História A queda de um deus - Capítulo 21


Escrita por: e MartinGray4ever

Postado
Categorias Mitologia Nórdica
Personagens Personagens Originais
Tags Deus Da Destruição, Deuses, Mitologia Nórdica
Visualizações 11
Palavras 789
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Magia, Misticismo, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 21 - O ar da Grécia


"Anda lá Aurora, não era isto que querias?" Perguntei eu bêbado.

"N posso." Disse ela virando me de costas, sentando-se em cima de mim e imobilizando-me. "Fica quieto, eu só preciso de fazer um antídoto."

Então apareceu um espectro do Nossy. "Ei Airoon, acho q te dei o cantil errado."

"Eu acabei de notar isso." Disse Aurora.

"Eu só ia usar isso mais tarde para ficar com ele por uma noite." Disse ele rindo.

"Como é q desfasso isto!?" Disse Aurora fazendo força sobre as minhas costas.

"Vais ter de soltar tudo oq sentes por ele, tipo se for ódio exmorra-o, se for sentimentos agradáveis... N sei, faz oq tu quiseres." Disse Nossy. "Olha eu vou ter de voltar a cancelar o espectro pq se não a Hélia vai querer saber se ele está bem e eu é que vou apanhar, vá até amanhã." Então o espectro desapareceu novamente.

"Eu não sei oq te fassa... Mas sei q vou fazer a escolha certa." Então ela levantou-se de Sima de mim, pegou numa pedra e usou a para dar uma martedala na minha cara. "Isto é porque eu posso e tu mereces." E depois levantou a minha cara do chão e beijou-me. "E isto é porque eu te amo." 

Então eu voltei ao normal e disse. "Obrigado." Após dizer isso eu caí num sono profundo.

Então ela deitou-se ao meu, colocou a sua mão debaixo da minha e adormeceu.

No dia seguinte quando acordei Aurora estava deitada na minha frente, a olhar para mim.

"Bom dia, estava a tua espera para irmos ter com o resto da equipa." Disse ela sorrindo.

Então eu retirei a minha mão de cima da dela com cuidado para não a mágoar. "Então vamos, n temos tempo a perder." 

Sobimos para o Arquedes novamente. "Quero desde já avisar-te que ele anda a velocidade dos sonhos, por isso ele vai alimentar-se dos sonhos bons de quem está em cima dele."

Rápidamente Aurora cora e disse. "E-eu tive um sonho a-a noite passada." 

"Então isso vai ser útil." Disse eu presomindo q teria sido um sonho prevertido pela cara dela.

Então Arquedes levantou vôo e em serca de poucos segundos chegamos a fronteira de da Grécia, q era onde eles estavam a voar agora, então abrandamos o vôo, ficando próximo deles e comprimentando nos.

"Oi mor, já estamos a chegar, já te comprimento espera chegarmos aos portões do tempo." Disse Hélia sorrindo.

Preocupado com Aurora coloquei a mão sobre a mão dela q estava sobre o meu ombro e disse sem olhar para trás. "Estás bem? As primeiras vezes q andei nele também me aconteceu isso."

"S, só estou com umas tonturas." Disse ela colocou candado a outra mão na boca para n vomitar.

"Ei Nossy, respira enquanto podes, porque quando pararmos vou te espetar o meu machado no peito." Disse enraivecido.

Mas ele não me respondeu, doas horas se passaram e chegamos ao templo do tempo, mas Nossy tinha saído da moutra eu já lhe tinha arrancando o braço com o meu machado. "Vais ficar sem ele até começar a viagem." Disse enquanto o amarrava ao meu kilt.

"É justo." Disse ele incolhendo os ombros. "Eu depois volto a junta-lo."

"Mas então, qual era mesmo o deus q tínhamos de falar?" Perguntou Cabir

"Pelo que entendi era Kronos o deus do tempo Grego." Disse com a mão no queixo.

Entramos no templo, ao fundo do corredor estava um deus com uma foice enorme, ao chegar ao centro da sala ele apontou a foice para nós é nos perguntou quem eramos.

Então fiz sinal para o grupo se ajoelhar e disse. "Eu sou Airoon, sou um deus nórdico, nós viemos de longe para lhe pedir um grande favor, preciso de avançar no tempo para me juntar com a minha irmã e me vingar do meu pai Odin."

"Estou impressionado com a vossa determinação meu rapaz, mas eu não irei dar vos isso de mão beijada, eu quero eu favor." Disse ele. "Quero q quando voltares para te vingares de Odin, quero q abras uma cratera tão profunda no chão capaz de criar um planeta dentro do nosso.

"Sim meu senhor, eu prometo em nome da união do tempo e da destroição." Disse baixando a cabeça.

"Só me falta desejar boa sorte, mas antes de irem quero q levem a minha aprendiz com vosco." Disse ele levantando-se. "Angel(eu disse q recompensava quem comentasse), vai com eles." Dito isto saio um rapariga, de um compartimento.

"Fico orgulhosa de poder embarcar uma viagem com vosco." Disse a deusa.

"Quero q aprendas a aprefeissoar as tuas técnicas em combate." Disse Kronos. "E que o tempo esteja com vosco."

Assim q ele acabou de dizer isso fomos transportados para um siteo diferentes, a porta de um palácio.

"Onde estamos?" Perguntou Aurora assostada.

"Estamos na passagem temporal, aqui abitam dois deuses, Glasshour e Tempo, vais ter de lhes pedir autorização para passar." Disse Angel.


Notas Finais


Olá pessoas
Vai começar a junção de visões de Airoon e de Galileio por isso acessem o nome do RudyBlue q está nos co-autores e vejam o outro lado da história.
E quero pedir desculpa mas vou ficar um semana sem escrever, pq vou sair do país, mas no próximo domingo ou segunda quando voltar prometo escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...