História A Queda Do Vingador Dourado - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers), Thanos
Personagens Anthony "Tony" Stark, Edwin Jarvis, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Pepper Potts, Peter Parker (Homem-Aranha), Steve Rogers, Visão
Tags Capitão América, Guerra Infinita, Homem Aranha, Homem De Ferro, Jarvis, Morte, Peter Parker, Steve Rogers, Thanos, Tony Stark, Visão
Visualizações 43
Palavras 2.723
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


atenção, essa one começou a ser escrevida antes de Vingadores Guerra Infinita lançar, então os acontecimentos estão bem diferentes, provavelmente, eu não vi o filme ainda então sem spoiler please ,_, bom, espero q gostem, se tiver alguém lendo hehe... foi só uma ideia q me veio e decidi escrever, não ligo muito se vai ter muito favorito nem nada, só... escrevi...

Capítulo 1 - A Queda Do Vingador Dourado


Fanfic / Fanfiction A Queda Do Vingador Dourado - Capítulo 1 - A Queda Do Vingador Dourado

-NÃÃÃÃÃÃÃÃO!

Tony grita ao ver o corpo inerte de Visão cair no chão após Thanos ter arrancado a Joia Da Mente de sua testa, o Vingador Dourado voa até o corpo do sintozóide e se ajoelha ao seu lado e o capacete de sua armadura se abre por completo expondo toda a cabeça de Tony.

-Ca-calma Visão, vai ficar tudo bem...

Tony não sabia se estava falando isso para Visão, para si mesmo ou para outro alguém que estaria ai.

-Não... Não vai... Senhor...

Tony se surpreende pela maneira que chamado foi chamado por Visão.

-Jar-Jarvis?

O sintozóide sorri e Tony o abraça.

-Achei ter perdido você amigo.

Visão começa um fraco cafuné na cabeça de Tony.

-Eu sempre estive e sempre vou estar com você Senhor.

Tony sorri.

-Mas é claro, você é meu copiloto, somos uma equipe, q quando eu te consertar vamos voltar a ser uma como antes.

Visão para o cafuné.

-Creio que isso não será possível Senhor... Creio que chegou minha hora de desligar os sistemas

Tony se afasta somente para poder olhar para o rosto do sintozóide.

-O que?! Não... Não diga isso, eu sou um mecânico esqueceu? Eu posso te consertar.

O Stark diz com esperança nos olhos já marejados. Visão ri fracamente.

-Sim, eu lembro Senhor, mas creio que não tenha mais nada a se fazer.

-Nã-não diga isso Jarvis, você sempre esteve comigo, sempre estava lá para me ajudar, tanto como Tony como quando Homem De Ferro, você nunca foi apenas um mordomo cibernético ou uma inteligência artificial nas minhas armaduras, você sempre foi um amigo pra mim, eu não quero te perder de novo...

Tony começa a chorar e o sintozóide aperta o abraço fazendo Tony fazer o mesmo.

-Eu já te perdi uma vez... Agora que te consegui de volta não quero te perder de novo...

Visão sorri.

-Não importa se eu estou vivo ou não, eu sempre vou estar com o Senhor, sou seu copiloto lembra?

-Lembro...

-Eu te amo Senhor.

-Eu também te amo Jarvis.

Tony sente o aperto de Visão afrouxar ate se tornar nulo, ele solta o corpo sem vida do amigo no chão e desaba em lagrimas em cima dele.

-Que tocante.

Pela primeira vez o Titã Louco se pronuncia na conversa, Tony o olha com a fúria queimando em seus olhos já vermelhos pelas lagrimas.

-Você... Você fez isso... A culpa é sua... A culpa de tudo isso é sua.

Tony brada entre dentes e olha em volta vendo toda a destruição em Wakanda e os outros heróis lutando contra as tropas de Thanos. O Vingador Dourado fecha seu capacete deixando a armadura completa novamente e avança a toda velocidade para cima do Titã Louco, ele até consegue dar alguns golpes, mas Thanos o agarra pelo peito e o aperta.

-Patético...

O Titã Louco, apenas com a mão que segurava Tony, quebra o pescoço do Vingador Dourado e o arremessa no campo de batalha onde os outros heróis haviam acabado com os últimos de seu exercito enquanto observavam toda a cena.

-Inúteis...

