História A profecia da Ômega - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alfa, Lobisomens, Lobos, Ômega, Profecia, Promessa, Sangue, Sobrenatural, Suspense
Visualizações 130
Palavras 554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii gente!! Sei que os capítulos estão um pouco menores, prometo que amanhã faço um bem grande para vocês <3

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction A profecia da Ômega - Capítulo 5 - Capítulo 5

Audrey pov's


      Uma porta bate com força, despertando-me dos meus sonhos, ou o quer seja essas visões. O rapaz tinha saído do carro, a garota parecia adormecida no assento em frente, resumindo eu estava sem ninguém me vigiando, levanto meu corpo devagar fazendo o menor barulho possível para não acorda-la. Olho para fora, estamos no meio de uma floresta ao que parece. Melhor para se esconder. Solto o cinto que está me prendendo, procuro minha bolsa, mas infelizmente a vejo no colo da garota. Olho mais uma vez para fora, ninguém a vista, certo, agora eu preciso abrir a porta e correr o mais rápido possível, respiro profundamente e saio em disparada.
         Consigo ouvir os gritos da garota de longe, ela despertou mais rápido do que eu imaginei. Corro por entre as árvores sem olhar para trás, não consigo reconhecer a floresta e isso me desespera, como posso escapar em um lugar que não conheço, melhor para que lado eu devo escapar? De repente, sinto o cheiro de um lobo a poucos metros. Droga. Já é difícil correr em uma floresta estranha, ainda ter que despistar um lobo selvagem, não é o melhor plano de fuga. Ele está mais perto, já consigo ouvir seus passos atrás de mim, preciso pensar em algo para despistá-lo, então uma ideia surge em minha mente. Acelero e dou um grande salto em direção a uma árvore, agarro um de seus galhos e começo a escalar. Vem me pegar aqui cãozinho. Devido a minha infância, consigo me movimentar bem entre as árvores, a cada galho me torno mais confiante para avançar, olho para baixo e não vejo nada além de um emaranhado de folhas no chão, suspiro aliviada, mas não paro, não sei por quanto tempo ele vai ficar sem conseguir me encontrar.
        Vou subindo cada vez mais alto, preciso saber em que local estou antes de avançar, a subida se torna cada vez mais difícil, apesar de ter galhos fortes eles ficam cada vez mais distantes um dos outros, quando chego em uma altura razoável, olho para o arredor. Infelizmente, a floresta era enorme e não há sinal de nenhuma civilização por perto, vejo o rio que segue pelo meio das árvores, talvez se eu o seguir possa chegar em alguma cidade ou pelo menos uma vila, vejo uma grande casa não muito longe do meu local, talvez seja o lar de meus raptores. 
        A árvore começa a tremer de repente, ouço os rosnados do lobo que estava me perseguindo, preciso pular para outra árvore, fico em pé em cima do galho e me preparo para pular, olho para baixo de relance e engulo em seco. É se eu cair, a queda pode quebrar todos os meus ossos. Você consegue. Meu instinto de lobo começa a surgir, é agora ou nunca, pego um impulso e dou um grande salto, consigo agarrar por pouco um dos galhos da outra árvore, seguro firme nele e tento me puxar para cima, porém sinto algo adormecendo meu corpo, parecida com a mesma sensação que tive no bar. Agora não. Tento me manter acordada, mas quanto mais eu resisto mais a sensação fica forte, de repente sinto meus braços amolecerem, minha mão solta o galho e eu começo a cair.

Eu vou mesmo morrer assim? Fico inconsciente antes de poder responder minha pergunta.
 


Notas Finais


Será que é o fim da nossa Audrey??
Obs.: Tenho certeza que você pensou "e lobo sobe em árvore agora?"

Por hoje é só pessoal!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...