História A Raposa e o Lobo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Asuma Sarutobi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hana Inuzuka, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Kiba Inuzuka, Kimimaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsume Inuzuka, Tsunade Senju
Tags Kiba, Kibasasu, Narukiba, Narusasu, Naruto, Yaoi
Visualizações 39
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal! É a minha primeira fanfic, então não sei se vai ficar bom, mas mesmo assim espero que gostem! :3

Capítulo 1 - O trabalho



Meu nome é Naruto Uzumaki, tenho 18 anos e moro com meus pais Minato e Kushina, estudo em uma escola comum junto de meus amigos, Sakura, Hinata, Neji, Rock Lee, Tenten, Shikamaru, Ino, Saí, e talvez o Sasuke ( digo isso porquê não somos muito próximos, mas mesmo assim ele fala comigo, às vezes). Também sou amigo de Kankuro, Temari e Gaara. Mas quem eu mais tento me aproximar é Kiba, sempre senti algo diferente por ele, mas acho que não tenho muitas chances.

Sempre agi naturalmente sobre minha sexualidade, mantendo um padrão "Hetero", acho que ninguém desconfia de mim, o que me deixa um pouco preucupado pois não sei se meus amigos me aceitariam assim, mas pra mim quem realmente importa são meus pais e, é claro, Kiba. 

Meus pais quase nunca estão em casa porque são mandados em missão quase sempre. Minha rotina geralmente é acordar, escovar os dentes, tomar banho e comer o café da manhã, em seguida, vou para a escola. Por falar na escola, não sou muito inteligente, mas faço o possível pra conseguir uma nota no mínimo razoável.

Na minha escola às cadeiras são daquelas que cabem duas pessoas, assim que entro na sala vejo Kiba sozinho em sua cadeira, akamaru agora é grande demais para ficar com Kiba em sala, então agora ele fica no pátio esperando pelo dono na hora do recreio. Assim que o vi sozinho, percebi uma oportunidade de ficar mais próximo a ele.

- Posso me sentar com você? - Pergunto na esperança de que ele concorde e diga Sim.

- Claro - ele responde com um leve sorriso.

Minhas espectativas foram superadas, eu me sento e logo a aula começa. A primeira aula é de geografia, com a professora Kurenai. Em seguida temos aula de Biologia com o professor Yamato, que passa um trabalho sobre o corpo humano e diz que a pessoa que estivesse do nosso lado e a dupla que se senta trás formariam um grupo. Meu grupo acabou ficando com Sakura, Sasuke e Kiba, então decidimos que uma dupla faria metade do trabalho e a outra faria a outra metade.

- Meus pais não estão em casa, se quiser agente pode ir lá para fazer o trabalho. - Pergunto sorrindo.

- Então ótimo, vou logo depois do almoço. - Ele responde sorrindo, parecendo estar feliz com a notícia.

Após um tempo, a aula acaba, eu me despeço de todos e vou correndo para casa tentar organizar um pouco e arrumar meu quarto, também aproveito para preparar algo especial para Akamaru. Depois de quase uma hora e meia Kiba chega.

- Pode entrar, fica a vontade! - Eu falo em um tom empolgado, 

- Vou mesmo! Akamaru também pode entrar, certo? - Ele pergunta mesmo sabendo minha resposta.

-Pode sim eu preparei uma comida especial para ele.

- Perfeito! - Kiba parece feliz por eu ter lembrado do cão dele, por sua vez Akamaru late empolgado. Os dois entram e vão direto ao sofá.

Ficamos conversando por um tempo, mais ou menos meia hora, até que ficamos meio que sem assunto. 

- Devemos começar agora?

- Pode ser, vamos acabar logo com esse trabalho de uma vez... - Ele fala de um jeito que parece meio desanimado por ter que fazer aquilo.- Assim que agente acabar vamos ficar livres e poder jogar! - ele fala sorrindo e eu sorrio também.

Nóis subimos para meu quarto, Akamaru pareceu com sono então deixamos ele no andar de baixo dormindo enquanto pesquisavamos sobre o trabalho. O trabalho era sobre o corpo humano então logo quando pesquisamos sobre o assunto apareceu imagens de partes do corpo é claro, homens e mulheres pelados. Assim que vi tais imagens fiquei um tanto corado, decidi tentar desviar o olhar para Kiba, que por sua vez também estava corado. 

- Isso é estranho - Ele diz rindo e com os olhos fechados envergonhado.

- Concordo, mas pelo menos eles estão em forma - Dou uma risada tentando disfarçar minha vergonha.

- Já vi melhores - Ele diz levantando o nariz demonstrando que não se surpreendeu tanto quanto eu.

- Sério? Tipo quem? - Eu pergunto por curiosidade e também porque queria saber se era mesmo verdade ou se ele só estava tentando disfarçar.

- Ora, voc... Eu é claro! Quem mais poderia ter um corpo melhor? - Ele diz com um sorriso no rosto.

- É mesmo, é? - Eu falo num tom que o da a entender que estou duvidando.

- Está duvidando? - Ele me olha com um sorriso é um olhar, que em minha opinião, era sexy.

- Estou - Eu falo não porque estou realmente duvidando, mas sim porque queria atingir meu objetivo.

- Então tá - Ele tira a camisa e me mostra seu corpo malhado, eu fico corado, mas simplesmente não consiguia para de olhar aquele corpo. - Tá vendo só? - depois de um tempo sem sua camisa ele percebe meu olhar hipnotizado e fica envergonhado, pegando sua camisa.

- Vamos continuar o trabalho... - Ele diz corado e com muita vergonha.

- Ok... - Falo meio sem jeito é envergonhado pelo o que tinha acabado de fazer, fiquei olhando fixamente para o corpo dele, que desastre.

Depois de um tempo acabamos nossa parte do trabalho. 

- O que quer fazer agora? - Falo no intuito de tentar convence-lo a ficar por mais tempo.

- Vamos jogar! - Ele parece bem animado, Kiba adora videogames, principalmente daqueles de atletas.

- Então vamos -Dito isso logo meu console, ligo e entrego um controle a ele.

Ficamos a tarde inteira jogando, quando olhamos pela janela já era tarde. Então eu tento mais um truque.

- Nossa, acho que agente se empolgou um pouco, tá meio tarde - Falo rindo.

- É mesmo, mas valeu muito a pena! - Ele realmente gosta daquele jogo - bom, acho que é melhor eu avisar para minha mãe que vou ficar aqui essa noite, isso se você deixar, é Claro. - Nessa hora, queria sair saltitando pela casa toda, todo meu plano tinha funcionado!

- Claro que você pode dormir aqui, Temos toalhas de sobra e podemos fazer um lanche. - Eu tento fazê-lo querer ao máximo dormir em minha casa.

- Vou avisar minha mãe então - Ele pega o celular e liga pra sua mãe, agora tudo o que faltava era esperar um "sim' de mãe - Ela deixou, disse que em alguns minutos ela teria que ir em uma missão noturna - E com isso percebo que vou dormir a sós com Kiba esta noite.

- Beleza! Vou preparando os lanches.

- Eu vou tomar um banho.

Com isso, ele sobe e vai direto para o banheiro.












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...