História A profecia - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fadas
Visualizações 4
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Magia, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tive essa idéia enquanto jogava Fastar, um joguinho da fada

Capítulo 1 - Prólogo



Fastar era um reino nobre localizado ao norte da grande árvore anciã, casa do espírito da fada mãe. As fadas habitantes de vilas proximas ao reino diziam que há séculos atrás, duas estrelas desceram para a terra e se transformaram nas mais puras fadas, originando a raça mais pura de seres mágicos. 


Viviam em Fastar apenas aqueles que prosperavam a paz entre todos, sem qualquer ódio no coração, governando o reino com sabedoria e gentileza, Daisy e Logan se mantinham como altezas e protetores de seu reino e seus cidadãos. Gael, o único filho do rei e da rainha, agora estava com seus 17 anos, uma fada esbelta, com seus cabelos e olhos na cor de mel, sua pele pálida e suas bochechas levementes rosadas deixavam todos a sua volta encantados. Apenas suas pequenas asas esverdeadas e suas orelhas pontudas denunciavam que o garoto não era um humano, e sim, o herdeiro do reino das fadas.


Ao Sul da grande árvore anciã, casa da fada mãe, estava localizado o reino de Itthersta, um reino onde a discordia e guerra prosperavam. O rei Adrian governava junto de sua esposa, rainha Alice, juntos ambos comandavam Itthersta com força bruta, sem se importarem com os sentimentos ou bem-estar de suas fadas cidadãos. 


Kenneth era o único filho concebido do ventre da rainha Alice, que tentara por séculos engravidar mas falhara em suas tentativas, agora com 19 anos, o herdeiro de Itthersta via-se rodeado por inúmeras fadas femininas e masculinas, tentando aproveitar-se do futuro rei de Itthersta. Kenneth era uma jovem fada alto, mesmo tendo poucos músculos definidos, ainda consideravam seu corpo o mais bonito de toda a região Sul. Tinha seus cabelos negros como a noite, seus olhos na cor roxa escura, como um dos piores venenos humanos, sua pele pálida e suas orelhas pontudas, que jamais se abaixavam, o tornavam a fada mais atraente do reino, todos invejam sua aparência e suas potentes asas, estas que tinham uma coloração também roxa.


- Entendo seus princípios, meu príncipe, mas acho que vosso rei não irá gostar disto. - Uma das fadas conselheiras disse.


- Apenas cale a boca e diga que não me viu. - Kenneth rosnou, já perdendo sua pouca paciência herdada de sua mãe.


A mulher manteve-se em silêncio, Kenneth retomou sua postura e pôs-se a voar em direção a grande árvore anciã, lugar que visita uma vez a cada ano, procurando por respostas para seus inúmeros questionamentos.


Em um lugar um pouco longe, Gael descansava em um grande canteiro de flores que residia nas proximidades da grande árvore anciã, o herdeiro de Fastar gostava de visitar aquele local sempre que possível, sentia-se tranquilo e sem qualquer problema o rodeando. A energia positiva que exalava da grande árvore parecia deixar Gael mais extasiado, a fada sequer percebeu quando Kenneth pousou próximo de si.


- O que está fazendo aqui, Gael? - Kenneth perguntou enquanto observava o garoto.


- Oh! Oi Kenneth, como você está? - Gael perguntou sorrindo. - Pensei que poderia encontrar você hoje, então vim aqui.


- Eu já disse para parar de vir me ver, por que você não me escuta? - O mais velho suspirou e sentou-se ao lado de Gael.


- Porque eu gosto se sua companhia, e ainda não mudei minha idéia de querer conhecer Itthersta. - Gael disse calmo enquanto deitava a cabeça no ombro do amigo. - Você também poderia vir visitar Fastar, comigo.


- Gael...


- Eu entendo, mas, quem sabe um dia, sim? 


Kenneth suspirou, talvez se soubesse que em certo dia ao sair de seu reino encontraria Gael próximo a grande árvore, ele com certeza se trancaria em seu quarto. Por mais que não demonstrasse, sentia-se confortavel na presença da outra fada, mas, quem sabe, num futuro próximo, o ódio não floresça no coração da fada negra?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...