História A reconquista! - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bia, Sou Luna, Violetta
Personagens Celeste Quinterro, Jhon Caballero, León Vargas, Violetta Castillo
Tags Romance Ou Novela
Visualizações 52
Palavras 1.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Celeste confessa sentir algo por Jhon


Fanfic / Fanfiction A reconquista! - Capítulo 9 - Celeste confessa sentir algo por Jhon

Ao entrar na casa, Celeste se assentou no sofá.

Jhon: Fica a vontade!

Celeste: Obrigada!

Celeste estava meio sem graça, e envergonhada pois Jhon não tirava os olhos dela.

Celeste: Eu tenho impressão de já ter te visto ou sei lá, a sua voz me parece familiar.

Jhon: Aé? E de onde você me viu, ou então aonde ouviu minha voz?

Jhon se sentou do lado dela.

Celeste: É..

Celeste começou a gaguejar.

Celeste: Eu não sei onde, talvez você seja um rapaz de me deu esmola uma vez na rua, é isso!

Jhon: Ah tá! Realmente eu costumo ajudar moradores de rua, de vez em quando.

Celeste: Deve ser isso!

Jhon: Como uma garota tão linda, e bem comportada como você,  pode ter morado na rua?

Celeste: Eu não sei! Não me lembro, meu marido me falou que sumi de casa, e que ele achou que eu estava morta!

Jhon: Ah tá! Seu marido..

Celeste: É,  eu não me lembro de nada, tudo para mim está muito confuso!

Jhon: E você ama o seu marido?

Celeste ficou sem resposta, logo levantou do sofá.

Celeste: Sim, como não amaria! Ele é meu marido.

Celeste ficou de costas para ele.

Jhon: Ama mesmo?

Celeste: Já disse que sim.

Jhon a virou para ele.

Celeste: Eu não senti firmeza nas suas palavras.

Celeste: É que..Eu não me lembro de nada, nem dele, nem de ninguém..Mais acredito que casei por amor, não é?

Jhon: Não sei, me diz você! 

Celeste: Dizer o que?

Jhon: O que você sente, quando me aproximo de você?

Celeste olhou nos olhos dele, e ele nos dela.

Celeste: Chiara..

Celeste chamou Chiara.

Celeste: Chiara, cadê você!

Chiara estava na cozinha.

Chiara: Fala Celeste!

Celeste: Eu já vou embora!

Jhon ficou olhando para ela, Celeste também estava olhando para ele.

Chiara: Você não vai no médico mué?

Celeste: Não! Eu estou com muita dor de cabeça.

Jhon: Fica mais um pouco, até a dor de cabeça passar!

Celeste: Não! Eu já vou!

Celeste deu as costas e saiu.

Chiara foi atrás dela.

Chiara: Celeste! Espera amiga.

Celeste: Chiara, fala a verdade, você me trouxe aqui de propósito para ficar perto da seu irmão, não foi?

Chiara: Não Celeste! Eu vim buscar a chave, do portão já que meu irmão vai a cidade mais tarde, aí eu ficaria presa aqui fora.

Celeste: Tem certeza?

Chiara: Claro! Só que não achei a chave, botei em algum lugar e esqueci onde!

Celeste: Ah tá!

Celeste ficou olhando para ela.

Celeste: Mesmo assim! Eu já vou!

Chiara: Esta bem! Vamos amanhã então, ao médico.

Celeste: Tá!

Celeste foi embora, sem se despedir de Chiara.Chiara então voltou para dentro de casa, e viu Jhon socar a parede.

Chiara: O que houve Jhon?

Jhon: Eu acho que estou indo rápido de mais, não consigo me controlar, só de imaginar que ela beija aquele cara, que eles ficam juntos, sei lá! Me da um ódio.

Chiara: Ei! Calma! Eles não tem nada, tudo por que ela não confia nele.

Jhon: Como assim?