Thanos brada antes de apenas ficar observando a reação de cada um dos heróis ao ver Stark morto, queria ver o sofrimento no olhar de cada um deles antes de destruí-los completamente e completar seu plano. Quando o corpo atinge o chão todos os heróis olham para o corpo sem vida do Homem De Ferro no chão.

-NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!

Quem solta esse grito foi Peter Parker, o Homem Aranha, ele, usando as garras robóticas que saiam de suas costas, corre até o corpo de Tony, o capacete da armadura do aracnídeo se abre por completo e ele arranca o de Tony e olha para o rosto do vingador com o desespero queimando em seu olhar.

-Não, não, não, não, não, NÃO!

Ele cai de joelhos no chão e desaba em lagrimas em cima do corpo sem vida do Homem De Ferro.

-Por que... Por que...

Parker sente uma mão em seu ombro e vira sua cabeça para olhar quem era o dono dela.

-Capitão...?

-Ele era um bom homem Peter... Um grande homem...

O soldado se ajoelha ao lado de Peter e deixa uma única lagrima solitária cair, mesmo depois te todos os acontecimentos e brigas entre os dois heróis, Steve ainda considerava Tony um grande amigo, mas nunca iria conseguir saber se o Stark sentia o mesmo.

-Ele era meu ídolo... Meu herói... Eu o acompanhei minha vida inteira... Quando ele revelou ser o Homem De Ferro eu estava vendo ele pela TV... Acho que foi ai que minha admiração pelo Sr. Stark começou – Peter sorri sôfrego – quando ele salvou Nova York daquele míssil na primeira missão dos Vingadores... Eu estava vendo e torcendo que ele saísse vivo daquele portal... Quando a mansão dele em Malibu foi atacada e destruída e ele foi dado como morto... Eu chorei tanto... E agora que eu tinha a oportunidade de estar ao lado dele, de lutar ao lado dele, de fazer ele se orgulhar de mim... Ele é tirado de mim e eu não pude fazer nada, NADA... Eu não mereço esse traje...

Ele chorava enquanto segurava uma das mãos sem vida do Homem De Ferro.

-Peter... Ser herói não se trata se ser perfeito, ninguém é perfeito e não se pode salvar todo mundo, eu mesmo sou um exemple disso, o Programa do Super Soldado foi feito para criar o soldado perfeito, mas mesmo assim vários de meus soldados e amigos morreram durante a guerra, soldados e amigos que eu não consegui salvar... Eles morreram, mas eu sobrevivi, e eu creio que isso tenha um motivo, eu deveria vingar a morte de cada um deles, não deixar que o sacrifício deles por esse país seja em vão, a cada soldado aliado que era morto, um fogo dentro de mim aumentava, esse fogo era a sede de justiça que eu tinha, a sede de honrar cada soldado americano morto no campo de batalha, eu não ia deixar que o sacrifício deles fosse em vão, eu precisava vencer para honrar suas mortes e para que eles pudessem descansar em paz, e também perder não era uma opção, e eu te prometo Peter... – O Soldado olha nos olhos de Peter que estavam vermelhos pelas lagrimas – A morte do Tony não será em vão, nós vamos acabar com o que ele começou, nós vamos derrotar Thanos e honrar a morte dele, ele morreu querendo vingar um amigo que havia caído, eu sabia da ligação dele com o Jarvis e descobrir que ele estava vivo e o perder de novo, se eu fosse ele teria feito o mesmo, e pode acreditar que nós vamos vingar os três, Tony, Visão e Jarvis. O aracnídeo para de chorar e olha para o rosto de Tony.

-Uma vez eu vacilei demais, se o Sr. Stark não tivesse aparecido eu não conseguiria salvar um navio que havia sido partido ao meio e todas aquelas pessoas teriam morrido, ele me deu uma bronca e eu disse que apenas estava tentando ser como ele, ele disse que queria que eu fosse melhor, acho que ele queria dizer que eu não cometesse os mesmos erros que ele cometeu no passado, depois ele disse pra eu devolver o traje, aquele primeiro que você me viu sabe? – o soldado assente – Eu disse que não era nada sem o traje, mas ele me disse que seu eu não era nada sem o traje então não deveria usa-lo... O melhor conselho que eu já recebi como herói...

Com aquele desabafo uma memoria de anos atrás volta à mente do soldado, uma memoria de algo que ele disse a Tony quando os Vingadores ainda estavam se juntando, “Um homem grande com armadura, sem isso você é o que?”, o soldado sorri.

