1. Spirit Fanfics >
  2. A procura de Wataru >
  3. Treinamento

História A procura de Wataru - Capítulo 49


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, voltei, hoje finalmente Wataru vai começar com seu treinamento.

Capítulo 49 - Treinamento


Fanfic / Fanfiction A procura de Wataru - Capítulo 49 - Treinamento

Agora que Seiji tenha mais tempo livre ele podia começar o treinamento que prometeu ao príncipe que sempre lhe perguntava quando Seiji começaria e lhe ensinar. Seiji agora mais descansado voltou a acordar cedo como de costume, se levanto eu olhou para cama vendo Wataru dormir, os empregados não voltaram mais no quarto do príncipe depois do que viram deduziram que agora que o príncipe não dorme mais sozinho ele devia ter mais privacidade. Seiji voltou a se sentar na cama e alisou os cabelos suaves de Wataru o vendo se encolher na cama feito uma bolinha com a calda entre as pernas resmungando baixinho.

- Hora de acordar dorminhoco. - O albino fala ao pé de seu ouvido e da um mordidinha leve fazendo o pequeno resmungar algo não compreensível. - Se não acordar agora pode esquecer do seu treino. - Prontamente o menor senta na cama mesmo de olhos fechados e boceja coçando os olhos e os abrindo lentamente. 

- Ótimo vamos nos aprontar para o café e após isso começaremos. - Seiji beijou seu rosto e se levantou indo ao banheiro.

- Tão exigente esse mau noivo. - Comentou Wataru a si mesmo se levantando.

- Te treinarei como treinei Yasu, você é esperto vai aprender bem rápido. - Seiji falou saindo do banheiro, e indo pegar umas peças de roupas, Haviam poucas roupas alí mais era o suficiente para Seiji, já Wataru insistia que ele devia comprar roupas novas e como um príncipe não deveria andar por ai como um neko qualquer, Seiji sempre rolava os olhos para os comentários do noivo, talvez compraria algumas coisinhas só para Wataru o deixar em paz, mas ele já tinha se acostumado com pouco e no palácio das montanhas geladas do norte não era diferente, Seiji nunca foi de ostentação, seu quarto mesmo enorme não tinha quase nada, somente as coisas que mais gostava e sua inseparável espada como o brasão da família real que a tempos só serve de enfeite em seu quarto na casa que morava com Yasu, ele parou de usa-la já que não queria que descobrissem que ele era um príncipe das montanhas geladas do norte e todos conheciam o brasão de sua família, assim como conhecem qualquer brasão das família reais, era obrigatório eles estudarem sobre seus reis e rainhas desde filhotes. Wataru foi até o banheiro enquanto Seiji se vestia, apesar do menor ainda ficar um pouco corado em ver o noivo despido tentava se acostumar com aquilo já que em pouco tempo os dois estarão casados e não poderá existir vergonha entre eles, bem Seiji nunca teve vergonha do príncipe, mas Wataru sempre ficara corado feito uma pimentinha vermelha ao vê-lo nu ou parcialmente despido e estava tentando mudar isso, os dois já estavam tão íntimos que não havia motivos para se envergonhar. Depois de protos desceram para tomar café e este foi tranquilo regado a conversa e risadas Yasu e Kuro tinham ido morar na casa onde Seiji morava com Yasu, agora seria de Yasu e Kuro, os dois já tinha até pensado em com vão reforma-la e quando estivesse pronta chamaria a todos para um confraternização regada a muita comida e bebida, Yasu adorava uma boa festa e Kuro não era diferente, é por isso que os dois combinam tanto, agora só restava Zen achar o seu lugar, mas o mesmo ainda não parecia preocupado com isso já que não tinha ninguém então ainda não achava necessário um canto só seu, por enquanto, ninguém sabe o que o futuro nos reserva. terminaram o café e Seiji e Wataru foram para o pátio onde tinha muito espaço e poderiam trainar la sem problemas.

- Antes de começarmos com as armas quero ver o que sabe fazer usando somente se corpo. - Seiji tirou seu cinto onde estava preso sua espada mistica e uma adaga as deixando no chão perto de uma arvore e apontou para Wataru fazer o mesmo. Logo apos ficaram frente a frente no meio do pátio com alguns guardas que assistiam curiosos para saber o que iria acontecer. - Me mostre tudo que sabe, não se contenha, pense em mim como se estivesse lutando com seu pior inimigo, que sua vida depende desta luta, entendeu?

- Sim, Wataru tira uma fita de seu braço e prende seu cabelo para que o mesmo não lhe atrapalhe.

- Para mim começar a te treinar eu preciso primeiro saber o que você sabe e a partir dai daremos inicio ao seu treino. - Seiji se posicionou na frente do menor que fez o mesmo, sabia que seu adversário era forte e habilidoso então tinha que pensar antes de agir, se Seiji queria ver o que sabia fazer então o mostraria da melhor forma possível. Wataru começou, indo para cima de Seiji com socos e chutes que eram defendidos facilmente pelo maior que entre os ataques do príncipe também o atacava e Wataru se defendia como podia sentindo a força do maior, mas sabia que Seiji não estava usando toda sua força contra si, se não a luta já tinha terminado com Seiji sendo o vencedor então tentava o atacar com toda sua força, o menor estava tão focado em atacar que vacilou levando uma rasteia do maior o fazendo cair sentado no chão. - Não tente usar a força bruta use habilidades. - Seiji falou dando um pulo para trás se distanciando do menor.

