1. Spirit Fanfics >
  2. A rainha em Baencon Hills >
  3. Chapter nine

História A rainha em Baencon Hills - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii, meus amores!!! Mais um capítulo para vocês!!! Espero que gostem!!!

Capítulo 9 - Chapter nine


Fanfic / Fanfiction A rainha em Baencon Hills - Capítulo 9 - Chapter nine

Uma briguinha

 

*Narrado por Aurora*

  Eu e Ly estávamos sentadas na cama da Alli enquanto ela escolhe alguma roupa para ir, ela se vira com um sorriso no rosto e nos mostra uma blusa, eu e Ly fazemos uma careta e discordamos, ela mostra outra e não gostamos também, Lydia se levanta.

- Deixe-me ver - Ela olhas as roupas e não gosta de nada - Por Deus, Allison, meu respeito pelo seu gosto diminui a cada minuto

  Me levanto e pego uma blusa, mostro para as garotas que gostam, a porta é aberta e por ela passa o Sr. Argent.

- Pai, olá

- Certo. Desculpe-me. Eu me esqueci de bater - ele me encara e fica surpreso

- Olá, Sr. Argent - Lydia fala deitada na cama

- Boa noite, Sr. Argent - dou um pequeno sorriso - Sou Aurora Carter Argent, acho que sou sua sobrinha - ele me encara espantado

- Gostaria de te conhecer, querida, mas terá que ser outro dia, tudo bem?

- Sim, adoraria

- Pai, precisa de alguma coisa?

- Dizer a você que vai ficar em casa hoje

- O quê? Vou sair com os meus amigos

- Não com esse animal aí fora, atacando as pessoas

- Pai, pai...

- Não sou eu. Há um toque de recolher. Ninguém sai depois das 21:30 p.m - Alli joga a blusa na cama - Ei, chega de discussão - ele sai

- Alguém é a garotinha do papai - Lydia fala e eu sorrio

- Às vezes. Mas não hoje à noite

  Ela coloca uma toca roxa, vai até a janela, a abre, sai por ela e dá um salto a cair no chão, dou um sorriso, cada dia amo mais a Alli.

- Oito anos de ginástica. Vocês vêm?

- Só se for agora

  Saio pela janela e dou um mortal duplo, caio de pé ao lado da Alli.

- Irei pelas escadas - ela sai de perto da janela

- Alli, eu vou encontrar com uma pessoa e vou direto para lá, tá bom?

- Sim, claro

  Saio de lá a correr, eu não sei porque, mas sinto que algo pode acontecer com Derek, demora para eu achar seu cheiro, mas logo consigo, corro até ele e me escondo, vejo Derek a abastecer o carro, dois carros chegam e em um deles saem o meu tio e mais dois homens com uma arma.

- Carro legal. Mas é preto. É difícil mantê-lo limpo - Chris fala a esfregar o dedo no capô do camaro - Eu definitivamente sugeriria um pouco mais de manutenção - ele pega um esfregão com água e sabão e começa a limpar o para-brisa - Se tem um carro tão legal, deve cuidar dele, certo? Pessoalmente, cuido muito das coisas que eu amo. Mas isso é algo que aprendi com a minha família. E você não tem muito disso hoje em dia. Tem? - meus punhos se fecham - Prontinho - ele guarda o esfregão - Agora pode até ver através do seu para-brisa. Viu como tudo ficou mais claro?

- Você se esqueceu de checar o óleo - começo a andar até eles, mas ninguém me nota

- Cheque o óleo do rapaz - um dos homens vai para o lado da porta do motorista e quando ia quebrar o vidro do carro do Derek com uma arma, eu a seguro

- Não acho que precisa disso, para mim está tudo certo, titio - dou um sorriso, todos me encaram surpresos - Dá um fora - falo brava para o homem que sai apressado olho para o meu tio com uma sobrancelha levantada, eles saem

- Seu tio? - Derek pergunta a vir do meu lado

- Sim, meu nome completo é Aurora Carter Argent - falo com um pequeno sorriso - Mas não sou caçadora, só sei lutar e usar armas e arco e flecha, só - levanto minha mãos, ele dá uma risadinha e me encara

- Tá bonita

- Obrigada, você também está lindo

  O meu look era simples.

- Vamos? - pergunto e ele concorda com a cabeça

  Entramos no carro e nada falamos o caminho inteiro, chegamos no boliche, entramos nele e vejo meu melhor amigo com uma bola verde parado a olhar para a pista, pelas caras dos meus amigos ele está ali a um bom tempo, puxo Derek até eles que nos encara, menos Scott, corro até ele antes da a Alli.

