História A Revelação - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Chat Noir, Ladybug
Visualizações 95
Palavras 695
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem e desculpa por qualquer erro. Tô com muito sono.

Capítulo 1 - One-Shot


Tudo estava indo bem, eu estava namorando com o Adrien. E sim, tomei coragem e fui até ele e falei sobre meus sentimentos. Mas é claro que gaguejando e tudo mais, até tropecei no mesmo. 

 

Assim que a noite caiu, me transformei e fui fazer uma ronda. Nunca se sabe quando alguém pode ser akumatizado. Enfim, eu estava pulando por aí até ver Chat em cima de uma casa. O gatuno estava tremendo, parecia em choque.

 

-Chat? Tá tudo bem?

-Oi My Lady. Não, não está tudo bem.

-O que aconteceu? - passei minha mão em suas costas para tentar o acalmar

 

Ele olhou para mim com os olhos verde esmeralda. Eles estavam brilhando, era totalmente perceptível que o mesmo iria se derramar em lágrimas

 

-Está tudo bem, pode contar comigo sempre. Agora me fala o que aconteceu.

-Bom, é que eu não sei como, mas o Hawk Moth descobriu minha identidade secreta, e estou com receio que ele irá atacar quem eu amo.

-Mas como ele conseguiu esse feito?

-Por que… - ele suspirou e continuou - Eu iria até a minha namorada e - quando ele falou namorada, isso foi algo tão impactante para mim pois o gatuno tinha fama de galinha em Paris, mas obviamente não o interrompi, só foi algo bem impactante. - Eu iria contar quem eu sou, sabe? - Confirmei com a cabeça 

-Mas?

-Mas eu não consegui, então eu escrevi uma carta e também desisti e joguei fora pela janela do meu quarto. 

-Chat, você não poderia ter feito isso. Você jogou fora sua identidade, literalmente!

-Eu sei My Lady. Mas agora percebo a burrada que fiz e sei que não deveria. Mas não sei como chegou até o Hawk.

-E como você tem certeza que o Hawk sabe da sua identidade? 

-Por que eu recebi uma carta que dizia que ele iria atrás das pessoas que eu amo, e meu pai não está em Paris, então só restou a Dupain-Cheng.

 

Assim que ele falou o sobrenome, fiquei sem chão. Não sabia como reagir. Quando olhei para frente me deparei com o alçapão do meu quarto. Ele estava cuidando da minha casa, mas por que?

 

 Espera!?! Chat Noir é Adrien Agreste? Impossível! Os dois são totalmente diferentes. Mas logo que o olho vejo a semelhança. Os cabelos loiros, os olhos verde esmeralda...

 

 Meu Deus! Chat Noir é o Adrien Agreste! Céus o que eu vou fazer?

 

Fui tomada pelo impulso e me deixei levar, não o deixei continuar e fui logo perguntando.

 

-Adrien? 

 

O mesmo me olhou, com os olhos arregalados. Foi como um soco no estômago. Sei que deveria ter amenizado um pouco, mas eu não acredito que meu namorado é um super herói. 

 

-De onde tirou essa idéia, My Lady? 

 

Olhei bem nos seus olhos e ele nos meus.

 

Céus, como meu namorado é o meu parceiro e nunca percebi? Sou tapada? Sim ou com certeza? Voltei para a realidade quando o mesmo começou a falar.

 

-Marinette? Não acredito! Agora eu vejo a semelhança. Como eu nunca prestei atenção nisso? 

-Tikki… destransformar. - suspirei fundo enquanto o uniforme saia do meu corpo

-Plagg, esconder as garras. 

 

Logo os kwamis ficaram se encarando e nos deixaram a sós, nós precisamos conversar sobre isso. 

 

Enfim. Ficamos nos encarando por alguns segundos sem reações. O loiro pegou minha mão e me puxou para mais perto do seu rosto. Então ele olhou nos meus olhos e disse:

 

-Eu sempre fui apaixonado por você, e nunca percebi algo que estava debaixo do meu nariz. Oh céus, Marinette… me perdoe por nunca ter percebido.

-Adrien… Olha, eu digo o mesmo. Estava perceptível que você era o Chat. Mas você parecia ter duas personalidades então nunca desconfiei. 


 

Ficamos nos encarando até tocarmos nossos lábios. Foi um beijo lento mas, majestoso. Entrelaçados nossas mãos e o mesmo parou o beijo e disse:

 

-Eu nunca vou te abandonar My Lady. Não importa o que aconteça, estarei sempre contigo. 

 

Encostamos nossas testas e dava para sentir nossas respirações pela proximidade. 

 

Sorri para o mesmo e deitei minha cabeça em seu ombro. 


 

Então ficamos ali por um bom tempo, até entrarmos para o meu quarto e dormimos.


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...