- Mas como poderei te vencer se sei que é mais forte do que eu? - Perguntou confuso se levantando e tirando a poeira que havia grudado em sua calça.

- Por isso mesmo que estou te dizendo, em força bruta nunca vai conseguir me vencer, pois naturalmente sou mais forte, por isso você tem que usar habilidades que te favoreça, você é pequeno e mais leve do que eu, sendo assim pode ser mais ágil do que eu, é nisso que tem que se focar, em sua agilidade, dou para ver que tem boas técnicas para lutar corpo a corpo, mas se usar agilidade ao em vez da força vencerá com certeza. Vamos de novo! - Seiji voltou para o centro do pátio e Wataru parou em sua frente novamente como da primeira vez. - Dessa vez tente usar sua agilidade combinada com seus golpes.       

- Tá. - Wataru respirou fundo pelo nariz e soltou pela boca vendo Seiji vir para cima dessa vez, o albino deu um soco só que o mesmo acertou somente o ar, pois no último instante o menor desviou com agilidade e acertou um soco na barriga do maior o fazendo dar um passo para trás. 

- Entendeu direitinho o que eu disse. - Wataru sorriu, vitorioso. - Não cante vitória, ainda tem muito para aprender. - Os dois continuaram a lutar e era visível como Wataru em tão pouco tempo conseguiu pegar o jeito e fazendo tudo que Seiji lhe mandava fazer e realmente ser mais ágil e combinando com o que sabia de luta o estava ajudando muito. Os soldados que ali estavam vendo tudo acontecer ficaram impressionados como o príncipe conseguia aprender rápido o que lhe estava sendo ensinado e se impressionaram também com as habilidades do neko albino, mesmo eles sabendo que o maior não usava toda sua força no príncipe, ele tinha um controle incrível sobre sua força exercida para cima de Wataru, pois mesmo aquele sendo uma luta para medir as habilidade do príncipe ele não queria o ferir, somente saber do que Wataru era capaz. De uma janela no alto do castelo o rei observava o treino do filho, o via ser derrubado algumas vezes mais ele estava sempre levantando disposto a recomeçar e corrigir seu erro.

- Wataru é mais forte do que imaginou, não? - Se assustou, nem tinha visto Gaya parar ao seu lado.

- É. - Confirmou vendo o filho se levantar mais uma vez com a ajuda de Seiji se ria do modo engraçado que o menor tinha caído e vendo também o enorme bico em seus lábios. - Eu nunca o achei fraco. - Confessou. - Só tinha medo de dar liberdade de mais a ele e ele me deixar.

- Isso nunca vai acontecer, ele é seu filho, do mesmo jeito que não deseja que ele se vá, ele também não deseja ir, se não já teria partido, sebe que o príncipe tem muita atitude, sempre fazendo o que tem vontade, então se ele desejasse ir já teria ido faz tempo. - Gaya tocou o ombro de seu rei.

- Tem razão, como sempre. - Sorriu se virando para Gaya e segurando sua cintura o puxando para mais perto, o menor corou ao sentir o calor do corpo maior e mais musculoso que o seu. - Ficas tão fofo quando se envergonha. - Alisou o rosto vermelhinho com carinho.

- A-As vezes ainda acho que estou vivendo um sonho, e que uma hora irei acordar e tudo voltará a ser como antes. - Confessou.

- Nada será como antes, e posso provar que não esta vivendo um sonho. - Se tempo para respostas o rei tomou os lábios do neko a sua frente apertando mais um pouco sua cintura, Gaya deslisou suas mãos pelos braços fortes do rei sentindo seus músculos até chegar em seu pescoço e abraça-lo sentindo sua boca ser invadida pela língua de Aido que a cada dia estava, mais e mais próximo de si, podia até arriscar que poderia esta crescendo um sentimento de amor em seu coração, depois de tanto tempo sozinho. - Dorme comigo esta noite Gaya e te mostrarei meu mais real sentimento por ti. - Aido fala ao terminar o beijo, já fazia um tempo que pensava em avançar as coisas com Gaya, já sabia que o menor sempre o amou e agora sabia que sentia algo por ele também, ainda não podia afirmar que era amor mais, já era quase isso, pois toda vez que o via sentia vontade de toca-lo e sentir sua pela suave e seus lábios quentes que pareciam brasas em uma fogueira ardentes, e toda vez que seus lábios se encontravam parecia que seu corpo todo incendiava em uma chama forte quase incontrolável, então para que esperar mais tempo? 

 

E a aventura continua.....      


Notas Finais


Lemon Aido e Gaya no próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...