- Scott - ele me encara e dá um sorriso envergonhado - Está a pensar de mais

- Eu sei, estou à estragar tudo

- Claro que não, Macott, mas não me importaria de você mostrar para o Jack que realmente é bom, então só esvazie a sua mente e pense em outra coisa

- Tipo o quê?

- Qualquer coisa. Pense na Allison - dou um sorriso malicioso, chego perto de seu ouvido e sussurro - Pelada

  Então me afasto, me sento do lado do Derek, noto que ele estava desconfortável, pego em seu braço e o coloco em volta do meu pescoço.

- Obrigada por vir comigo, sei que você não gosta - dou um sorriso tímido, vejo a Ly nos olhar, mas logo volta a prestar atenção no Scott

  Olho para ele, o vejo lançar a bola e derrubar todos os pinos, bato palmas.

- O que disse a ele? - Lydia pergunta a se virar para mim

- Só dei a ele algo para pensar - dou um sorriso quando Cott se senta ao lado da Alli que também sorria

- Obrigado, Aury 

- Não foi nada, Mascott - olho para o Derek - Gente, esse é o Derek - todos o encaram, ele dá um leve aceno de cabeça, Scott me encara um pouco bravo e eu só sorrio - Derek, esse é Jackson - o loiro também dá um aceno de cabeça - Essa é a Lydia - ela sorri e meche no cabelo - Essa é a Allison - ela dá um tímido aceno com a mão - E você já conhece o Scott

• • •                                 • • •                                 • • •

- Isso é mesmo incrível - Alli fala

- Jack, quantos strikes? - pergunto para provocar

- Seis... seguidos

  Vejo o Derek a me encarar, o dou um sorriso.

- Quer ir embora? Eu não me importo

- Ahn, eu tinha que fazer uma coisa

- Tudo bem, vamos

- Não vai se despedir?

- Nhão - fasso uma careta e ele ri

  Saímos de lá e entramos em seu carro.

- Sabe, você é legal, não é tão rabugento como eu pensava - solto uma risada com seu olhar indgnado

- Bom, você também é legal, não é tão grossa como eu pensava - o encaro indignada

- Vou considerar como um elogio porque eu sou demais

  Ele ri e eu o olho encantada, sua risada é tão boa de se ouvir. Calma, eu não pensei isso, não. Nego com a cabeça.

• • •                                 • • •                                 • • •

  Subo a telha da casa do Scott junto de meu irmão, entro no quarto sentada na cama, Stiles vem logo em seguida, mas ele cai na cama. Vejo a mãe do Scott, Melissa, com um taco na mão, grito junto de Stiles.

- AH, NÃO, NÃO!

- Stiles, Aurora, que diabos estão a fazerem aqui?

- O QUE ESTAMOS A FAZER? - Stiles grita

- Algum de vocês joga mesmo beisebol?! - pergunto a exclamar

- O quê? - Scott entra no quarto e acende a luz

- Pode pedir aos seus amigos que usem a porta da frente?

- Mas trancamos essa porta. Não vão poder entrar

- Sim, exatamente. Aliás, nenhum de vocês liga para o toque de recolher da polícia?

- Não - respondemos juntos

- Não - repete - Está bem, então. Sabe de uma coisa - ela joga o taco na cama - Já fui mãe o suficiente por hoje, então boa noite

- Boa noite

- O quê? - Scott pega uma cadeira e a coloca na nossa frente

- Meu pai foi ao hospital há quinze minutos - Stiles começa

- É o motorista de ônibus

- Ele não resistiu aos ferimentos

- Não resistiu? - Mascott pergunta confuso

- Scott, ele está morto - dou a notícia em um sussurro

  Ele sai a correr e eu o sigo, mas ele nem nota, Stiles vai para casa, a gente entra na reserva e corre na direção da mansão queimada. Scott entra, eu me transformo em um gueopardo e me escondo.

- Derek! Sei que está aqui! Sei o que você fez!

- Eu não fiz nada - a voz do Derek surgiu do além

- Você o matou! - sobe no primeiro degrau

- Ele morreu

- Como a sua irmã morreu? - ele continua a subir as escadas

- Minha irmã estava desaparecida. Cheguei aqui a procurar por ela

- Você a encontrou

- Eu a encontrei em pedaços, a ser usada como isca para me pegar

- Acho que você matou os dois. Vou dizer a todos, a começar pelo xerife

  Scott chega no segundo andar, Derek vai pelas suas costas e o joga, ele rola a escada e cai no chão com sua face transformada. Scott solta um uivo, Derek pula e cai no chão do primeiro andar, Cott se levanta e o joga a quebrar uma parede, se passa segundos e Derek volta com a face transformada, ele rosna, seus olhos azuis brilhavam, eu me espanto.

