História A Rede Social - SEGUNDA TEMPORADA - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Jensen Ackles, Justin Bieber, Nina Dobrev, Selena Gomez
Personagens Jensen Ackles, Justin Bieber, Nina Dobrev, Selena Gomez
Visualizações 85
Palavras 1.285
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Capítulo 25


Nina Ackles P.O.V

- A Brooke está fazendo um sucesso inacreditável. - Bieber murmurra durante o almoço fazendo com que todos nós o olhassemos. 

O clima estava mais do que tenso depois do que foi revelado nesta manhã. Jensen até tentou consertar a situação mas ele claramente não sabia o que dizer ou fazer. Quando pedi uma explicação ele alegou que eu não tinha a necessidade de saber o que aconteceu em sua vida sexual enquanto eu estava em coma. 

Depois da resposta dele eu desisti da conversa e simplesmente passei a ignorar ele, pelo menos, quando as crianças não estão por perto. Até por que eu não quero que elas percebam o que está acontecendo em meu casamento. Eu sei que ele tem razão, ele não me deve explicações daquela época, mas isso não quer dizer que torna tudo mais fácil ou menos doloroso. 

Danneel sabia que estava afetando nosso casamento e sempre que possível fazia algo para tentar me irritar ou me causar ciúmes. Confesso que ela está conseguindo, eu estou a poucos segundos de pular sobre a mesa e a estrangular. Ela sabe como provocar alguém e pode ter certeza que isso não vai ficar barato. 

Meu Deus, as vezes até eu mesma tenho medo de mim. 

- Era óbvio que ela faria, Brooke é linda. - Danneel fala com um tom de voz gentil enquanto encara Brooke que sorri de maneira envergonhada. 

- Minha princesinha. - Justin fala com um sorriso bobo no rosto apertando as bochechas de Brooke. 

No pouco tempo em que passei junto com os dois, percebi que Justin é completamente apaixonado pela minha filha. Ele não mede esforços para ver um sorriso no rosto dela, na verdade, Justin até parece pai da loirinha de tanto que a mima. Brooke também tem as mesmas manias, ela não desgruda do padrinho de forma alguma e morre de ciúmes dos irmãos com ele, apesar de não admitir. 

- Não gostou da comida, Nina? - Danneel pergunta com sarcasmo na voz me fazendo a encarar. 

- Desculpe? 

- Você tocou tão pouquinho na comida. 

Encaro meu prato e respiro fundo, eu não me lembrava de não gostar nenhum pouco de sushi, mas ela obviamente sim. Jensen até tentou fazer com que tocassem a comida, mas eu estava com tanta raiva das alfinetadas dela que disse não. Deveria ter deixado ele fazer o que queria. 

- Descobri que não gosto de sushi. 

- Sério? Se eu soubesse não teria sugerido a ideia. - Ela sorri de maneira sinica me fazendo arquear uma sobrancelha. - Conseguiram resolver as coisas entre vocês? 

- Com certeza. - Respondo na mesma hora vendo Jensen suspirar logo em seguida. - Não poderíamos estar melhor. Até por que eu não tenho motivos para deixar que uma transa com a mulher de quem ele se divorciou para casar comigo atrapalhe minha vida. 

- Desculpe? 

- Eu posso não me lembrar de muita coisa mas eu sei que se divorciaram poucos dias depois que a Brooke foi gerada.

- Do que ela está falando? 

- Nina... - Jensen me repreende e nesse momento eu entendo que ela não sabia a verdade sobre como Brooke surgiu.

Sei que eu não deveria ficar feliz de saber disso mas um sorriso sinico e vitorioso se abriu em meus lábios antes mesmo que eu percebesse. Jensen sabia que eu iria falar e ela provavelmente não iria gostar, mas ele também sabia que não adiantaria tentar me parar. A raiva que eu estou sentindo dessa mulher é grande demais pro meu lado racional falar mais alto. 

- A gente transou enquanto ele ainda era casado com você, lindinha. 

- Jensen... 

