1. Spirit Fanfics >
  2. A RECOMPENSA >
  3. A descoberta

História A RECOMPENSA - Capítulo 2


Escrita por: naylapaz

Notas do Autor


Gente desculpa a demora, prometo voltar logo

Capítulo 2 - A descoberta


S/m on~

Amanhã vou perder minha filha, pra sempre e nem sei como dizer isso pra ela, isso tá me matando, como eu fui burra.


S/m: filha... Eu preciso te contar sobre o homem que eu conheci quando cheguei na Coréia e o que ele queria em troca...
S/n: então fala mãe...


~ Flashback on~


???:Está perdida?( Vejo um moço bonito em minha frente e fico com um pouco de receio )
???: Não precisa ter medo eu não sou uma pessoa má( não acho muito convencente o seu papo e abraço mais o meu bebê )
???: Desculpe meus maus modos, eu sou o Sr. Min e você?
S/m: O meu é Srta. S/m
Sr. Min: quer ajuda?
S/m: S-sim
Sr.Min: Pode me dizer o que aconteceu?


Contei tudo pra ele, ele me levou pra sua casa e chegamos a um acordo, sendo que quando soube o que eu tinha que dar em troca, não quis concordar no começo, mas depois me convenci que era melhor pra mim e pra minha filha.


~Flashback off~


S/n: Sim, mas qual é a recompensa( A troca)?
S/m: Filha, promete não ficar com raiva de mim( fala com os olhos marejados )
S/n: M-mãe?( Falo já chorando )
S/m: Me prometa, por favor! Se não nunca vou me perdoar
S/n: F-fala... logo mãe ( falo com um pouco de dificuldade )
S/m: É-é você filha, o pagamento é você ( fala morrendo de chorar )
S/n: O-oquê???( Falei sem acreditar )
S/m: Mas você não vai ser mais propriedade do Sr.min filha, vai ser o filho dele, que na época tinha 2 anos, e agora que o Sr. Min morreu passou tudo que ele tinha para seu único filho que agora tem 21 anos, espero que você fique bem com ele filha... E que ele seja bom com você, não queria nada disso, mas me entenda eu era muito jovem, não sabia nada da vida, só que eu tinha uma responsabilidade enorme pela frente...


~S/n on~



Tava sem conseguir falar uma palavra era muita informação e também muitas perguntas vinha em minha cabeça, quando me dei conta do que tava acontecendo, eu já tava morrendo de chorar desesperada, em saber que vou parar nas mãos de um desconhecido que não sei nem o nome, estou perdida, o que vai acontecer agora? O que eu faço? Será que vou ser bem tratada? Estou com muito medo... Quando olho pra minha mãe, ela tá chorando.


S/n: Tá chorando por quê? Hum?
S/m: ...
S/n: quem devia tá mal era eu, que estou sendo entregada para um desconhecido, que nem a senhora conhece direito~ ela me interrompe.~
S/m: Não fale assim comigo, eu não sabia de nada eu era inocente estava perdida queria só ter uma vida boa e dar uma vida boa para você também, então estou com medo de lhe perder para sempre, eu me apeguei a você afinal de tudo eu sou sua mãe.
S/n: Quando eu vou para a casa do desconhecido?( Falo com voz cabisbaixa )
S/m: hoje a tarde.
S/n: HOJE????( falo surpresa )



Subi para meu quarto com um pouco de raiva e começo a arrumar minhas coisas numa mala, mas não cabe então tenho que pegar outra, que fica cheia também, coube tudo em duas malas grandes. Olho a hora e já são 12:00hrs.




Resolvo descer pra almoçar. Aproveito e pego minhas malas, coloco elas perto da porta de saída da casa e vou almoçar, minha mãe já tinha almoçado então não tive que olhar na cara dela, depois que almocei fui para meu quarto de novo para tomar um banho.


~Quebra de tempo~

Já eram 14:50hrs, então só estava esperando o motorista chegar.


O motorista chegou e veio me ajudar com as malas e então fui embora sem nem me despedir...




Fiquei com vontade de chorar, mas não chorei porque fiquei com medo de borrar a maquiagem, então adentrei o carro e o motorista deu partida, e fomos embora.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...