encaravam os dois.

também gostaríamos de saber - disseram as duas mães em uníssono.

Atsuya: mas que droga, é hoje que eu morro - disse Atsuya em seus pensamentos começando a suar frio.


Continua.


Notas Finais


sei que isso não tem nada haver com a fanfic mas como eu gosto dessa instrumental aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=VLBuFW5wSe4&list=PL739W-Z2tqXXyIj3HA9fGTWXzylvNk-lO&index=3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...