1. Spirit Fanfics >
  2. A Protegida da U.A >
  3. Capitulo 5

História A Protegida da U.A - Capítulo 6


Escrita por: Moonemp

Capítulo 6 - Capitulo 5


Fanfic / Fanfiction A Protegida da U.A - Capítulo 6 - Capitulo 5

Ayla narração)

Acordei com meu despertador tocando,como de custume tomei um café cuidei de Gekko e arrumei minha bolsa pra ir trabalhar

Mesmo meus avós mandando dinheiro,não vou acomodar e vou trabalhar de meio periodo

Prendi meu cabelo pra rabo de cavalo deixando "franja" na frente,vesti uma blusinha preta,um casaco e uma calça Swag preta,porque eu amava essa calça,e coloquei um tênis

Tranquei a porta e sai,chegando lá na lanchonete que eu ia trabalhar fui conversar com a gerente

-Qual seu nome senhorita? - ela dizia me olhando de cima pra baixo

-Ayla,meu nome é Ayla Myohura

-Sim,Sim... Ayla senhorita namora ou é casada? - Ela dizia me rodiando

-Não nenhuma das duas opções - Até agora não entendi essa pergunta - Vim fazer o trabalho de meio periodo,conversei sobre isso semana passada

-Hum certo,HANNAAA - Quando ela gritou o nome veio uma garota chegando até a entrada vestida com uma maid

-S-Senhora? - Ela dizia de cabeça baixa e nervosa

-Essa é Ayla, ela ira trabalhar conosco hoje fique de olho nela -Ela dizia arrumando os oculos e saindo

-A-Ah bom dia Ayla,sou Hanna hoje eu que irei auxilia-lá - ela dizia se curvando

-Não precisa ser tão formal - eu tentava amenizar a situação

-Ah sim venha comigo irei entrega-la seu uniforme - segui a garota até um comôdo que aparentava ser dos funcionarios - Toma seu uniforme e pode se trocar ali atrás da cortina

-Muito obrigada Hanna - agradeci e peguei o uniforme e fui pro vestiario

Me troquei coloquei a maid,a luva o acessorio e as meias

-O uniforme ficou otimo em você senhorita Ayla

-Hanna me chame apenas de Ayla não sou uma pessoa tão importante pra tanta formalidade

-A-Ah sim perdão,então Ayla me siga - fomos caminhando pela lanchonete inteira - Aqui é a cozinha normalmente eles chama quando o pedido ta pronto e você só pega ali no balcão - Ela foi me levando até o salão da lanchonete - Ta vendo cada mesinha tem um número, quando os clientes chegarem você entrega o cardapio anota os pedidos e entrega aos cozinheiros

-Entendi Hanna muito obrigada - Eu agradecia me curvando

-Não tem de que mesmo sendo pouco o tempo mas você vai trabalhar aqui né quase todos os sábados porque nós domingos é a Hinari

Hanna foi abrir a lanchonete ela ia enchendo cada vez mais

Eu e a Hanna estavamos atendendo todos mas sempre ocupadas pois so tinha nós de funcionarias

Até que tava dando umas 12:40 fui no banheiro quando voltei o cozinheiro ja estava me gritando

-NOVATAA PEDIDO NA MESA 9 - Peguei a porção de batatas,acompanhado com um vidrinho de molho de pimenta,sucos naturais e alguns sanduiches

Quando eu estava chegando lá, paralisei ao ver que a mesa 9 estavam lá

Mina, Sero ,Kirishima , Bakugou, Kaminari e Jirou todos lá esperando o pedido até que o Bakugou que parecia irritado como sempre fixou o olho em mim

-Mas que porra é isso,não sabia que ela trabalhava aqui - Bakugou disse isso todos olhavam pra mim

-Ayla?? - Sero,Mina e Kamiri diziam surpresos

-Maid ficou lindo em você mas não faz seu tipo - Jirou dizia voltando a atenção para o celular

Droga porque eles tinha que estar logo aqui?

-Seus pedidos ja estão entregues senhores - Bakugou dizia com um sorriso no rosto

-Quem diria que a Aylazinha chamaria a gente de senhores,isso não faz seu tipo - Ele ria da minha cara

-Vai se fuder Kazinho -Eu dizia totalmente com vergonha

-Ayla quando seu turno acabar bora na sorveteria? - Kirishima tentava acalmar a situação

-Ta bom vamos sim - Eu dizia distribuindo os lanches na mesa quando sai ele e a Mina conversavam entre si que não tava entendendo nada

Quando eles tavam se preparando pra sair Bakugou saia da mesa indo até o caixa indo pagar a conta,e Kirishima indo até a mim

-Hey quando acaba seu horario?