Chiara: Ela viu Nico, beijando outra garota! Ou seja, a ex dele. A propósito é o mesmo Nico da pensão.

Jhon: Não posso acreditar, esse idiota não tem limites mesmo! Ele sabe da situação dela, e está tentando se aproveitar da situação! Eu vou quebrar a cara dele.

Chiara: Jhon, calma! Temos que agir com calma, ainda mais agora que fui contratada para cuidar da Celeste,  agora eu vou ajudar a ela a lembrar de tudo.

Jhon: Tenho vontade de falar toda verdade para ela! Não aguento mais essa situação,  está sendo difícil ver a minha Celeste e não poder abraçar e nem beijar ela.

Chiara: Jhon, você não pode dizer isso a ela de qualquer maneira, a coitada ja esta muito confusa! Isso pode fazer mal a ela.

Jhon: Tudo bem! Eu vou tentar.

Chiara: Eu tenho algo ruim para te contar.

Jhon: O que foi dessa vez?

Chiara: Você não notou?

Jhon: Não sei do que você está falando!

Chiara: A Celeste não está grávida..Ela não tem barriga nenhuma.

Jhon: Eu nem me atente para isso, meu Deus! O que será que houve?

Chiara: Eu acho que ela perdeu o bebê! Ou então, deu ele para alguém.

Jhon: Impossível! Ela não tinha nem 7 meses de gravidez direito! Não pode ter dado o nosso filho.

Jhon se sentou no sofá, parecia muito triste.

Jhon: O que será que fizemos para merecer isso?

Chiara sentou ao dele e o abraçou.

Já Violetta, estava varrendo  a caçada quando Celeste voltou para casa correndo.

Violetta: O que foi garota?

Celeste: Nada! 

Violetta: Tem certeza?

Celeste: Não! Quer dizer,sim! Tenho!

Violetta: Você está andando sozinha por aí? Já se esqueceu do tarado que tentou te agarrar?

Celeste ficou pensativa.

Celeste : Não! Claro que não, eu estaca com a Chiara.

Violetta: Aquela garota que veio falar com Pietro?

Celeste: Sim! 

Celeste deu um jeito de sair fora.

Celeste: Foi conversar com o Pietro, cthau!

Celeste entrou correndo, Violetta estranhou.

León: Oi Vilu! O Nico está?

Violetta: Não! Ele saiu já faz um tempo! 

León: Ah tá! Eu preciso dele para assinar esse papel, quando ele chegar me avisa.

León estava chateado com Violetta,  e não queria conversa.

Violetta: León, você está chateado comigo?

León: Por que estaria?

Violetta: Você ficou triste, por ainda gostar do Nico, mesmo depois de tudo que ele fez.

León: Estou sim! Mais eu não mando na sua vida, você faz o que quiser dela.

Violetta: León,  não é o que você está pensando, eu não fiquei com o Nico por dinheiro, eu amava ele!

León: Eu sei, me desculpe pelo jeito que falei com você, mais você sabe como sou! 

Violetta: Sei! 

León: Eu te amo, e não quero você sofrendo por esse cara!

Violetta: Eu sei! Eu e o Nico não temos mais nada,ele realmente não era como eu imaginei.

León: Deu para ver que não! Para mim esse cara te enganou, pois já tinha essa mulher a tempo,ficou com você e com ela.

Violetta: Isso eu não sei! E nem me interessa mais, quero seguir minha vida, esquecer tudo que aconteceu!

León: Perto dele?

Violetta: Eu não estou aqui por ele, e sim pela mãe dele.Gosto muito dela.

León: Tá! Eu já entendi.

Violetta: Obrigada por se preocupar comigo!

León: De nada! Você sabe que gosto muito de você.

Violetta: Sei!

Violetta deu um beijo no rosto dele.

León: Por que isso?

Violetta: Por tudo que você tem feito por mim.

