História A Raposa e o Lobo - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 32
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Capítulo 5


seguir a luz ou continuar na escuridão?

viver ou morrer?

me diga, me faça viver por você.

~C_amz

Sakura(on)

-oi sakura-chan, é pode me acompanhar? – ouvi karin e me levantei seguindo a mesma

Caminhamos uma trilha e assim que vi ela parar, apoiei-me em uma pedra e em meia escuridadão tentei achar a karin

-karin-chan, onde esta... – mal completei a minha fala e senti algo se chocar com a minha cabeça.

- HAHAHAHAH que garota boba você é.- 

Assim que cai no chão,coloquei a mão no local onde havia batido, e senti algo molhado, com a imensa escuridão, poderia ser algum liquido que estava no objeto.

Mas uma vez, senti uma pancada, ela estava com um tronco nas mãos, a pancada pegou na minha cintura, era tanta dor que me contorci no chão.

-por que?- perguntei em meias lagrimas e dor

- Sasuke é meu sua garota idiota- senti um chute em minha barriga e tentei respirar- é uma inútil mesmo, lute, se não você morre aqui mesmo ahahahah- mais um chute deesa vez em meu rosto - lute, lute,lute,LUTEEEE.

Senti mas uma pancada na cabeça e dessa vez a escuridão já era presente.

O que eu fiz?

Quem sou eu?

Onde está minha família?

Porque eu?

-Sakura, segure minha mão, irei te levar para o paraiso. – um rapaz sorriu para mim, enquanto esperava pacientemente minha mão.

-quem é vo...- fui interrompida por uma voz de criança ao meu lado.

-onni-chan, vai me levar pro terraço de novo?- uma garota de cabelo rosa sorria enquanto segurava a mão do irmão mais velho.

-Ash, você descobriu de novo. – a mais nova começou a ri quando o irmão a pegou no braço

-vamos brincar coisinha rosa.-

-onii-chan?- a mais velha olhava os dois se distanciar enquanto chorava ao perceber que não se lembrava mais do irmão

-mamãe, cadê o onii-chan?- a mais velha se virou para ver o que tinha atrás de si.

Ela se encontrava entro de uma casa, onde a criança segurava o vestido de uma mulher loira onde a mesma chorava enquanto conversava com um cavaleiro.

-mamãe? O onii-chan está vindo?- a menininha perguntou mais uma vez e agora seus olhos se encontravam marejados.

-sakura querida...querida o seu irmão...o seu irmão...ele.

-Mamãe?

-o seu onii, não vai mais lhe ver...ele não...

- senhora, ainda não sabemos o que aconteceu, ele ainda pode está vivo...

- eu sou mãe, eu o perdi, eu sinto...

-Mamãe?

-Sakura? – ouvi uma voz de um rapaz atrás de si

-onii?- chamou fazendo o mesmo sorrir

-vamos, está na hora de você ir comigo.- o rapaz com o cabelo rosa segurou sua mão enquanto a levava para uma luz fazendo a mesma olhar para atrás como se estivesse esquecendo de algo.

- o que foi?- o rapaz perguntou e em seguida a soltou- volte sakura, ele precisa de você.-

-onnii?-

A escuridão se fez presente, a fazendo lembrar dos olhos de certo alguém.

-sakura, você está bem? - ouviu a voz de uma garota e logo lembrou de izumi

-izu...izumi?- sua voz saiu meio falha, através de um sussurro, fazendo a mais velha chorar em meias lagrimas.

-oh deus, ela está viva,ITA-KUN ELA ACORDOU.-

-izu-chan, minha cabeça. - sakura abriu seus olhos vendo a garota chorar enquanto sorria, e tocou sua cabeça.- porfavor não grite

-oh desculpe querida.- a mais velha pediu desculpa meio envergonhada por gritare segurou a mão da mesma, quando de repente entra alguém no quarto

-CADÊ ELA....SAKURAAAA.- itachi havia entrado com tudo, enquanto olhava a garota já sentada na cama- SAKURA-CHAN,KABUTOOOO, ELA ACORDOUU

-tsh, fale baixo itachi, minha cabeça dói.- sakura tentou dar um sorriso para o mesmo entender que estava sofrendo com a gritaria.

