1. Spirit Fanfics >
  2. A protegida do Youkai >
  3. Aí meu Jardim

História A protegida do Youkai - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um.
Boa leitura 😘

Capítulo 17 - Aí meu Jardim


 Capítulo - décimo sétimo - Aí meu Jardim -

Tudo andavam as mil maravilhas para Rin, não tinha o que reclamar de sua vida agora, apaixonada e com uma família que amava de verdade! O que mais poderia pedir? Nada! Não é uma pessoa egoísta, só podia agora agradeçer a seu pai e Deus por tudo de bom que vem colhendo.

A manhã estava linda, vestida com uma jardineira, e os cabelos presos, tratou de cuidar do jardim, para seu coração apaixonado, só ali no meio das flores para lembrar o momento romântico com Sesshoumaru.

Enquanto pegavam um pouco de adubo e colocavam misturando a terra, Rin que estavam com joelho entre a terra, lembrava da segunda noite que Sesshoumaru a amou! Dessa vez foi diferente, algo mais romântico, diferente da primeira vez que sentia pura adrenalina.

Sentiu todo seu corpo tremer sobre a cama quando viu todo o corpo do youkai despido para ela, os olhos dourados estavam dilatados, o desejo o consumiu por completo deixando-se entregue aos desejos selvagem do Youkai.

Sentia mais famita, desejavam e pedia por mais, não se supreendeu quando Sesshoumaru a fez implorar por ele, mas tudo terminavam em um beijo ardente e palavras amorosa.

Receosa que seus pais pudesse descobrir, tentou conter os dilacerantes gemidos enconstando os lábios a pele quente do Youkai.

Rin suspira se abanando sentindo um imenso calor subir por todo o corpo.

- Nossa! Está muito quente! Fala pra si, olhando para direção do sol, mas ela sabia que não era o sol, o calor causado no seu corpo, é chamado efeito Sesshoumaru.

- Aquele safado! Se reclama tentando concentrar nas flores.

Logo escuta a voz de sua amiga aproximando.

- Rin! Por que não me ligou?

Rin eleva o rosto encarando uma Kagome com rosto nada contente.

- Oi Kagome! Estavam pensando em te ligar.

Kagome franziu o cenho!

- Dona Rin! Largue de mentira, sua cabeça do tem lugar para um certo youkia... Kagome parou a fala ao ver uma mancha no pescoço de Rin.

- Aí meu Deus! Não me diga! Rin você e o gostosão! Fizeram aquilo? Aquilo que estou pensando? Me conta sua traíra.

Rin acabou sorrindo!

Enfiou a pá pegando mais adubo.

- O InuYasha vai achar que você é louca! Está em casa!

Na mesma hora Kagome agachou próximo a Rin.

- Sua maldita, por que não avisou-me! Eu nem me arrumei!

Rin gargalha!

- Está mesmo afim dele não é?

Kagome encarou Rin! Apenas balançou a cabeça afirmando! Mas logo tratou de saber!

- Nem muda de conversa! Conte-me!

- Eu praticamente o obriguei a me comer na estrada Kagome!

- O quê!!!!! Berrou Kagome, mas calou-se ao sentir os lábios sujos de terra.

- Cale-se! Esqueceu que estamos próximos a Youkais.

Kagome concordou limpando a boca.

- Ele foi tão gentil e paciente, aconteceu tudo, tudo mesmo Kagome, não sei como te falar o quão amada estou sentindo.

Rin contavam o enredo a Kagome com olhos radiante de amores!

Por outro lado Kagome metia as unhas na terra contendo o grito só de imaginar as cenas.

Mas logo, o grito de Kagome saiu, saiu escandalosamente deixando Rin atônita por ver o rosto da amiga assustado.

- Vixe Kagome! Não sabia se ainda era pura! Me desculpem por ter te contado tudo.

Rin largou a pá, tentou abraçar Kagome, mas Kagome já estavam de pé puxando Rin.

- Rin! Corre! Um monstro!

Kagome agarrou a mão de Rin, por outro lado, Rin fixou o pé no chão sem se mover e virou procurando saber o motivo do susto de Kagome.

Seus olhos deparou com o de Mukutsu! Seu coração se acalmou, mas logo o desespero se aponderou quando viu olhar de fúria do homem.

- Minha adorável noiva! Estavam com saudades! Responde Mukutsu aproximando e tocando o rosto de Rin que paralisou.

Kagome ficou piscando tentando entender o motivo de toda a confulsão.

Desesperada acaba puxando uma muda de rosas e jogando em Mukutsu tentando afastar de Rin.

Mukutsu acaba sentindo irado e dando um empurrão em Kagome, que desequilibra cair de bunda no chão.

- Aí! Grita Kagome!

Saindo do transe, Rin afasta as mãos de Mukutsu!

- Não toque em minha amiga seu monstro.

Caiu em si após dizer tais palavras, sentiu o homem se irritar, ela sabia que a próxima a levar porrada seria ela.

Mukutsu sentiu triste, pensando que Rin seria diferente, escuta essa ofensa dela.

Rin dar dois passos para trás, buscando ficar bem longe do homem.

- Sua vagabunda! Eu te dando amor e você vem me ofender! És igual sua madrasta. Levantou a mão para bater no rosto de Rin, mas logo não conseguiu, por sentir algo quente em sua bunda!

Olhando para trás viu que era um Youkai verde pequeno, que estavam com um bastão de duas cabeças, da boca de uma cabeça, expelia fogo.

- Não toque na protegida do meu Senhor! Jaken avisa já com bastão expelindo fogo.

- Seu... Não falou mais nada, desandou a correr pisoteando as flores do jardim, seu corpo cheio de fogo.

- Socorro! Socorro! Ai minha bunda! Alguém! Apague esses fogo! Ai ai! Minha bunda!

Com tantas gritaria, InuYasha saiu porta fora vestido apenas com uma bermuda e logo atrás Izayo que vendo o quão destruído está seu jardim, adiantou os passos desesperada.

- Aí meu Deus! Meu bom Deus! Meu Jardim! Ai meu jardim! Socorro! Socorro! Meu jardim!

Aproximando da última muda de rosas intactas, Mukutsu parou já com o fogo contido, virou para Izayo e respondeu antes de cair desmaiado.

- Eu aqui preocupado com minha bunda! E ela gritando por causa de um jardim! Vagabunda! Ai minha bunda.

Os demais só ouviram o impacto do corpo do homem no chão.

Jaken soltou um pulo de alegria, finalmente venceu o inimigo.

- Sou poderoso humano! Não se meta comigo!

Rin estavam sem reação, sendo abraçada por Kagome que avisavam está tudo bem.

InuYasha caminhou até sua mãe!

- Mãe! Está tudo bem! Depois arrumamos o jardim! Venha para dentro! Mandarei levar esse maluco para bem longe. Voltou olhar Kagome que trazia Rin.


Notas Finais


Mukutsu apareceu! Mais não precisou de Sesshoumaru! Jaken deu conta😂😂.

Até o próximo 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...