1. Spirit Fanfics >
  2. A Proposta >
  3. A Proposta

História A Proposta - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Nova fic, espero que vocês gostem.

Capítulo 1 - A Proposta



Pov Alison



Termino de fechar o vestido e arrumo o cabelo em um rabo de cavalo bem feito. Pego minha bolsa e vou em direção ao meu carro, dirigindo até a empresa.


Me chamo Alison Lauren DiLaurentis, tenho 25 anos e sou Chefe executiva na Jauregui & Cabello Company, mais conhecida como J&C aqui em Miami.


Chego na empresa e vou direto para o meu andar, o 4. Assim que saio do elevador, todos voltam para o seus postos de trabalho. Adoro quando eles ficam com medo de mim.

Vejo Emily, minha assistente//secretaria, me esperando com o meu café em mãos, graças a Hades, não comi nada esta manhã.


- Bom dia Sra. DiLaurentis!- eu apenas a olho e ela começa a falar-  O Sr. Jones está na linha para falar sobre a empresa e a Sra. Jauregui e a Sra. Cabello desajam vê-la.

- Diga ao Sr. Jones para que me ligue em 15 minutos.

- Sim senhora.


Caminho até o 5 andar para a sala das senhoras Cabello-Jauregui. Eu e Camren éramos amigas desde a faculdade, acompanhei toda a trajetória delas e evolução como casal. Foram anos de vela, que valeram a pena.


Chego a sala do casal e bato na porta.


- Espero que estejam vestidas.- digo e entro na sala, encontrando uma Cabello arrumando o vestido e os cabelos e Jauregui passando a mão nos lábios. - Por Hades... vocês estavam transando em pleno trabalho?

- Bom dia pra você também DiLaurentis!- diz Lauren e eu rio. - Bom, temos um assunto muito sério a tratar. - Camila se senta na mesa e me olha enquanto Lauren fala.

- Deve ser sério mesmo, para vocês me chamarem em plena foda.- digo rindo.

- Alison, seu visto expirou!

- O que? Como assim?

- Seu visto, depois da faculdade, expirou. Você corre risco de ser deportada para a África do Sul.

- Vocês estão brincando, né palmito?

- Gostaria que não fosse brincadeira, seu visto expirou a duas semanas atrás.

- É só eu ir lá e fazer outro.

- Eles disseram que você teria que passar um ano fora dos E.U.A para que prosseguisem com a papelada por ela ser demorada.

- Tá de sacanagem!

- Você precisa pensar em algo rápido para não ser deportada Ali, eu não quero perder minha melhor amiga e nem minha melhor funcionária.- diz Camila me olhando.

- Eu realmente não...- batidas na porta me fizeram parar de falar.

- Com licença Sras. Cabello-Jauregui, Sra. DiLaurentis, o Sr. Jones esta na linha e ele insiste em falar com a Sra.

- Enrola ele.

- Ele disse que só pararia de ligar quando a Sra. O atendese.

- Inferno!- reviro os olhos e olho para Camila e Lauren. - eu já volto para continuarmos a conversa.

Elas assentam e eu saio acompanhada de Emily.





                              (...)





Lauren, Camila e eu saimos para almoçar após eu terminar de resolver o problema que acabou tornando grande parte da minha manhã.


- Eu preciso pensar em algo que me faça não ser deportada.

- A única forma de você não ser deportada é se casando com alguém daqui. - diz Camila com a boca cheia.

- Isso é brilhante amor.- diz Lauren contente.

- Tá mas, com quem eu me casaria? Eu não tenho nem namorado.

- Esquecemos que você esta encalhada.- diz Camila rindo junto com Lauren.

- E a sua secretária, a Srta. Fields?

- Ela é minha secretária, Lauren. Não me casaria com ela.

- Por que? É perfeito, o típico clichê de chefe que se apaixona pela secretaria.

- Lauren, trabalhamos juntas a 3 anos, se fosse pra termos alguma coisa, já era pra ter acontecido.

- Alison, Lauren esta certa, ela é perfeita para você conseguir seu visto.

- Vocês enlouqueceram? A única relação que se passa entre a gente é de Chefe e empregada.

- Vocês se conhecem a 3 anos, por isso seria perfeito.

- Correção, ela me conhece a 3 anos, eu não sei nada sobre ela.

- O prazo de você ficar aqui é de 1 mês, ou seja, já se passaram duas semanas, você tem até você ser deportada.

- Ela não ficaria comigo e nem eu com ela.

- Você só precisa fingir esta noiva por enquanto e depois se casar, qual é Alison, depois vocês se divorciam.









                                (...)








Já era quase o fim do expediente e eu ainda estava pensando sobre o que fazer em relação a isso, quando alguém bate na porta.


- Entra!


Srta. Fields passa pela porta, ajeitando a sua saia social e fica de frente para mim, me fazendo retirar o óculos e olha-la.

- Sra. DiLaurentis...

- Diga.

- Eu gostaria de conversar com a Sra. a respeito das minhas féria.

- São só em julho.

- Eu sei, mas... Eu gostaria de adiantar pois, a minha irmã...

- Srta. Fields, eu não tenho o menor interesse nas coisas que estão acontecendo em sua vida, gostaria que fosse direto ao ponto, pois tenho muito trabalho a resolver aqui ainda.

- Bom... eu... gostaria de adiantar alguns dias minhas férias.

- O que te faz pensar que... calma, você quer antecipar suas férias?

- Sim, eu...


Droga, eu precisava dela pra não ser deportada, não sei se ela irá aceitar mas...


-... E é muito importante para mim, senhora.

- Bom Srta. Fields, eu tenho uma coisa para te dizer. Eu e você vamos nos casar.

- Perdão?

- Isso mesmo que você ouviu, meu visto para ficar no país acabou e eu serei deportada em algumas semanas, o que me leva a opção de me casar com algum americano.

- E por que esse americano seria eu?

- Porque trabalhamos juntas a 3 anos e eu sou sua chefe e você faz o que eu mando.

- Sra. DiLaurentis, isso é loucura, eu não quero participar disso.

- Srta. Fields, não me interesso pelo o que a senhorita acha, você irá se casar comigo ou sua carreira, estará arruinada. - ela me olha incrédula e provavelmente me mataria se pudesse.






Notas Finais


Continuo ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...