História A professora - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Klaus Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Klaroline
Visualizações 84
Palavras 2.098
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Atraso


Fanfic / Fanfiction A professora - Capítulo 10 - Atraso

~Pv Caroline~

Era quinta feira, estava voltando do banco e ja iria para escola e almoçaria por lá. O jantar na segunda foi bom, conversamos das nossas vidas e como mudamos, ele foi embora cedo, por um lado foi ótimo e por outro horrível, Elena ficou o resto da noite falando que eu e Stefan ainda nos amávamos e mesmo que o Klaus parecia um cara bacana, eu devia dar uma chance para Stefan.

Eu ri, porque era literalmente uma piada. Nesse momento estou muito bem com o Klaus, e eu e Stefan não temos mais nada a ver.

- Caroline - escuto meu nome sendo chamado, olho envolta então vejo um carro parando do meu lado, eu olho pra dentro do carro arregalando os olhos

- Stefan - digo surpresa ele ri

- entre, eu te dou uma carona - diz abrindo a porta do carro por dentro

- que isso não precisa - digo me curvando para conversamos

- vai Caroline entre, não vai me atrapalhar - diz sorrindo, eu dou um suspiro entrando no carro

- obrigada - digo fechando a porta do carro, e pondo o cinto

- está indo para escola ?- pergunta começando a dirigir

- sim, fui pagar algumas coisas e já vou pra escola - digo

- você da aula de tarde não é?- pergunta eu concorda com a cabeça - Então não está muito cedo pra você chegar lá ? São 10:40 - diz

- um pouco - digo sem graça

- você já almoçou ?- pergunta, parando em um semáforo

- hm sim- minto dando um sorriso forçado, ele me olha dando um suspiro

- Caroline, olha somos amigos não somos ?

- sim

- então por que isso ?- pergunta

- isso o que ?- faço de desentendida, ele começa a dirigir

- isso o que Caroline ? Você está querendo pular pela essa janela, e não vem me dizer que não que eu te conheço - diz, o que me faz sorrir, ele me olha rapidamente dando um sorriso calmo.

- olha não podemos negar que nossa história não aconteceu, por que felizmente aconteceu, mas já foi. Agora estamos em outro relacionamento, com outra pessoa, e eu só queria que fossemos amigos - diz, eu o olho e o vejo me olhar com o canto dos olhos

- eu também - digo, ele sorri

- então que tal começarmos nossa nova amizade, com um almoço amigável ?- pergunta

- seria ótimo - digo rindo

- tenho uma coisa pra te confessar- diz

- o que ?- pergunto preocupada

- enquanto a gente conversava, eu estava dirigindo para o meu restaurante preferido - diz parando na frente de um estabelecimento com cores chamativas

- que espertinho - digo, então riamos.

Entramos no restaurante que era de comidas típicas do Brasil e pedimos nossos pratos, que não demoram pra chegar. Enquanto almoçarmos, conversamos sobre coisas aleatórias e coisas de trabalho. Foi um almoço bom, cheio de alegria e risada.

- obrigado - diz Stefan depois de pagar a conta

- obrigado eu senhor Stefan, voltem sempre - diz o homem que parecia ser amigo de Stefan que sorri se despedindo

- caramba 12:30, preciso ir pra escola - digo quando chegamos em seu carro

- entra, eu te levo - diz abrindo a porta do carro pra mim entrar

- dessa vez não vou negar - digo rindo e entrando, ele dá a volta no carro e senta no banco do motorista começando a dirigir.

- você sempre vai as 10:40 pra escola ?- pergunta, eu dou um sorriso

- claro que não, eu chego lá 12:20 com a barriga cheia - digo ele ri fraco. Ficamos em silêncio o resto do caminho, depois de alguns minutos ele estacionando no portão da secretária.

- chegamos - diz, virando para mim

- obrigada por hoje - digo tirando o cinto e o olhando com um sorriso amigável no rosto

- não foi nada - ele parecia sério

- eu já estou indo - digo, ele sorri fraco

- você tem alguém pra te buscar ?- pergunta, antes de eu abrir a porta

- eu vou pegar um táxi - digo com a mão da maçaneta

- pode deixar que eu te busco - diz, eu arregalo levemente os olhos

- o que ? Claro que não Stefan, não quero te atrapalhar- digo meio atrapalhada, ele ri pelas narinas me olhando com um olhar brincalhão

- parece que você quer pular pela janela de novo - diz, eu respiro fundo logo soltando um sorriso e tirando a mão da maçaneta do carro.

