História A Rebelde e a Riquinha - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Doug, Evie, Jay, Mal, Personagens Originais, Príncipe Ben, Uma
Tags Universo Alternativo
Visualizações 48
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


:c

Capítulo 49 - Capítulo 49


》visão de Mal 《

Ontem eu basicamente fiquei o dia todo da nada de Evie, ficamos no quarto cantando, desenhando, ficando, foi a tarde mais incrível que ja tive, o pai da mesma estava conversando com Ruby, então podiamos ficar de boas no quarto de Evie. 

A tarde seguiu assim, cheia de diversão, eu estava superrr feliz com isso, mas eu também iria imaginar comigo seria se nos contasse sobre nós, eu iria protege-la de tudo, eu iria ama-la, eu estaria nem ai se o pai dela n deixa-se, eu amo ela, não tem como não amar Sofia Carson.

》visão de Camila《

Eu passei o dia comendo doces, aproveitei que Mal estava na casa de Sofia, Mal não pode comer tantos doces por causa das alergias dela, então eu me degustei o dia todo com doces.

》visão de Evie 《

Evie: ahhh não valeeee - falo triste 

Mal: valee simmm, e eu venci - afirmo

Evie: quero revanche!! - falo com uma carinha brava.

Mal: e eu quero teu beijo como prêmio - afirmo com um sorriso e um riso que soltei pela carinha da mesma.

Evie: não é justo, você sempre ganha - falo ainda com um tom triste.

Mal: mas você não esta perdendo - sento mais perto de você.

Evie: verdade ne, a cada vitoria sua eu posso beijar sua boca - sorrio, viro meu rosto pra mesma deixando um selinho longo em seus lábios.

A tarde foi seguindo assim também, beijos, selinhos, carinhos, eu queria tudoooo aquiloooo e finalmente tenho agoraaaa.

[ quebra de tempo ]

Estamos nos beijando agora, eu estava sentada no colo de Mal, estávamos no chão, um abraço aconchegante me fazendo querer mais sentir aquela boca, não paramos pra muita coisa, davamos selinhos e logo pós vindo a beijos longos, eu as vezes puxava alguma parte da roupa dela pois aquilo ( os beijos ) dava prazer, e era primeira vez que eu sentia isso com a Mal, ela me deixa assim todas as vezes, ela me faz sentir tudo o que eu via em filmes, ela me faz ser completa.

Ouvimos batidas na porta.

Ruby: Sofiaa trouxe lanche - falo num tom plausível.

Evie: pode entrar.

Eu falei sem sair do colo de Mal, ela me dava carinho mexendo nos meus cabelos e alisando minha bochecha com a ponta do dedo indicador, Ruby olhava pra gente feliz com aquilo, aquele carinho, aquele amor, aquilo era perfeito e nada pode separar isso, eu apenas abraço Mal dando mais um selinho e me levanto para ir pegar nossos lanches em cima da bancada, Ruby sai falando " aproveitem ", eu sorrio e Mal ja estava em pe atrás de mim me abraçando olhando pro nosso lanche, aquilo era bom, aquele conforto, eu nunca quero parar de sentir esse calor que a Mal passa pra mim, eu preciso disso todos os dias.

[ quebra de tempo ]

》visão de Mal 《

Ontem eu tinha ficado na casa de Evie, a noite foi que eu voltei pra casa e foi ai que eu descobrir...

MÃE ESTAVA FAZENDO DOCES E NÃO DEIXOU EU COMER A QUANTIA QUE EU QUERIA!!!!

Eu fiquei triste com isso mas ai eu lembrei do gosto da boca de Evie, doces como o mel, eu dava sorrisos bobos enquanto Camila me olhava com um sorriso malicioso.

Mal: o que? Não me olha assim - solto um riso indo pro meu quarto.

Camila: a futura Carson, Dove Cameron C. - falo animadamente olhando para a mesma.

Eu reviro os olhos e vou para o meu quarto dormir com um sorriso nos lábios.

Dai agora hoje nesse exato momento, eu estou com Evie pra conversar com o Jay, e ele estava no refeitório indo pegar comida enquanto nos estavamos sentadas na mesa e sorrindo uma pra outra e rindo, até que o mesmo vem em nossa direção e senta do nosso lado.

Jay: aqui estaaa, comida para todos no- -- interrompido.

Mal: você transou com o Carlos aqui? - falo diretamente e o mesmo cora e se engasga com a propria saliva.

Evie rir da minha rapidez ao perguntar.

Mal: ouvimos vocês na sala. 

Jay: c-como assim, não sei do que vocês estão falando - pego o copo de suco e tomo.

Evie: foi bom Jay a primeira vez do Carlos? - pergunto cruzando os bracos.

Jay: ele disse que eu gentil e carinho - sorrio.

Ah não, não acredito que ele me deu vácuo, Evie me olha rindo da audácia do jovem de longos cabelos, peguei meu lanche e fiquei calada comendo.

Evie: mas eaeee vocês estão namorando? - falo animadamente

Jay: sim, pedi ele em namoro aquele dia - comendo uma maçã.

Evie: ohhhh fico feliz - sorrio começando a comer meu lanche.

Jay: e você Mal ja pediu Evie em namoro? - pergunto olhando para a menina.

Mal: ainda não - afirmo.

Jay: devia pedir - olho pra Evie 

Antes de eu falar algo, 2 alunos entraram correndo dentro do refeitório.

Aluno: ALGUÉM ME AJUDA POR FAVOR, O RICK TENTOU SE MATAR LA NA VARANDA, ELE TA SANGRANDO - falo desesperado.


Notas Finais


Quem é Rick?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...