- Tudo bem, já chega. - Ele fala jogando os talheres no prato e nos encarando de maneira irritada. - Isso é ridículo. 

- De que porra ela está falando? 

- Nada, Danneel. 

- Eles nos traíram. - Justin comenta como quem não quer nada e nesse momento eu o amo um pouquinho por me ajudar. - Foi alguns dias antes do nosso aniversário, você não sabia? 

- Não! 

- Oh, desculpe. - Murmurro de maneira sinica vendo ela me encarar com raiva e os olhos marejados. - Achei que você soubesse como a Brooke foi gerada, afinal de contas, até eu sei. 

Ela encara Jensen de forma totalmente incrédula e o loiro suspira antes de levar as mãos até o rosto de forma cansada. Quando ela se levanta feito um furacão e sai da sala de jantar aos soluços, ele se levanta pronto pra ir atrás. 

- Se você for, eu vou embora e dou entrada no divórcio ainda hoje. 

- Ficou maluca? 

- Não, apenas cansei de ser idiota. - Retruco vendo ele me encarar de maneira incrédula. 

Ele da alguns passos e quando eu me levanto e passo por ele, Jensen me para. Posso ver o misto de emoções que passa em seus olhos assim que eu o encaro. Nesse momento ele percebe que minha ameaça é verdade e a única coisa que sobra é o medo. 

- Você está mesmo falando sério? 

- Nunca disse algo tão sério em minha vida. 

- Eu não posso deixar ela pensar que nos divorciamos por isso, Nina. 

- Você não deve explicações a ela, muito menos deve se preocupar com o que ela pensa ou deixa de pensar. Danneel é a mãe dos seus filhos mas a única mulher a quem você deve respeito sou eu, sua esposa. 

- Nina... 

- Escolhe. 

Ele suspira antes de deslizar a lingua pelos lábios e virar as costas, indo até seu lugar na mesa logo em seguida. Engulo em seco antes de suspirar aliviada, eu realmente achei que ele iria atrás dela. 

Me sento novamente na mesa e voltamos a comer, o clima estava totalmente tenso na mesa e os únicos que conversavam eram as crianças e Justin. Ele estava tentando distrair os 4 e eu sei que assim como eu, Jensen estava agradecido a ele por isso. 

- Me desculpa. 

- O que? - Pergunto confusa antes de o encarar vendo um olhar arrependido. 

- Me desculpa.

- Jen... 

- Você está certa, Danneel não deve ter nenhuma influência na minha vida e no meu casamento, a única coisa que ainda nos liga é nossos filhos e nossas conversas deveriam ser apenas sobre eles e nada mais. 

- Você está falando sério? 

- Vou pedir pra ela ir pra um hotel... 

- Não. - O interrompo antes de olhar em direção a Justice, Arrow e Zepplin. - Deixe que ela fique, seus filhos não merecem passar por isso e eu os adoro, não quero bem pensar na possibilidade deles me odiarem por fazer os pais se afastarem. 

- Eu não entendo... 

- Eu só peço que não deixe que ela nos manipule novamente. Peço que avise aos funcionários que eu sou sua esposa e não ela. Desde que Danneel chegou aqui eles me tratam como se eu fosse a intrusa e eu não gosto disso. Também não gosto de como ela tenta roubar a atenção da Brooke.

- Eu vou resolver isso, prometo. 

- Quero ela o mais longe possível de você. Odeio sentir ciúmes de como vocês parecem fazer o casal perfeito. Já aviso que se ela me irritar eu vou bater nela e nem você vai conseguir separar, entendeu? 

- Completamente. 

Ele sorri antes de se inclinar sobre a mesa e colar nossos lábios em um selinho demorado. Meu coração estava bem mais leve depois dessa conversa. Eu acredito que ele vai fazer as coisas da maneira certa dessa vez. O fato dele ter voltado para a mesa poucos minutos antes me faz ter forças pra acreditar que vamos superar isso. 

- Eu ainda estou brava. 

- Eu sei. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...