1. Spirit Fanfics >
  2. A Queda do Plasma >
  3. Recrutamento

História A Queda do Plasma - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Sou RC. Essa Fanfic era para ser uma One-Shot mas acabou sendo grande de mais e um pouco complexa para ser lançada em um capítulo único.

A transformei em uma Mini-Fanfic. Ou seja, meu plano é ter um número pequeno de capítulos. Se passar de 10 vai ser uma bela surpresa. Enfim, boa leitura.

Capítulo 1 - Recrutamento


A caixa que me prende é considerada impenetrável pelos agentes da lei e pelos cientistas que a forjaram. É um modelo único que utiliza partes do corpo de Pokémon metálicos para forjar um vidro de proteção capaz de suportar as garras de um dragão lendário.

Isso é desanimador, não consigo pensar em uma maneira exata de escapar dessa prisão.

Afinal, nem ao menos sei se quero escapar.

O que todos pensariam da minha liberdade? Vou conseguir viver em paz comigo mesmo, uma vez que eu esteja livre de minhas escolhas?

O rosto de Kyurem sempre me traz lembranças aterrorizantes do que fiz com aquela cidade...

— Ele está acordado?

— Sim...

As luzes do corredor foram acesas. Meus olhos, acostumados com a escuridão, ardiam ao me focar muito na claridade.

Alcancei meus óculos, e me deparei com as figuras que conversavam sobre mim enquanto caminhavam no corredor. Não estava surpreso, afinal, essa parte da instalação é toda dedicada a mim, um “terrorista cruel”.

— Bom dia, Colress. — Saudou o detetive.

Era Looker, um dos principais detetives da investigação que me colocou atrás desse vidro. Ao seu lado havia uma adolescente desconhecida, o terno negro que vestia passava uma imagem de ser alguém séria e importante.

— É noite, Looker. — Respondi.

Não tem relógio ou janelas aqui. Quando Looker me mostrou seu relógio em uma visita consegui calcular os horários seguintes. Uma forma complicada de manter a saúde mental viva.

O velhote não se impressionou, mas sua parceira arregalou os olhos preocupada com minha revelação. Parece que não posso conversar sobre minhas técnicas de sobrevivência enquanto sou uma ameaça contida.

— O que te traz até minha caixa de vidro? — Fui rápido. Não quero prolongar essa conversa.

Looker demonstrou-se hesitante. Olhou nos olhos lilases de sua parceira antes de continuar:

— Precisamos de sua ajuda... de novo...

Era uma tortura para qualquer agente da Polícia Internacional pedir a ajuda de um terrorista como eu.

— Zinzolin não é problema meu.

De todos os Sábios fugitivos, Zinzolin é o único que desapareceu sem deixar rastros. E o único que ainda não foi capturado.

Ajudei Looker a pegá-los em troca de algumas regalias dentro da minha cela. Uma troca justa para alguém que vai apodrecer dentro dessas barreiras.

— Zinzolin agora é um alvo secundário. Uma ameaça maior surgiu.

“Uma ameaça maior?”

— E como eu lhe ajudaria com isso? — O questionei. Curioso para saber mais detalhes.

O detetive respirou fundo, ainda hesitava em me fornecer informações. Ao analisar suas feições, conseguia sentir seu medo.

Impaciente de tanta demora, sua parceira disparou:

— Ghetsis apareceu!

Incrédulo virei a cabeça para a garota. Quando se aproximou do vidro consegui distinguir a cor lilás de seu cabelo, preso em um rabo de cavalo.

— Impossível! — Gritei — Ele morreu na explosão da Fragata Plasma!

Looker balançou a cabeça em negação e continuou:

— Pelo que parece, ele sobreviveu de alguma forma.

Diferente do que disse de Zinzolin, o antigo Líder Ghetsis, é um problema completamente e somente meu. Eu o deixei forte, deixei que me deixasse cego pelo poder de Kyurem.

De imediato cerrei os punhos, senti que não podia ficar parado. Mas uma parte de mim queria tirar algum proveito disso, essa parte sombria sabia que, de alguma forma, Ghetsis viria atrás de mim novamente. Me juntar a ele me concederia uma saída fácil dessa caixa de vidro.

— Apenas tenho duas exigências... — Respondi ao pedido dos detetives.

A jovem demonstrou sua ousadia, me perguntando sem precisar de tempo para pensar:

— Quais são?

— Quando eu encontrar Ghetsis, quero um passe livre para acabar com a vida dele...

Os agentes permaneceram quietos, mas percebi que se sentiam ameaçados com as minhas palavras.

— E o mais importante... caso eu acabe com ele sozinho, quero minha liberdade total.

O silêncio deles reduziu qualquer esperança que eu tinha em meu interior. Não conseguiria minha liberdade, e também nunca me vingaria de Ghetsis. Tudo por causa de um pedido egoísta.

— Aceitamos...


Notas Finais


Obrigado por ler! Seu Feedback é importante! Diga o que achou nos comentários, é motivador.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...