1. Spirit Fanfics >
  2. A Roda do Tempo >
  3. De volta a Sweet Amoris

História A Roda do Tempo - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, meus amores!

Boa leitura!

Capítulo 10 - De volta a Sweet Amoris


Fanfic / Fanfiction A Roda do Tempo - Capítulo 10 - De volta a Sweet Amoris

O redemoinho me arremessou pra longe, logo me vi sobre o chão percebi que estou numa floresta extensa. De acordo com o mapa de Lysandre não estou muito longe da escola, já estou no reino das fadas. É uma pena que Lys tenha ficado no outro mundo, seria bom ter alguém conhecido por aqui. Eu não sabia que é cansativo viajar através de portais. Acho que seria bom ter uma moto.



Concentrei-me e fiz movimentos circulares com a mão direita, meus olhos avistaram uma linda harley davidson. Vamos ver minha aparência, calça jeans escuro, blusa preta, botas em preto, jaqueta de couro preta. Assim está perfeito, não é necessário modificar nada. Subi na moto, liguei o motor e fiz um giro de cento e oitenta graus antes de arrancar para longe da floresta. 




(...)



Avistei o castelo do Reino das fadas que estava diante de mim, adentrei o majestoso castelo. Parece que tem uma confusão por aqui, dois carros pelo que vejo é uma batida. Parei a moto entre  os dois carros. Um automóvel  vernelho e o outro azul.Tirei o capacete balançando meus longos cabelos castanhos e desçi da moto. Percebi olhares sobre mim, curiosos e também surpresos. Os donos dos carros estão discutindo.



- Olha o que você fez no meu carro, Castiel!- Disse olhando para um ruivo que está de costas para mim.Ficou bem amassado mesmo.



Castiel: - Eu? Você que veio pra cima do meu carro, representantezinho! A culpa foi sua, Nathaniel!




O ruivo se virou de frente para mim, nossos olhares se cruzaram por um instante. Esse olhar não me é estranho, ele me fita atentamente. Legal, agora todos estão olhando pra mim, detesto ser o centro das atenções.



Susana: - Escolinha agitada né?!



- Vocês dois vão parar ou eu vou ter que resolver isso do meu jeito?!- Disse uma bela moça de longos cabelos escuros usando uma capa preta. - Você?!- Disse após perceber minha presença. A moça me olha surpresa.- Aluna nova?



Susana : - Sim.



Nathaniel: - Eri, ele acabou com o meu carro.



Susana: - Quanta bobagem.- Disse baixinho.



Nathaniel: - Sério? Voce acha bobagem ele ter destruído o meu carro?- As vezes esqueço como é  boa a audição  de lobos e vampiros.


Susana: - Que exagero, lobo. Só está um pouco amassado.



Castiel: - Como sabe que ele é um lobo?



Susana: - Ele tem cheiro de lobo.



Quando Lysandre me disse que este lugar estava tomado por trevas eu pensei que encontraria um lugar sombrio com criaturas das trevas. Não vi nenhuma criatura até agora, acredito que a maldição é tornar as pessoas tristes, Lys disse que esse lugar costumava ser alegre e agora pelo que estou vendo não é mais. Isso torna tudo ainda mais sombrio. Todos que estão amaldiçoados estão sombrios por dentro, tristes. Está cheio de trevas por aqui, eles só não conseguem ver por estarem amaldiçoados.


Creio que não cometam atos maléficos, não deve chegar a isso. Essa tal de Debrah que ele tanto falava também queria um cargo importante nessa escola. E como seria estranho uma jovem ser a diretora ela agora faz parte do conselho. O único lugar vago era o de Lysandre. No mundo em que eu estava com Lysandre, uma vidente informou a ele sobre Debrah estar em seu lugar no Conselho da escola. Eu me perguntava como ela conseguiu isso mas agora vejo a resposta com clareza, Debrah não precisa fazer muito, todos estão amaldiçoados. Sweet amoris está sob o domínio de Debrah. 




Sinto a presença de alguém atrás de mim, alguém querendo me atacar. Ergui meu braço mexi a mão que está um pouco trêmula devido a minha força assim bloqueando a pessoa, com toda minha força mesmo estando de costas para ela a arremessei jogando-a por cima do carro azul. Todos me olham surpresos. É uma garota loira de olhos claros.



- Olha isso! - Disse um elfo de olhos azuis.



- Menina! - Disse o outro elfo de cabelos azuis que é idêntico ao outro elfo. 



Susana: - Algum problema?



- Me solta!


Susana: - Por que queria me atacar?



- Era só uma brincadeira.



Nathaniel : - Ambre! Solte a minha irmã.



Susana: - Shh! Quietinho aí lobo. Sua irmã queria me atacar. Ambre não é? Não se ataca uma pessoa por trás.- Vi os espinhos na mão dela. Espinhos que eram pra mim.- Espinhos? Esse é o seu poder? - Disse com a mão ainda erguida a prendendo em cima do carro, minha força e magia impedem que ela escape.- Gostei, quero pra mim.- Com a outra mão suguei os espinhos dela que vieram de encontro a palma da minha mão.Ela continua com seu poder, eu apenas estou mais poderosa agora que obtive seu poder, o absorvi somente.



- Ela absorveu o poder da Ambre! - Disse uma garota morena de olhos verdes e cabelos compridos. 



Castiel: - Caramba!



A bela moça de cabelos castanhos Eri, continua me olhando fixamente.



Susana: - Sabia que eu poderia te atacar agora usando o seu próprio poder? Mas vou apenas lhe dar um aviso. Não brinque de lançar dardos comigo, entenda isso como um conselho. - Soltei a loira que imediatamente saiu de cima do carro.- E então rapazes, vamos resolver isso aí.- Lancei uma magia sobre o carro azul fazendo a parte amassada sumir.



Nathaniel : - Meu carro! 



- Ela consertou com magia.- Disse uma mocinha de cabelos roxo segurando uma pasta.



Susana: - Resolvido o problema, perfeito. Agora eu posso passar, obrigada.




Caminhei em direção a porta que leva a um corredor vou caminhando e os alunos abrindo espaço para que eu passe.Ao chegar nos corredores me deparei com uma jovem de olhos azuis vestida de preto.Me olha de uma maneira estranha, uma mistura de surpresa com ódio.



Susana: - Bom dia. Gostaria de falar com a diretora.



- A diretora estará ausente por algumas horas. Tudo o que precisar falar com ela pode ser dito a mim.



Susana : - E você quem é?



- Debrah.- Ela. É ela!- Quem é você? Me diga agora mesmo! Quem é você?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...