-É, é um ótimo conselho...

Ambos se levantam.

-Eu prometo Sr. Stark, você vai ser lembrado como o herói que você era e eu juro que vou ser um herói melhor, um herói que você tenha orgulho.

O soldado novamente bota a mão no ombro do aracnídeo.

-Ele já tinha orgulho de você Peter, eu sei, só o próprio orgulho o impedia de admitir isso.

Peter olha para Thanos ao longe com raiva no olhar.

-Vamos acabar com isso, assuma a frente Capitão.

Diz Peter indo um pouco para trás.

-Não Peter, você assume, sei que o Tony ia querer isso.

O Soldado sorri.

-Tem certeza?

O Soldado simplesmente vai para trás de Peter, o aracnídeo respira fundo e olha para frente confiante.

-Vingadores...

Ele olha para trás vendo todos os outros heróis ali presentes... Todos os Vingadores ali presentes.

-UNIDOS!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Normalmente Peter Parker podia levantar vários e vários quilos com a super força que ganhou com seus poderes, mas, levando o caixão de Tony Stark até o tumulo, ele se sentia mais fraco do que nunca, ele olhou para os outros heróis que também carregavam o caixão, tanto de Tony quanto de Visão, Thanos havia sido derrotado e as Joias Do Infinito estavam seguras, mas ainda assim um clima pesado de tristeza e luto pairava sobre os heróis, haviam perdido não só dois heróis, mas também dois amigos, Steve, apesar de não demonstrar, era um dos mais abalados por causa de Tony, os dois heróis lutaram lado a lado, mas não tiveram a oportunidade de se desculparem pelos acontecimentos ocasionados pelas opiniões conflitantes sobre o Tratado De Sokovia, e agora realmente não teriam mais, e o Soldado se arrependia disso.

-Ele não te odiava Capitão, eu sei.

Peter diz após eles terem deixado ambos os caixões nas covas.

-Obrigado Peter, eu espero.

O Soldado diz e todos voltam aos seus devidos lugares no funeral. Agora todos estavam, um por um, indo prestar sua homenagem aos dois heróis e botar um pouco de terra na cova, até chegar a vez de Peter, ele vai e diz algumas palavras a Visão mas sua cabeça estava no que viria agora, ele vai até a frente do tumulo do Vingador Dourado e, finalmente, consegue falar tudo que estava preso em seu peito.

-O Sr. Stark... O Tony... Ele sempre foi como uma esperança pra mim... Um exemplo... Um herói... Eu o acompanhei quase minha vida inteira, e ele ter me chamado, ter acreditado no meu potencial, foi como... Foi como um sonho realizado, e quando ele me tornou Vingador... Nossa... Eu não sei como eu não pirei e tive um treco – Ele solta uma fraca risada – Ele realmente me ajudou a ser um herói melhor, e eu espero ser um herói que honre a memoria do Homem De Ferro, ele acreditou em mim... Eu me lembro exatamente do dia em que vi o Homem De Ferro pela primeira vez... Eu fui a uma exposição e de repente um monte de robôs apareceram e começaram a atacar, eu apareceu na minha frente, eu estava usando um capacete do Homem De Ferro e eu apontei minha mão pro robô como se fosse atirar, mas ai o verdadeiro Homem De Ferro apareceu atrás de mim e me salvou... Eu lembro de suas palavras até hoje... “Bom trabalho garoto”... Foi ai que minha admiração pelo Homem De Ferro surgiu... E eu espero não desaponta-lo...

O aracnídeo volta a se sentar ao lado do Capitão América.

-Você não vai desapontá-lo Peter.

O Soldado põe a mão no ombro do herói mais novo.

-Obrigado Capitão, eu espero.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Peter estava no laboratório de Tony na Torre Dos Vingadores, todos os heróis haviam voltado ao complexo de treinamento dos Vingadores, mas nenhum sabia que destino ia seguir, Peter observava cada detalhe do laboratório e ficava triste em saber que ele nunca mais se encheria com a genialidade do Stark.

-Sr, Parker?

Peter acorda de seus devaneios com o chamado de Sexta-Feira.

-Sim, oque foi Sexta-Feira?
-O Sr. Stark me pediu que, caso acontecesse algo com ele, eu deveria te mostrar isso, ele deixou uma mensagem para você.
Peter se surpreende, o grande Tony Stark havia deixado uma mensagem para ele?