-uma e meia -eu dizia pegando as coisas deles

-Bora sair depois que seu horario acabar? Sao uma hora já

-Ta bom,vamos sim

-Te espero la fora Aylazinha tchau -ele dizia saindo da loja

Enquanto isso continuei trabalhando até dar meu horario,quando acabou fui na sala dos funcionarios e troquei de roupa com a que eu estava antes e sai

Fui andando até a praça esperando o pessoal porque o Kaminari disse que eles iam me esperar lá, até que sinto alguem me abraçar por trás

-Oi Ay você demorou viu - Olhei pra trás era o Kaminari que tinha me abraçado

-Que susto Denki faz isso não Óh - eu dizia me acalmando

-Calma vou te comer não - ele dizia falando perto do meu ouvindo enquanto ria - Você ta linda Ay

-Ahh obrigado Kaminari mas nem me arrumei pra tanto vai

-Mas ele ta certo aceite elogios Ayla - Sero dizia aparecendo atrás de mim

-Oii Sero, Oi Mina - Mina usava um short e um cropped branco e uma jaquetinha jeans colorida , enquanto Sero estava com uma blusa longa e uma calça

-Cadê o resto do pessoal?

-Ah acho que a Jirou foi ajudar o Kirishima e o Bakugou pegar os sorvete... Kaminari liga pra eles - Mina dizia desesperada

-Calma que foi - Denki falava sem entender nada

-Esquecemos de falar pra comprar pra Ayla tambem

-Tarde demais eles estão ali - Sero apontava pra eles chegando

-Oi pessoal chegamos

-Oii Jirou,quer ajuda ae?

-Não precisa,desculpe Ayla esqueci seu sorvete quer tomar junto comigo?

-Não se preucupe eu dou um jeito,oi Kiri,oi Kazinho

-Tsc tomam aqui seus sorvetes - Bakugou dizia distribuindo os sorvetes junto com o Kirishima e Jirou

Eu dividi o sorvete com a Jirou e seu sorvete era de uva e flocos até que me veio uma ideia estranha

Mas peguei a colher de Jirou ,peguei sorvete com ela, dando na boca dela ela me olhava assustada e corada

Achei fofo mas a menina parecia um pimentão e ninguem nem percebeu estava todos conversando entre si dando risadas

-Sabe adoro momentos assim com vocês - Mina dizia se espriguiçando

-Mas é uma coisa totalmente diferente quando está nós todos reunidos - Sero dizia apoiando o braço no meu ombro - Não falo só pela Ay mas por todos eu, a Ay ,a Mina , a Jirou, o Kaminari,o Bakugou e o Kirishima todos nós reunidos

-Tanto faz merda - Bakugou dizia colocando um colher de sorvete na boca

-Vem se fazer de durão não,sei que você tambem gosta desses momentos ta bom? - eu dizia rindo dele

-O QUE VOCÊ DISSE DEMONIO?

-Ela ta certa todos nós gostamos desses momentos - Kirishima me ajudava

-É bom passar o tempo assim né Jirou?  - eu me virei pra Jirou nesse momento

-A-Ahn? Ah sim c-concordo - Sera que ela ta com vergonha até agora?

Tava um momento tão bom risadas sinceras,felicidade a mil,essa imagem vai estar gravada na minha cabeça

-Iih está na hora de ir - Kaminari dizia olhado as horas

-Pra aonde Kaminari?

-Pro parquinho bora pessoal - Kaminari me puxa pela mão e saindo correndo pro parque enquanto os outros joga os potes fora indo atrás de nós

Quando estavamos quase chegando no parquinho,ja estavam todos reunidos até que meu celular toca

-Que foi Ayla? - Kirishima pergunta

-Não sei numero desconhecido

-Atende então Ay - Sero dizia

Quando atendi senti um arrempendimento,um frio pecorrendo meu corpo e uma raiva aumentando só de ouvir aquela voz

~Oii filha a quanto tempo ein

-O que você quer - A raiva foi aumentando cada vez mais

~Calma porque essa raiva toda? Mamãe só quer te ver

-MENTIRA! Todo esse tempo você nunca ligou pra mim nunca quis me ver agora isso?? - Todos ficaram me encarando

~Assim até parece que a mamãe é ruim podemos conversar flor? Cadê sua Vó?

-Você me abondonou e é uma boa pessoa? Vai vendo e pra que quer saber da vovó?

~sabe como é né to meio enrolada..

-Sabia.. VOCÊ SÓ VEM PRA PEDIR, tchau não me ligue mais

~Filha pe- Foi interrompida pois desliguei a ligação, enquanto isso todos me olhavam

-Ayla..tudo bem? - Kirishima dizia se aproximando

-Ta sim - Eu enxugando minhas lagrimas nesse momento o Kirishima me abraçou forte

-Calma respira pode confiar na gente somos seus amigos - Aquelas palavras foram o suficiente pra me fazer chorar

Parece ser coisa bestas mas isso realmente me machuca..

