História Os nove filhos de Michael Jackson - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson, Personagens Originais
Visualizações 201
Palavras 666
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Sonho.


Fanfic / Fanfiction Os nove filhos de Michael Jackson - Capítulo 19 - Sonho.

o dia seguinte Michael acordou 6:30 como sempre, as crianças ainda estavam dormindo.

A casa estava toda arruma.

Michael olhou a #NiverdoPrince e tinha bombado, não tinha foto do Prince mas tinha fotos dos amigos no Prince na festa do Prince.

As horas passaram e nada das crianças acordarem.

Michael ouviu um grito de Paris.

- Aaaaaaaaaaaaaaa.

O homem correu mais do que o Bolt, quando entrou viu Paris se debatendo na cama e gritando " Eu não fiz por querer, meu pai vai ficar bravo se descobrir, não, não por favor não conta pro Mike aaaaaaaaaaa não, não..."

Michael sacudiu a menina e nada dela acordar, então começou a atirar travesseiros na menina, mas parou quando ouviu " Eu te beijei porque foi um desafio, mas se meu pai descobrir vai colocar seguranças atrás de mim!".

Michael bufou e pensou " Quem beijou minha Sininho?, eu vou matar quem fez isso...não vou perder minha Sininho para qualquer um!".

Michael atirou mais um travesseiro na menina, dessa vez ela acordou.

Michael sentou na cama e lhe acariciou os cabelos.

- Bom dia Sininho!.

A menina tinha uma expressão de susto, Michael sorriu e deu um beijo em sua testa e disse.

- Você estava tendo um pesadelo, gritou tanto que te ouvi lá  sala!.

- Desculpa papai!.

- Porque?.

- Porque eu...A deixa para lá!.

- Filha...sabe que pode confiar no papai, não sabe?.

- Sei,eu viu tomar um banho está bem?.

- Aram...te espero lá em baixo, já está na hora do almoço!.

- Tabom, te amo!.

- Também te amo!.

Michael saiu do quarto da menina e foi ver Blanket.

O menino estava de pijama, sentado em frente o computador que tinha um cabo ligado a TV pendurada na parede.

O menino Jogava Cross fire online, tinha um redefine com microfone e dizia.

- PTL7, Joga a gramado número 1 na ala 12, o Htinho23 está lá tentando te matar!.

Quando o menino viu Michael na porta avisou.

- Ei galera, me pai chegou aqui, vou sair e mais tarde eu volto!.

O menino desligou a TV e o computador, pegou o celular e ligou para um amigo e avisou.

- Hey Panda, quando a sua Li e de Minecraft começa você me manda uma mensagem porque a minha conta no YouTube tá bugando toda hora, eu já ativei o sininho 6 vezes e nunca avisa!.

O menino disse apenas.

- Falô Mano Blanket, vou começar só a noite, mas quando começar mando mensagem!.

Blanket deixou o celular em cima da cama e abraçou o pai dizendo.

- Bom dia!.

- Boa tarde praticamente Blanket!.

-  É...tem razão papai!.

- Vista-se para o almoço, está bem?.

- Tabom!.

- Te amo!.

- Também te amo pai!.

Michael saiu e foi até o quarto de Becky, entrou e viu a menina vestindo a calça, ainda era uma criança de 6 anos estão não havia maldade nenhuma por ser uma criança e por Michael ser pai da menina.

Depois de vestir a calça a menina sentou em frente  penteadeira e começou a pentear seus cabelos castanhos claros longos que não tinha mais a franjinha na testa, agora eram nada mais do que uma mecha de cabelos do tamanho das outras.

Michael ficou olhando com admiração para para filha que cantarolava alguma coisa indecifrável mas era afinado e lindo, a menina notou a cara de bobo do pai pelo reflexo do espelho e sorriu perguntando.

- Oque foi papai?.

Michael se aproximou e pegou a escova penteado os cabelos da filha disse.

- Parece que foi ontem que nasceu, como cresceu rápido!.

- Isso é bom?.

- Ummm...Sim e não!.

- Com o assim?.

- É normal crescer mas eu vou sentir saudade de você pequetitita correndo atrás de mim quando chego de uma turnê, de vários beijos pela manhã e...da sua atenção toda para mim, pode até ser egoísta da minha parte mas...gosto da sua atenção em mim!.

- Minha atenção sempre vai ser em você papai, eu te amo!.

Michael ficou mais bobo ainda é mostrou ser uma manteiga derretida e deixou uma lágrima descer em seu rosto.

Becky riu e abraçou o pai com bastante força e Becky disse.

- Papai, eu tenho 6 anos, não vou te largar nem tão cedo!.

- Bom saber dona Becky Margot!.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...