-Bota pra rodar Sexta-Feira.

Um holograma em forma de tela surge em frente a herói, a gravação começa com Stark tentando ajeitar a câmera.

 "-Ahn... Espera... Essa coisa tá ligada? Isso tá ligado Sexta-Feira?

-está sim Senhor."

Peter ria com o problema do Stark em ajeitar a câmera.

"-ok - ele se senta em um sofá de frente para a câmera - vou ser direto, se você está vendo isso Parker, eu estou morto... Bom, se você está vendo isso já deve saber que eu estou morto, droga... - ele suspira e tira os óculos que usava e passa a mão pelo rosto - De qualquer forma, Peter, você sabe porque eu entrei em contato com você? Você sabe o motivo disso? É porque eu vi potencial em você, eu vi que você tinha futuro para ser mais que o amigão da vizinhança, eu vi em você mais que um muleque que sai por aí se balançando em teias e escalando paredes, e o mais importante... Eu me vi em você, alguém jovem com um incrível poder nas mãos, alguém muito propenso a fazer muita burrada sem a orientação certa, eu não tive essa orientação, então eu queria ser ela pra você, te ensinar para não cometer os mesmos erros que eu cometi, por isso que eu fui até você, pode isso que eu escolhi você e não outra pessoa... E eu espero ter feito um bom trabalho, e não mais algo para eu me arrepender - ele suspira - e é por isso que eu tomei essa decisão, Pepper não gostou muito no início mas acabou aceitando, mas disse que ia ficar de olho em você, então é melhor tomar cuidado Paker, porque a Pepper, gente que mulher, mas tira o olho, tô te avisando, bom, você já deve estar curioso o suficiente - ele ri por um segundo mas volta a cara séria olhando diretamente pra câmera, ele olhava como se pudesse ver Parker do outro lado - Eu vou deixar as Indústrias Stark no seu nome, sim, você ira me substituir como C.E.O., bom, daqui uns 3 anos quando tiver 18 - ele ri de novo - Eu faço isso porque confio em você, eu nunca iria admitir isso diretamente para você mas, você é como o filho que eu nunca tive, então não estrague tudo Parker, se não eu juro que volto do túmulo pra acabar com a sua raça... Stark desligando... "

A essa hora Peter já chorava de emoção, ele olha pra porta do laboratório e vê Happy alí.

-Pelo jeito você viu a mensagem.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3 anos haviam se passado, e tinha chegado a hora de Peter assumir a Stark de vez, ele já estava na conferência, sua posse de poder já havia sido anunciada e ele estava respondendo as perguntas dos repórteres com Pepper Pots do seu lado esquerdo e com James Rhodes no direito.

-Me responda Senhor Parker, porque Tony Stark iria deixar uma empresa multi bilionária nas mãos de alguém totalmente desconhecido que nunca tinha aparecido na mídia antes?

Uma das repórteres pergunta, Peter tinha a impressão de já ter a visto em uma das conferências passadas de Tony, o nome era Christine Everhart se ele não se enganava.

-Bom... É que... Na realidade... A verdade é que... - Peter se lembra de Tony naquele momento, ele dava confiança ao aracnídeo, confiança para fazer aquilo - Eu sou o Homem Aranha.

Todos os repórteres, menos Christine, se levantam alvoroçados, dezenas de perguntas invadiam os ouvidos de Peter e flashes de câmeras seus olhos, ele sente uma mão em seu ombro e se vira vendo Rhodes sorrindo.

-Fez bem calando a bola daquela repórter Peter, Tony teria orgulho de você, não só por isso, mas por tudo.

Peter ri.

-Eu espero Rhodes... Espero honrar a memória do Tony, não quero que ele volte do túmulo pra acabar comigo.

Os dois heróis riem e olham pra frente, o que não sabiam é que, atrás deles um pouco afastado, recostado em uma parede estava uma forma espectral de Tony Stark, brilhando em um tom alaranjado observando tudo com um sorriso de orgulho no rosto.

-Mandou bem garoto...

E tão rápido quanto surgiu, o espectro desapare no ar, apenas deixando o clima de esperança que a memória de Tony Stark causava em Peter Parker, o novo C.E.O. das Indústrias Stark e o Espetacular Homem Aranha.


Notas Finais


nada a declarar...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...