1. Spirit Fanfics >
  2. A rainha da Floresta (leitor FEMININO) >
  3. O Reino de Autumn

História A rainha da Floresta (leitor FEMININO) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Personagens originais serão incluídos e citados nas notas finais.

Estou tentando um novo tipo de história, onde o leitor pode participar, e essa não será a última historia nesse estilo.

Qualquer ideia de tema para OUTRA história será muito bem vinda.

Boa leitura

Capítulo 1 - O Reino de Autumn


O Reino de Autumn, seu reino, corre sérios riscos em questão de sobrevivência. Muito mais da metade da população passa fome, sede, falta de moradia ou até mesmo falta de cuidados médicos. Muitos de seus amigos se mudaram para reinos melhores ou somente para reinos em que eles tenham chance de vida.

Você prometeu a si mesma que sairia deste reino três dias depois da morte de seus pais, (caso tenha irmãos, eles já saíram do reino) e agora, você está arrumando suas coisas para ir embora. Seu cavalo, Pegasus, está meio ansioso com a situação. Mesmo que seja apenas um animal, ele entende que é uma situação de emergência e que vocês iriam embora em breve.

(Nome): Pegasus, calma, vai dar tudo certo. Vamos embora logo logo... Só deixa eu colocar um pouco de comida pra você na mochila.

Você olha novamente tudo que colocou na sua bolsa. Uma foto de sua família; roupas; frutas para você comer; uma coberta e duas adagas de seu pai. Após ver que tudo está arrumado, você coloca a bolsa em um dos lados da sela de Pegasus e vai arrumar uma bolsa para ele. Dentro da bolsa de Pegasus tem feno; uma coberta; e um par de botas de neve.

(Nome): pronto, vou colocar a roupa de frio, chamar o lobo e nós vamos embora. Enquanto isso, se acalma.

Você subiu às pressas para colocar uma roupa de frio; uma capa de pele preta; todo o dinheiro que você tinha; uma bússola e um mapa; não esquecendo também de pegar seu arco e flechas, e um machado, para casos de emergência.

Ao montar em Pegasus, chamar o seu confiável lobo e sair de seu reino, você nota que está anoitecendo e começando a nevar. O lado bom de sua capa é que ela protege não só a você mas também ao corpo de Pegasus. 

(Nome): pronto Pegasus, espero que a gente chegue lá em três dias. Não gosto de ficar em lugares assim...

Como se tivesse entendido o que você disse, ele bufa e acelera um pouco o passo. O Reino de Arendelle fica a dez dias de viagem, a pé, e quatro dias a cavalo. Para sua sorte, Pegasus é um cavalo muito forte, rápido e cheio de energia, mesmo quando está só andando ele é mais rápido que cavalos comuns e suporta bem o frio...

Após sete horas de viagem, Pegasus estava exausto, e você já não conseguia manter os olhos abertos direito. Seu lobo encontrou uma caverna pequena mas que coubessem você, ele e Pegasus e foi ali que vocês três passaram a noite.

.

.

.

.

.

Dia seguinte...

Você abre os olhos, claramente incomodada com a claridade, acorda Pegasus e seu lobo e volta a sua jornada. Pegasus estava ansioso novamente, e você conseguia claramente notar isso. Suas orelhas estavam mexendo de um lado a outro e ele estava sempre olhando em volta.

Sem te dar tempo de pensar, Pegasus sai correndo pela floresta, seguindo sempre nas direções que você o mandava seguir. Ao olhar para trás voce viu o motivo da inquietação. Um urso pardo estava indo atrás de você, um bem grande. 

Ursos são bem comuns na região que você vivia. Alguém decidiu trazê-los do norte da América para nossa região. Não apenas para circo, mas para guarda também. 

Pegasus continuou correndo por bastante tempo. Apenas parando para deacansar quando já estávamos próximos a uma montanha. No topo tinha algo que parecia com um grande cristal. Como a curiosa que você sempre foi, você decide subir até o topo. 

Ao chegar lá ja estava de noite e o tal cristal, era um castelo belíssimo feito completamente de gelo. Para não incomodar quem vivia lá, você apenas procura uma caverna e se deita com Pegasus para dormir novamente.

Seus dias não tem sido nada mais do que a viagem, tirando o ataque do urso, e você esperava que algo novo acontecesse no dia seguinte. Não viu ninguém, não tem com quem conversar, a cidade inteira em que você vivia estava trancada em casa sem poder sair com medo de espalhar a doença para os jovens da sociedade. Contato com humanos, zero.

No meio da madrugada...

Seu lobo te acordou, inquieto e fareijando algo. Ele queria que você e Pegasus saíssem daquela caverna o mais rápido possível e assim você o fez. 

Um lobo cinza pulou em você e comecou a morder sua luva com muita força, quase alcançando a pele. Você puxou uma de suas adagas e acertou o lobo no focinho. Não foi um corte fundo o bastante para ele morrer sangrando, mas foi o bastante para tirá-lo de cima de você e deixá-lo distraído por uns segundo. 

Você montou em Pegasus e foi direto para o reino. Não demorou muito e os lobos pararam de te perseguir. Após isso você alcançou Arendelle antes do sol nascer. 

O reino era pacífico e foi bem receptivo, lhe ofereceram um pouco de agua e comida, lhe deram roupas novas e lhe trataram como se você já fosse bem conhecida no local.

Sem querer você acabou ouvindo alguns boatos sobre "as rainhas" da região. Não querendo ser rude, você não se intrometeu na conversa ou fez sequer uma pergunta dessas rainhas.

Você decide passar o dia na cidade procurando um lugar para Pegasus ficar, e um para você mesma dormir.


Notas Finais


É apenas uma introdução, e não sou muito criativa para fazer viagens, então vai ficar com esses pulos mesmo.

Pegasus e o lobo que pertence a personagem principal são originais meus e a história dela também, se for usar na sua história, por favor, dê os créditos, não seja um c#%ão

Obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...