(Flashback on)

Quando eu era pequena eu so tinha meu pai, so ele de amigo so que um dia pelo comentario de uma criança acabei me perguntando aonde esta minha mãe?

Um dia cheguei no meu pai enquanto ele estava desenhando e perguntei

-Papai cadê a mamãe? - Quando ouviu isso ele deixou seu lapis cairem

-Ayla minha estrelinha,a mamãe esta ocupada então não virá

-Mas papai nunca vi ela,ela é boazinha?

-Ayla quer desenhar a lua comigo?

-Ta mudando de assunto papai

-Depois falamos sobre a mamãe ta bom?

Meu pai nunca dava detalhes suficientes sobre minha mãe ele sempre dizia que ela tava trabalhando e nunca tinha tempo pra vir me ver

Mas foi assim anos e anos quando fiz 12 anos eu ja estava entendendo

-Pai a minha mãe nos deixou né?

-Denovo essa historia? Achei que tinha se esquecido minha estrelinha..

-Por favor eu tenho 12 anos me conte a verdade..

-Ta bom você tem direito de saber..quando me apaixonei pela sua mãe foi um amor sincero mesmo,mas como ela era a mais linda ela usava essa beleza pra manipulação, so que pensei que ela tinha esquecido disso depois que namoramos mas quando tivemos você ela falou pra eu me virar, pois uma criança ia acabar com a reputação dela de linda,então nunca mais nós vimos, mas cuidei de você com toda educação e amor do mundo,e agora você é tudo pra mim Ayla

Nesse momento não sabia que sentimentos eu sentia pois eram muitos misturados

Nunca culpei meu pai por nada ele nunca levantou a voz ou a mão para mim,e afinal quem me deixou era ela não ele

Mas até que um dia meu pai sentiu uma dor enorme e foi parar no hospital,mas ele não suportou e acabou morrendo

Não pude ouvir as ultimas palavras dele..

Meus avós acabaram pegando minha guarda e com isso fui morar com eles até que um certo dia acordo com barulhos de gritos

-Saia daqui logo não queremos assunto com você filha - Minha avó dizia passando a mão na testa

-EU PRECISO DA MENINA - Uma mulher de cabelos longos

-Eu sei que ela não vai ficar segura com você,EU TE CONHEÇO VOCÊ VAI USAR ELA PRA GANHAR DINHEIRO PORQUE É ISSO QUE VOCÊ QUER NÉ? -  Minha avó dizia se estressando

-Mãezinha quem fez ela sou eu,então ela fica comigo,porque se não fosse por mim ela poderia ser abortada - nessa hora minha avó perdeu a paciencia até que me viram ouvindo tudo

-Ah você esta ae - ela dizia se abaixando - Fala pra sua vó princesinha que você quer morar com a mamãe

-Filha... - Meu avô segurava minha avó nesse momento

-Você é a mamãe? - ela concordou com a cabeça - Não quero ir com você de jeito nenhum - nessa hora minha expressão mudou pra séria e a minha mãe ficou brava - Você me deixou sozinha ABONDONOU MEU PAI

-Você é muito nova pra entender,seu pai era um perdedor,um inutil pra mim - Nessa hora deu pra sentir o odio subindo

-VOCÊ QUE É UMA INUTIL,ENQUANTO VOCÊ VAGABUNDIAVA PAPAI CUIDAVA DE MIM,NUNCA PRECISEI DE VOCÊ AGORA QUE NÃO VOU MESMO

-Você precisa de mim,e eu de você querida...

-Você precisa é de vergonha na cara,NÃO VOU

-Pirralha..

-VOCÊ NUNCA QUIS SABER DE MIM,NUNCA MANDOU MENSAGENS, NEM CARTAS, Você nem foi no enterro do papai...

-E quem liga?

-Eu te odeio - Minha pele saia fumaça nessa hora minha mãe se afastou

-AYLA QUERIDA SE ACALME OLHE PRA VOVÓ TA TUDO BEM - Ela me olhava assustada

-Até isso você tem daquele lixo? Tsc - Aquela demonia revirava os olhos

-Vovó...Vovô.. o que ta acontecendo? - minhas mãos tremiam

-Calma meu anjo respira se controle...

Fui me acalmando e a fumacinha sumindo

-Isso minha linda,agora você saia porque não sou sua mãe e você nunca vai ter a Ayla - Meu avô dizia se levantando falando com a minha mãe

Desde esse dia ela só vinha pra pedir dinheiro..


Notas Finais


- Oii🧡
-O que acharam do cap?
-Até o proximo cap😼💐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...