- eu acho que seria mais fácil eu abrir a porta do carro e sair correndo - digo, nós rimos

- que hora você vai embora ?- pergunta

- 18:10- digo, ele sorri

- então até 18:10 - diz, eu dou um sorriso

- até - digo saindo do carro e logo acenando pra ele e entrando pelo portão. Era 13:15, entro no pátio que estava vazio.

- senhorita Forbes pensei que não iria vir - diz a diretora que aparece de repente

- me desculpe, eu me atrasei - digo sem graça, ela sorri gentil

- tudo bem, os alunos estão com a inspetora na sala te aguardando - diz

- ok, até mais tarde - digo começando a andar, chego na sala e vejo as crianças concentradas em alguma coisa

- boa tarde pessoal - digo a inspetora me olha surpresa como os alunos

- professora - os alunos dizem animados

- sem bagunça, já vou dar atenção a vocês, primeiro vou agradecer a inspetora por ficar com vocês- digo, logo agradeço a mulher que se retira da sala - desculpem pelo atraso pessoal - digo deixando minhas coisas na mesa e olhando pra sala, vendo uma ruiva meio agitada que quando vê que eu a olhava sorri enorme

- porque a professora demorou ?- pergunta um aluno

- tive que vim de a pé e me atrasei - digo com um sorriso no rosto

- coitada da professora, andar nesse sol quente - diz outra aluna me fazendo rir

- obrigada pela preocupação. Vamos para a chamada, temos muita coisa pra fazer - digo me sentado em minha mesa e logo escuto alguns alunos reclamarem.

.

.

Já estava na hora da saída, faltavam 10 alunos para ir embora principalmente Hope, que conversava comigo.

- é seu pai falou mesmo que vocês foram passear por isso que estava faltando - digo sorrindo pra ela

- eu queria muito que você tivesse ido- diz, logo olhando envolta e voltando sua atenção pra mim- mas não se preocupe, papai falou que logo logo teremos uma viagem só nossa - diz baixinho me fazendo rir

- Hope - escutamos

- mãe - diz Hope se levantando da primeira carteira onde a gente conversava

- oi filha como foi seu dia ?- pergunta Hayley para filha que a abraça

- foi ótimo mamãe - diz Hope sorrindo

- oi Caroline, Hope te falou porque ela faltou ?- pergunta Hayley amigável

- disse sim, na verdade estávamos conversando sobre isso, não é Hope ?- pergunto pra ruiva que sorri

- sim- diz, Hayley sorri

- ei, se você quiser eu te espero aí eu te dou uma carona- diz Hayley, eu fico meio nervosa

- não - digo meio alterada ela arregala os olhos de leve, eu respiro fundo me acalmando - não precisa, minha amiga vai me dá uma carona - digo dando um sorriso amigável

- tudo bem, então até amanhã - diz meio sem graça

- até - digo sorrindo, ela sorri

- tchau professora até amanhã - diz Hope

- tchau até - digo vendo as duas se afastando, dou um suspiro aliviado.

Recebo uma mensagem que faz meu celular vibrar no meu bolso.

" Número desconhecido

*Adicionar ou *excluir

- cheguei estou de esperando, Stefan.

- a onde você conseguiu meu número ?

- Damon, claro

- kkk eu acho que vou demorar mais uns 5 minutos, então me espere

- vou pensar- visualizado"

Dou um sorriso, adicionando o número. Depois de 3 minutos a sala fica vazia como a escola, encontro alguns professores indo para o estacionamento, então vou pra secretária saindo pelo portão.

Olho pra esquina de cima vendo um carro fechado e olho pra esquina de cima, e logo vejo Stefan encostado no carro me acenando.