Violetta entrou dentro de casa.León, ficou feliz com o beijo, deu até um sorriso.Depois voltou para o trabalho.

Voltando ao ônibus, Pedro pegou o fone de ouvido e colocou, seu nariz ainda sangrava um pouco, mais ele não ligou.

Débora: Garoto, você não vai no banheiro ver isso?

Pedro aumentou o volume para não escutar.

Então Débora deixou para lá.Ao chegar na rodoviária, Nico estava esperando Pedro.

Nico: Fala Pedrão! Como vai?

Pedro: Levando! E você?

Nico: Estou bem!

Nico olhou o nariz dele.

Nico: O que foi isso no seu nariz?

Pedro: Você não vai acreditar, aquela garota ridícula da sala, a tal Débora me deu um soco!

Nico: Onde você viu ela?

Pedro: No ônibus! Onde mais? E para piorar ainda sentei do lado dela.

Nico: Nossa! Faz tempo que não sabia nada dela.

Pedro: Nem eu! E dava graças a Deus por isso!

Nico começou a rir.

Pedro: Ih! O que foi?

Nico: Você todo valentão,apanhando para uma garota! Kkkk.

Pedro: Vai rindo! 

Nico: Desculpa! Mais foi engraçado! Kkk.

Pedro: Eu não achei!  

Nico: Sabe o que eu acho? Que essa menina é o seu futuro. 

Pedro: Não fala isso nem brincando, dessa garota aí eu só quero distância.

Nico: Faz bem! Pois ela já mostrou que perto é um perigo! Kkk.

Pedro: Quer parar de piadinha e me levar logo para o sítio?

Nico: Vamos sim! Kkk.

Pedro: Para de rir cara!

Nico: Estou tentando! Kkk..

Os dois foram de carro para o sítio.

Já Débora, também foi para a roça, só que com uma colega.

Na cozinha, Celeste estava sentada a mesa e Pietro cozinhando.

Pietro: A senhora não foi ao médico dona Celeste?

Celeste: Me chame de Celeste, não precisa me tratar com essas formalidades. Não, eu não fui!

Pietro: Mais por que? A Chiara,  não iria te levar?

Celeste: Iria! Só que ela me levou para outro lugar, para a casa do irmão dela!

Pietro: Sério? Eai? 

Celeste: Eai que eu acho que ele está interessado em mim.

Pietro: Isso é um problema!

Celeste: Sim, mais o problema pior não é esse!

Pietro: E qual seria?

Celeste: Acho que estou sentindo algo por ele também!

Pietro largou o fogão e se sentou ao lado dela.

Pietro: Por que você diz isso?

Celeste: Não sei, eu sinto uma coisa quando estou perto dele! Uma conexão, algo que eu não entendo muito..

Pietro: Nossa! Tudo isso? Mais você o conhece a tão pouco tempo, uns 2 dias né?

Celeste: Na verdade, eu o conheço a mais tempo, quando eu estava na rua como mendiga, tenho quase certeza que era ele quem me dava esmola.

Pietro: Nossa! Você morou na rua?

Celeste: Sim! Eu não me recordo muito desse tempo, umas recordações que tenho são poucas e vagas, muito confusas.

Pietro: Eu entendo! Então não vamos falar desse assunto.O que você vai fazer em relação ao Jhon?

Celeste: Vou me afastar dele! Vou fugir, sei lá! Eu vi o Nico beijar a Violetta,  e não fiz nada, justamente por causa disso, do Jhon ter me beijado! Se ele fez isso deve ter se sentido como eu, confuso.

Pietro: Não entendi seu raciocínio! Eu acho que são situações totalmente diferentes, você foi pega de surpresa por aquele beijo, conforme você me contou, já ele não! Ele agarrou Violetta.O traidor em questão é ele!

Violetta ouviu o nome dela e estranhou.

Violetta: O que tem eu? Ouvi meu nome!



Notas Finais


Violetta ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...