História A rockeira e o fumante (willyana x gaster) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Jeff The Killer, Lendas Urbanas, Slender (Slender Man), Undertale
Personagens Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Grillby, Jeff, Personagens Originais, Sans, Toriel
Tags Aus, Ceppy's, Chara, Charisk, Clock Work, Creppypata, Family Creppy, Frisk, Gaster X Willyana, Gasterwilly, Jane, Jeff The Killer, Nina, Referencias, Smile Dog, Zueira
Visualizações 9
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpa a demora ;-;

Capítulo 6 - Oh... meu... deus...


Willyana acorda. escova os dentes e arruma os cabelos, coloca sua calça, blusa, moletom de caveiras, um cachecol preto e bota-salto marrom. pegou seu colar preto com uma bolinha branca e saiu, em direção a casa de sua amiga, Maria, que provavelmente estaria agradecida por não ter trabalho hoje, seria sua folga como maid. chegou na casa de sua amiga, e apertou uum botão o que acabou por fazer um "ding dong", logo após segundos a porta se abriu e revelou sua amiga Maria, logo atrás da mesma Alphis e uma loira que você reconhecia como Sabrina, irmã mais velha de Maria, embora fosse menor que a mesma

 

Maria: ohayo,Willy-chan

Willy:  ohayo Maria-Chan.

Sabrina: Maria Clara, ande logo! 

Maria; ainn okay!!! entra, Li!

Willy: okay!

willyana entra com Maria e se senta numa cadeira vermelha, e Maria numa azul. 

Alphys: e-então, v-você aceita a-a-ajudar. t-t-tome esta pílula, Maria. você adormecerá. d-de-depois v-verá o r-resutado.

disse alphys, com sua gagueira. Maria pega a pílula e toma a mesma, logo depois tomando um copo de agua. Maria sentiu sono e se sentou logo após adormeceu. nasceu caldas e orelhas de gato na mesma, Alphys comemorou e Willy ficou surpresa Sabrina simplesmente olhou com indiferencia, colocou seus fones e começou a ouvir suas musicas do genero funk, (o qual eu O D E I O) depois de uns minutos Maria acordou e se espreguiçou. (imagem da capa)

Alphys: o-ocorreu tudo c-certo, d-daqui a umas duas ou três horas seu cabelo fcará b-branco

Maria: EU SOU UMA NEKO, POHAAAA!!! CHUPA TODO MUNDO QUE DISSE QUE EU NÃO CONSEGUIRIA, POHAAAA!!! É ISSAI CARAIO!!! 

Willy: heh

Maria: EU VOU TER CABELO BRANCOOOOOO

Willy: vai sim.

Maria: AEEEEEEEEEEEEEE

 

Willyana sorriu, era raro ver sua amiga tão animada por problemas familiares, e ela começou a sorrir mais depois de um tratamento psiquiátrico que a mesma fazia. Maria conseguia mover as orelhas e caudas e seu cabelo clareava, deu mais ou menos duas horas e o cabelo dela cresceu e ficou branco, suas pupilas ao em vez de ser castanhas, ficaram laranja (pesquisem Chiya no google, é ela)

P.O.V MARIA

Maria: olhaaa euuuuuu!!

Willy; olha você!! heh

Maria: yeeeyyy!

 

Maria recebe uma ligação

 

 

alô! Maria fala

! ! !: olá. informamos que aconteceu um incidente em sua casa, encontramos a senhorita Aglay no chão de sua casa, com os pulsos cortados e giletes em seu lado

Maria não teve tempo de reagir, desabou ao chão em lagrimas sua amiga, preocupada, começou  falar no telefone com o policial, parecia incrédula, chamou seus amigos, sua irmã já não estava em casa. você não tinha coragem para andar, sua amiga te ajudou a ir num lugar confortável e sentar, tentar se acalmar. seus amigos chegara e te confortaram, os mesmos seriam Ink, Chara, G e Frisk. você foi de taxi pro local, não conseguia andar, então seu amigo Ink te levou nos braços até lá, você se acalmou e conseguiu andar, você viu a gata de sua mãe assustada, que correu a você, você a pegou e a alisou, para acalmar-la. você foi falar com os policiais.

 

Maria; o-oi...

Policial: olá. sinto muito pela sua mãe.

Maria; t-tudo bem. 

 

o policial que você falava era um esqueleto, sorria preocupado pra você. você estava sem expressão, todos os momentos que você passou com a sua mãe, todas as risadas, todos os sorrisos, tudo.

 

Sans: meu nome é Sana, acho que ja conheço o Ink

Maria: que bom... b-bom, e-eu vou para algum lugar para me acalmar, até mais...

Sans: até, senhorita Maria.

 

você foi em direção ao seus amigos, a única coisa que você queria agora era uma lamina pra e cortar, ou dormir e nunca mais acordar. seu nível de sanidade caiu totalmente (cara, eu tô lagrimejando aqui, não é fácil fazer um cap que parece que tua mãe morreu)

 

CONTINUA...

 

 


Notas Finais


tchau ;w;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...