- oi - digo já em sua frente

- oi - ele sorri, abrindo a porta do carro eu entro, ele dá a volta entrando no carro e começando a dirigir

- depois preciso falar com Damon sobre dar meu número sem permissão - digo ele ri

- favor de irmão Caroline, da um desconto - diz me fazendo rir.

.

~Pv Hayley~

- ei mãe, porque não chamou a Caroline ?- pergunta Hope me tirando de meus pensamentos

- ela já tinha carona Hope - digo ligando o carro

- hmm. Eu acho que preciso de óculos, parece que eu tinha visto o tio Stefan- diz Hope coçando os olhos o que me faz rir meio forçado

- precisa mesmo Hope, aquela devia ser a amiga da Caroline - digo me lembrando de alguns segundos atrás

- eu quero muito falar com papai, estou com saudade - diz Hope mudando de assunto, me fazendo espantar os pensamentos

- quando chegarmos em casa você liga pra ele ok ?- pergunto a olhando rapidamente, ela sorri

- ok - diz, eu dou um sorriso voltando atenção pro trânsito.

.

.

~Pv Klaus~

~ligação a vídeo

"- eu também estou morrendo de saudade de você minha princesa- digo sorrindo pra pequena que segurava o tablet provavelmente deitada na cama

- vai demorar muito pra você voltar ?- pergunta com uma cara de triste

- eu acho que vai um pouquinho, quando estiver perto de mim voltar eu te aviso ok ?- pergunto

- ok - diz soltando um sorriso fraco

- então como foi seu dia ?- pergunto

- foi ótimo, a Caroline disse que está com saudade - diz, eu solto um sorriso

- eu conversei com ela pela manhã, e ela disse que também estava morrendo de saudades de você - digo ela sorri

- eu também tava com saudades dela, quando ela se atrasou eu fiquei muito triste pensando que ela iria faltar - diz, me fazendo ficar sério

- ela se atrasou ?- pergunto

- sim, coitada ela deve ter ficado cansada por andar no sol quente e se atrasou - diz

- falando nisso - Hayley aparece de repente do lado de Hope fazendo a mesma pular de susto, o tablet mexe entao as duas sentam na cama focando a câmera

- nossa mãe que susto - diz Hope Hayley ri

- você não iria nos deixar a sós ?- pergunto

- iria, não vou mais- diz, eu solto um suspiro ela ri

- voltando ao assunto, eu até iria oferecer a Caroline sobre eu dar carona para ela na hora de ir e voltar da escola, mas hoje na hora da saída o....- ela para a frase ficando pensativa

- Hayley ?- eu a chamo para realidade, ela parece se disperta

- mamãe mosco- diz Hope rindo

- na hora da saída a amiga dela foi buscar ela - diz Hayley, logo dando um sorriso estranho pra Hope que não parece entender

- hmm.. amanhã ligue para ela e fale para ela passar ai, então de a chave do meu carro para ela usar, mas não diga nada antes dela estar aí, então ela vai negar. Depois eu a ligo - digo, Hayley sorri

- ok, vai ser difícil fazer ela ficar com o carro mais está bem - diz

- entao ta meninas, boa noite pra vocês estou exausto - digo elas riem

- tchau Klaus - diz Hayley

- tchau papai, te amo - diz Hope me mandando um beijo

- tchau, também te amo - digo, então as duas sorriem desligando"

Pego meu celular, Caroline me disse que não gostava de chamada a vídeo, preferia ligação. Então disco seu número que chama duas vezes.

"- alô amor - digo com um sorriso nos lábios

- alô meu amor - diz num tom feliz, sua voz estava rouca e cansada

- te acordei ? - pergunto

- não - diz, eu solto uma risada nasal

- Caroline.

- ok, me acordou, mas não faz mal. Amei acordar com sua voz - diz me fazendo arrepiar

- eu estou com saudades - digo meio triste

- eu também, queria você aqui pertinho de mim - diz

- pode ter certeza que você não estaria dormindo- digo, ela ri

- safado - diz me fazendo rir - eu te amo - diz

- eu também te amo - digo com um sorriso calmo

- até amanhã, boa noite - diz

- boa noite meu amor - digo logo desligando.


Notas Finais


Será o que o Stefan vai mexer com Klaroline ?? Veremos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...