  Scott vai até o comodo que Derek está, eles começam a andar em circulo, um a encarar os olhos do outro, os dois estavam e posição de ataque e a trocarem rosnados, me deito a prestar atenção, cadê a pipoca e a coca cola?, o primeiro que atacou foi o Scott, ele correu para cima do Derek, mas o mais velho o pegou pela roupa e o bateu contra a parede duas vezes, ele se vira rapidamente e joga o Cott, o mesmo cai em uma mesa e logo em seguida cai no chão, mas em segundos ele já estava em posição de ataque como se fosse mesmo um lobo, Derek pula para acerta-lo um soco nas costas, mas meu amigo dá uma cambalhota de lado a fazer o Derek socar o chão, o mais velho se levanta e quando se vira recebe um soco do Mascott, o de queixo torto ia dar mais um soco, porém, o dos olhos verdes segura sua mão e o dá uma cotovelada no rosto, ele nem espera o meu irmão de consideração se recuperar, logo soca seu peito o fazendo cair perto da parede, Scott fica como um lobo, de quatro, e anda até a mesa com largos passos, ele coloca suas mãos na mesa e se levanta a encara o Derek, o último sitado solta um rosnado e avança, ele pula, apoia suas mãos na mesa, mas logo as tira e dá um chute com os dois pés no peito do Scott, o mais novo cai com as mãos apoiadas no chão, Derek avança, mas Scott sai da frente, Derek dá um pulo, bate os pés na parede e dá um mortal. Minha boca com certeza está aberta. Scott pega um remo, bate com ele no rosto do mais velho, Derek bate as costas na quina da mesa e cai no chão, Cott vai para cima ainda com o remo na mão, ele ia batê-lo no rosto do Derek, mas o mesmo da uma cambalhota de lado, fica de joelhos, bate o braço com força na perna do Scott o fazendo virar uma cambalhota no ar e cair com tudo no chão, ele vira de barrica para cima, Derek pula o Scott, levanta a mão para cima. Já me levanto com medo do Derek dar um soco bem feio no rosto do Scott. Mas isso não acontece, Derek segura o pescoço do Scott com força, o levanta para o alto, Mascott segura a mão do mais velho com as duas mãos e se debatia, o Derek bate o Cott com tudo no chão novamente e faz isso mais uma vez. Nossa, ele deve malhar muito! Calma! O que é isso? Eu não pensei nisso. Derek, solta o meu melhor amigo, Scott vai se levantando devagar, quando ia ficar em pé, Derek chuta sua barriga o fazendo cair atrás de uma caixa, Scott dá um pulo e sobe na caixa, ele pula para cima do Derek, o de olhos verdes não perde tempo e o arranha. Corro até eles, mas não me notam, solto um rosnado e os dois me encaram, seus rostos já voltaram ao normal, vejo a camisa do Scott rasgada e sua pele sangrava, ele se senta em um sofá, volto a minha forma humana e eles se espantam.

- Eu não o matei - ele nos encara - Nenhum de nós o matou. Não é sua culpa, não é da Aurora, não é minha

- Isso? - Scott se levanta - Isso tudo é culpa sua - ele chega perto do Derek, paro ao seu lado - Você arruinou minha vida!

- Não, não fui eu

- Foi você quem me mordeu e mordeu a Aury!

- Não, não foi ele - me pronuncio

- O quê?

- Não fui eu que mordeu vocês

- Existe outro - Scott fala depois de uns segundos em silêncio

- É um alfa - respondo

- É o mais poderoso da nossa espécie. Você, Aurora e eu, nós somos betas. Esse cara é mais poderoso, mais animal do que nós três. Minha irmã chegou aqui a procura-lo. Agora estou a tentar encontrá-lo. Mas não acho que consigo sem vocês

- Por que a gente? - Mascott pergunta

- Porque foi ele quem os mordeu. Vocês são parte da matilha dele - nós o encaramos - São vocês, Scott e Aurora. São vocês quem ele quer 


Notas Finais


Bom, foi isso, meus amores!!! Espero que tenham gostado!!! Eu nunca havia escrito uma luta, então eu espero que tenha ficado bom!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...