-ah desculpe princ.......principalmente o perdão, por ter deixado você sozinha.- itachi se curvou com um pedido de desculpa, mas foi pelo fato de quase ter entregado a garota a sua origem.

-ah está perdoado.- a sakura sorriu vendo itachi se curvar, ela realmente achou estranho o ato, mas deixou levar

-Você está bem sakura?- izume olhou para a mesma achando estranho o fato dela etá tão diferente

- Só uma dor de cabeça, por quê?-

-porque você está meio diferente, sei lá antes você era meio tímida e agora está....não sei.-

- ah, desculpe.- sakura ficou pensando, será que ela mudou em uma só noite.

-ash, é porque antes ela não conhecia ninguém e agora como ela nos conhece, fica mas fácil ela falar e se comportar.- itachi se sentou na beirada da cama e ficou observando a mesma a deixando envergonhada.- viu agora ela está com vergonha.

A risada de izumi se fez presente levando sakura junto a risada

- você é um bobo mesmo.- izumi beijou a bochecha do marido o deixando meio sem jeito.

-ash-

Toc toc

- pode entrar.-

- olá, parece que nossa paciente acordou, aqui, lhe trouxe um remédio para você e um lachinho.- kabuto entrou no quarto levando a bandeja para a garota deitada.

-obrigada kabuto-san.- sakura sorriu e tomou o remédio

Todos no quarto estava concentrado na garota comer que nem perceberam alguém entrar no quarto.

- é, eu poderia falar com a sakura.- a garota olhou para todos com vergonha, deixando a izumi com raiva

- o que você quer, já não basta deixar a mesma ferida.- izumi se levantou para levar a mesma fora do quarto, quando  a sakura lhe pediu

-Por favor izu-chan, deixe ela falar.-

-ash, fale logo karin.- izumi cruzou os braços e ficou olhando a cara de pau da colega

-me perdoe sakura, o que eu fiz foi errado, eu não tenho nada com o sasuke para me meter assim na vida dele, o meu ciúme foi maior que minha consciência, mesmo que eu não receba seu perdão, irei correr atrás para merecer o mesmo, eu queria poder.....

-eu te perdoou karin.- sakura disse enquanto sorria para a colega e quando foi repreendida por todos

-NANI- os presentes na sala e até mesmo karin, se assustou com a facilidade de perdoar tão rápido

- Eu te perdoou, eu estou vendo a sinceridade no seu olhar, só que preste atenção em alguém que lhe ame, nunca corra atrás de alguém que não lhe quer, espero sermos amigas de agora em diante.- sakura terminou, enquanto pegava o suco na bandeja e sorriu para os presente.

- itachi tenho certeza que ela está estranha.- izumi sussurrou para o marido e o mesmo respondeu

-acredito em você.-

- é por causa da batida, ele recebeu 3 pancada na cabeça.- kabuto segurou a mão de sakura- você se lembra de algo, como chegou na casa ferida? porque te machucaram? Nome completo?

-desculpe kabuto-kun, eu ainda não sei a resposta para isso.- sakura olhou para todos e suspirou.- mas eu lembro que tenho um irmão, só disso.

-tudo bem pequena, melhor descansar.-kabuto retirou a bandeja de perto da garota e saiu do quarto

-itachi, pode me chamar o sasuke-kun?- itachi estranhou, mas concordou saindo do quarto

-até mais tarde sakura.-

-até mais izumi.- sakura viu a izumi sair e em seguida o sasuke entrou.

-oi?- o rapaz entrou meio envergonhado

-oi- sakura sorriu- tudo bem com você?

- tudo, e você?- o rapaz se sentou ao lado um pouco preocupado, já que a mesma estava com dor de cabeça, como seu irmão havia falado

- estou bem.- ela segurou sua mão e o rapaz ficou entrou em choque.- fica comigo até eu dormir, não quero ficar sozinha.

-eu fico.-

A garota se deitou fechando os olhos deixando o rapaz lhe observar, enquanto entrava no mundo dos sonhos.

PRÓXIMO CAPÍTULO 06.08


Notas Finais


Me desculpem a demora, tive um pequeno trabalho no decorrer.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...